Diário de Viagem – Roma: do Coliseu aos Museus Capitolinos

Pisar no local onde Roma foi fundada, conhecer as ruínas dos Fóruns Imperiais e sentir um pouco da atmosfera daquele lugar foi muito interessante. Confira meu terceiro dia.

Coliseu por dentro

Coliseu por dentro

O meu terceiro dia em Roma era um dos mais esperados.

Saímos bem cedo do Hotel Be First B&B, onde estávamos hospedados e fomos caminhando até o Termini. Nesse dia e nos dois dias seguintes eu utilizei o meu Roma Pass nas entradas das atrações e para me locomover pala cidade.

Peguei o metrô - linha B (sentido Laurentina) e saltei na estação que dá nome a minha primeira atração do dia: o Coliseu.

Ao sair da estação de metrô deparei-me com o imponente Coliseu. Confesso que minha expectativa ficou um pouco frustrada, pois parte da sua fachada estava coberta por andaimes e não pude ter uma visão dele como um todo. Mas essa frustração logo seria ofuscada quando entramos dentro dele.

Seguimos até o portão de entrada do anfiteatro que já tinha uma fila razoável. E olha que eram 8h15min e o Coliseu nem tinha aberto ainda. Nos posicionamos na fila menor, que se formava à esquerda, exclusiva para compras antecipadas pela internet e para portadores do Roma Pass.

Fila no Coliseu

Fila no Coliseu

No caminho avistei várias pessoas fantasiadas de gladiadores que dizem ser bastante insistentes com os turistas. Eu não achei nada demais. Fui abordado por um, recusei e ele se retirou em seguida.

As 8h30min os portões se abriram e entramos em menos de 10 minutos.

Obs: Na época que eu fui, a fila pra quem tinha o Roma Pass ficava à esquerda, pois havia uma roleta exclusiva para os portadores deste passe. Até chegar à roleta, as filas acabavam se misturando e ficava um pouco confuso. Um monte de gente passava à frente e não havia funcionários orientando os visitantes. Vi várias pessoas que tinham o Roma Pass passarem para o lado direito achando que iriam entrar mais rápido e acabaram perdendo o lugar na fila.

Atualização: Agora é preciso agendar o horário da visita ao Coliseu, mesmo para aqueles que possuem o Roma Pass. Confira essa e outras dicas e informações sobre a visita ao Coliseu.

Realmente aquele lugar é único. Não é à toa que foi considerado uma das 7 novas maravilhas do mundo. Construído durante o império romano, entre os anos 70 e 90 d.C, o Coliseu comportava até 50.000 pessoas. As festas da sua inauguração duraram 100 dias. Era utilizado como arena para realização de espetáculos para entreter a população que tinha entrada gratuita para os eventos. Ali ocorreram inúmeras lutas entre gladiadores, espetáculos com animais ferozes e batalhas navais. Foi declarado um lugar sagrado pelo Papa Bento XIV e até hoje faz parte do trajeto da procissão da Via Sacra realizada todas as sextas-feiras Santas.

Começamos a nossa visita pelo 2º andar e de cara nos deparamos com aquela arena enorme (sugiro começar a visita pelo 2º andar – o impacto é maior). Depois de uma volta lá em cima, descemos até o primeiro andar e depois até o subterrâneo, passando pelo labirinto de túneis onde os animais e gladiadores eram preparados para os combates, até sairmos do lado oposto em frente ao Arco de Constantino (que também estava parcialmente coberto por andaimes).

Detalhe da fachada  e interior do Coliseu

Detalhe da fachada e interior do Coliseu

Obs: Tudo bem que essas construções tão antigas precisam estar sempre em manutenção. Soube que há três anos começaram a cair fragmentos da estrutura do Coliseu e desde então ele tem estado em constante monitoramento. Mas, bem que podiam deixar para fazer manutenções nos monumentos históricos durante a baixa temporada. É frustrante chegar num lugar desses e só ver andaime.

Saindo do Coliseu, seguimos para as atrações seguintes: o Palatino e o Forum Romano. Caminhamos pela Via di San Gregório até a entrada do complexo das ruínas do Palatino. Utilizamos o Roma Pass que servia para ambas as atrações.

Entrada do Palatino pela Via di San Gregório. Detalhe da Domus Severiana e Estádio de Domiciano

Entrada do Palatino pela Via di San Gregório. Detalhe da Domus Severiana e Estádio de Domiciano

Recomendamos que o trajeto seja iniciado pelo Palatino, por dois motivos: a entrada pelo Fórum Romano é sempre mais cheia e a ladeira é muito mais íngreme para se chegar até o Palatino lá de dentro. Se você começar pelo Palatino a subida é mais suave e depois você só vai descendo até chegar no Forum Romano.

Bela vista do alto da Domus Tiberiana no Palatino

Bela vista do alto da Domus Tiberiana no Palatino

Confira nosso roteiro para visita ao Palatino e o Forum Romano, com informações e fotos sobre cada um dos pontos de interesse, fundamental para enriquecer ainda mais a sua visita.

O dia estava muito quente e o sol forte abreviou um pouco a nossa visita pelo complexo, embora não tenha deixado de ver nada.

Forum Romano: Arco de Tito, Basílica Emília e Templo de Saturno no detalhe

Forum Romano: Arco de Tito, Basílica Emília e Templo de Saturno no detalhe

Obs: É altamente recomendável levar consigo uma garrafa d'água, especialmente no verão. Em toda a cidade há fontes de água potável para encher sua garrafa, inclusive no Palatino e Forum Romano. Além de se hidratar, você ainda economiza uma boa grana, pois a água é muito cara nos bares e restaurantes (em média 2,50 euros pela garrafinha de 500 ml). A dica é comprar uma garrafa de 1,5 l no mercado (0,60 euro) e ir repondo nas fontes ao longo do dia.

Por volta das 11h30min, saímos do complexo pela Via dei Fori Imperiali. Do lado oposto da avenida estão as ruínas dos Fóruns Imperiais e do Mercado de Trajano. Os fóruns eram espaços públicos, ponto de encontro de grande importância social e palcos de discussões e debates políticos. Ao longo da via localizam-se os sítios arqueológicos do Forum de Augusto, Forum de Cesar e Forum de Trajano.

Via dei Fori Imperiale: Estátua de César, Forum de Augusto e Mercado de Trajano

Via dei Fori Imperiale: Estátua de César, Forum de Augusto e Mercado de Trajano

Nossa caminhada nos levou até a Piazza Venezia e o gigantesco Monumento a Vittorio Emanuele II. Também chamado de “Altar da Pátria”, o monumento, construído em mármore branco para homenagear o primeiro rei da Itália unificada é bastante controverso. Muitos criticam o fato de ter sido destruída uma grande parte do Monte Capitolino, de grande riqueza histórica, para a construção do monumento, Além disso, o fato de ser muito branca, a construção chama muita atenção, devido ao contraste com o restante dos prédios em tons marrons. Os romanos apelidaram-no de “máquina de escrever” e os estrangeiros de “bolo de casamento”. Polêmicas à parte, o fato é que na verdade, os romanos sentem um grande orgulho deste monumento que representa um marco da história recente de seu país.

Subimos uma grande escadaria até a entrada propriamente dita do prédio. Lá dentro mais escadas nos levaram ao primeiro terraço, onde pegamos um elevador panorâmico (pago – 7 euros) que nos levou ao topo do monumento. Lá de cima tem-se uma belíssima vista em 360º da cidade: de uma lado as ruínas do Forum Romano com o Coliseu ao fundo. Do lado oposto, a Piazza Venezia e o centro da cidade, onde pudemos identificar a cúpula da Basílica de São Pedro, o Pantheon, a Piazza Colonna e a enorme coluna de Marco Aurelio, a Piazza del Popolo, etc.

Já contratou o Seguro Viagem?

Você sabia que quando se viaja para a Europa a contratação de um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros é obrigatória? Então, faça agora mesmo uma cotação na Seguros Promo e escolha entre as melhores seguradoras sempre com ótimo custo benefício. Aproveite essa oportunidade e tenha 5% de desconto utilizando o nosso cupom: PARAVIAGEM05

Monumento Vittorio Emanuelle II e vista da Piazza Venezia do alto do monumento

Monumento Vittorio Emanuelle II e vista da Piazza Venezia do alto do monumento

Ao descer do mirante, paramos para um descanso num café no primeiro andar do monumento. Depois descemos pela lateral direita, passando por trás dele e saindo na Piazza Campidoglio, onde ficam os Museus Capitolinos.

Obs: a melhor opção é descer pelo lado esquerdo passando pela Igreja de Santa Maria in Aracoeli que dizem ser lindíssima por dentro. Para quem vem da rua é necessário subir uma grande escadaria para acessar a igreja, Se você vier pela esquerda do monumento Vittorio Emanuelle, economizará uma boa subida. Eu só fui me dar contra disso depois.

Trattoria all’Aracoeli

Trattoria all’Aracoeli

Como já era umas 14h, decidimos almoçar primeiro. Descemos a Cordonata (uma rampa) até a Piazza d”Aracoeli e almoçamos num restaurante (Trattoria all’Aracoeli) ali perto que nos chamou atenção pelo preço (9,50 euro o prato de massa + bebida). Não foi a melhor lasanha que comi, mas estava gostosa. A bruschetta era muito boa. Eles cobravam corpeto.

Após o almoço, retornamos à bela Piazza Campidoglio, projetada por Michelangelo. Ao centro está a réplica da estátua eqüestre do imperador Marco Aurélio (a original está no interior do museu). Ao redor, os três palácios em estilo renascentista, onde fica o complexo dos Museus Capitolinos.

Piazza Campdoglio

Piazza Campdoglio

Entramos nos museus pelo Palazzo dei Conservatori utilizando o nosso Roma Pass e atravessamos pelo subsolo até o Palazzo Nuovo. Na passagem, por debaixo do Palazzo Senatorio, é possível acessar um terraço (Tabularium) onde se tem uma bela vista do Fórum Romano. O Palazzo Novo se destaca principalmente pelo enorme acervo de estátuas clássicas e bustos de personagens históricos. O Palazzo dei Conservatori abriga além de esculturas, tapeçarias e galerias de arte com obras de Veronse, Tintoretto e Caravaggio, dentre outros. Infelizmente não pudemos ver a “Medusa” de Bernini, pois estava em exposição em outro museu.

Museus Capitolinos

Museus Capitolinos

Saindo do museu, retornamos à Piazza Venezia e ficamos observando o vai-evem das pessoas. Curiosamente não há sinal de trânsito no encontro das ruas que contornam a praça e o trânsito aparentemente fica meio confuso com carros indo e vindo de todo lado. Pelo menos naquele momento não presenciei nenhum acidente, pois apesar da “desorganização” parece haver um respeito ou uma ordem de conduta a ser seguida. Igual no Brasil.

Em frente à praça está o Palazzo Venezia que já serviu de residência do Papa no século XIX. No entanto, é conhecido mais pela fama atribuída a Mussolini, que da sacada proclamou muitos de seus famosos discursos.

Gelateria

Gelateria

Era hora de tomar um gelato. Demos uma volta ao redor da Piazza Venezia e chegamos a ver gelaterias vendendo por 9,50 euros!! Atravessamos a praça e seguimos em direção à entrada do Mercado de Trajano, passando pela enorme coluna em homenagem ao imperador. Na subida de uma escadaria na Via Magnanapoli, avistamos uma gelateria numa portinha e decidimos experimentar (dois sabores por 2,5 euro). Tomei um de nutella com frutas vermelhas sensacional.

Minha próxima atração neste dia seria o Le Domus Romane di Palazzo Valentim, uma escavação no subsolo de um palácio onde foram encontrados vestígios de uma residência da antiga Roma, com paredes e pisos decorados com mosaicos quase intactos, onde você caminha sobre um chão de vidro acima das ruínas. Eu havia lido que as visitas são limitadas e que era necessário agendar com antecedência. Como eu não sabia quanto tempo levaria nas outras atrações, acabei optando por desistir desta, já que teria que comprar o bilhete com hora marcada. Depois descobri que teria dado tempo. Vai ficar para uma próxima.

Restaurante Il Condor

Restaurante Il Condor

Decidimos retornar para o hotel caminhando pela Via Panisperna até a Via Cavour, observando o comércio. Passamos pela Piazza dell’Esquilino com a Basília de Santa Maria Maggiore em frente. No caminho do hotel paramos para jantar no Restaurante Il Condor, na Via Daniele Manin (transversal à rua do hotel), onde havia um menu turístico (primeiro, segundo prato, sobremesa e taça de vinho) por 10 euros. Comida boa e barata. A rua é bem agradável e possui diversos restaurantes, para todos os gostos.

LIÇÃO DO DIA:

Evite procurar restaurantes, cafés e gelaterias muito próximos de pontos turísticos. Você vai pagar caro simplesmente pela localização. Muitas vezes, a comida nem é lá essas coisas e você pode encontrar lugares muito mais agradáveis e melhor servidos em ruas paralelas ou menos conhecidas. Foi o que aconteceu comigo no caso do gelato. Convenhamos, pagar 9,50 euros pelo mesmo sorvete e provavelmente menos gostoso não dá.

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço. O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura. Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Antes de alugar um carro, faça uma comparação entre as principais locadoras do Brasil e do mundo. A nossa parceira RentCars te ajuda nessa busca de preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura. A cobrança poderá ser feita em reais, sem IOF. Divida em até 12 parcelas no cartão de crédito ou aproveite um desconto de 5% no boleto bancário. Compare os valores e economize.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis. Pagamento no cartão de crédito em até 12 parcelas ou com desconto no boleto bancário. Ganhe 5% de desconto adicional comprando seu seguro com nosso cupom de desconto: PARAVIAGEM05.

 Compre um chip internacional e se mantenha conectado durante sua viagem. A Easysim4u oferece planos sob medida na Europa com conexão de internet 4G franquias proporcionais ao número de dias do pacote. Você recebe o chip em sua casa, de forma antecipada, e chega em seu destino com tudo funcionando. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

 Compre ingressos para atrações, shows, espetáculos, eventos, tours, passeios e muitas outras experiências com a GetYourGuide. A empresa, presente nos principais destinos, oferece vantagens como a garantia do menor preço e a possibilidade de reserva online antecipada, garantindo seus bilhetes antes da viagem.

 Encontre as melhores datas para a sua próxima viagem e economize na hora de comprar as passagens aéreas. Usando a plataforma do Passagens Promo você pode pagar com cartão de crédito em parcelas sem juros e sem cobrança de IOF. A empresa conta ainda com selo de qualidade no atendimento. Agora não tem mais desculpe, partiu Roma!

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Confira toda a minha trajetória pela Itália nos links abaixo:

Dia 1 – Roma: Chegando na Itália

Dia 2 - Roma: da Fontana di Trevi a San Giovanni in Laterano

Dia 4 - Roma: da Basílica de São Pedro ao Pantheon

Dia 5 - Roma: Museus do Vaticano e Galleria Borghese

Dia 6 - Pisa e Florença: da Torre de Pisa ao Duomo de Florença

Dia 7 - Florença: do Davi de Michelangelo à Galleria degli Uffizi

Dia 8 - Florença: da Piazzale Michelangelo aos Jardins de Bóboli

Dia 9 - Veneza: da Ponte Rialto à Praça de San Marco

Dia 10 – Veneza: do passeio de gôndola ao Palácio Ducale

Dias 11 e 12 - Milão: Duomo, Parque Sempione e Última Ceia

Se tiver alguma dúvida ou sugestão, não deixe de fazer seu comentário abaixo. Agradecemos sua participação.

Galeria de Fotos:

14 Comentários
  1. ANGELA ROSA ANDRE

    Estive em Roma há uma semana atrás e o blog foi peça chave nas minhas pesquisas pré-viagem.
    Parabéns pelo trabalho e obrigada pelas excelentes dicas, ricas em detalhes que fazem toda a diferença.

    • Vinícius Miranda

      Angela,
      Fico feliz que nossas experiências tenham contribuído para o sucesso da sua viagem.
      Obrigado por retornar e deixar seu depoimento.
      Se tiver mais dicas para compartilhar, fique à vontade.
      Um abraço.

  2. ROBERTO RODRIGUES

    Olá Vinicius,

    Estou indo pra ITALIA semana que vem ..
    Gostaria de comprar alguns ingressos antecipados ..
    No Blog de vcs aparece a indicação de um site para
    contra de ingressos – ticketbar – esse é confiável né ??
    Poderia comprar por ele ?? Parece bem melhor que os Oficiais,
    vez que em português e em reais ..
    Aguardo resposta.
    Abraço.

    • Vinícius Miranda

      Olá Roberto,
      Essa empresa foi nossa parceira aqui no blog durante um período. É uma empresa holandesa muito bem recomendada em todo o mundo.
      Além da comodidade de comprar os ingressos online e receber o voucher diretamente no seu email há ainda uma grande vantagem, o fato do site ser em português, o que facilita muito.
      Deixamos de recomendá-la formalmente no blog devido a algumas dificuldades na troca do voucher que algumas pessoas relataram em situações específicas.
      Não deixe de nos dar um feedback sobre sua experiência.
      Abraços.

  3. Ana Lúcia

    Este blog é ótimo!
    Eu e minha família vamos à Itália em julho/15, e fiquei com uma dúvida:
    Se eu não comprar o Roma Pass, onde comprar ingressos on-line p/ o Coliseu em site oficial?
    Não gostaria de perder tempo na fila!
    Obrigada,
    ANA

    • Vinícius Miranda

      Olá Ana,
      A opção mais recomendada para comprar o ingresso antecipado pela internet é neste site. Lembrando que o ingresso da direito não apenas ao Coliseu, mas também ao monte Palatino e Foro Romano.
      Abraços!

  4. renato f

    Vinicius.. primeiramente parabéns pelas informações !!!!
    Estou com viagem marcada para Janeiro/2016 onde vou fazer França e depois Itália.
    A ideia inicial e 07 dias em cada Pais….A primeira Duvida seria ir direto Para Milao ou Roma ? a segunda duvida seria qual melhor cidade para ficar hospedado para fazer os passeios como : Veneza , Florença etc….fico no aguardo , forte abraço !

    • Vinícius Miranda

      Renato,
      Acho 7 dias pouco para conhecer Roma, Florença, Veneza e Milão.
      Florença é uma cidade boa como base para bate-volta a outras cidades da Toscana. Mas isso se você tivesse mais tempo.
      Roma, na minha opinião, deveria ser a primeira, pois tem mais atrações e os dias são mais intensos.
      No blog existe um vasto conteúdo com todas as nossas experiências pela Itália, dicas e roteiros. Sugiro que você dê uma olhada e tire suas próprias conclusões.
      Abraços

  5. Marcio

    Bom dia Vinicius, tudo bem?
    Irei para Roma e farei o trajeto Coliseu/Forum Romano/Palatino no dia 05/07, sendo que comprei os ingressos pela internet.
    A entrada no Coliseu é facil de encontrar para quem já possui ingresso? Li que fica ao lado esquerdo da fila principal, mas há alguma identificação?
    Obrigado pelas dicas e sucesso!
    Márcio.

    • Vinícius Miranda

      Olá Márcio,
      Quando eu fui ao Coliseu, entrei pela fila do Roma Pass que também era pela esquerda. Tenho uma vaga lembrança de ter visto pessoas com o ingresso comprado on line na mesma fila. Estava meio confuso e em determinado momento as filas se dividiram. Mas era pelo lado esquerdo sim.
      Abçs

  6. Amanda Cavalcanti

    Olá,
    Gostaria de saber se vale a pena comprar antecipado pros museus capitolinos ou se não tem tanta fila assim. E também se pros museus do vaticano.

  7. Carlos Roberto

    Boa tarde,

    Quero parabenizar pelo site e principalmente pelas orientações prestadas aos viajantes. Utilizei todas as dicas para nortear meu planejamento diário para Itália: Roma, Pisa e Florença.

    Muito obrigado,

    Carlos Roberto.

Totos os direitos reservados