Como Utilizar o Oyster Card em Londres?

Tire suas dúvidas obtendo informações úteis sobre este cartão do transporte público de Londres. Como funciona? Como utilizar? Vale a pena? Ele oferece descontos? Confira.

Oyster Card

Oyster Card

Quem está planejando uma viagem à Londres por conta própria, sabe que precisará utilizar o transporte público da cidade. E durante as pesquisas, descobre que há um cartão utilizado como bilhete, chamado Oyster Card que é cheio de particularidades.

E então, as dúvidas aparecem. Como funciona? Como utilizar? Vale a pena adquirí-lo? O que é o caping? O que é Travelcard? Quantas libras devo colocar nele?

Tive a oportunidade e utilizar o Oyster Card nas vezes que fui à Londres e achei bastante prático e útil. E sim: valeu a pena.

Neste post, trarei várias informações úteis para que você possa tirar suas dúvidas.

O que é o Oyster Card?

É um cartão de crédito inteligente, utilizado como bilhete para o transporte público em Londres.

Oyster Card

Oyster Card

Você credita uma determinada quantia em dinheiro e vai utilizando no transporte público enquanto esse crédito durar.

Cada vez que for utilizar, o valor da passagem vai sendo debitado do total da quantia que você colocou no cartão – um sistema que os ingleses chamam de "pay as you go".

Você pode usar o Oyster Card para andar de ônibus, metrô, DLR (o metrô de superfície que circula na região leste de Londres, conhecida como Docklands), London Overground (o trem suburbano) e a maioria dos serviços ferroviários para os arredores de Londres.

Para carregá-lo, basta ir a qualquer guichê das estações de metrô ou no Travel Information Centre e pedir para colocar um determinado valor no Oyster (o termo em inglês para carregar é “top up”). Você pode pagar em dinheiro ou cartão (crédito ou débito).

O valor creditado no Oyster nunca expira – ele fica lá guardado até você utilizar novamente. Quando acabar, basta recarregá-lo.

Além de prático, uma grande vantagem é que a passagem avulsa sai bem mais barata através dele do que comprando os bilhetes de papel. Geralmente, a diferença costuma ser de cerca de 2 libras.

Onde adquirir o Oyster Card?

Você pode comprar o seu Oyster nos guichês das estações de metrô, na Victoria Rail Station e no aeroporto Heathrow, ou em qualquer loja ou estabelecimento que tenha um adesivo escrito "Transport for London".

Para adquiri-lo, você precisa pagar 5 libras (preço de Setembro de 2014).

Pagando essa quantia, você receberá o Oyster Card e uma capinha plástica para guardá-lo.

O Oyster Card vem com uma capinha protetora

O Oyster Card vem com uma capinha protetora

Esse valor do cartão pode ser recuperado depois. Quando sua visita à Londres acabar, é só ir aos mesmos postos e devolver o Oyster, pedindo o reembolso das 5 libras.

Há quem queira levar pra casa de recordação ou para reutilizá-lo numa próxima visita à Londres (o que foi o meu caso: usei em 2011, guardei e reutilizei no meu retorno em 2014).

Como utilizar o Oyster Card?

Leitor amarelo para o Oyster Card

Leitor amarelo para o Oyster Card

É simples: basta encostar o Oyster nas máquinas próprias (um leitor com um círculo amarelo) e uma luz verde se acenderá.

Pronto, o valor é deduzido da quantia colocada no seu cartão e você está livre pra utilizar o transporte.

Dependendo do veículo utilizado, há formas diferentes de agir...

No ônibus – logo ao entrar (seja pela frente ou pelos fundos), você já irá se deparar com o leitor amarelo. Basta enconstar o Oyster e pronto.

No metrô – basta encostar o Oyster no leitor amarelo na catraca da entrada da estação e entrar. Porém, para sair da estação, quando chegar ao seu destino, é preciso encostar novamente o Oyster no leitor da catraca de saída.

Mas por que em um eu preciso passar o cartão na saída e no outro não? Porque dependendo da distância que você percorreu, o valor da passagem vai variar. E o sistema só tem como saber quando você chega ao destino e passa o cartão. Aí ele calcula a distância e debita o valor correto.

Pra você entender melhor... Londres é uma cidade dividida em zonas concêntricas. Elas vão de 1 a 9, sendo a 1 a mais central e a 9 a mais periférica. O preço do bilhete varia, dependendo da zona que você tiver indo: se for ficar pelo centro a passagem é mais barata do que se você tiver indo para uma zona mais periférica, que exigirá maior deslocamento (e, portanto, a passagem é mais cara).

No ônibus não tem esse problema, porque o sistema de zonas não conta para esse meio de transporte. Portanto, as passagens possuem o mesmo preço, independente pro lugar que você tiver indo (perto ou longe)

E se eu esquecer de passar o Oyster na saída? O sistema não saberá qual caminho que você fez e debitará o valor de uma tarifa máxima depois de um determinado tempo. Fora que você poderá ser flagrado(a) por um fiscal, que irá lhe aplicar uma multa.

Dificilmente ocorrerá isso no metrô, uma vez que você só consegue sair da estação se passar pela catraca (que só abrirá as portas se você passar o cartão).

Já contratou o Seguro Viagem?

Você sabia que quando se viaja para a Europa a contratação de um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros é obrigatória? Então, faça agora mesmo uma cotação na Seguros Promo e escolha entre as melhores seguradoras sempre com ótimo custo benefício. Aproveite essa oportunidade e tenha 5% de desconto utilizando o nosso cupom: PARAVIAGEM05

Quantas libras colocar no Oyster Card?

Você está indo passar alguns dias em Londres e decidiu utilizar o transporte público e o Oyster. Agora vem a pergunta que não quer calar: quantas libras eu carrego nele?

Libras

Libras

Pela lógica, a pessoa vai avaliar o roteiro e ver quantas vezes precisará do transporte público. E em seguida, pegar o valor da passagem avulsa e fazer as contas.

Só que, ao fazer as pesquisas por aí, descobre que a coisa não é tão simples assim...

Justamente por oferecer uma série de vantagens, o Oyster Card possui várias particularidades que acabam gerando mais dúvidas do que certezas para o turista que quer fazer seu planejamento.

Vamos descomplicar tudo pra você!

Antes de qualquer coisa, é preciso entender os 3 termos abaixo:

Horário de Pico (Peak) – É o horário de maior movimento: de segunda a sexta (exceto feriados) de 04:30 a 09:29 e 16:00 a 18:59. Quem utilizar o transporte nesses períodos, paga uma passagem um pouquinho mais cara. Se utilizar fora dele (chamado de Off-Peak), a passagem é mais em conta.

Caping – É uma espécie de valor “teto máximo” do Oyster Card. Funciona assim: cada vez que você fizer uma viagem pelo transporte público, a passagem é debitada do seu crédito. Quando o valor desse teto máximo é alcançado, o sistema pára de debitar do seu crédito no Oyster e você não paga mais por suas viagens pelo resto do dia. Portanto, o valor do caping é o valor máximo que você paga, por dia, para usar o transporte público. E ele varia de acordo com o horário de pico.

Travelcard – É uma espécie de pacote (um valor fixo), para um determinado número de dias, que você credita no seu Oyster e passa a ter direito ao uso ilimitado do transporte público, dentro desse perído. Há Travelcard de 1 dia, 7 dias, mensal e até anual.

Uma vez entendido isso, vamos observar os valores (em libras) disponibilizados no site oficial, referente a Setembro de 2014, para circular entre as zonas 1 e 2 (as mais utilizadas pelos turistas):

BILHETE AVULSO NO OYSTER: £ 2,80 (Peak) --- £ 2,20 (Off-Peak)

• CAPING: £ 8,40 (Peak) --- £ 7,00 (Off-Peak)

• TRAVELCARD 1 DIA: £ 9,00 (qualquer horário) --- £ 8,90 (Off-Peak)

• TRAVELCARD 7 DIAS: £ 31,40 (qualquer horário)

Se você pretende passear pelos 4 cantos de Londres e visitar as principais atrações da cidade, então provavelmente vai utilizar muito o transporte público. E certamente vai circular várias vezes no horário de pico.

Considerando os valores acima, no horário de pico (quando a passagem fica ligeiramente mais cara), concluimos que se 1 viagem custa 2,80 libras, para atingir o caping de 8,40 libras você precisará fazer 3 viagens de transporte.

Aí eu pergunto: você fará menos que 3 viagens de transporte público por dia?

SIM – então é melhor fazer o esquema do crédito: coloque o valor certo para cobrir as viagens, de acordo com o horário de pico (ou fora dele). E não se esqueça de acrescentar as 5 libras da compra do Oyster.

NÃO – então, a melhor opção vai depender do número de dias que você ficará em Londres.

Em se tratando que o caping de horário de pico (£ 8,40) é mais barato que o Travelcard de 1 dia (£ 9,00), o mais lógico seria carregar o valor de um caping de horário de pico (pra não precisar ficar tomando conta do relógio), para cada dia que for ficar em Londres, certo?

Mais ou menos...

Se você for ficar 1, 2 ou 3 dias em Londres – Carregue o seu Oyster Card com o caping de horário de pico para cada dia que você for ficar (respectivamente: £ 8,40, £ 16,80 e £ 25,20). E não se esqueça de acrescentar as 5 libras da compra do cartão (ficando, respectivamente, £ 13,40, £ 21,80 e £ 30,20).

Se você for ficar de 4 a 7 dias em Londres – carregue o Travelcard de 7 dias, MESMO QUE ACABE SOBRANDO.

Como assim? Veja...

O valor do caping do horário de pico é £ 8,40. Se você for ficar 4 dias, então teria que carregar 4 capings, o que somaria £ 33,60.

Só que o Travelcard de 7 dias custa £ 31,40 !

Ou seja, mesmo que sobrem 3 dias no seu Oyster, ainda assim sai mais barato carregar o Travelcard de 7 dias do que colocar o valor correspondente a 4 capings. E essa diferença se torna ainda maior se a pessoa for ficar 5, 6 ou 7 dias.

PORTANTO: seu gasto aqui será de £ 31,40 (adicionando as 5 libras da compra do Oyster = £ 36,40).

O Oyster Card oferece algum desconto?

Sim. Quem estiver com o Oyster em mãos consegue:

• 25% de desconto no teleférico Emirates Air Line;

• 10% de desconto na utilização do barco da empresa Thames Clipper (ótimo para quem quiser visitar Greenwich ou fazer um passeio pelo Tamisa);

• Ofertas especiais e promoções em mais de 25 estabelecimentos em Londres, entre restaurantes, lojas e locais de entretenimento. Veja a lista dos locais associados, disponíveis no site oficial.

Valeu a pena ter o Oyster Card?

Sem sombra de dúvida. Por 3 razões:

• A passagem avulsa sai muito mais barata com ele;

• É mais prático para utilizar (sem precisar lidar com um bolo de tickets ou ficar separando dinheiro pra comprar as passagens);

• Oferece descontos em vários lugares na cidade.

Quando estiver em Londres, você notará que todo mundo usa o Oyster Card no transporte público: turista e morador.

Portanto, não pense 2 vezes: compre o Oyster Card e boa viagem!

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço. O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura. Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis. Pagamento no cartão de crédito em até 12 parcelas ou com desconto no boleto bancário. Ganhe 5% de desconto adicional comprando seu seguro com nosso cupom de desconto: PARAVIAGEM05.

 Compre um chip internacional e se mantenha conectado durante sua viagem. A Easysim4u oferece planos sob medida na Europa com conexão de internet 4G franquias proporcionais ao número de dias do pacote. Você recebe o chip em sua casa, de forma antecipada, e chega em seu destino com tudo funcionando. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

 Compre ingressos para atrações, shows, espetáculos, eventos, tours, passeios e muitas outras experiências com a GetYourGuide. A empresa, presente nos principais destinos, oferece vantagens como a garantia do menor preço e a possibilidade de reserva online antecipada, garantindo seus bilhetes antes da viagem.

 Encontre as melhores datas para a sua próxima viagem e economize na hora de comprar as passagens aéreas. Usando a plataforma do Passagens Promo você pode pagar com cartão de crédito em parcelas sem juros e sem cobrança de IOF. A empresa conta ainda com selo de qualidade no atendimento. Agora não tem mais desculpe, partiu Londres!

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Galeria de Fotos:

67 Comentários
  1. elisabete mantovani

    Fernanda, estou lendo todos os seus posts e adorando!!!! Vão me ser de extrema utilidade.
    Quero que me tive uma dúvida: Estou pensando em adquirir o Oyster juntamente com o London Pass pois teria já garantido a enterada para todas as atrações principais e outras mais.
    Vale a pena realmente??

    • Fernanda Rangel

      Oi, Elisabete!

      Fico muito contente por estar conseguindo te ajudar!

      Com relação ao London Pass, tudo vai depender do seu roteiro. Muitas atrações de Londres são gratuitas, exceto a London Eye (que NÃO está inclusa no passe), a Torre de Londres e a Abadia de Westminster (dentre as principais). Se for ao Castelo de Windsor e Hampton Court, eles também são pagos.

      Não tem muito jeito: é preciso somar o valor de todas as atrações pagas que vc for visitar + o valor que vc pagaria pela aquisição de um Oyster Card carregado para o número de dias que for ficar por lá. Compare com o valor que vc pagaria pelo London Pass e veja qual sairá mais em conta.

      Nas 2 vezes que fui a Londres, não compensou comprar o London Pass – ele ficava mais caro. Mas isso foi de acordo com os roteiros que fiz nas ocasiões. Deixei pra adquirir os ingressos por lá e deu tudo certo. Eu fugia das filas chegando cedo às atrações pagas (o London Pass só poupa as filas das bilheterias, mas não a das atrações).

      Espero tê-la ajudado mais uma vez!
      Abs

    • Enéas

      Parabens! Muito útil, simples, com dicas e rico em detalhes. Com a leitura das mensagens as dúvidas foram se dissipando. Gostaria, ainda de entender o que é o Travel Card Qual é a sua utilidade. Estamos, minha esposa e eu indo hoje à noite para Londres, à passeio, e ficaremos 10 dias, na zona 1, Trafalgar Square. Devo comprar o o Oyster “peak” para só 7 dias? posso recarregá-lo pra mais 3 dias? Vale a pena recarregar? Pretendemos usar muito. Obrigado Enéas.

      • Fernanda Rangel

        Oi, Enéas!
        Obrigada pelo elogio!
        Vai depender de quantas vezes vcs utilizarão o transporte público. Geralmente usamos muito, seja metrô ou ônibus e, pelo que entendi, será o seu caso.
        Portanto, para 10 dias inteiros, o ideal seria carregar o seu Oyster para 7 dias e depois que acabar, carregar de novo o valor equivalente a 3 “capings” para horário de pico.
        O Travelcard nada mais é do que o pacote de dias carregado no Oyster Card.
        Espero ter conseguido responder a tempo!
        Aproveite bastante essa cidade maravilhosa.
        Abs

  2. Ricardo Monteiro

    Boa tarde, vou no próximo sábado, dia 7 de Março para Londres, e vou ficar três noites.Mas não sei o que hei-de comprar relativamente aos passes de metro/bus.
    Vou a 7 e volto a 10, pelo que estou quase 4 dias. Comprando um travelcard tenho acesso ilimitado durante estes dias ao metro e ao autocarro? Apenas vou circular na zona 1 e 2.
    Haverá outra hipótese mais vantajosa para mim? Ficando o travelcard a 36.40 libras.
    Relativamente ao barco até greenwich tenho desconto apresentando o oyster card, mas visto situar-se na margem entre a zona 2 e 3, tenho de pagar mais algum montante extra? Nao pretendo circular de metro em greenwich, apenas fazer o passeio de barco de ida volta.
    Desculpe pelo incomodo, mas estou com sérias dúvidas.
    Cumprimentos

    • Fernanda Rangel

      Oi, Ricardo!

      O Oyster é valido nos principais meios de transporte de Londres, como o metrô, ônibus, DLR, entre outros menos utilizados pelos turistas. Carregando o Travelcard nele, o uso é ilimitado até terminar o período do crédito. Passando o cartão no leitor amarelo e vendo a luz verde acender, é só utilizar.

      Quanto ao valor a ser carregado no cartão, vai depender do seu roteiro. Se vc for utilizar o transporte nos 4 dias que estiver por lá e fizer mais de 3 viagens/dia, é mais vantajoso adquirir o Travelcard de 7 dias (mesmo sobrando, fica mais barato).

      Mas se vc for utilizar apenas por 3 dias, fica mais barato carregar o valor de 3 capings. Isso se for utilizar o transporte mais que 3 vezes em cada dia.

      Quanto ao barco até Greenwich, o Oyster Card não serve como passagem, ou seja, você precisará comprar o bilhete à parte. A única vantagem é que, apresentando o Oyster carregado com um Travelcard na bilheteria da empresa Thames Clippers (fica bem embaixo da London Eye), eles oferecem um desconto na compra.

      O esquema de zonas não vale para o barco. Vc só precisaria se preocupar com o fato de Greenwich estar na transição das zonas 2 e 3 se fosse até lá de Metrô + DLR.

      Espero tê-lo ajudado!

  3. J Varella

    Cara Fernanda,

    O cartão Oyster Card é nominal? pode ser utilizado por mais de uma pessoa?
    Posso carregar £ 60,00 e usar para duas pessoas?

    Obrigada

    • Fernanda Rangel

      Oi, J Varella!

      O Oyster não é nominal. Pode ser utilizado por qualquer pessoa.

      Mas não é possível ser usado por 2 pessoas ao mesmo tempo. No metrô, por exemplo, você precisa passá-lo na catraca na entrada e depois novamente na saída. Não tem como utilizar e depois passar pra outro em seguida.
      No ônibus só se passa uma vez no leitor, mas ele fica ao lado do motorista. Não sei dizer se precisa haver um intervalo pra passar o Oyster uma segunda vez ou se é proibido.

      Acho mais seguro vc comprar 2 Oyster e distribuir esse valor neles. No final da viagem, é só devolvê-los na bilheteria e resgatar as 10 libras utilizadas para compra dos cartões.

      Abs

  4. Francisco Augusto Nunes Coelho

    Oi Fernanda!
    A minha dúvida é a seguinte: A utilização do cartão Travelcard de 7 dias tem de ser em dias contínuos ou eu posso utilizá-lo, por exemplo, em dois dias no meio de maio e depois em cinco dias em junho? Vou fazer uma viagem pelo Reino Unido e meus dias em Londres serão espaçados.
    Obrigado

    Francisco

    • Fernanda Rangel

      Oi, Francisco!
      Infelizmente não, o Travelcard são dias corridos.
      O que vc pode fazer é comprar o Oyster e carregar para sua primeira estada em Londres. Guarde o cartão e o carregue novamente quando retornar.
      Vc poderia até já deixar carregado para o seu retorno, mas teria que fazer isso somente após a última utilização, sob o risco de validá-lo antes da hora e acabar perdendo os dias consecutivos deste segundo Travelcard.
      Abs

  5. renata

    Olá como fazer com o cartão se estou em família 2 adultos e duas crianças tenho que comprar quatro cartões oestes ? Compro aonde em qq quiche de metrô?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Renata!

      Desculpe pela demora da minha resposta. Eu estava viajando e só retornei há poucos dias.

      Segundo o site do “Transport for London”, crianças menores de 10 anos utilizam o transporte gratuitamente. Se for no metrô ou no DLR, é obrigatório que elas estejam acompanhadas de um adulto que esteja portando o Oyster Card ou Travelcard. Já no ônibus, isso não é necessário.

      Se tiverem entre 11 e 15 anos, é pago mas há um desconto no Oyster.

      Para mais informações, acesse este link que te direcionará para a seção do site oficial que fala mais sobre essa questão do uso do transporte público com crianças.

      Vc pode comprar o Oyster Card nos guichês das estações de metrô, na Victoria Rail Station, no aeroporto ou em qualquer loja da cidade onde se vê um adesivo “Transport for London”. Mas na prática, é mais certo ir nas estações do metrô mesmo.

      Espero tê-la ajudado.

      Abs

  6. Cristiane

    Oi! Tenho uma dúvida… Aqui em BH temos um cartão tipo o Oyster, que pode ser usado por mais de uma pessoa. Existe essa possibilidade com o Oyster também?
    Obrigada

    • Fernanda Rangel

      Oi, Cristiane!

      Vc quer dizer 2 pessoas utilizando ao mesmo tempo, certo? Como um valor que vc vai debitando do crédito carregado.

      No metrô londrino isso não é possível. Você precisa passá-lo na catraca da entrada e depois novamente na saída. Não tem como utilizar e depois passar pra outro em seguida, sem sair antes (pelo menos, não vi ninguém fazer isso, acredito que o sistema deve “exigir” a saída antes de utilizar de novo).

      No ônibus só se passa uma vez no leitor, logo na entrada. Mas ele fica ao lado do motorista. Não saberia dizer se precisa haver um intervalo pra passar o Oyster uma segunda vez ou se é proibido.

      No site oficial não encontrei nenhuma referência sobre esse assunto. Dando uma pesquisada no google, há um forum do Tripadvisor em que fizeram esta mesma pergunta e as respostas foram as mesmas: cada um tem que ter seu próprio Oyster (veja aqui).

      Abs

  7. Viviane Rosa

    Olá Fernanda! Próximo dia 05 estrei embarcando pra um período de 15 dias em Londres. Ainda cheia de dúvidas por ser a primeira vez e sozinha. Ficarei numa homestay, e farei um curso na Embassy english. Estou feliz pelas dicas, ajudaram muito. Ainda não me passaram o local que ficarei. Você acha que alojamento da escola seria melhor que homestay.? Abraço.Paz e Bem

    • Fernanda Rangel

      Oi, Viviane!

      Fico contente pelo blog tê-la ajudado!

      Olha, eu fui a Londres como turista, ficando em hotel mesmo. E tb nunca fiz intercâmbio. Mas dando uma opinião totalmente de fora, de alguém que nunca passou pela situação que vc passará…

      O homestay tem a vantagem de vc poder interagir com pessoas que moram naquela determinada cidade e aprender um pouco da cultura local, além de fazer novos amigos e praticar o idioma. Mas, por outro lado, é uma cultura diferente do que o brasileiro está acostumado e alguns costumes locais podem causar um estranhamento. Reza a lenda que esta é o maior causa de problemas com relação ao homestay por quem faz intercâmbio.

      Já o alojamento tem a vantagem de vc interagir com pessoas de vários cantos do mundo, que estão no mesmo barco que vc. Talvez vc se sinta mais à vontade ali, pois encontrará pessoas que estejam na mesma situação. Por outro lado, da mesma forma que o homestay, pode estranhar os costumes que a(s) pessoa(s) que esteja dividindo o alojamento com vc e gerar algum incômodo.

      É difícil opinar qual das 2 situações é a melhor, já que nunca as vivenciei. Mas como vc ficará somente 15 dias, acredito que as 2 opções te trarão mais benefícios do que problemas.

      Espero que sua estada em Londres seja especial e maravilhosa. Não vai ser difícil, pois a cidade é incrível. É um dos lugares que eu mais adoro no mundo.

      Abs

  8. maria do carmo acosta giovanin

    Olá Fernanda

    Lí várias dicas a respeito do transporte por metrô em Londres, mas continuo com uma dúvida.

    Iremos em cinco pessoas para Londres e a intenção é ir do Heathrow até o hotel que fica na zona 1, de metrô.

    Ficaremos quatro dias. Se optar pelo travelcard de sete dias poderei utilizá-lo para ir do aeroporto ao hotel? ou somente poderei utilizá-lo entre as zonas 1 e 2? Ou seria mais vantajoso o Oyster pay as you go?

    Obrigada

    • Fernanda Rangel

      Oi, Maria do Carmo!

      O Travelcard tem vários preços, de acordo com a zona de abrangência. A zona 1 é onde ficam as principais atrações e a região onde os turistas mais andam (junto com a zona 2). Por isso, na maioria das vezes, compramos o Travelcard que cubra as zonas 1 a 2.
      Como Heathrow está na zona 6, para o seu caso, seria preciso então comprar o Travelcard de 7 dias que abranja as zonas 1 a 6 – que é mais caro que o de 7 dias que abrange as zonas 1 a 2 (já que o deslocamento é maior).
      Particularmente, não acho muito vantajoso vcs pagarem um Travelcard mais caro só pra ir do aeroporto ao centro e vice versa. Talvez seja melhor comprar um bilhete avulso para esse trajeto e depois, um Oyster de 7 dias para zonas 1 e 2.
      Outra coisa: a menos que vcs estejam com malas pequenas ou de mochila, preparem-se porque o metrô costuma ter escadas, e elas nem sempre são rolantes. Vi gente passar aperto com bagagem nas estações e até mesmo, pais com carrinho de bebê.
      Se tiverem com malas maiores, de repente, compensa vcs pegarem o trem Heathrow Express (quem tem bagageiro e circula na superfície) ou o grupo rachar um taxi (uma corrida até o centro costuma ser em torno de 60 libras).
      Abs

      • Maria do Carmo

        Obrigada Fernanda , pela ajuda

        Já tinha pesquisado sobre o trem, mas teria que ficar na estação de Paddington e de lá até o meu hotel, teria que pegar metrô, de qualquer maneira. Até cogitei me hospedar no Novotel Paddington, justamente por essa vantagem (ir do aeroporto ao hotel de trem), mas acebei optando por outro, que apesar de mais caro, me pareceu ter melhor localização. Por isso, descartei ir de trem.
        Quanto ao taxi, não tem como rachar, somos todos da mesma família. Eu marido e três filhos, mas nenhuma criança.
        Então considerei a hipótese do metrô ser a melhor, mas ainda não me decidi. Encontrei um mapa de metro de Londres na internet, e se ele estiver correto, nas estações pelas quais passarei há elevadores ( greenpark e Southwark). Vou limitar as malas e levar duas (grandes) e uma de mão.
        Então, vou abusar mais um pouquinho de sua boa vontade e perguntar qual o preço por pessoa do bilhete avulso do metrô para ir ao aeroporto ao centro? e no caso de optar por taxi, os Black cab comportam cinco pessoas e mais as malas?

        Agradeço imensamente sua ajuda

        • Fernanda Rangel

          Segundo o site oficial, o bilhete avulso entre as zonas 1-6 está custando 6 libras (confira a tabela de preços aqui – o valor está na extrema direita).

          Quanto aos taxis, cabe sim, eles são bastante espaçosos (é quase uma minivan). Muitos colocam as malas junto com os passageiros ou elas vão na parte de trás.

          Londres é maravilhosa. Vai ser um passeio incrível pra vcs, tenho certeza!

          Abs

  9. Marcos Rocha

    Olá, Fernanda! Parabéns pelos blogs com informações práticas e úteis.

    Eu e minha esposa levaremos as crianças (7 e 12 anos) a Londres em julho para 4 dias de visitas. Ao responder algumas perguntas, vc esclareceu que crianças abaixo de 10 anos não pagam e meu filho de 12 pagaria um valor menor. Como fazemos para passar com o de 7 anos no metrô, uma vez que a catraca libera apenas uma pessoa por vez? Quanto ao filho de 12 anos, como o sistema debitará as suas viagens? Há um cartão diferenciado?

    Ademais, vc tem dicas de Londres para crianças dessa faixa etária?

    Abs.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marcos!

      Obrigada pelo elogio!

      Eu realmente não prestei atenção como os pais faziam com as crianças por lá, mas acredito que eles passem juntos, pois a catraca não é como a nossa aqui no Brasil, que e estilo “roleta”. Na verdade, você encosta o cartão no leitor e uma portinhola se abre pra vc passar. Estando com a criança, é só dar a mão a ela e vcs passam juntos.
      Com o filho de 12 anos, ao comprar o Oyster dele na bilheteria, basta pedir para carregar a tarifa especial para a faixa etária. E esteja com o passaporte em mãos, pois eles podem pedir a comprovação. O site não fala se é um cartão especial ou se é um Oyster comum com tarifa diferenciada, por isso, não saberia dizer algo à respeito disso.

      Para passear com as crianças, há várias opções legais. Tenho certeza que eles vão gostar do Museu de Cera Madame Tussaud’s (agrada até a nós), da London Eye, do Museu de Ciências (que é bem interativo, ótimo pra garotada) e do Museu de História Natural. Outras atrações que geralmente agradam as crianças (mas que não visitei) são: o London Zoo e o London Aquarium.
      E há também uma mega loja de brinquedos na Regent Street, uma das mais famosas do mundo: a Hamleys. É realmente uma loja linda e as crianças (de várias idades) ficam enlouquecidas lá dentro. O problema vai ser se elas quiserem levar vários itens pra casa – o que acaba deixando os pais enlouquecidos! Rsrs…

      Espero ter conseguido ajudá-lo!

      Abs

  10. Adriana

    Olá Fernanda, parabéns pelo blog. Tenho uma dúvida: estarei em Paris c/ meu filho de 11 anos e faremos um bate e volta a Londres (1 dia); pelo que entendi o travelcard de 1 dia custa 9 libras e seria mais interessante que o oyster, seria isso?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Adriana!
      Obrigada pelo elogio!
      Na verdade, o Travelcard mencionado no texto é o que é carregado no Oyster Card, como um pacote promocional. Mas existe uma versão em papel que é um pouquinho mais cara, porque inclui as zonas 3 e 4, que quase não são visitadas pelos turistas (veja aqui).
      Como o seu filho tem 11 anos, há uma tarifa especial para a faixa etária dele, com desconto. Lá na hora da compra, é só apresentar a identidade (no caso, o passaporte) e o funcionário emite o Oyster especial pra ele.
      Abs

  11. Mauro Borges

    Legal o post de vocês, parabéns pela página e pelos vídeos. Fiquei em dúvida com relação ao gasto diário. Vou ficar três noites em Londres, com minha filha de 13 anos e a esposa. Pelo que vi carrego o Oyster com valor referente a três dias pelo valor do pico, para poder pegar o metro em qualquer horário. Pelo site vi que o teto do pico é £8,40 . Se eu fizer mais de três viagens eu atingindo o valor máximo do dia, vou poder me deslocar durante o resto deste dia, tanto no metro, ônibus e trens de superfície?
    Abs

    • Fernanda Rangel

      Oi, Mauro!
      Obrigada pelo elogio!
      Isso aí. Cada viagem feita é debitado o valor da passagem. Quando atingir o teto máximo de 8,40 libras, o sistema não debita mais nenhum valor no cartão – mesmo que vc continue utilizando-o naquele mesmo dia. E vale pra qualquer meio de transporte: ônibus, metrô e etc.
      Sua filha de 13 anos paga mais barato pelo Oyster (descobrimos isso recentemente e ainda estamos bolando o “update” para o post). Veja as informações neste link do site do transporte de Londres.
      Abs

  12. Roberta Von Ende

    Olá Fernanda,parabéns pelo post, muito legal as tuas dicas.
    Estarei em Londres no mês de agosto, e ficaremos hospedados pelo que vi no mapa na zona 3 ( junto as Docas) e sairei de Londres pelo aeroporto de Luton, então com certeza utilizarei várias vezes o transporte público e inclusive o DLR, posso colocar os créditos referentes ao “caping” para 3 dias no valor do “peak” ou seria um oyster diferente uma vez que sairei da zona 3 e ainda para Luton. Obrigada.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Roberta!
      Obrigada pelo elogio!
      O Oyster Card é um só. Vc compra e carrega a quantia que desejar nele e o sistema vai debitando do valor da passagem conforme vai utilizando-o nas máquinas do transporte público (ônibus, metrô, DLR). E também tem que escolher a zona que pretende circular.
      Como vc precisará dele para 3 dias e ficará hospedada na zona 3, mas utilizando várias vezes também para as zonas 1 e 2 (onde está a maioria das atrações), então vc precisará carregar o seu Oyster para as zonas 1-3, com 3 “capings” para o horário de pico.
      Para o trajeto Luton até o centro de Londres, vc não poderá utilizar o Oyster como passagem, pois ele vale apenas para o transporte público dentro da Grande Londres (este aeroporto fica fora). Vc teria que comprar uma passagem separada. Há 2 opções: pegar um trem até St. Pancras ou um ônibus especial até o centro.
      Abs

  13. Elzimar

    Parabéns pelo blog. Muitas informações interessantes. Apesar de ter lido bastante a respeito do Oyster Card, ainda tenho algumas dúvidas.:
    1. O Oyster visitor card pode ser aquirido no aeroporto (Heatrow)?
    2. Vou ficar apenas 3 dias em Londres. Chego e saio pelo Heatrow. Depois, meus passeios se concentram na Zona 1. Quanto devo colocar em crédito?
    3. Meu filho tem 14 anos. Para ter direito ao desconto, tenho que fazer um cartão com foto e registrá-lo, não é isso? Seria possível fazer isso no aeroporto, logo na chegada?
    Grata pela atenção,

    Elzimar

    • Fernanda Rangel

      Oi, Elzimar!
      Obrigada pelo elogio!
      Vamos lá…

      1. Sim. Nos postos “Visitor Information” ou “Travel Information”.

      2. Como disse no post, vai depender de quantas viagens vc fará de transporte público por dia. Se for mais de 3 viagens/dia, então é melhor carregar o valor de 3 “capings” de horário de pico para as zonas 1-2.
      De Heathrow até o centro e vice-versa, aconselharia comprar as passagens separadas. Fica mais barato do que carregar seu Oyster para as zonas 1-6 (vc só vai até essa zona afastada apenas 2x nessa viagem).

      3. Não precisa. Há um Oyster especial para visitantes da faixa etária dele, sem precisar fazer um cartão com foto. Veja mais informações sobre isso neste link do site oficial.

      Espero ter conseguido ajudá-la!

      Abs

  14. Felipe Silva

    Olá Fernanda tudo bem? Estou indo para Londres 4 dias irei me hospedar no Ibis london Excel e terei que usar o DLR uma dúvida e preciso passar ele em uma cabine ao lado que tem certo quando entra e quando sai de cada viagem? E para esta zona posso carregar passe para 7 dias ou não da? Se puder me responder vvia email obrigado.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Felipe!
      Nas estações do DLR não tem catraca como no metrô. É preciso procurar as maquinas leitoras que estão lá (geralmente encostadas na parede) e passar o seu Oyster. E chegando ao seu destino, tem que fazer isso de novo, antes de sair da estação.
      Seu hotel fica na zona 3 de Londres (perto da estação Custom House, certo?!). Como vc ficará por 4 dias, compre o Oyster e peça para carregar nele um Travelcard de 7 dias, que englobe as zonas 1-3.
      Espero ter conseguido ajuda-lo.
      Abs

  15. Wellington S. Rodrigues

    Olá Fernanda, parabéns pelo site, é muito bom.
    Você poderia, por favor, me ajudar com uma dica sobre o Oyster?
    É o seguinte, minha esposa e eu ficaremos hospedados e estudaremos em Beckenham (zona 4), entre 04/10 e 31/10/15, totalizando 28 dias. Com certeza nós iremos conhecer os principais pontos turísticos e também explorar Londres.
    Minha dúvida é, mesmo que não usemos todo dia o transporte público, o Oyster mensal ainda é a melhor opção? E se não usarmos todo o crédito, o reembolso desse restante é total?
    Muito obrigado.
    Abs,
    Wellington

    • Fernanda Rangel

      Oi, Wellington!
      Obrigada pelo elogio!
      Vai depender da programação de vcs. O ideal seria calcular mais ou menos quantos dias, desses 28, vcs utilizarão para passear.
      Se estão indo para estudar, imagino que terão os finais de semana livres. Isso já dá 6 dias, considerando o período que vcs estarão lá (e desconsiderando o dia da chegada e o de retorno). Some a isso alguns dias extras de folga e então teremos o total de dias livres.
      Se for só esses 6 dias mesmo, carregue o Oyster para 7 dias.
      Se for mais, aí é sentar e fazer as contas, comparando o valor do ticket avulso, o ticket para 1 dia e assim por diante. Pra ajudar na comparação dos valores, confira a tabela de preços dos pacotes do Oyster, disponibilizado pelo site oficial. Lembrando que, no caso de vcs, o valor é para a zona 1-4.
      Espero ter conseguido ajudá-lo de alguma forma.
      Abs

  16. Décio Mota

    Olá Fernanda. Parabéns pelo site. Descobri que atualmente o travelcard de sete dias, de papel, adquirido nas estações ferroviárias – para poder aproveitar a promoção 2&1, necessita de uma foto. Saberias me dizer se a foto é tamanho 3&4? Muito obrigado e um abraço.

  17. Emanuel

    Boa tarde , eu irri viajar dia 5 de dezembro e virei embora dia 7 , ficando 3 dias, 2 noites , vou fucar no centro , o que me aconselha? Compro o oyster card e carrego as 9 libras por dia para ficar com viagem ilimitada ou aconselha outro método?

    Cumprimentos

    • Fernanda Rangel

      Oi, Emanuel!
      Desculpe a demora da resposta.
      Vai depender do seu roteiro. Como mencionei no texto, se vc for utilizar o transporte MENOS de 3 vezes num dia, não vale a pena fazer o esquema do Travelcard. Mas eu acho isso pouco provável de acontecer, pois costumamos usar bastante o metrô e o ônibus em Londres.
      Se for o caso de usar MAIS de 3x num mesmo dia, melhor comprar o Oyster e carregar para 3 dias. Não só fica mais barato, como também vc fica livre pra utilizar o transporte de forma ilimitada.
      Abs

  18. Cristiano Marques

    Boa Noite Fernanda!

    Eu vou para Londres trabalhar no inicio de 2016, e preciso de adquirir o Oyster Card. No entanto, estou a pensar em adquirir o Oyster, mas através de passe mensal.

    Sabe-me dizer qual o valor a pagar para as zonas 1-3 do passe mensal do Oyster?

    Obrigado.

  19. Adriana

    Boa noite!!!!
    Estou amando as dicas.
    Estarei em Londres de 27/12 a 02/01 e ficarei hospedado na zona 3.
    Vou optar pelo Oyster de 7 dias.
    Duvidas:
    1- Na hora da compra consigo escolher 7 dias para as zonas 1 a 3?
    2 – Preciso comprar avulso para Ida e volta do aeroporto. Consigo fazer essa recarga junto com a compra dos 7 dias.
    3 – Na maquina consigo comprar esse cartão ou só com atendentes?

    Obrigada!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Adriana!
      Obrigada pelo elogio!
      Cheguei atrasada com a minha resposta, estava em viagem este fim de ano e fiquei afastada do blog.
      Espero que vc tenha aproveitado bastante a sua visita à Londres.
      Abs

  20. Marilda Alves

    Boa Noite, Fernanda.
    Estou indo para Londres no dia 02 de maio, mas vou conhecer outras cidades também. O Oyster pode ser usado no serviço de trens para outras cidades partindo de Londres. No site do Oyster fala que ele pode ser utilizado em alguns trens. Desde já agradeço.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marilda!
      O Oyster só é válido apenas para circular no transporte público da Grande Londres (ou “Great London”, como eles chamam). A cidade é dividida em zonas concêntricas, variando de 1 a 9 e o Oyster é válido até o limite da zona mais periférica.
      Para ir a outras cidades, é preciso comprar um bilhete à parte.
      Inclusive, o valor da passagem no Oyster varia de acordo com a zona, como nesta tabela de preços do site oficial.
      Abs

  21. Francisco

    Muito bom teu blog e as explicações.,minha dúvida é: vou ficar 30 dias estudando. Qual o melhor passe? O travelcard vc compra e credita dentro do oyester ou é uma modalidade do oyester? Fiquei na dúvida…
    Obrigado.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Francisco!
      Obrigada pelo elogio!
      Vc compra o Oyster Card e carrega o pacote de sua preferência (o travelcard é o “pacote”).
      No seu caso, o ideal seria o passe mensal. Confira o valor, de acordo com a zona de sua preferência aqui.
      Abs

  22. VERUSKA KINDERMANN DE FAVERI LEMOS

    Oi Fernanda, estou amando suas dicas. Vou pela primeira vez à Londres em agosto, com meu marido e filha de 15 anos, e ficaremos 4 dias. Em relação ao Oyster, pelo que li, o melhor será comprar o Travelcard para 7 dias na Zona 1-2, pq ainda não sei se usaremos mais de 3 vezes ao dia o transporte, mas minha dúvida é, mesmo com o Travelcard de 7 dias o que sobrar em libras posso receber de volta na devolução do Oyster? Pq prefiro colocar em excesso do que ficar faltando. Obrigada!!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Veruska!
      Obrigada pelo elogio!
      Se utilizar mais de 3x/dia o transporte, sim: é mais vantajoso adquirir o de 7 dias. Por incrível que pareça, sai mais barato do que carregar 4 dias no Oyster. 😉
      Não sei bem como funcionaria esse esquema de devolução do valor excedente do Oyster, pois como vc irá adquirir um Travelcard de 7 dias (que te trará tarifas bem mais em conta do que se for carregar 4 capings), não sei o valor que sobraria. E nem se eles te devolveriam.
      Dei uma olhada aqui no site oficial e eles dão a entender que devolvem. Mas se for feito nas máquinas, tem que ser de pelo menos 10 libras. Veja neste link do site deles, no subtítulo “No longer need your Oyster Card?”.
      Como eu trouxe meu Oyster pra casa, não tive essa experiência pra te contar.
      Aproveite bastante! Londres é maravilhosa!
      Abs

  23. Ana Maria Felix

    Olá Fernanda, só tenho elogios ao blog, mas, ainda preciso de sua ajuda… PLEASE!!!
    De acordo com o que li no blog, fiz um resumo do meu roteiro de viagem (metódico, desculpe, mas é que eu estou insegura…)
    Vou chegar ao aeroporto de Heathrow (16/6) e vou comprar uma passagem avulsa de metrô para a Euston Station (vou ficar dois dias em Liverpool, volto p/Londres em 18/6) e só então compro o Travelcard para 7 dias (fico até 24/6)…
    Minhas dúvidas:
    Na estação do metrô em Londres no dia 24/6 posso comprar a outra passagem avulsa para retornar ao aeroporto ou compro no mesmo dia em que chegar?
    Como é essa passagem avulsa, é no Oyster (já com as 5 libras) ou é só o valor do tícket para esse trajeto?
    O Travelcard será de 7 dias p/as zonas 1-3, mas, eu quero incluir o valor para o teleférico e também para o passeio de barco no Tâmisa, quanto aproximadamente devo colocar de crédito?

    Agradeço com antecedência e aguardo seu contato,
    Abraços,
    Ana Maria.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Ana Maria!
      Eu que agradeço o elogio!
      A passagem avulsa pode ser colocada no Oyster, mas acho que tem que ser no dia do uso. Se vc comprá-la no dia 18/06, teria que ter validade de 7 dias. É melhor deixar pra comprar no dia do retorno.
      Para utilizar o desconto do Oyster no passeio do Tamisa e do teleferico, basta apresentá-lo na bilheteria e resto é com eles. Não compramos com antecedência como crédito. No passeio de barco, lembro que a atendente passou meu Oyster numa máquina (provavelmente pra ver se ele estava com crédito válido) e emitiu o bilhete.
      Não fiz o passeio do teleférico e não saberia dizer como são as coisas na bilheteria, mas acredito que seja um procedimento semelhante.
      Uma excelente viagem pra vc!
      Abs

  24. Lika

    Fernanda!

    Você saberia dizer se esse cartão também serve para viagens de trem para a regiao de Cotswolds (Stratford Upon Avon)?
    Obrigada,
    Lika

    • Fernanda Rangel

      Oi, Lika!
      Infelizmente, não. O Oyster é válido apenas em Londres e nas periferias que compõe o que eles chamam de “Grande Londres”.
      Stratford-upon-Avon fica fora dessa área.
      Abs

  25. Marlene Barbosa Ferreira

    Olá, Fernanda, estou me deliciando com o seu blog, além de me informar, é claro. Em Lisboa, Paris e Madri, viajei nuns ônibus de dois andares que tinham um fone de ouvido que descrevia os pontos por onde a gente estava passando, em várias línguas, inclusive português. Será que não há esse sistema em Londres?
    E sobre o clima, Fernanda, você poderia me informar como está Londres no início do mês de novembro? Os agasalhos precisam ser “pesados”?
    Muito obrigada pelo que você já me informou!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marlene!
      Sim, os ônibus sightseeing (ou “Hop on – Hop off”) estão presentes nas principais cidades europeias, incluindo Londres. As 2 empresas mais conhecidas são a City-Sightseeing (site) e a The Original Tours (site).
      Visitei Londres nos meses de fevereiro e março e estava bastante frio, de usar casaco pesado. Não tinha neve, mas fez bastante frio (entre 3 a 10 graus, mais ou menor). Acredito que novembro já esteja começando a ficar frio, mas nada como no inverno. Acredito que vá piorando quanto mais perto de dezembro estiver. Dando uma olhada na web, dizem que em novembro varia de 5 a 12 graus.
      Abs

  26. Tayara Lima

    Oi Fernanda, estou planejando viagem a Londres nos próximos meses e tenho um duvida que não consegui sanar mesmo lendo dezenas de blogs. A promoção “2 for 1 ” da National Rail é bastante vantajosa, mas ela me obriga a comprar o 7 days travel, apesar do Oyster ser mais pratico. Primeira dúvida, como explico que preciso do cartão em papel e não créditos do cartão de plastico? Outra dúvida, como uso o papel dentro das estações e onibus? E mais uma: ainda é preciso fazer o cartão com foto 3X4 (photocard) para adquirir o tal cartão em papel? Super obrigada pela ajuda!.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Tayara!
      Pelo que entendi, vc está indo visitar Londres apenas como turista, certo?
      Se for isso, então vai depender do seu roteiro de viagem…
      Se for visitar apenas o centro de Londres (zonas 1 e 2) e arredores (da zona 3 até a zona 9), pode utilizar o Oyster Card. É um cartão de plástico onde vc carrega valores de acordo com a zona que vc quer ir. Para validá-lo, basta encostar nas máquinas próprias que há nas catracas e nos ônibus.
      Se for visitar alguma coisa fora da “Grande Londres” (ou seja, fora da zona 9), então vc terá que comprar uma passagem separada, que não é vinculada ao Oyster Card. Isso pode ser adquirido pela National Rail.
      Se vc for fazer muitos “bate-volta” pra fora de Londres ou até mesmo se deslocar para outras cidades, esqueça o Oyster e tente um bilhete avulso ou então um passe pela National Rail.
      Se o passe de 7 dias for muito pro seu caso, então o jeito é comprar as passagens avulsas (não sei dizer se tem outras opções…).
      O cartão com foto, até onde sei, é só para quem mora no Reino Unido. Ele não é para turistas.
      Por fim, não há mais bilhete de papel a ser usado em Londres. Todo mundo usa o Oyster. Soube uma vez que, antigamente, era usado o Travelcard de papel, mas ele não existe mais: agora o valor do pacote é colocado no Oyster.
      O esquema de bilhetes do Reino Unido é mesmo complicado! Ele dá tantas vantagens que acaba confundindo quem tenta fazer as contas pra procurar o que sairá mais em conta. Espero ter conseguido ajudá-la de alguma forma.
      Abs

  27. Moisés

    Oi, obrigado por tanta informação útil! Eu não entendo absolutamente nada. É possível usar o Card para outros pontos fora de Londres? Ou apenas dentro da cidade? Pretendia pegar o trem e o onibus pra ver Stonehenge

    • Fernanda Rangel

      Oi, Moisés!
      O Oyster Card vale dentro do perímetro que eles chamam de “Grande Londres” (ou “Great London”), que inclui o centro da cidade (zonas 1 e 2) e os arredores (zonas 3 a 9). Qualquer lugar que vc visitar nos arredores, que esteja até a zona 9, pode usar o Oyster.
      Só atenção com as tarifas: elas variam de acordo com a zona que vc for.
      Para ir até Stonehenge, não dá pra usar o Oyster, pois vc terá que se deslocar até outra cidade que fica fora da Great London (no caso, Salisbury). E de lá, pegar o ônibus turístico até Stonehenge. Ambos ficam de fora do perímetro válido para o Oyster.
      Abs

  28. Leonor da Slva Castro Araujo

    Boa noite Fernanda, muito legal as suas informações, mas tenho ainda algumas dúvidas .Eu e meu marido iremos à Londres pela primeira vez em abril (15 a 25).. Pelo que entendi será melhor comprar o oyster e carregar pelo sistema travelcard para sete dias. Posso carregar depois para mais 3 dias? Neste caso como faço para calcular o crédito no cartão para mais 3 dias? Este cartão também pode ser utilizado nos trens dentro da cidade de Londres, pois o nosso hotel é próximo a estação Victória. E como é o processo para utilizar a passagem nos trens. Desde já agradeço pela ajuda.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Leonor!
      Pode sim. Mas aí vai depender do seu roteiro nesses 3 dias finais… Se vc fizer mais de 3 viagens de transporte público em cada dia (o que geralmente acontece), então é melhor vc carregar o valor de 3 “capings” de horário de pico. Fica mais barato do que carregar 3 Travelcard de 1 dia ou carregar outro de 7 dias e deixar sobrar.
      Quanto à cobertura do Oyster nos trens dentro da cidade, vai depender da zona onde está seu hotel. Se ele estiver, por exemplo, na zona 3, então vc precisará carregar o seu Oyster com passagens que cubram as zonas 1 a 3. Se tive na zona 4, então as passagens tem que ser o valor que cubra as zonas 1 a 4 e assim por diante.
      A Victoria Station fica perto do Palácio de Buckingham e dentro da zona 1. Se vc for a alguma atração na periferia de Londres, tem que ver se está dentro do sistema de zonas da “Great London”. Se tiver dentro, dá pra usar o Oyster, carregando a passagem de acordo com a zona. Se estiver fora, então vc precisará comprar a passagem em separado, nos guichês da estação de trem.
      Abs

  29. Marcella

    Olá, Fernanda.
    Meu marido e eu estamos com o seguinte roteiro em Londres:
    Dia 26 de abril: chegaremos em Londres pelo aeroporto de Luton
    Dias 27 a 29 de abril: Londres
    Dia 30 de abril: iremos embora pelo aeroporto de Heathrow.

    Qual a melhor opção de cartão de transporte no nosso caso?
    Pretendemos passear pelaa zonas 1 e 2. E considerando também os percursos dos aeroportos luton e Heathrow.
    Greenwich é zona 1/2?

    Considerando que só pretendemos pagar algumas atrações (london eye, st. Paul cathedral e torre de londres), compensa pegar o london passar?

    Obrigada

    • Marcella

      Fernanda,
      Fiz uma simulação, mas não sei se estou certa. Por favor, me corrija se eu estiver errada 🙂

      1 opção: Oyster Daily Anytime
      O valor dele para as zonas 1 e 2 é £6,60 por dia.
      Como vou passar 3 dias, fica £19,80 + £5,00 (cartão) = £24,80.
      Como somos 2 (eu e meu marido), fica £49,60.
      Preço das atrações que queremos visitar (multiplico por 2 porque são 2 pessoas):
      London Eye: 2 X £26 = £52
      Torre de Londres: 2 X £28 = £56
      St. Pauls cathedral: 2 X £18 = £36
      Total = £49,60 + £52 + £56 + £36 = £193,60

      2 opção: Travelcard 7 Day
      Achei melhor o 7 Day porque o Travelcard Day Anytime é £12,30 por dia. Para os 3 dias fica £36,90.
      O valor do Travelcard 7 Day para as zonas 1 e 2 é £33 + £5,00 (cartão) = £38.
      Como somos 2 (eu e meu marido), fica £76.
      Preço das atrações que queremos visitar (não multipliquei por 2 porque elas participam da promoção 2×1):
      London Eye: £26
      Torre de Londres: £28
      St. Pauls cathedral: £18
      Total = £76 + £26 + £28 + £18 = £148

      Tem algo errado na minha simulação?
      Ou o melhor para a minha situação é realmente pegar o Travelcard 7 Day, e aproveitar a promoção 2×1?

      • Fernanda Rangel

        Oi, Marcella!
        O cálculo começa assim: vc tem que ver no seu roteiro quantas vezes irá utilizar o transporte público em cada dia.
        Se vcs utilizarem até 3 vezes em cada dia, então não vale a pena comprar o pacote Travelcard ou carregar os “capings – é melhor comprar os bilhetes avulsos (vcs calculam o valor dos bilhetes “single” e carregam o valor certo no Oyster).
        Se utilizarem mais de 3 vezes em cada dia, aí depende do tempo que vcs forem ficar. Como serão 3 dias, então é melhor carregar 3 “capings” do horário de pico.
        É difícil mesmo essa decisão. O Oyster dá tanta vantagem que muitas vezes confunde a cabeça do turista. Por isso trouxe as dicas do post, pra tentar facilitar um pouco as coisas.
        Mas para decidir se vale mais a pena comprar o London Pass, não tem jeito: é sentar e fazer as contas. No meu caso, valia mais a pena comprar o Oyster, mas aí vai de cada roteiro…
        Respondendo a pergunta anterior, os aeroportos ficam fora da zona 1/2 e Greenwich fica na transição com a zona 3. O ideal seria comprar separado os bilhetes para os 3.
        Particularmente, não acho vantajoso ir ou vir do aeroporto usando o metrô. Muitas estações da cidade não são acessíveis pra quem está com mala, nem todas tem elevador e às vezes há muitas escadas. Melhor utilizar algum transfer próprio do aeroporto ou apelar para um taxi.
        Espero ter conseguido ajudá-la de alguma forma.
        Abs

        • Marcella

          Obrigada pela resposta, Fernanda
          Entendi o que você falou sobre quantas vezes irei utilizar o transporte público em cada dia.
          Considerando só o transporte público, acho que seria melhor, como você falou, o Oyster Card com o caping de horário de pico (£ 30,20).
          Mas é porque estou tentando combinar as duas coisas: o dinheiro gasto para utilizar o transporte público, e o dinheiro gasto para visitar algumas atrações.
          Li pela internet que eu não consigo usar a promoção 2X1 se eu não tiver um Travelcard.
          Pelas minhas contas, fica mais barato se eu comprar um Travelcard 7 Day e usar a promoção 2X1, do que se eu comprar o Oyster Card e pagar as atrações por fora (foi a simulação que fiz no último comentário hehe)
          Mas você acha que fica mais barato comprar o Oyster Card com o caping do horário de pico mesmo?
          Obrigada 🙂 🙂

        • Fernanda Rangel

          Oi, Marcella!
          Dei uma olhada na web e, segundo entendi, a promoção 2×1 parece estar vinculada ao ticket Travelcard utilizado para trechos ferroviários, desses que a gente usa pra se deslocar de Londres até outras cidades. O Travelcard do Oyster Card NÃO é válido para essa promoção.
          Nesse caso, o ideal é seguir minha sugestão do caping de horário de pico.
          Dê só uma olhada nesse post excelente sobre a promoção 2×1, do blog “Londres para Principiantes” => aqui.
          Abs e desculpe a demora pela resposta!

  30. Aurora Rainho

    Olá Fernanda! Vou para Londres em Agosto e tenho uma dúvida! Vou ficar em Londres 10 dias e o meu hostel fica na zona 3, mas só quero o Oyster para 9 visto o meu voo ser muito cedo no dia 10. Eu vou comprar o Travelcard para 7 dias, mas a minha dúvida é quanto carrego a mais para os outros dois dias em que o Travelcard já não é válido e visto que vou e venho da zona 3 e ando de metro por Londres. Ajuda-me por favor!! Beijinhos grandes!
    Aurora Rainho

    • Fernanda Rangel

      Oi, Aurora!
      Como serão 9 dias no total e vc irá colocar o Travelcard de 7 dias, então sobrarão 2 dias. Conforme indiquei no post, a melhor opção é carregar o seu Oyster Card com o caping de horário de pico para cada um desses dias extras que vc for ficar.
      Abs

Totos os direitos reservados