Dicas de Roma: Roteiro Para o Palatino

Que tal um passeio pelo local onde Roma foi fundada e onde ficavam os palácios dos Imperadores Romanos? Então não perca este roteiro de visita ao Palatino.

Palatino

Palatino

Uma das colinas de Roma, o Palatino é o lugar onde tudo começou.

Segundo a lenda, Eneas, filho da deusa Vênus, abandonou Tróia em chamas e veio se instalar na península itálica, onde fundou um reino. Anos depois, seus descendentes Rômulo e Remo, irmãos gêmeos, foram abandonados, ainda bebês, por um tio que queria para si o trono que era deles por direito. Ele os colocou em um cesto e os deixou à deriva no Rio Tibre, para que morressem.

Acabaram sendo achados por uma loba, próximo ao Monte Palatino, que os resgatou e amamentou. Quando eles cresceram, decidiram formar, naquele local, uma cidade. Mas acabaram brigando: Rômulo matou Remo, proclamou-se rei e fundou a cidade chamada Roma, em homenagem ao seu nome.

Lendas à parte, até pouco tempo atrás, acreditava-se que a cidade teria sido fundada em 753 a.C., no local onde hoje está o Monte Palatino. Porém, escavações recentes teriam apontado que já havia uma cidade naquele local, pelo menos 1 século antes desta data.

Na época republicana, o Palatino era todo tomado pelas Domus, as casas das famílias ricas de Roma (conhecidos como Patrícios). Quando veio o Império Romano, estas residências foram sendo compradas e transformadas nos palácios dos Imperadores.

A localização não poderia ser mais estratégica: além de ficar ao lado do Forum Romano (o grande centro administrativo, financeiro e jurídico de Roma), era também uma espécie de local sagrado, uma vez que era ali onde Rômulo, o Grande Rei e criador de Roma, tinha fundado a cidade.

Da mesma forma que ocorreu com a minha visita ao Forum Romano, fiquei decepcionada por não encontrar placas que explicassem o que era e o que significavam aquelas ruínas. Sem elas, fica difícil para o visitante se situar e entender o significado daquilo tudo.

Pensando nisso, criei este roteiro de visita ao Palatino, identificando cada uma das ruínas, para que você possa encontrá-las no dia de seu passeio e também para que possa saber um pouco mais sobre elas. Desta forma, sua visita se tornará bem mais interessante.

Leia também:

Roteiro de 4 dias em Roma

Dicas de Sobrevivência Para Quem Vai à Itália

Passeando pelo Palatino

A visita ao palatino é vinculada ao do Coliseu e o Forum Romano (o ingresso para as 3 atrações é o mesmo). Quem utilizar o Roma Pass, entra por um local exclusivo e sem filas.

A entrada para o Palatino está localizada na Via di San Gregorio. Já a saída se dá pelo Forum Romano. É necessário descer até ele e utilizar uma de suas saídas: ou pela lateral do Templo de Venus e Roma ou ao lado do Arco de Settimo Severo.

Quando for visitar ambos os sítios arqueológicos, aconselho começar pelo Palatino e depois seguir para o Forum Romano. O Palatino fica num plano mais alto em relação ao Forum. É muito mais fácil começar por cima e vir descendo, não é verdade? Além do mais, a Via di San Gregorio é uma subida muito mais amena do que a que vem por dentro do sítio arqueológico.

O mapa abaixo mostra os locais de maior interesse, numerados, bem como o local da entrada (E).

Mapa do Palatino

Mapa do Palatino

Logo após entrar no sítio arqueológico do Palatino, você se depará com restos de uma arcada, à esquerda, que chega até a beirada da Via di San Gregorio. São as ruínas do trecho palatino do Acqua Claudia, um dos principais aquedutos da Roma Antiga, cuja construção começou na época do Imperador Calígula e terminou na época de seu sucessor, o Imperador Claudio.

Seguindo a numeração do mapa acima, você encontrará as seguintes ruínas:

Domus Severiana

Domus Severiana

1. Domus Severiana – Durante seu governo, entre os séculos 2 e 3, o Imperador Settimo Severo decidiu criar seu próprio palácio na encosta sudeste do Monte Palatino.

Para que ficasse no mesmo nível dos edifícios que estavam situados em cima da colina, foi construído sobre uma plataforma, com arcadas como pilares.

No fundos do palácio havia um complexo de termas, cuja construção foi iniciada pelo Imperador Domiciano e concluído por Settimo Severo, que o anexou ao seu palácio.

O que sobrou? Apenas alguns paredões com tijolos nus e as arcadas que pertenciam à plataforma que o sustentava. É possível visitá-las: há dias e horários pré-estabelecidos.

Estádio de Domiciano

Estádio de Domiciano

2. Estádio de Domiciano – Era um local reservado para atividades esportivas. Foi construído pelo Imperador Domiciano e depois restaurado por Settimo Severo. Faz parte do complexo da Domus Severiana, ficando entre esta e a Domus Augustana.

Era um campo retangular, envolto por uma colunata de 2 pisos. Na lateral que encosta na Domus Severiana, havia uma grande tribuna semicircular, onde ficava o Imperador.

Uma curiosidade: quando havia algum evento no local, as estátuas dos deuses eram retiradas de seus templos e escoltadas até a tribuna de honra e ficavam ao lado do Imperador, para que pudessem “assistir” aos jogos.

No centro do campo, havia uma espécie de eixo, como uma espinha dorsal, dividindo-o em 2 pistas. Numa das extremidades, havia um semicírculo que servia como guia para que os competidores fizessem a volta.

Na verdade, a função do edifício é controversa. Alguns defendem a hipótese de que era apenas um jardim interno. Outros dizem que ali ocorriam corridas de bigas.

Mais tardiamente, foi construída uma estrutura oval em uma das extremidades, que se acredita que servia para jogos de corrida.

O que sobrou? O pátio (sem a espinha central), com o semicírculo e a estrutura oval localizadas em extremidades opostas da “pista”. Também podemos ver os restos da tribuna semicircular do Imperador (e dos deuses), bem como os fundamentos do primeiro piso da colunata.

Domus Augustana

Domus Augustana

3. Domus Augustana – Foi construído na época do Imperador Domiciano, para ser seu palácio privado e de sua corte. No local, havia uma casa patrícia e parte da Domus Transitoria, a residência do Imperador Nero, destruída no incêndio de 64.

Tinha 2 pisos, que acompanhavam a inclinação do monte Palatino. A frente do palácio, que fica num nível mais alto, era onde ficava a sala de recepções e a sala dos banquetes. Os fundos do edifício, num nível mais baixo, ficavam os aposentos privados do Imperador e sua família.

A parte frontal do palácio oferecia uma vista panorâmica do Circo Massimo, o grande estádio público que ficava logo em frente.

O que sobrou? Algumas paredes dos quartos, o espaço onde ficavam os jardins internos (um deles ainda com o canteiro central) e algumas fundações das colunas laterais. Parte da fachada de frente para o Circo Massimo ainda está lá

Domus Flavia

Domus Flavia

4. Domus Flavia – Era o edifico anexo da Domus Augustana, que servia para atividades públicas. Construído também à mando do Imperador Domiciano (que era da família dos Flavius, daí o nome).

Continha um pátio interno, com um labirinto de formato octogonal no centro, e salas ao redor, que tinham funções públicas:

• a Basilica (provavelmente onde o Conselho do Imperador decidiam questões políticas);

• o Lararium (uma espécie de quartel da guarda pessoal do Imperador);

• a Aula Regia (onde o Imperador dava audiências e recebia homenagens);

• a Coenatio lovis (a sala de jantar);

• o Triclinium (a sala onde os convidavam se deitavam em divãs, para saborear o banquete).

O que sobrou? As fundações do labirinto octogonal do pátio central, com alguns fragmentos do piso original e algumas bases de colunas. Podemos ver também os espaços onde estavam as salas ao redor e partes da sala de jantar, com suas fontes ovais (uma delas praticamente intacta).

Nesta área, você encontrará um palacete “perdido” no meio das ruínas. É o Museu Palatino. Ele expõe peças encontradas nas escavações do Palatino. A entrada é franca pra quem tiver visitando o Palatino.

Casa de Augusto

Casa de Augusto

5. Casa de Augusto – Era a residência privada do Imperador Augusto. Foi o primeiro palácio imperial do Palatino.

Reza a lenda que Augusto nasceu e morou numa das casas patrícias do Palatino. Quando se tornou Imperador, comprou algumas casas que haviam no local e construiu sua própria residência.

Fazia parte do complexo de seu palácio privado: o Templo de Apolo (deus que Augusto considerava seu “pai divino”) e a Casa de Lívia (embora haja controvérsias quanto a esta).

A residência possuía 2 pátios centrais e vários aposentos ao redor deles. Há relatos de que teria se incendiado no ano 3 e depois, reconstruída.

O que sobrou? Um dos pátios centrais (que está entre ela e a Casa de Lívia) e alguns aposentos, ainda com as pinturas originais, de cores bem vivas e datadas de 30 a.C. Do Templo de Apolo, apenas sobrou o pedestal onde estava e parte da escadaria de acesso.

A entrada na Casa é aberta ao público somente em alguns dias da semana e com um horário pré-estabelecido. A entrada é franca para quem estiver visitando o Palatino.

Casa de Livia

Casa de Livia

6. Casa de Lívia – É a residência que fica ao lado da Casa de Augusto, e que ainda gera controvérsias entre os arqueólogos. A hipótese mais aceita é de que seria um anexo da residência do Imperador e que pertencia a sua esposa, Lívia.

Provavelmente era uma casa patrícia na era republicana (suas paredes datam de 75 a 50 a.C.) que foi restaurada quando o Imperador adquiriu as residências do entorno para construir a sua própria casa.

O edifício está todo construído numa encosta e ainda preserva vários dos aposentos originais da época, bem como o pátio central.

O que sobrou? Bastante coisa. Vemos um edifício semi-enterrado, ainda preservando vários dos aposentos originais, bem como o pátio central. Dá pra ver um pouco do interior através das janelas de vidro que há na casa.

Cabana de Rômulo

Cabana de Rômulo

7. Cabana de Rômulo – Segundo a lenda, Rômulo teria fundado uma cidade quadrada, em cima do Monte Palatino, por volta de 753 a.C., a qual chamou de Roma.

Ao lado da Casa de Augusto, foram achados os restos de 3 cabanas datadas da Idade do Ferro, que seria em torno do século 8 a.C. – justamente a época em que acredita-se que Rômulo teria fundado Roma. Também acharam os restos de uma muralha que parecia ter sido quadrada. Seria a lenda verdadeira?

Baseado nesse achado, acredita-se que aquelas fundações poderiam ter sido a casa do fundador de Roma.

Mais recentemente, um arqueólogo afirmou ter encontrado, embaixo da área onde está a Cabana de Rômulo e a Casa de Augusto, uma gruta, que teria sido a mesma que a loba teria amamentado e criado Rômulo e Remo.

O que sobrou? Somente as fundações das 3 cabanas, bem como alguns furos no chão onde ficavam os pilares que sustentavam o teto. Tudo está protegido, hoje em dia, por uma cobertura.

Templo de Magna Mater

Templo de Magna Mater

8. Templo de Magna Mater - Foi um templo dedicado à Cibele (ou Magna Mater), deusa do ciclo “vida-morte-renascimento”.

O terror causado pelas Guerras Púnicas (por volta de 200 a.C.), com invasões e ataques de exércitos estrangeiros, além das contínuas chuvas, fez com que Roma entrasse em crise.

Segundo a crença da época, para reverter isso, seria necessário construir um templo em homenagem à deusa Magna Mater. O Senado, na ocasião, mandou buscar no santuário da deusa na Ásia Menor, uma pedra negra que a simbolizava, para colocar no templo.

Crendice ou não, fato é que o objetivo deles foi alcançado: Roma venceu a guerra e se reergueu.

O templo tinha o mesmo aspecto de tantos outros de Roma: era um edifício localizado num pedestal e envolto por uma colunata.

O que sobrou? Somente o pedestal onde ele ficava.

Criptoportico de Nero

Criptoportico de Nero

9. Criptopórtico de Nero – Um criptopórtico era um grande corredor coberto, geralmente provido de claraboias, que podia estar tanto no subterrâneo quanto ao nível do solo. Geralmente servia para sustentar a estrutura de um edifício, nivelando-o em um terreno inclinado. Mas também era utilizado como um corredor de serviço.

A Domus Transitoria, o antigo palácio do Imperador Nero que ficava no Palatino, possuía um criptopórtico, que ligava sua residência à vizinha, Domus Tiberiana.

O que sobrou? A domus de Nero não existe mais, porém o criptopórtico está lá, firme e forte. Possui paredes com figuras bastante elaboradas.

Domus Tiberiana - Visto do Forum

Domus Tiberiana - Visto do Forum

10. Domus Tiberiana – Foi o maior palácio do Palatino. Construído a mando do Imperador Tibério, enteado e sucessor do Imperador Augusto.

Tinham vários aposentos, todos situados ao redor de um jardim central, chamado Peristillo.

Vários imperadores de Roma fizeram modificações neste palácio. Calígula, o sucessor de Tibério, ampliou o edifício em direção ao Forum Romano, inclusive utilizando o Templo de Castor e Pollux como entrada. Nero também fez algumas ampliações, principalmente após o grande incêndio de 64. Domiciano e Adriano também deram suas contribuições.

Após a queda do Império Romano, o edifício virou moradia de membros ligados à Igreja e, por isso, sobreviveu até o século 10. Depois disso, acabou seguindo o destino do restante dos edifícios do Palatino: foi abandonado e começou a ser depredado.

Jd. Farnese - Domus Tiberiana

Jd. Farnese - Domus Tiberiana

Em 1542, o Cardeal Alessandro Farnese adquiriu as ruínas da Domus Tiberiana e mandou construir os Jardins Farnese, considerado o primeiro jardim botânico da Europa.

Isso acabou de soterrar os vestígios do belo palácio de outrora.

Na época do Renascimento, houve nova depredação. Os Bourbons se tornaram os novos proprietários da casa e, devido ao interesse por obras de arte na época, tiraram os últimos vestígios que ali haviam e levaram para o Museu de Nápoles.

O que sobrou? Os resquícios do Peristillo e várias salas que pertencem à espetacular fachada que está de frente para o Forum Romano.

Descendo da Domus Tiberiana em direção ao Forum está a via conhecida como Clivus Victoriae. Nela, é possível ver várias destas salas da fachada, todas recobertas por tijolos. Datam de várias épocas (de vários Imperadores).

Já comprou seus ingressos?

Não deixe para a última hora e muito menos para comprar durante a viagem. A Get Your Guide oferece um ambiente simples, seguro e com a garantia do menor preço para você comprar com antecedência seus ingressos para atrações, shows, espetáculos, eventos, tours, passeios e muitas outras experiências nos principais destinos do mundo, inclusive Roma.

Informações para quem vai visitar o Palatino

• Quem quiser ter uma ideia de como era a aparência do Coliseu, do Forum Romano, do Palatino e dos Foruns Imperiais nas épocas áureas, confira o fantástico vídeo com uma simulação em 3D criado pelo Prof. Bernie Frischer em conjunto com uma equipe proveniente de várias universidades do mundo.

• Para obter informações sobre horário de funcionamento, preço do ingresso e como chegar, acesse este link do site oficial.

• Caso esteja planejando passear por várias cidades italianas e quer uma sugestão de roteiro completo, não deixe de ver nosso Roteiro de 18 dias pela Itália.

• Se preferir, acesse todo nosso conteúdo sobre a Roma e Itália.

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço. O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura. Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Antes de alugar um carro, faça uma comparação entre as principais locadoras do Brasil e do mundo. A nossa parceira RentCars te ajuda nessa busca de preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura. A cobrança poderá ser feita em reais, sem IOF. Divida em até 12 parcelas no cartão de crédito ou aproveite um desconto de 5% no boleto bancário. Compare os valores e economize.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis. Pagamento no cartão de crédito em até 12 parcelas ou com desconto no boleto bancário. Ganhe 5% de desconto adicional comprando seu seguro com nosso cupom de desconto: PARAVIAGEM05.

 Compre um chip internacional e se mantenha conectado durante sua viagem. A Easysim4u oferece planos sob medida na Europa com conexão de internet 4G franquias proporcionais ao número de dias do pacote. Você recebe o chip em sua casa, de forma antecipada, e chega em seu destino com tudo funcionando. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

 Compre ingressos para atrações, shows, espetáculos, eventos, tours, passeios e muitas outras experiências com a GetYourGuide. A empresa, presente nos principais destinos, oferece vantagens como a garantia do menor preço e a possibilidade de reserva online antecipada, garantindo seus bilhetes antes da viagem.

 Encontre as melhores datas para a sua próxima viagem e economize na hora de comprar as passagens aéreas. Usando a plataforma do Passagens Promo você pode pagar com cartão de crédito em parcelas sem juros e sem cobrança de IOF. A empresa conta ainda com selo de qualidade no atendimento. Agora não tem mais desculpe, partiu Roma!

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Galeria de Fotos:

23 Comentários
  1. GISLENE

    Parabéns pelo site… minha visita as ruínas será outra depois de encontrar esses roteiros…
    Mas poderia me ajudar quanto a ordem de visitação das atrações:
    coliseu / Arco do Constantino/ Palatino/ Fórum Romano / Museus Capitolianos/ Circo Massimo. Mas e o fórum de Augusto e o Foro Trajano??? To bem perdida rsrsrs. Obrigada

    • Fernanda Rangel

      Oi, Gislene!
      Visitar essas ruínas foi um dos passeios mais legais que fiz em Roma, mas realmente é uma pena que eles não colocam placas explicativas no local. Pro turista acaba ficando um passeio estranho, se não tiver um guia. Por isso que fiz este roteiro. Fico feliz por vc ter gostado!
      Mas vamos à sua pergunta…
      Quando visitei, fiz assim: Coliseu + Palatino + Forum Romano + Forum Imepriais + Monumento Vittoriano + Museus Capitolinos. Foi bastante cansativo para 1 dia só, mas deu pra fazer.
      O Arco de Constantino vc já vê quando chega ao Coliseu para visitá-lo.
      Já os Foruns Imperiais (Julio, Augusto e etc) são ruínas que vão beirando a Via dei Fori Imperiali, ou seja, não é um sítio arqueológico fechado. Basta ir caminhando pela avenida que vc já estará visitando o forum.
      Não fui nos Mercados de Trajano. Acabei subindo o Monumento Vitoriano (que oferece uma vista panorâmica incrível) e depois segui para os Museus Capitolinos.
      Conto um pouco como foi esse dia no meu post com o roteiro que fiz em Roma (para acessá-lo, clique aqui).
      Espero tê-la ajudado!
      Abs

  2. Decio Romano da Costa

    Parabéns Dra.Fernanda!
    Muito boa elucidação do Palatino no qual já estive por tres vezes e nunca tão esclarecido.
    Abraços

  3. Ricardo

    Oi colega,
    em Maio vou retornar a Roma e pretendo utilizar o seu roteiro pois o achei bastante prático e didático. Com certeza vou ver esses sítios com outros olhos.
    Acho que se um dia você cansar da medicina já tens outra profissão.
    Parabéns,
    Ricardo

  4. Marcia

    Oi, Fernanda, ótimo post, ajudará bastante numa próxima viagem. Estive em Roma e percebi que passei por coisas incríveis sem nem perceber. Você comprou o Roma Pass ou os bilhetes avulsos. Obrigada.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marcia!
      Obrigada pelo elogio!
      Comprei o Roma Pass. O valor dos ingressos saíram praticamente pelo mesmo valor, com a vantagem de furar a fila da entrada do Coliseu, Forum e Palatino. Valeu muito a pena.
      Para mais informações, dê uma olhadinha neste link em que escrevi sobre como funciona o Roma Pass.
      Abs

  5. JOAO MARTINS

    Fernanda,
    Parabéns pelo site. Foi muito bom encontrar um roteiro prontinho pra visitar o Palatino e o Forum Romano. Obrigado por dedicar seu tempo a contribuir com outros viajantes. João.

  6. Fernanda Dantas

    Fernanda,

    Muito obrigada pelo roteiro, estou programando minha viagem para Roma e estou tendo dificuldade de encontrar informações sobre o significado de cada coisa. Não quero gastar uma fortuna com os guias, e ao mesmo tempo, não saber se o que eles estão falando é verdade. Suas dicas vão deixar minha viagem muuuuito mais interessante! ^^

    • Fernanda Rangel

      Oi, Fernanda!
      Fiquei muito contente pelo post ter sido util para o seu roteiro. 😀
      Quando fiz meu planejamento para visitar Roma, não encontrei nenhum artigo sobre o que ver e alguns detalhes do Forum e do Palatino na web. Relaxei e pensei: “vou encontrar placas informativas por lá, certamente”.
      E quebrei a cara, pq não tinha NADA lá pra informar os visitantes. Um absurdo, em se tratando da importância histórica do local e o fato de Roma ser uma dos principais destinos turísticos.
      Por isso, prometi pra mim mesma que faria um post sobre roteiro nessas atrações, para ajudar aqueles que estão na mesma situação que estive antes – só que, desta vez, com mais informações.
      Uma excelente viagem pra vc!

      • Fernanda Dantas

        Estou lendo todos os posts, tentando colher o máximo de informação. Pode ter certeza que pra mim, o seu empenho e trabalho estão sendo fundamentais para minha viagem, obrigada!!!!

  7. Rodrigo

    Olá! Gostaria de agradecer por esse post super informativo! Usei ele para passear pelo Palatino, e se não fosse por isso certamente não teria sido uma visita tão rica! Infelizmente não há mesmo muita sinalização e informação lá, o que é uma pena. Mas sorte que tem gente que gosta de compartilhar conhecimento como você! Grande abraço

    • Fernanda Rangel

      Oi, Rodrigo!
      Obrigada pelo elogio! 😀
      É realmente uma pena não ter informações no local sobre as antigas edificações e seus significados. O Palatino e o Forum são atrações bastante visitadas em Roma e tem uma importância histórica enorme, não dá pra entender essa negligência…
      Como já tinha conhecimento de que a visita seria pouco informativa, fiz uma pesquisa antes de ir e levei algumas coisas anotadas pra tentar entender quando estivesse por lá. E desse roteiro surgiu esse post. Não poderia deixar que um local com tanta importância histórica pudesse passar batido para quem fosse visitá-lo. Sei que poucas pessoas verão o post, mas se eu pudesse ajudar quem passasse por aqui já seria uma vitória. Por isso, ler um comentário como o seu, me deixa muito contente.
      Grande abraço

  8. Valéria

    Olá! Vou conhecer o Palatino próximo mês, e já garanti uma cópia do seu roteiro! Muito útil! obrigada!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Valéria!
      Eu que agradeço o elogio! 😀
      Fico muito contente pelo post estar lhe sendo útil. Depois venha nos contar como foi a sua visita.
      Uma ótima viagem pra vc!

  9. Andrea

    Fernanda,
    Estou com viagem marcada para Roma e esses seus posts são maravilhosos, já fiz uma cópia desses roteiros e vou com eles em mãos visitar cada uma dessas ruínas. Muito obrigada e parabéns pela disposição em compartilhar sua pesquisa. Abraços!
    Andrea

    • Fernanda Rangel

      Oi, Andrea!
      Eu que agradeço o elogio! 😀
      Fico muito contente pelos posts estarem sendo úteis para o seu planejamento.
      Depois venha nos contar como foi o seu passeio.
      Abs

  10. Fabiano

    O site oficial diz que o voucher de compra antecipada pelavinternet deve ser trocado pelos bilhetes na bilheteria do Foro Romano, mas seguindo sua dica gostaríamos de começar pelo PAlatino. Você sabe dizer se é possivel também trocar os voucher pela bilheteria do Palatino ou do Coliseu?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Fabiano
      O sítio arqueológico do Palatino e o do Forum são interligados, ou seja, é uma visita só.
      Minha experiência foi com o Roma Pass, que utilizei pra ter entrada imediata tanto no Forum/Palatino quanto no Coliseu (sem filas). Não saberia dizer como seria o esquema de quem compra online, mas dado o fato que o ingresso vale tanto pro Coliseu quanto pro Forum/Palatino, então dá a entender que tanto faz se vc trocar na bilheteria de um ou do outro.
      Mas não tenho certeza absoluta. Eu entraria em contato com o SAC deles pra confirmar.
      Abs

  11. Marina

    Parabens e muito obrigada por compartilhar seu conhecimento com a gente!! Esta me ajudando muito aqui em Roma!!

Totos os direitos reservados