Como Funciona o Swiss Pass?

Confira as informações sobre o Swiss (Travel) Pass, que traz uma série de vantagens para quem estiver planejando uma viagem à Suíça. O que é? Como adquiri-lo? Como usar? Vale a pena?

Swiss Pass

Swiss Pass

Quem está pretendendo passar alguns dias na Suíça e quer economizar nos deslocamentos e atrações, uma ótima pedida é adquirir o Swiss Pass.

Este passe dá direito ao uso ilimitado do transporte suíço e também uma série de descontos interessantes em vários passeios de montanha e museus.

Muitas pessoas que pensam em utilizá-lo tem dúvidas de como funciona e se vale mesmo a pena adquiri-lo.

Pensando nisso, preparei este post com algumas informações úteis, para que você possa avaliar o que será melhor para o seu caso. O que é? Como adquiri-lo? Como usar? Valeu a pena? Há outros passes na Suíça?

Vamos às respostas...

O que é o Swiss Pass?

É um passe criado pela Swiss Travel System (uma marca vinculada à companhia ferroviária suíça), exclusivo para estrangeiros que visitam o país, que oferece uma série de vantagens:

• Uso ilimitado e gratuito do transporte intermunicipal (trem, ônibus e barco);

• Uso ilimitado e gratuito do transporte urbano em várias cidades da Suíça (incluindo as principais e mais visitadas);

• Uso gratuito em vários trens panorâmicos (reserva não inclusa);

• Descontos em vários passeios de montanha e teleféricos (variando de 25 a 50%);

• Gratuidade no ingresso de vários museus.

O Swiss Pass – que na verdade chama-se Swiss Travel Pass – possui várias opções de validade: 3, 4, 8 ou 15 dias, corridos ou não.

Swiss (Travel) Pass

Swiss (Travel) Pass

O passe abrange várias cidades da Suíça, que geralmente são as mais cobiçadas pelos turistas em geral, como: Genebra, Berna, Zurique, Interlaken, Zermatt, Lucerna, Basel (ou Basileia), Lausanne, Fribourg, entre outras.

Estando com o Swiss Pass nas mãos, o transporte na Suíça já estará pago.

Você pode utilizar o transporte público dentro das cidades participantes quantas vezes quiser, e também pode ir de uma cidade até outra de trem, quantas vezes quiser.

Além disso, há várias atrações que aceitam o Swiss Pass como desconto. Eis alguns exemplos bastante procurados:

Passeio de barco pelos principais lagos suíços (Léman, Zurique, Lucerna, Brienz, Thun, dentre outros) – Grátis

• Subida ao mirante Harder Kulm em Interlaken – 50% desconto

• Subida ao mirante para ver o Matterhorn pelo trem Gornergrat Bahn em Zermatt – 50% de desconto

• Subida no teleférico Glacier Paradise (Klein Matterhorn) em Zermatt – 50% desconto

• Subida no bondinho giratório ao Monte Titlis, em Engelberg – 50% de desconto

• Subida ao Monte Pilatus, próximo a Lucerna – 50% de desconto

• Visita a Maison Cailler-NestléGrátis

• Visita a Maison du GruyèreGrátis

• Subida ao Jungfraujoch (Top of Europe)25% de desconto

Museus na Suíça, como o Museu Olímpico em Lausanne, Museu da Cruz Vermelha em Genebra, Museu Matterhorn em Zermatt, dentre muitos outros (veja a lista) – Grátis

Trem do Chocolate30% a 40% de desconto (dependendo da classe que você está viajando)

Trens panorâmicos (Glacier Express, Bernina Express, entre outros) – Grátis

ATENÇÃO: Os trens panorâmicos requerem reserva feita com antecedência, que não está inclusa no passe. Portanto, se você estiver programando um passeio em algum deles utilizando o Swiss Pass, não se esqueça de pagar a reserva – sob pena de ganhar uma multa salgada se estiver sem.

Como usar o Swiss Pass?

Uma vez comprado o passe, você receberá um bilhete impresso contendo o seu nome completo, nacionalidade, o número do passaporte, o período de validade do passe e a classe em que terá que viajar (1ª ou 2ª).

Ou seja, ele é pessoal e intransferível.

O Swiss Pass já vem preenchido com seus dados

O Swiss Pass já vem preenchido com seus dados

O bilhete do passe vem protegido por uma capinha plástica e acompanha um folheto explicativo com o mapa das cidades que estão associadas.

Quando for utilizar o transporte público dentro das cidades – Basta ter sempre em mãos o seu Swiss Pass e o passaporte para comprovação, caso algum fiscal te aborde.

Nos dias que fiquei na Suíça, nenhum fiscal passou pelo transporte urbano e, portanto, não precisei mostrar nada. Mas recomendaria estar com tudo à mão, por precaução.

Quando for fazer algum passeio ou visitar museus – Basta apresentar o Swiss Pass na bilheteria e obter a gratuidade ou o desconto oferecido por aquela determinada atração.

Quando for deslocar-se entre as cidades suíças – Basta escolher o trem de sua preferência e embarcar, portando o seu Swiss Pass, na classe correspondente do seu passe (1ª ou 2ª). Simples assim.

Nos trens da malha ferroviária da Suíça não é necessário fazer reserva. É só escolher o dia e a hora do trem que lhe convém e embarcar. A única exceção são os trens panorâmicos, onde a reserva é obrigatória.

Mas atenção: é necessário estar com o Swiss Pass em mãos junto com o passaporte, porque os fiscais sempre passam pra conferir. Andei diversas vezes nos trens e em todas, sem exceção, precisei mostrar o passe.

Aliás... Vi de tudo um pouco nessas abordagens dos fiscais. Tem uns que só olham a data rapidamente, tem outros que pedem pra ver o passaporte para comprovar o nome do titular e o número, e tem aqueles que só em ver que o passe está na sua mão, passa direto.

O mais bizarro foi um fiscal que, não satisfeito em ver o passe, conferiu o meu nome com o do passaporte, tirou o bilhete de dentro da capinha plástica, conferiu o verso (que tem uns códigos de barra) e devolveu dizendo “Valeu!” – em bom e claro português brasileiro.

Quando fui olhar a plaquinha do nome dele, para minha tristeza, era mesmo um conterrâneo...

No mínimo, o idiota deve achar que todo brasileiro é desonesto. Quebrou a cara, porque esta brasileira aqui pode ser tudo, menos isso! Nem todos nós somos malandros e burladores de regras, poxa...

Como adquirir o Swiss Pass?

Há 3 maneiras de você comprar o passe:

Pela internet – Entrando no site oficial do Swiss Pass, você é direcionado para a página da Rail Europe, onde fará todo o tramite da compra. O passe é emitido e enviado pelo correio até a sua casa. Ou seja, deve ser comprado com bastante antecedência, pra dar tempo de chegar.

Particularmente não acho um meio vantajoso de adquiri-lo, pois é acrescido ao valor do passe as taxas de câmbio / IOF e a taxa de envio pelo correio.

Já contratou o Seguro Viagem?

Você sabia que quando se viaja para a Europa a contratação de um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros é obrigatória? Então, faça agora mesmo uma cotação na Seguros Promo e escolha entre as melhores seguradoras sempre com ótimo custo benefício. Aproveite essa oportunidade e tenha 5% de desconto utilizando o nosso cupom: PARAVIAGEM05

Na Suíça – Basta se dirigir, com o seu passaporte, a qualquer posto da SBB-CFF-FFS (a companhia ferroviária) que há nas principais estações de trem na Suíça. A compra é feita no ato, em dinheiro ou cartão de crédito.

Posto de venda do Swiss Pass

Posto de venda do Swiss Pass

Sem dúvida, é o meio mais vantajoso, pois aqui não há despesas de envio e nem o estresse de esperar chegar pelo correio. É ir até o posto, mostrar o passaporte, pagar e pronto: seu Swiss Pass é emitido na mesma hora.

Como citei anteriormente, você pode optar por comprar o Swiss Pass com validade para 3, 4, 8 ou 15 dias, corridos ou não.

O passe convencional (Swiss Travel Pass) é o de dias corridos. Por exemplo, se você comprou um de 4 dias, ele é válido por 4 dias consecutivos, sem possibilidades de pular nenhum dia.

Mas se você preferir uma maior flexibilidade de datas e não irá utilizar o Swiss Pass todos os dias de sua viagem à Suíça, uma opção é adquirir o Swiss Travel Pass Flex.

Neste passe, você escolhe utilizar por 3, 4, 8 ou 15 dias aleatórios, dentro de um prazo de 1 mês. Por exemplo, se você comprou um Swiss Travel Pass Flex para 8 dias, você tem que escolher 8 dias, dentro de 30, para utilizar o passe de forma ilimitada.

Ou seja, não precisa ser dias consecutivos – você pode pular (ou não) quantos dias quiser, desde que esteja dentro do prazo de 1 mês.

A grande vantagem dele é por oferecer essa flexibilidade de datas, sem o compromisso de ter que utilizar todos os dias. Mas por outro lado, é mais caro que o Swiss Pass convencional, de dias consecutivos...

Outro passe interessante, especial para jovens de 16 a 26 anos, é o Swiss Travel Pass Youth. Nada mais é do que o Swiss Pass com 15% de desconto para esse grupo etário, oferecendo os mesmos direitos e vantagens do passe convencional. E você ainda pode escolher a classe em que quer viajar e também se quer a versão de dias consecutivos ou o Flex.

É necessário validar o Swiss Pass em algum lugar?

Não.

O Swiss Pass já vem todo preenchido e com a data do início e do término da validade. Basta mostra-lo ao fiscal e pronto. Não precisa passar em nenhuma máquina ou leitor.

No caso da versão Flex, é preciso preencher a data do dia que você for utilizar. Se o fiscal pedir pra conferir e não estiver lá escrito, a pessoa é multada na hora. E da mesma forma que a versão de dias corridos, não precisa passar em nenhum leitor.

Vale a pena comprar o Swiss Pass?

Pra mim, valeu muito a pena. E acho que, de um modo geral, é uma boa pedida. Mas dependendo do seu roteiro, pode não ser tão vantajoso...

Em primeiro lugar, é preciso avaliar: quantos dias você ficará na Suíça, quantas vezes irá precisar se deslocar de trem e quais atrações irá visitar.

Se for ficar poucos dias, deslocar-se pouco de trem e/ou visitar poucas atrações, talvez fique mais caro comprar o Swiss Pass do que os ingressos e bilhetes avulsos.

Além do mais, vários hotéis suíços oferecem, gratuitamente, um bilhete do transporte público daquela determinada cidade, que é válido por todo o período de sua hospedagem.

No meu caso, fiquei 8 dias na Suíça e não só andei bastante de trem como fui a várias atrações que davam desconto para quem tinha o Swiss Pass. Adquiri o de 8 dias corridos, viajando na 2ª classe – que é confortável, diga-se de passagem.

Colocando na ponta do lápis, valeu muito mais a pena, pois tudo saiu mais barato.

Aliás, o segredo é esse: fazer as contas! Pegue o valor de todos os passeios e deslocamentos que você fará na Suíça e veja quanto somou. Se for mais caro que o Swiss Pass correspondente ao número de dias que você for precisar, então é melhor comprar o passe.

De um modo geral, o Swiss Pass costuma ser mais vantajoso para quem for passar vários dias na Suíça, pois provavelmente acabará se deslocando mais vezes e fazendo mais passeios.

O preço varia de acordo com a classe em que você quer viajar (1ª ou 2ª), o tempo de validade dele e a faixa etária do passageiro.

Se for do seu interesse adquirir o passe, confira os preços do Swiss Pass e avalie qual o mais adequado para o seu caso.

Há algum Swiss Pass para crianças?

Os pequenos e pequenas de até 6 anos de idade viajam de graça na Suíça. Portanto, não precisa de Swiss Pass pra eles.

Já os que tem entre 6 e 15 anos, há 2 opções:

Se estiver viajando sem os pais – há um desconto de 50% na compra dos passes da Swiss Travel System

Se tiver viajando com pelo menos um dos pais – elas viajam gratuitamente, desde que se adicione ao passe o Swiss Family Card.

Falarei dele no próximo item...

Outros bilhetes da Swiss Travel System

Além do Swiss Pass, há outros tipos de passes disponíveis que também podem te interessar. São eles:

Swiss Family Card – Não é um passe exatamente, mas um cartão que você adquire, gratuitamente, no ato da compra do Swiss Pass, caso esteja viajando em família.

Conforme relatei acima, com ele, crianças entre 6 e 16 anos não pagam a passagem de trem, caso esteja viajando com pelo menos um dos pais. E se estiver sem eles (ou seja, viajando com parentes e amigos), ganha um desconto de 50% na compra do Swiss Pass. Confira mais informações sobre o Swiss Family Card.

Swiss Transfer Ticket – Essa é pra quem for visitar apenas 1 cidade. Ele oferece um bilhete de ida e volta, para qualquer cidade do país, desde que a pessoa esteja vindo de algum aeroporto ou estação de trem na fronteira da Suíça. Tem validade de 1 mês. Confira o preço do Swiss Transfer Ticket.

Swiss Half Fare Card – Esse é pra quem pretende passar muitos dias na Suíça. Trata-se de um passe de 1 mês, mas que não oferece nenhuma gratuidade, apenas 50% de desconto na compra das passagens de trem e dos bilhetes do transporte urbano. Não há descontos para atrações e passeios. Confira o preço do Swiss Half Fare Card.

Há ainda uma versão chamada Swiss Half Fare Card Combi que custa a metade do preço do convencional e que pode ser adquirido por quem for comprar a versão Flex do Swiss Pass ou o Swiss Transfer Ticket.

Dicas extras para seu planejamento de viagem à Suíça

• Não perca o nosso post que explica tudo sobre como utilizar os trens na Suíça, para que você possa se programar e usufruir do seu Swiss Pass no ótimo serviço ferroviário do país.

Tá achando tudo caro? Então confira nossas dicas de como economizar em uma viagem à Suíça.

Para não entrar em nenhuma roubada na sua estada pelo país, não deixe de ver nossas dicas de sobrevivência para quem vai à Suíça.

Vai passar vários dias no país? Confira nossa sugestão de roteiro de 8 dias pela Suíça e saiba o que visitar por lá em 1 semana de viagem.

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço. O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura. Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis. Pagamento no cartão de crédito em até 12 parcelas ou com desconto no boleto bancário. Ganhe 5% de desconto adicional comprando seu seguro com nosso cupom de desconto: PARAVIAGEM05.

 Compre um chip internacional e se mantenha conectado durante sua viagem. A Easysim4u oferece planos sob medida na Europa com conexão de internet 4G franquias proporcionais ao número de dias do pacote. Você recebe o chip em sua casa, de forma antecipada, e chega em seu destino com tudo funcionando. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

 Encontre as melhores datas para a sua próxima viagem e economize na hora de comprar as passagens aéreas. Usando a plataforma do Passagens Promo você pode pagar com cartão de crédito em parcelas sem juros e sem cobrança de IOF. A empresa conta ainda com selo de qualidade no atendimento. Agora não tem mais desculpe, partiu Suíça!

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Galeria de Fotos:

60 Comentários
  1. Dinaldo Santa Rosa Oliveira

    Dia 02/12/16, tomaremos o trem em Lyon ou Genebra com destino a Saint Moritz, onde ficaremos entre 04 e 07/12, partindo a seguir para Paris. O que é mais prático e econômico nesse trajeto de trem?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Dinaldo!
      Dando uma pesquisada no site da SBB, St. Moritz é contramão tanto de Genebra quanto de Lyon. Mas se tiver que optar por uma das duas, sem sombra de dúvida, é melhor vcs partirem de Genebra.
      Indo de trem e saindo de Lyon, vcs precisarão de 4 conexões até chegar ao destino, totalizando 13 a 14h de viagem. Sem condições…
      Já de Lyon pra Genebra são apenas 1h50 de viagem, sem conexões. E de Genebra pra St. Moritz são 6h de trem, com 2 conexões.
      Se quiser minha opinião, a melhor opção mesmo seria pegar um vôo de Lyon até o aeroporto de Engandin, que fica pertinho de St. Moritz. Ou então, um vôo até Zurique e de lá, um trem até St. Moritz (dá pouco mais de 3h de trem com conexão em Chur).
      Outra opção: alugar um carro até lá. Saindo de Lyon, será uma viagem longa: segundo este site aqui, são 628km de distância. Se quiser cotar os valores de aluguel de carro, indicamos a Rentcars que traz uma série de vantagens.
      Sugiro dar uma pesquisada nas opções do avião e do carro, que me pareceram mais práticas para fazer o itinerário que vc deseja. Veja qual deles terá o melhor custo-benefício para o seu caso.
      Espero ter conseguido ajudá-lo.
      Abs

      • Dinaldo Santa Rosa Oliveira

        Obrigado pelas dicas. Na realidade gostaríamos de passar por Genebra, Berna, Zurique e de lá St Moritz, partindo dia 07/12 para Paris. Mas temos algumas dúvidas:

        1- Posso utilizar o Swisspass também no trajeto St. Moritz/Paris?
        2- Posso utilizar o Europass em todo o trajeto citado acima?
        3- Pode haver combinação (Swisspass/Europass) com bom custo benefício?
        4- A opção de automóvel oferece perigo por possível neve na estrada?

        • Fernanda Rangel

          Ahhh, sem dúvida fica mais fácil assim, pois vcs vão parando em cada lugar. Embora seria bem mais prático começar por St. Moritz e seguir em direção à França.
          Mas enfim, vamos lá…
          1) Não. Ele é valido apenas para trens que circulam dentro da Suíça. Em caso de trens que cruzem fronteiras, tem que comprar um bilhete separado.
          2) Sim, mas não sei se seria financeiramente vantajoso. Os passes da Eurail e os da Rail Europe não costumam ser muito baratos… Mas aí é sentar e fazer as contas pra ver o que vale mais.
          3) Teria que fazer as contas. Mas acho que valeria a pena comprar o Swiss Pass pra rodar dentro da Suíça e adquirir um bilhete de trem separado pra passar de um país pro outro. Dependendo da direção que vc for, pode cotar com a cia ferroviária francesa (a SNCF) ou a suíça (SBB).
          4) Creio que sim. Brasileiro não está acostumado a dirigir na neve. E em dezembro é bem provável que haja (tinha neve no final de abril!).
          Pelo que entendi, vc vai rodar a Suíça em direção à St. Moritz e depois voltar pra Paris, certo? Sei que vc não me perguntou isso, mas reforço que é melhor ir pra capital francesa de avião. De trem seriam 8h de viagem, com conexões. Vc vai perder o dia de viagem. A menos que tenha programado 1 dia extra só para esse deslocamento, não costuma ser muito vantajoso fazer um deslocamento tão longo.
          Abs

  2. Isabella

    Eu chego em Lugano saindo de Milão as 20:50, esse horário ainda é possível adquirir o swiss passar traveller na estação de Lugano? Desde já obrigada!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Isabella!
      Desculpe a demora pela resposta!
      Segundo o site oficial, infelizmente, a loja da SBB na estação de Lugano fecha às 19h (veja aqui).
      Dependendo do seu roteiro de viagem, se for seguir para outra cidade suíça depois, vc pode adquirir o swiss pass no dia seguinte.
      Abs

  3. Silmara

    Bom dia Fernanda! tenho uma dúvida: meu filho está com 16 anos e viajaremos para a suiça, ele ainda tem direito à gratuidade no swiss pass ou esta cortesia é para jovens até 15anos e 11 meses? obrigada e parabéns pelo blog!!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Silmara!
      O site deixa essa informação um pouco no ar. Uma hora eles falam 16 e outra falam que é só até 15…
      Dei uma olhada lá no site atual e está escrito que a gratuidade para o Swiss Pass (isso quando viaja com pelo menos 1 dos pais) é válido para até 15 anos. De 16 pra frente já tem que pagar. Isso é informação nova, vou atualizar o post (obrigada pelo alerta! 😉 ).
      Dê uma olhada nas informações do site atualizadas aqui.
      Abs

  4. CREUZA

    BOM DIA FERNANDA ACHEI MUITO BOM SEU BLOG .ESTOU INDO PARA GENEBRA ,E ZURIQUE EM JULHO E QUERO FAZER UNS PASSEIOS , QUERO IR EM LUCERNA,INTERLAKEN, LAUSANNE, MONTREAUX, E BASILEIA,E DEPOIS FAZENDO FRANKFURT E MUNIQUE EM 1O DIAS TODOS ESSES PASSEIOS SERA QUE EU CONSIGO. E E VANTAGEM EU COMPRAR O SWISS PASS VOCE PODERIA ME RESPONDER QUAL O MELHOR PASS PARA COMPRAR. AGUARDO RESPOSTA OBRIGADA.

  5. CREUZA

    BOM DIA FERNANDA AGUARDO RESPOSTA.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Creuza!
      Obrigada pelo elogio!
      Olha, não conheço Frankfurt e Munique, mas levando em consideração que são 2 cidades muito visitadas na Alemanha e também o tempo que levei para visitar as cidades suíças que vc citou (com exceção de Basileia, Lausanne e Montreux), então acho que vai ficar muita coisa pra 10 dias.
      Talvez seria mais interessante fazer as 2 cidades alemãs + Basiléia + Zurique + Lucerna. Talvez ainda dê um bate-volta pra Interlaken.
      Quanto ao Swiss Pass, vai depender do seu roteiro. O ideal seria pesquisar os valores de cada trecho, somar e ver se fica mais caro que o Swiss Pass. Se sim, melhor comprar o passe. Lembrando que ele não é válido apenas para a Suíça.
      Abs

  6. claudia

    Ola Fernanda, as dicas foram ótimas, Obrigada! Você sabe dizer quanto tempo demora para o bilhete do Swiss Pass chegar pelo correio? Viajarei 28/06 e estou na dúvida se compro pela internet ou na estação.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Claudia!
      Obrigada pelo elogio!
      Não faço ideia, porque comprei o meu quando cheguei lá. Não quis correr o risco de extraviar ou então depender de alguma greve dos Correios ou demora no envio. Além do mais, eu teria que arcar com as despesas da postagem, ao passo que se eu comprasse lá, não precisaria desse “adicional.
      Meu conselho é: compre lá. É muito melhor! Eles pedem o seu passaporte, registram no sistema os seus dados e imprimem na hora o seu passe. 😉
      Abs

  7. Yalana

    Oi!

    Posso comprar o Austria Pass em Zurique?
    Obrigada,

    Yalana

    • Fernanda Rangel

      Oi, Yalana!
      Vc quis dizer Swiss Pass, certo?
      Sim, ele é vendido nas principais estações de trem da Suíça.
      Se for Austria Pass mesmo, o único que conheço é o que é vendido pela RailEurope. Aí é adquirir diretamente com eles.
      Abs

  8. Roque Barros

    bom dia. Gostaria que se pudesse me informasse se ainda estão vendendo o Swiss TravelPass nas agencias de trem da Suíça. Li um post que so podemos adquiri-los pela internet pelo Rail Europe. Você saberia me dizer se isso seria verídico . Grato Roque Barros

    • Fernanda Rangel

      Oi, Roque!
      Não estou sabendo de nenhuma mudança no esquema de compra, mas realmente o site oficial (que é pouco informativo) só traz um canal de compra online. Nada é dito se, atualmente, está podendo comprar lá ou não.
      Quando fui em 2015, comprei tranquilamente ao chegar à Suíça. Foi no posto da SBB da estação de trem do aeroporto de Genebra. Bastou só mostrar o passaporte e pronto: eles emitem o bilhete do passe na hora.
      Segundo o site “My Switzerland” (que traz informações oficiais sobre turismo na Suíça), pode comprar tanto online quanto lá na Suíça (veja aqui).
      Eu acredito que não tenha mudado, pois todas as estações que passei tinha um posto da SBB (exceto em Gruyères). E como são eles que emitem o Swiss Travel Pass, então creio que possa comprar por lá sim. Mas não saberia dizer com 100% de certeza se ainda continua assim.
      Abs

  9. Marly Quental

    Fernanda , ótimas dicas , gostaria de saber como fazer a reserva de assentos nos trens quando se tem o suiss travel pass .
    Obrigado

  10. Ivani

    Vou ficar 12 dias na Suíça visitando 7 cidades onde pretendo ir de trem entre elas.
    Serão mais ou menos 7 a 8 viagens de trem. Museu pretendo ir a 1 ou 2 e fazer uns 2 passeios de barco. Vou com uma amiga e ambas temos mais de 60 anos. O que é mais vantajoso em termos financeiros comprar o travel pass ou ir comprando os bilhetes cada vez que usar. Agradeço se puder ajudar.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Ivani!
      Depende dos trechos que vc for utilizar e as atrações que for visitar.
      Para vc saber qual a melhor opção pro seu caso, sugiro pesquisar todos os valores dos trechos de trem que vc vai fazer e os preços das atrações. Soma tudo e compare com o valor do passe. Se o somatório ficar mais caro, é melhor comprar o Swiss Pass. Caso contrário, melhor adquirir tudo avulso.
      Para pesquisar os valores das passagens, dê uma olhada no site da SBB (a empresa que administra o serviço ferroviário da Suíça).
      Abs

      • Ivani

        Obrigada pela ajuda.

        • Ivani

          Oi Fernanda,
          Pode me dizer como está a temperatura aí na
          O que levar na mala?
          Estou chegando dia 24 em Zurique.
          Obrigada

        • Fernanda Rangel

          Oi, Ivani!
          Não moro na Suíça, mas visitei o país entre os meses de abril e maio de 2015 e por essa época estava um frio suportável, algo em torno de 13-15 graus.
          Para ver como está a temperatura em Zurique hoje, dê uma olhada aqui.
          Abs

  11. WILSON DE SOUZA LIMA

    olá Fernanda, se eu for de florença até lucerna posso usar o swiss pass, me de uma ajuda , pois vou com a familia em 17/ 10 / 2018, obrigado .

  12. luisa

    Oi Fernanda! Tudo bom? Primeiro, parabéns pelo blog!!! Vou para a Suiça passar 10 dias e vou comprar o Swiss Pass. Duas dúvidas:
    1) Posso comprá-lo no aeroporto de Zurique? Você sabe?

    2) Vou comprar o de 8 dias contínuos, mas vou começar a usá-lo 2 dias depois de chegar na Suíça, eles colocam a data específica de início da utilização?

    Muito Obrigada!

    Bjs

    • Fernanda Rangel

      Oi, Luisa!
      Desculpe a demora pela resposta. E obrigada pelo elogio!
      Vamos lá…
      1) Pode sim. É só se dirigir ao posto da SBB para comprar o passe. No meu caso, fiz isso no aeroporto de Genebra. (Veja essa informação aqui).
      2) A data vem preenchida no passe e não sei dizer se eles podem colocar outra data que não seja a do dia da compra. Talvez fosse melhor checar isso no posto da SBB quando chegar a Zurique. Ou então deixar pra comprar o passe somente no dia que for começar a usa-lo.
      Bjs

  13. Victoria

    Oiiii!

    Parabens pelo blog, muito interessante! Gostaria de saber como reservar os trens panoramicos para quem tem o swiss pass! Tem como fazer isso online ou é só nas bilheterias?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Victoria!
      Obrigada pelo elogio!
      Eu não fiz nenhum passeio de trem panorâmico, então não tive a experiência pra te contar como faz.
      Não sei exatamente qual passeio panorâmico que vc pretende fazer, mas dando uma olhada no site do “Glacier Express” (que tirei como exemplo), eles informam que a pessoa deve seguir o processo de reserva no site (como se fosse comprar a passagem com eles) e no campo onde terá os “detalhes do passageiro”, vc deve selecionar que tem o Swiss Pass para poder ser cobrada apenas pela reserva do assento.
      Veja essa informação aqui.
      Abs

  14. Greice

    Olá Fernanda, como vai?

    Que delícia ler suas dicas e viagem! E muito obrigada por compartilhar.

    Fiquei muito segura com as suas dicas quanto ao Swiss Pass.

    Eu e meu esposo tb faremos o norte da Itália. Li poucos relatos de quem utilizou o Global pass e não senti segurança se ele é tão prático quanto o Swiss pass, muito embora é vendido pela Eurail tb.

    Vc saberia dizer se o passe para usar na Itália e na Suiça é tão prático como o swiss pass?
    Obrigada!
    Grande abraço.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Greice!
      Desculpe a demora e obrigada por todos os elogios e comentários! 😀
      Eu usei o Italia Pass da Eurail quando visitei a Itália, porque na época (2012/2013) o site da Trenitalia estava gerando problemas na compra com cartões de crédito de fora da Europa. Achei o passe super prático: é um bilhete único que vc usa para todas as viagens de trem dentro da Itália, sendo apenas necessário anotar os trechos percorridos num campo próprio do passe (para a conferência do fiscal). Mas por outro lado, não é a opção mais barata… E ele NÃO inclui as reservas, que devem ser pagas à parte.
      Em suma: para a Suíça, o Swiss Pass é perfeito. Já para a Itália, eu recomendaria comprar as passagens avulsas no site da Trenitalia (que já não está mais com problemas há algum tempo 😉 ).
      Abs

  15. Jennifer Lima

    Oláá, pretendo comprar meu Swiss pass em Tirano, onde pegarei o trem Bernina express. Nesse caso posso fazer a reserva dos assentos antecipadamente, mesmo sem estar com o Swiss pass em mãos?

    Obrigadaaa

    • Fernanda Rangel

      Oi, Jennifer!
      Pode sim. E deve!
      Basta entrar no site oficial do Bernina Express e preencher os dados como se vc fosse comprar a passagem. Vc vai selecionar o trecho percorrido, o dia/hora e a quantidade de passageiros… Em um determinado momento, ele vai perguntar se tem “Reductions”. Aí é só vc selecionar a opção do Swiss Pass.
      Pronto! Eles vão te cobrar apenas a reserva. 😉
      A página da compra/reserva do Bernina Express é essa aqui.
      ]Abs

  16. Michele Garcia

    Olá Fernanda!
    Adoro olhar teu blog e ele me inspira muito em fazer uma viagem… Eu e meu marido estamos planejando viajar em fevereiro/março 2019 para Paris – Suiça, fazendo o percurso Paris-Genebra-Chamonix-Zermatt- St. Moritz-Zurich e vimos que existe o France-Switzerland pass e gostaria de saber se tu já utilizou ele, se vale a pena (mesmo tendo que fazer as reservas nos trens panorâmicos) e se esse passe também dá direito a entradas em atrações grátis/com desconto principalmente na Suíça.
    Obrigada por dividir tuas experiências!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Michele!
      Desculpa a demora pela resposta.
      Fiquei muito contente pelo blog estar lhe inspirando a viajar. É uma das melhores coisas que fazemos na vida, não percam tempo! 😀
      Nunca usei esse passe e, dando uma olhada na web, o France-Switzerland é da Eurail, correto?
      Olha, eu já usei o Italia Pass deles e foi ótimo. Bastava mostrar o passe pros fiscais e anotar os trechos percorridos (junto com a data) numa lista anexa. Simples assim.
      Contudo, ele não incluía as reservas. Nem todos os trens italianos precisam dela, de modo que eu tive que pagar isso a parte naqueles que requeriam essa reserva.
      Não sei como seria o esquema do France-Switzerland, pois tudo depende das regras da cia ferroviária de cada país. Na Suíça, só os trens dos passeios panorâmicos requerem reserva. Na França eu não sei, nunca usei o serviço de trem deles.
      Apesar de prático, no geral esses passes da Eurail e Rail Europe costumam sem mais caros do que as passagens avulsas. É claro que depende de cada roteiro, teria que fazer as contas. Mas, de repente, seria interessante usar o Swiss Pass na Suíça e comprar os trechos franceses com a cia ferroviária deles, de forma avulsa. Mas reforço aqui: seria preciso fazer as contas pra ver se vale mesmo a pena.
      Quanto as atrações grátis e com desconto, acho que só mesmo com o Swiss Pass.
      Abs

  17. Katia Costa

    Boa tarde Fernanda, tem uma grande dúvida!!! comprei o Swiss Pass Flex para oito dias, pois vou ficar 11 dias na Suíça,minha dúvida é: nos dias em que eu não fizer nenhuma viagem de trem eu posso usar o Trem e os Barcos ? ou só posso utilizar nos ias em que fizer viagem de trem. Exemplo: se eu passar um dia todo em Zurique e não me deslocar para nenhuma outra cidade, posso fazer um passeio de barco? vou poder usar o Swiss Pass nos onze dias, mas usar o trem só em oito?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Katia!
      O seu Swiss Pass só será válido nas datas que estiverem especificadas no bilhete. E nesses dias, o uso do trem, barco ou transporte público é liberado.
      Como vc comprou o passe para 8 dias e na versão “Flex”, então só poderá utilizá-lo nas 8 datas selecionadas por vc dentro desses 11 dias, consecutivos ou não. Ou seja, 2 dias da sua viagem não terão cobertura do passe (pra nenhum ingresso ou passagem).
      Abs

  18. SILVIA HELENA CLAUDINO ALCARAZ

    ola Fernanda, parabéns pela sua pagina..

    estou indo para suíça em dezembro e ja comprei meu swisspass e fiz minha reserva no trem panorâmico, mas não estou conseguindo fazer as demais reservas nos trens locais , como de Zurique para Zermatt. Existe como fazer esse tipo de reserva? afinal tenho medo de chegar na hora para comprar e não achar assento para todos juntos , ja que estou viajando em época de ferias com a família .

    • Fernanda Rangel

      Oi, Silvia!
      Obrigada pelo elogio!
      Não há reservas para os trens comuns na Suíça. Só é exigido para os trens panorâmicos.
      No site da SBB, ao fazer a busca dos itinerários, eles sinalizam os horários de pico usando 3 bonequinhos (se só tiver 1 “aceso” em preto, significa pouca procura; se tiverem 2 “acesos” em preto, significa procura razoável; mas se tiver os 3 “acesos” em vermelho, quer dizer que é horário de rush.
      Se vc precisar usar o trem num horário de muita procura, o que te aconselho é chegar à plataforma o mais cedo possível pra garantir lugar. Ou evitar esses horários.
      Abs

      • Silvia Helena

        Obigada pela dica ..

        Aproveitando seu conhecimento, você pode me informa se através do meu swiss pass travel, eu consigo fazer reserva do bilhete de Berna para Milão, uma vez que a partida é da Suiça com chegada na Italia ?

        Grata

        • Fernanda Rangel

          De nada, Silvia! 😉
          Segundo o site oficial, o Swiss (Travel) Pass vale apenas para viagens dentro do território da Suíça. Para chegadas ou partidas internacionais, os bilhetes são separados.
          Como vc estará indo para Milão, das duas, uma: ou fecha o trecho pela cia suíça (a SBB) ou então pela cia italiana (Trenitalia). No caso da última, provavelmente será um trem de alta velocidade (que na Itália chama de “freccia”) e a Trenitalia exige reserva para eles.
          Diante das 2 opções, resta sentar e ver a que vale mais a pena.
          Caso opte pela cia italiana, o Vinícius Miranda (que tb escreve o blog) fez um post sobre o assunto: Dicas da Itália: Comprando Passagem de Trem da Trenitalia.
          Abs

  19. ANDRE MANFRO

    Olá Fernanda, tudo bem ?
    Estou programando a viagem para a Suiça em dez/2018.
    Penso em comprar o Swiss Pass em Birg. Será que nessa estação eu posso comprar ?
    A dúvida principal é como reservar o trajeto de Chur a Tirano pelo Bernina Express “para garantir uma vaga nesse trecho”.
    Você pode me ajudar ?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Andre!
      Vc quis dizer a estação de Brig, certo?
      Eu creio que haja uma loja da SBB em todas as estações de trem da Suíça, já que é a cia que administra a malha ferroviária do país. Então, acho que não terá problemas quanto a isso. De qualquer forma, as informações sobre a estação estão aqui.
      Quanto a reserva no passeio panorâmico, não saberia te dizer com 100% de certeza, já que não fiz esse passeio… Mas tirando pelo que pesquisei uma vez sobre o Glacier Express (outro passeio panorâmico famoso na Suíça), será necessário acessar o site oficial, seguir o processo de reserva no site (como se fosse comprar a passagem com eles) e no campo onde terá os “detalhes do passageiro”, vc deve selecionar que tem o Swiss Pass para poder ser cobrada apenas pela reserva do assento.
      Abs

  20. Rafael Nunes

    Fernanda, me ajuda por favor. Optei por comprar o Swiss Pass Flex, pois irei visitar Zermatt e ficarei lá por 3 dias. Agora minha dúvida é, como eu reservo meu assento no trem de Zurique para Zermatt? Não achei isso em lugar algum, meu medo é comprar o Swiss Pass, nao conseguir bookar o assento e nao ter como ir depois e ter comprar o bilhete avulso. Agradeço desde já

    • Fernanda Rangel

      Oi, Rafael!
      Não é necessário fazer reserva para o trecho entre Zurique e Zermatt, mesmo que parte desse trajeto (entre Brig e Zermatt) seja integrante do Glacier Express. Nesse trecho, a reserva não é necessária.
      Eu fiz o inverso (Zermatt para Zurique) e não precisou de nenhuma reserva.
      Aliás, nenhum trem na Suíça precisa de reserva – EXCETO os trens de passeio panorâmico. Como o seu trecho é só de deslocamento, então não precisa.
      Abs

  21. Raquel

    Olá, Fernanda.
    Você saberia me dizer se no aeroporto de Zurich tem loja pra comprar o swiss pass? Ou se é possível ir do aeroporto até a estação andando sem ter q pagar onibus/metro?
    Não quero comprar um bilhete avulso só pra chegar no local de compra do swiss pass.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Raquel!
      Segundo o site da SBB (a cia que administra o transporte na Suíça), há uma estação de trem no aeroporto de Zurique (Zȕrich Flughafen). Certamente haverá uma loja da SBB lá para vc comprar o Swiss Pass.
      Essa estação do aeroporto tem conexão com a principal da cidade, a Zȕrich Huptbahnhof. Dá pra vir do aeroporto até o centro da cidade pelo trem.
      No meu caso, comprei o Swiss Pass na loja que havia na estação de trem do aeroporto de Genebra. E como essas 2 cidades são as maiores portas de entrada para a Suíça (pra quem chega de avião), acredito que em ambas tenham o posto da SBB para vc comprar o passe. 😉
      Abs

  22. Patrícia Neves

    Olá Fernanda,

    Por favor, veja se pode me ajudar com uma dúvida: comprei o Swiss Pass pela internet e recebi por e-mail o passe que descreveu no seu post com todas as informações que citou. Ele inclusive vem com um código do tipo QR Code para leitura. Entretanto não recebi nenhum cartão plastificado pelo correio, tal como você citou no post. Será que a sistemática de uso dos passes mudou ? Não enviam mais um cartão físico, mas somente o um código QR code para impressão ? Saberia me dizer ? Ou onde posso obter esta informação ? Agradeço desde já pela atenção.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Patrícia!
      Desculpe a demora pela resposta.
      O Swiss Pass não é um cartão plastificado, mas sim um bilhete de papel onde vem impresso os dados que estão na foto do post.
      Teria que conferir a informação no seu voucher com o QR Code, mas acredito que vc deverá apresentá-lo na loja da SBB presente na primeira estação de trem que vc encontrar e o funcionário deverá imprimir o bilhete do passe pra vc. Mas, repito: tem que conferir isso no seu voucher!
      Se não tiver nenhuma informação no e-mail e no voucher, aí tem que entrar em contato com a SBB. Vc pode fazer isso aqui.
      Abs

  23. Claudia

    Oi Fernanda,

    O Swiss Pass cobre o trecho entre Lugano e Milão?
    Obrigada,
    Cláudia

    • Fernanda Rangel

      Oi, Claudia!
      Infelizmente não. O Swiss Pass é válido somente para trechos dentro do território da Suíça, com mínimas exceções (que não inclui Milão).
      Veja a cobertura do passe aqui.
      Abs

  24. Renata

    olá! Consigo comprar o Swiss Travel Pass na estação de Tirano?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Renata!
      Desculpe a demora.
      Creio que sim. Todas as estações que passei na Suíça tinham uma loja da SBB (que é o local onde compramos o passe). Não fui a Tirano, mas creio que haja pelo menos um stand da cia ferroviária por lá.
      O site oficial tem uma página só sobre a estação de Tirano. Veja aqui.
      Abs

      • Rozana

        Boa tarde Fernanda!!
        Pesquisando no site da SBB vi o saver pass day? Vale a pena de CP antecipado? E vale para toda malha ferroviária, sabe me dizer?? Grata

        • Fernanda Rangel

          Oi, Rozana!
          Nunca usei o Saver Pass Day e, confesso… Não o conhecia. Parece ser um passe novo da SBB.
          Segundo o site oficial, ele só pode ser adquirido com antecedência (até, no máximo, no dia anterior da viagem). E vale até 5:00 da manhã do dia seguinte.
          E sim: vale para toda a malha ferroviária que está dentro do território da Suíça (se tiver que deslocar de/para alguma cidade dos países vizinhos, ele não vale…).
          Veja mais informações sobre esse passe aqui e aqui.
          Abs

  25. Juliana

    Oi Fernanda! Esclarecedora sua página.
    Eu vou a Suiça em outubro e vou adquirir o Swiss pass. Mas estou com medo de deixar pra comprar lá pq li em alguma outra página q não podia ou q os preços podem mudar?
    Isso confere?
    E no caso comprando lá pode ser por cartão ou só dinheiro?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Juliana!
      Obrigada pelo elogio!
      Eu comprei o meu lá, assim que cheguei em Genebra. E não tive nenhum problema. Eles imprimem o bilhete do passe na hora, não tem como acabar, entende?
      Usei dinheiro, mas a minha prima que foi comigo usou cartão de crédito. Tb não teve problemas.
      A compra antecipada pode até gerar algum preço mais em conta, mas lembre-se que vc terá que comprar com cartão de crédito (e arcar com as custas do IOF dele, que geralmente é maior que o do câmbio da moeda em espécie) e ainda terá que pagar o envio do passe pelos correios. Não acho muito vantajoso…
      O que é geralmente vantajoso, é quando se compra a passagem de trem avulsa com antecedência. Aí sim: quanto mais cedo comprar, mais barato. 😉
      Abs

  26. Juliana

    Oi Fernanda! Não esperava uma resposta tão rápida kkkk Obrigada pela atenção!
    Vou aproveitar e fazer algumas outras perguntas kkkk pq estou indo sozinha e ainda não estou segura com as informações.
    Nos primeiros dias ainda não vou usar o Swiss pass pq serão 8 dias e vou ficar 12. Eu vou ter que comprar o avulso pq quero ir a gruyeres só que no site da SBB indica point to point .. isso quer dizer só a ida e eu preciso selecionar tanto q ida quanto a volta?
    E, se sim , ainda se eu quiser parar em alguma estação ( tipo Vevey) posso? E depois continuar para o destino, em outro horário?
    Obrigada

    • Fernanda Rangel

      Oi, Juliana!
      Dessa vez acabei demorando… Desculpe!
      Pelo que entendi no site, o “Point to point” tem 3 tipos de bilhete: um “ida, volta ou ida + volta”, um de “6 viagens” e outro que inclui a passagem de trem + transporte público.
      No meu caso, não tive a experiência de comprar ticket avulso no site da SBB (eu só usei o Swiss Pass).
      Quanto à esticada até Vevey, ou Montreux ou Lausanne… Aí talvez seja melhor pensar na possibilidade do ticket de “6 viagens”. Vai depender do roteiro.
      Gruyeres dá pra visitar em uma manhã ou uma tarde. Mas não sei se vai ter um deslocamento prático até Vevey. Teria que simular as rotas no site da SBB pra ver se vale a pena.
      Abs

Totos os direitos reservados