Dicas do Chile: O que Preciso Saber Antes de Viajar

Para quem está planejando viajar para o Chile por conta própria e está cheio de dúvidas de como fazer para se virar por lá, não deixe de conferir essas dicas de sobrevivência.

Vulcão Osorno

Vulcão Osorno

Viajar para o exterior por conta própria é a melhor opção para quem quer conhecer um lugar e ficar livre pra fazer o que bem entender, no seu próprio ritmo. Por outro lado, gera certa insegurança. Afinal, trata-se de outra cultura, outro idioma, outros costumes... Sem a comodidade de um guia turístico, sempre surge aquela dúvida: “será que conseguirei me virar sozinho por lá?”

Pensando nisso, montamos uma lista de dicas para ajudar você a tirar diversas dúvidas e viajar mais tranquilo, já tendo uma ideia do que poderá encontrar quando chegar ao seu destino.

É claro que cada um tem sua opinião e impressão sobre o lugar. As dicas a seguir são com base em nossa experiência.

Por isso, convidamos os leitores a fazerem seus comentários no final do post. Assim, poderemos todos ajudar aqueles que estão planejando sua viagem para este maravilhoso país.

1. Língua

Muita gente fica insegura ao viajar sozinha para fora por não saber falar a língua local e com receio de não conseguir se comunicar. É claro que existem países onde a língua é realmente um problema. Imagina na Alemanha, Rússia, Japão...

Mas o espanhol é relativamente fácil de entender, mesmo para quem não sabe "uma palavra" da língua. Na maioria das vezes dá pra entender meio que por instinto. Em outras, é preciso um pouco mais de paciência mas tudo se resolve. O mais legal é que acaba virando história para contar depois.

A vantagem é que os chilenos gostam dos brasileiros, são simpáticos, prestativos e dispostos a ajudar e procuram se fazer entender, falando mais devagar ou arriscando um "portunhol".

É até engraçado, pois eles também tem uma rivalidade com os argentinos e, meio que se aliam as brasileiros nessa implicância.

Conversando com um taxista, ele me contou que os homens chilenos são vidrados nas brasileiras, mais do que nas chilenas. Namorar ou casar com uma brasileira é visto como um troféu entre eles. Já as chilenas se interessam mais pelos argentinos do que pelos próprios chilenos. Então fica tudo certo. Tem gosto pra tudo, não é mesmo?

2. Segurança

De um modo geral, o Chile é um lugar seguro. Ainda mais se comparado com o Brasil, especialmente cidades como o Rio de Janeiro que, parecem mais uma praça de guerra.

A sensação de pânico e insegurança que nos assola é tão impressionante que, mesmo sabendo que o Chile é mais seguro, a gente leva um tempo para desencanar. Lembro que nos primeiros dias, eu andava pela rua tenso, em estado de alerta, observando tudo e todos, como fazemos no nosso dia-a-dia aqui no Brasil.

Somente depois de alguns dias é que comecei a desencanar um pouco e andar na rua mais relaxado.

Mas atenção!! Como o turista já é um pouco desatento por natureza, é preciso tomar muito cuidado com os pertences pessoais. Especialmente em ruas de maior movimento, shoppings e metrô, pois há muitos batedores de carteira.

Evite andar com bolsas e mochilas penduradas nas costas. Também não deixe-as penduradas no encosto das cadeiras. Coloque-as sempre na frente, à vista, mantendo-as fechadas e segure firme.

Não é comum observar assaltos a mão armada. Também não se vê com frequência pedintes perambulando pelas ruas como ocorre aqui no Brasil e na Europa.

O policiamento é bom. Os carabineros são respeitados, educados, prestativos e, pelo que me disseram, têm orgulho do seu trabalho. Bem diferente do Brasil.

Viatura policial chilena (Carabineros)

Viatura policial chilena (Carabineros)

3. Imigração e documentos

A imigração no Chile é super tranquila. Não é necessário visto para entrar, a não ser que você vá passar mais de 90 dias.

Os brasileiros podem entrar no Chile com passaporte dentro da validade ou carteira de identidade oficial. O RG precisa ter menos de 10 (dez) anos de validade, com bom estado de conservação e a foto permita a identificação clara do titular. Caso haja alguma dúvida, a autoridade da imigração pode solicitar outro tipo de identificação, também com foto.

IMPORTANTE: Carteiras profissionais emitidas por entidade de classe, carteira de motorista, carteiras emitidas por ministérios, inclusive militares, ou pelos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, ou mesmo certidão de nascimento (inclusive menores de idade), mesmo que tenham aceitação como identidade dentro do Brasil, NÃO SERVEM como documento de viagem.

No momento da imigração, você deverá entregar um formulário preenchido com os seus dados pessoais, número do RG/passaporte, dados do voo e endereço onde poderá ser localizado (hotel). O agente da PDI (Policia de Investigaciones de Chile) lhe devolverá um documento com essas informações e que deverá ser guardado para ser devolvido na imigração no momento da partida. Ninguém fala isso na hora, mas o documento é solicitado na saída.

Formulário  a ser preenchido (esquerda) e Documento PDI entregue na imigração (direita)

Formulário a ser preenchido (esquerda) e Documento PDI entregue na imigração (direita)

Recomenda-se deixá-lo guardado no hotel, na mala ou no cofre. Não precisa andar com ele, a não ser para fazer o check-in no hotel.

Se você perdê-lo precisará comparecer antes ao balcão da PDI no aeroporto para emitir segunda via.

Fique atento para o horário do voo, caso você necessite tirar a 2ª via do documento, devendo comparecer com a antecedência necessária.

4. Fuso horário

Em regra, o Chile tem um fuso horário de uma hora a menos que o Brasil. quando estive lá em 2015, eles estavam com uma espécie de "horário de verão" durante todo o ano.

Engraçado que na época, o avião anunciava uma hora a menos e ninguém avisou que a hora seria a mesma que no Brasil. Eu já sabia porque havia pesquisado a respeito, mas fica o alerta pra quem está desavisado.

Atenção também com os celulares que costumam atualizar automaticamente a hora. Muita gente desavisada pode se enrolar com isso, perdendo transfer ou passeio.

Na época em que estive lá no inverno, o dia amanhecia por volta das 8:40h nas cidades da região central do país. Antes disso estava tudo escuro, mas as pessoas saíam para trabalhar, caminhar, correr na rua normalmente. A noite, escurecia por volta das 18:30h.

O comércio não abre cedo, portanto, nem adianta sair às 7h para tentar aproveitar o dia, pois não encontrará nada aberto. Só lá pras 9:30h/10h é que começa a abrir.

A exceção são os dias de passeios fora da cidade. As agências costumam pegar os turistas por volta das 6:30h para fazer os passeios mais distantes.

É bom lembrar que, se no hemisfério norte os dias são mais longos (na Europa escurece quase 21h), no hemisfério sul, os dias são mais curtos e as noites mais longas.

No Chile, pude observar que, quanto mais para o sul do país, mais tarde amanhecia. Em Puerto Varas, por exemplo, amanhecia quase às 10h.

5. Os taxistas: um capítulo à parte

Como em qualquer lugar do mundo, devemos abrir bem os olhos com os taxistas. Eu não gosto de andar de táxi em lugar nenhum. Prefiro andar a pé ou utilizar o transporte público. No Chile não é diferente.

São inúmeros os relatos de pessoas que caem em diversos golpes de taxistas.

Muita atenção com o golpe da nota trocada. Fale em voz alta o valor da nota para evitar que o sujeito diga que você deu 1.000 pesos quando na verdade você deu 10.000.

Outro detalhe: eles fazem questão de deixar o carro bem escuro para dificultar na hora de separar as notas. Portanto, peça para ele acender a luz do carro, para você poder ver bem as notas que está retirando da carteira.

Atenção também com os taxímetros adulterados. Antes de entrar no táxi procure acertar de uma vez o preço da corrida ou, pelo menos, pergunte quanto dá mais ou menos pelo taxímetro. Se o taxista se esquivar de responder, desconfie.

Comigo aconteceu um fato assim. Eu andei apenas duas vezes de táxi em Santiago. Na primeira, eu perguntei quanto ficaria a corrida e o taxista me deu o preço aproximado, e foi realmente o valor que ele falou. Na outra, eu estava saindo do Shopping Parque Arauco e dei sinal para um táxi na rua. Ao entrar, perguntei quanto seria o valor aproximando. Ele falou apenas que o preço seria o do taxímetro. Claro que o aparelho estava adulterado, e no final das contas paguei quase o dobro do que valia.

Como eu estava a passeio, preferi 'entubar' o prejuízo sem maiores questionamentos, mas pra quem tem pavio mais curto, a recomendação é que anote a placa do veículo e chame imediatamente um policial na rua. Dizem que os taxistas são muito medrosos.

Evite pegar táxi na rua. Procure solicitar por algum aplicativo de celular como o Easy Taxi ou por intermédio da recepção do hotel.

Nos shoppings, dê preferência para pegar os táxis que se organizam em filas, em determinado ponto específico.

Uma boa opção para se ter noção do valor da corrida é acessar o site taximetro.cl. Você coloca o endereço de partida e do destino e ele calcula aproximadamente o preço de uma corrida.

OUTRO DETALHE: No Chile não existe bandeira 2. O preço é o mesmo a qualquer hora do dia ou da noite. O taxímetro já começa com 300 pesos.

PULO DO GATO: Agora que o Uber chegou pra valer, não tem mais necessidade nenhuma de correr esses riscos todos. O serviço funciona muito bem e é muito mais barato e seguro. Baixe o aplicativo gratuitamente, e faça o seu cadastro utilizando nosso cupom de desconto. Com esse código você ganhará um bônus de 20 reais para usar na sua primeira corrida. Basta cadastrar o o número do seu cartão de crédito e estar conectado à internet para utilizar o aplicativo.

Código Promocional:

6. O Clima

Devido ao clima seco são frequentes os problemas respiratórios, principalmente em Santiago, onde há muita poluição, devido aos paredões formados pelas montanhas. Especialmente os alérgicos precisam tomar cuidados especiais, levando antialérgicos e soro fisiológico para lavar o nariz com frequência.

Também é importante usar hidratante para a pele e protetor labial para que o frio não cause rachaduras nos lábios.

Para quem vai para a neve, é importante ainda protetor solar e óculos escuros, pois o sol reflete na neve e potencializa o seu efeito.

Será que vai ter neve na data da minha viagem?

Essa é uma pergunta que bomba nos fóruns de blogs e grupos. E é muito difícil responder, simplesmente porque a Mãe Natureza não possui um manual, não existe uma regra.

Para se ter uma ideia, até o ano passado, começava a nevar no final de maio e no meado de junho as estações de esqui já estavam a todo vapor. Esse ano de 2015 não foi assim. A neve demorou tanto para cair que o Valle Nevado, por exemplo, adiou três vezes a data da abertura da estação, gerando enorme apreensão e frustração.

Atualmente, pode-se dizer que não existe mais uma regra e a tendência é piorar a cada ano. Se sua intenção for esquiar, o recomendável é que programe sua viagem somente após o dia 15 de julho até final de agosto, que é o período mais certo de ter neve. Antes ou depois disso, já não há garantia de nada.

Eu mesmo, tinha me programado para passar 3 dias na estação de Farellones e precisei cancelar de última hora, pois não havia nada lá. Nem um floco de neve para contar história.

Já contratou o Seguro Viagem?

Não corra riscos desnecessários e evite viajar preocupado, contrate um seguro viagem e aproveite ao máximo suas férias. Faça agora mesmo uma cotação na Seguros Promo e escolha entre as melhores seguradoras sempre com ótimo custo benefício. Aproveite essa oportunidade e tenha 5% de desconto utilizando o nosso cupom: PARAVIAGEM05

7. Seguro Viagem

Em qualquer viagem, devemos nos preocupar também com possíveis situações de emergência médica. No Chile não é diferente. Aliás, é bastante recomendável, especialmente se você pretende viajar para esquiar ou praticar outros esportes de aventura, seja pelo risco de acidentes seja por conta da altitude. Não são raros relatos de pessoas que sofrem de mal súbito por conta das altas atitudes.

O fato da cidade de Santiago ser muito poluída também provoca mal estar em muitas pessoas como náuseas, dores de cabeça, crises alérgicas. Então, por que arriscar?

Tenho um amigo que apesar de já estar acostumado com viagens desse tipo, passou muito mal em Valle Nevado e precisou retornar a Santiago, ficando 5 dias de "molho" no hotel até poder ter condições de voltar ao Brasil. Se não fosse o seguro viagem que ele contratou, teria tido um grande prejuízo.

Aqui no blog, nós temos parceria com a Seguros Promo, uma empresa nacional que oferece uma comparação de preços entre as principais seguradoras disponíveis no mercado. De maneira fácil e rápida você pode encontrar o melhor serviço para garantir a segurança de sua viagem. A empresa tem as melhores negociações com as seguradoras e por isso consegue oferecer o melhor preço. Além disso, permite dividir o pagamento em até 12 parcelas no cartão de crédito ou pagar com à vista com desconto, podendo optar por boleto bancário ou parcelado no cartão. Faça uma cotação online agora mesmo sem compromisso e viaje seguro! Aproveite essa oportunidade e ainda ganhe 5% de desconto comprando seu seguro viagem com nosso cupom: PARAVIAGEM05.

8. Comprar ou alugar roupa de inverno?

Outra dúvida que muita gente tem é sobre a roupa de neve para usar nas estações de esqui: se vale a pena comprar ou alugar.

Em geral, o aluguel de peças impermeáveis tem um custo aproximado de 7.000 pesos por peça (preço de 2015). Assim, só o aluguel do casaco, calça e bota, já vai gastar pelo menos uns 20.000 pesos (cerca de R$ 110,00), fora o equipamento de esqui, óculos, luva...

Para quem só vai fazer o ski day (passar um dia na estação de esqui) e não tem intenção de investir em uma roupa de neve ou não pretende usar de novo em outra oportunidade, pode valer a pena alugar.

Vale lembrar que as lojas só alugam a terceira camada, ou seja, aquela que é impermeável, de maneira que é preciso estar vestido com as outras duas camadas.

Se for ficar mais de um dia na estação de esqui, já não compensa muito alugar, pois o valor é cobrado por dia.

Para quem pretende comprar ainda no Brasil, uma excelente opção é a loja Decathlon que possui preços bastante acessíveis e produtos variados e de boa qualidade.

Em Santiago, na Calle Bandera existem vários brechôs (lá conhecidos por "ropa americana"), que vendem roupas de frio semi-novas de grifes famosas a preços muito baixos. Basta ter paciência para garimpar e certamente você encontrará excelentes pechinchas. Procure por lojas como Nostalgic, Orange Blue, etc.

Nas ruas, é possível encontrar a segunda pele nas bancas de camelôs por cerca de 2.000 pesos. Eu não comprei mas dizem ser de boa qualidade.

Em frente a Plaza de Armas (na continuação do Paseo Estado), há uma galeria com roupas e botas de neve com preços excelentes.

9. Alimentação

Alimentação no Chile é cara. Portanto, prepare o seu bolso. É claro que existem lugares com preços mais acessíveis e cada um sabe o orçamento que tem. Uma dica para baratear os custos é deixar para fazer apenas uma refeição na rua e a outra no quarto do hotel ou apartamento.

A grande especialidade dos chilenos são os mariscos. Mas quem não curte frutos do mar, não precisa se preocupar, pois existem opções para todos os gostos.

Centolla no Mercado Central

Centolla no Mercado Central

Um prato muito famoso por lá é a Centolla, um caranguejo gigante, caríssimo e muito controverso. Assim como tem gente que diz que vale a pena experientar, outros dizem que não compensa pelo preço que se paga, porque não tem quase sabor nenhum. Como eu não sou muito fã de caranguejo, preferi guardar os quase R$ 400,00(!!!) do preço do prato para fazer outros passeios mais interessantes.

Muita gente recomenda ir até o Mercado Central de Santiago para comer a centolla, mas eu, particularmente não gostei do lugar, ou melhor, meu filho não conseguiu ficar lá dentro por causa do cheiro forte dos peixes e mariscos. Portanto, eu apenas entrei rapidamente para conhecer. Mas pude perceber uma grande pressão dos garçons dos diversos restaurantes que existem ali para nos convencer a sentar. Também não curti muito os arredores do mercado. Achei a região no entorno bem feia.

Se você decidir encarar um dos restaurantes do Mercado Central, tome cuidado com o que vai pedir. Várias pessoas contam que os garçons trocam os pedidos de propósito pelos mais caros e na hora de pagar a conta, você vai questionar e eles dizem que foi servido o que você pediu. Também vale tentar pechinchar.

Outro prato típico e bem gostoso do Chile é a Chorrillana: um prato com batata frita misturada com fatias de peito de frango e carne acebolada, coberto com queijo e um ovo frito em cima.

Barraquinha vendendo Mote con Hersillo

Barraquinha vendendo Mote con Hersillo

As bebidas também se destacam. O Pisco Sour é feito de pisco (um aguardente à base de uva) e suco de limão, bastante parecido com a nossa capirinha. Há o Mote con Huesillo, uma bebida feita à base de pêssego e grãos de trigo, servido num copo com uma colher e bem gelado. É bastante doce e enjoativo, mas vale a experiência. O suco de framboesa também é muito saboroso. Terremoto é outra bebida típica do Chile, feita com vinho branco doce, sorvete de abacaxi e 1/2 dose de Fernet (uma bebida amarga).

Não poderíamos esquecer de mencionar os vinhos. Os vinhos chilenos são considerados um dos melhores do mundo e são muito baratos!!! Lembrando apenas que no Chile não existe vinho suave. Isso pra eles é uma ofensa!!! O vinho mais doce é o Late Harvest que, segundo aprendi, (olha o enólogo!!) é feito com uva passa e costuma ser servido com sobremesa. O Merlot também é um pouco menos seco que o Cabernet Sauvignon.

10. Pague o hotel com dólar

Ao efetuar o pagamento das diárias de hotéis em dólar, ou cartão de crédito internacional, os turistas estrangeiros tem isenção do IVA, um imposto semelhante ao nosso ISS. É uma bela economia, pois o imposto é de 19% sobre o valor da diária. Mas para ter direito à isenção, é preciso apresentar o documento PID da imigração junto com o passaporte ou RG no momento do check-in e não fazer questão de receber nota fiscal. Também só vale para viajantes que estejam de passagem pelo Chile por menos de 90 dias.

Vale lembrar que não são todos os estabelecimentos hoteleiros que possuem esta isenção. É preciso que eles estejam registrados no órgão SII (Servicio de Impuestos Internos). Sugerimos que você entre em contato com o seu hotel com antecedência para saber se eles oferecem essa isenção.

Eu tive um caloroso debate com um hotel que dizia que não poderia isentar do pagamento do IVA e nas minhas pesquisas acabei encontrando a lei chilena que fala do benefício. No final das contas o hotel aceitou minhas ponderações concedeu a isenção.

Para quem comprou pacote por agência e já pagou ou parcelou o pagamento do hotel pelo cartão de crédito, saiba que não houve incidência do IVA por se tratar de um imposto chileno. Esse imposto só será eventualmente cobrado diretamente pelo hotel no momento do check-out. Se houver a cobrança, basta apresentar seu passaporte ou RG e o documento da imigração e solicitar a isenção (desde que o hotel esteja registrado no órgão SII).

Atenção na hora de receber o troco quando pagar o hotel (ou qualquer outro estabelecimento) com dólar. Alguns estabelecimentos aproveitam esse momento para passar adiante notas de dólar amassadas, rasgadas ou velhas, que não são aceitas com facilidade. Recuse as notas ou aceite o troco em pesos para não ter dor de cabeça depois. Ou então leve notas trocadas em bom estado do Brasil.

Eu tive um problema desse ao receber o troco pelo pagamento da diária no hotel de Santiago. Somente depois percebi que as notas que me deram eram mais velhas e não consegui trocar com facilidade.

DICA: Não é comum, mas alguns restaurantes aceitam dólar ou até mesmo real como pagamento. Faça a conversão e veja se vale a pena.

Nota antiga de 100 dólares que não é mais aceita

Nota antiga de 100 dólares que não é mais aceita

Notas novas de 100 dólares que são aceitas

Notas novas de 100 dólares que são aceitas

E por falar em dólar, se você ainda tiver notas de 100 dólares daquelas mais antigas, nem adianta levar, pois elas não são aceitas. Somente as notas de 100 dólares conhecidas como as notas do "Carão" é que são aceitas. Existem dois modeles dessa nota e os dois ainda são aceitos.

11. Fórmula para converter peso em real

É normal a gente tentar fazer a conversão dos preços em outra moeda para o real para saber se está caro ou barato. Como o peso é cheio de zeros, muita gente fica meio perdida na hora de fazer a conversão.

Aprendemos uma fórmula que ajuda bastante a fazer uma conta aproximada de cabeça, sem necessidade de máquina de calcular. É bem simples.

Até pouco tempo atrás, a conta era feita pegando o valor em pesos, excluindo-se os zeros e multiplicando o número por 5. O resultado dava um valor em reais aproximado.

Ex: 10.000 pesos. Tira os zeros e multiplica 10 por 5 = 50 reais.

Em junho/15, com o real em baixa, na faixa de 180 pesos, o valor que mais se aproximava seria multiplicando por 5,5. Assim 10.000 pesos valiam exatamente 55 reais.

Quer confirmar? É só dividir 10.000 pesos por 180!! Resultado: 55.

12. Tomadas e voltagem elétrica

Tomada de 3 pinos no Chile

Tomada de 3 pinos no Chile

No Chile a voltagem é 220. Portanto, certifique-se de que seus aparelhos são bivolts ou estão aptos a receber a voltagem de 200v, ou então solicite um transformador no hotel. Eu queimei um aparelho de nebulização por não atentar para isso.

O padrão de tomada é diferente do Brasil. Lá utiliza-se o padrão "L": três pinos redondos enfileirados. Somente as tomadas de dois pinos do Brasil encaixam lá. A de três pinos não encaixa, pois é outro padrão. Portanto, leve um adapatador.

13. Água

Água mineral com baixo teor de sais minerais

Água mineral com baixo teor de sais minerais

A água no Chile costumam ter uma concentração muito grande de sais minerias e as pessoas que não estão acostumadas podem estranhar ou até mesmo passar mal.

As marcas de água mineral que mais se aproximam do sabor da nossa água são Vital e Benedictino ou outra que contenha no rótulo a expressão "livre de sódio".

Pode-se beber água da torneira normalmente, mas o sabor é diferente.

Detalhe: A água da torneira e do chuveiro não fazem espuma.

14. Museus fecham às segundas-feiras

Não são todos, mas a grande maioria dos museus e várias outras atrações no Chile fecham às segundas-feiras. Portanto, recomenda-se sempre verificar no site oficial das atrações os dias e horários de funcionamento.

15. De que lado do avião

Umas das grandes atrações da viagem ao Chile é com certeza a travessia de avião sobre a Cordilheira dos Andes. Especialmente nos voos diurnos, a vista é um espetáculo à parte. É possível visualizar a Cordilheira de qualquer dos lados do avião, mas a vista mais bonita do Aconcágua fica no lado esquerdo na ida e no lado direito na volta.

Lembre-se apenas que o trecho costuma ser bastante turbulento.

Cordilheira dos Andes vista da janela do avião

Cordilheira dos Andes vista da janela do avião

16. Quantas garrafas de vinho posso levar

Essa é outra pergunta muito comum, afinal, os vinhos no Chile são de excelente qualidade e os preços maravilhosos.

O limite máximo que pode ser despachado é de 12 garrafas por pessoa. Vale lembrar que o limite de peso da bagagem despachada não pode ultrapassar 23Kg. Apenas a Sky Airline permite limite de 32kg.

Na bagagem de mão, em tese, não se pode levar, pois é proibido qualquer volume de mais de 100ml, mas sei de gente que já conseguiu trazer algumas garrafas na bagagem de mão. Vale a pena confirmar junto a cia aérea com antecedência para não haver contratempos.

Embalagem plástica para vinho

Embalagem plástica para vinho

Existem várias dicas para embalar garrafas de vinho. Uma solução interessante é envolvê-las com fraldas descartáveis, plástico bolha ou até mesmo enrolar entre as roupas. Existem sacolas próprias que podem ser encontradas em lojas de artigos de plásticos na Calle Londres, em Santiago por 100 pesos. Eu trouxe as minhas enrolada nas roupas mesmo e não quebrou nenhuma.

Uma boa alternativa pra escapar do excesso de peso na bagagem despachada é deixar para comprar vinhos no aeroporto, pois esse volume pode ser levado como bagagem de mão. Claro que os preços não são iguais aos dos mercados, mas ainda assim são mais baratos que no Brasil.

Aqui vale uma dica importante: NÃO COMPRE VINHOS NA LOJA DO DUTY FREE que fica logo que você sai do Raio X sem antes ver os preços de uma loja só de vinhos chamada "La Cava del Vino", que existe próxima dos portões de embarque, pois são mais baratos.

Eu fui comprar no Duty Free e depois descobri essa loja perto do portão de embarque com a mesma marca por um preço mais em conta, com diferença de até 2.000 pesos.

Loja "La Cava del Vino" no aeroporto de Santiago

Loja "La Cava del Vino" no aeroporto de Santiago

Acesse nossa página completa de destinos e confira todo nosso conteúdo sobre o Chile. Se ainda assim, você tiver alguma dúvida ou sugestão, não deixe de fazer seu comentário abaixo. Agradecemos a sua participação.

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço. O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura. Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Antes de alugar um carro, faça uma comparação entre as principais locadoras do Brasil e do mundo. A nossa parceira RentCars te ajuda nessa busca de preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura. A cobrança poderá ser feita em reais, sem IOF. Divida em até 12 parcelas no cartão de crédito ou aproveite um desconto de 5% no boleto bancário. Compare os valores e economize.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis. Pagamento no cartão de crédito em até 12 parcelas ou com desconto no boleto bancário. Ganhe 5% de desconto adicional comprando seu seguro com nosso cupom de desconto: PARAVIAGEM05.

 Compre um chip internacional e se mantenha conectado durante sua viagem. A Easysim4u oferece plano de dados em 210 países, com conexão de internet ilimitada. Você informa o número de dias da viagem, recebe o chip em sua casa, de forma antecipada, e chega em seu destino com tudo funcionando. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

 Encontre as melhores datas para a sua próxima viagem internacional e economize na hora de comprar as passagens aéreas. Usando a plataforma do Passagens Promo você pode pagar com cartão de crédito em parcelas sem juros e sem cobrança de IOF. A empresa conta ainda com selo de qualidade no atendimento. Agora não tem mais desculpe, bora viajar!

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Galeria de Fotos:

132 Comentários
  1. Lucicleide

    Vinícius

    Para se obter o desconto do IVA são necessário Passaporte e RG ou apenas o RG basta?

    • Vinícius Miranda

      Lucicleide,
      Serve tanto o RG quanto o passaporte.
      Você deve apresentar juntamente com o documento PID da imigração e solicitar a isenção do IVA. Mas lembre-se que o pagamento não pode ser feito com pesos.
      Abraços

  2. Rodrigo Pires

    Excelente matéria, eu que já viajei ano passado, e vou novamente este ano, tudo que foi relatado na matéria, é verdadeiro.

  3. MARIA CRISTINA

    PARABÉNS, li encantada todo o relato bem objetivo e esclarecedor ajudando-nos e muito programar a viagem desejada. OBRIGADA Cristina

  4. claudia

    Ola, irei agora em agosto. Gostaria de saber sobre o pagamento com cartão de credito internacional e NAO pagar o imposto. No site da booking fala do desconto, desde que feito em dólar, mas não fala nada em cartaz de credito. Mesmo pagando o IOF acho que e mais seguro pagar com cartão. Como faço pra ter certeza de que eles aceitam pagamento com cartão e COM desconto.

    obrigada
    Claudia

    • Vinícius Miranda

      Olá Cláudia,
      O pagamento feito em dólar, mesmo que com cartão de crédito internacional dá direito à isenção do IVA.
      Lembre-se de confirmar com o hotel se ele é registrado no SII para conceder a isenção.
      Abraços

  5. daniella

    Olá, não entendi quanto ao fuso horário.
    Minha volta está programado o embarque para 9h30, pensei em sair do hotel as 6h30. É seguro ou estou fazendo programação errada?

    • Vinícius Miranda

      Olá Daniella,
      É o seguinte, o Chile tem um fuso horário de uma hora a menos que o Brasil, mas este ano, eles estão com uma espécie de horário de verão (adiantaram 1 hora). Então o horário está igual ao Brasil.
      Porém, eu percebi que no avião não havia essa alteração. Então, quando eu desembarquei em Santiago, o avião marcava 1 hora a menos do que era na verdade. O mesmo aconteceu com meu celular que atrasou 1 hora automaticamente.
      Para a volta não há problema, pois o horário é exatamente aquele que está no seu bilhete. Apenas sugiro que você marque a saída do hotel às 6h, para se deslocar e fazer check-in com mais tranquilidade, além da possibilidade de atrasos do transfer contratado.
      No mais, tenho certeza que dará tudo certo.
      Abraços

  6. Denise Corrêa de Abreu

    Excelentes suas informações Vinícius! Obrigada!!!

  7. Rodrigo

    Olá Vinicius, muito bom suas dicas. Vai me ajudar bastante. Estou indo em setembro sozinho e estava cheio de dúvidas que foram sanadas. Um detalhe, você mencionou de pagar o hotel em dólar, e para as demais despesas, compensa levar real ou levar o peso chileno ou ainda, realizar saque lá? Abs.

  8. Livia Melo

    Parabéns pelos posts sobre o Chile, um dos mais completos que já li!! Tenho um blog de viagens e vou ao Chile esse sábado, farei Santiago + Atacama e achei suas dicas e ressalvas fantásticas!! Adoro escrever posts detalhados também, com bastante informação para quem está indo. Se tiver oportunidade, dá uma passadinha no blog, em breve também teremos muitas dicas dos lugares que passamos pelo Chile! nossonaipe.wordpress.com. Abraço!!!

  9. Josy

    Ótima dicas!!

    Uma dúvida, caso eu alugue um carro, eles aceitam nossa CNH para eu poder dirigir ou precisa da Permissão Internacional para Dirigir (PID)???

  10. Nayara

    Excelente texto com dicas super bacanas!

  11. Maiara

    Boa noite, eu consigo pagar meu hotel pelo booking aqui do Brasil? Ou só faço a reserva aqui e pago somente lá?

  12. Luciara Lima

    Predento ir em Março, preciso de algumas dicas.Pois vou ficar na casa de uma amiga,e a primeira vez que eu vou.

  13. Ester

    Demais!!!!garoto, eu vi acho que uns 50 vídeos de blogueiras, etc e acheio o SEU O MELHOR DE TODOS EM MATÉRIA DE INFORMAÇÕES; PREÇOS MELHORES, com dicas, para quem vai viajar até sozinha (o), e o MELHOR DE TUDO dentro do orçamento DA REAL…idade brasileira, ou seja GRANA CONTADA -(curta).MUITO OBRIGADÃO!!!VALEU!!

  14. Stefan

    Opa!!!!!! Vinícius,pretendo ir para o Chile ano que vem em fevereiro,é uma boa época? Quero ir para Atacama!!!!! Parabéns pela reportagem!

    • Vinícius Miranda

      Olá Stefano,
      A amplitude térmica na região do Atacama é muito acentuada. Os meses ideais são durante a primavera (set, out, nov) ou outono (mar, abr, mai) pois as temperaturas são mais amenas. No inverno os dias são agradáveis, mas as noites são muito frias. No verão é o contrário: as noites são agradáveis, mas os dias são bem quentes. Qualquer época é propícia, desde que você esteja preparado para enfrentar o calor e frio.
      Abços

  15. Rodrigo

    Ola!! belo post, me esclareceu muitas dúvidas…pretendo ir à Santiago em Maio de 2016, quero alugar um carro e fazer meus próprios passeios, como notei que estacionamento é caro por lá…você aconselha deixar o carro em Shopping e passear pela cidade? Os shoppings de lá são iguais ao do Brasil, geralmente com um preço de 4 horas?
    Muito obrigado desde já!

    • Vinícius Miranda

      Olá Rodrigo,
      Não sei informar sobre valores dos estacionamentos de shoppings, pois não utilizei, mas creio que o esquema seja o mesmo. Mas não acho que seja mais barato que os estacionamentos existentes pela cidade.
      Em Santiago, não recomendo ficar com carro. O ideal é andar de transporte público, pois é muito mais barato, eficiente e acessível a todos os pontos da cidade. Confira nossas dicas para locomover-se em Santiago.
      Se você pretende alugar um carro para passeios do tipo bate-volta, também não acho vantagem, pois além do custo da diária tem o preço do estacionamento no pernoite.
      Se a sua ideia é ficar uns dias em Santiago e depois seguir para outras cidades, nesse caso, o aluguel do carro é vantajoso, pois você fica livre para fazer o seu roteiro. Foi exatamente o que fiz. Eu aluguei o carro no último dia de Santiago, visitei a Vinícola Undurraga e segui para Algarrobo, Isla Negra, Valparaíso, Viña del Mar. Antes eu tinha ido para Puerto Varas, onde também aluguei um carro. Confira meus relatos de viagem aqui no blog.

      Abraços

  16. Marcella

    Muito bom seus posts Vinícius, será minha segunda vez no Chile e estou fazendo uma atualização de informações pela net.Seus textos são os melhores.

  17. Wilson Negrini

    Tenho algumas notas de 50 dólares antigas (acho), nos mesmos moldes da de 100 dólares, que não são aceitas no Chile. Minha pergunta: Só as notas antigas de 100 dólares é que não são aceitas ou também as de U$50,00 antigas?

    • Vinícius Miranda

      Olá Wilson,
      Notas antigas ou mal conservadas não são aceitas com facilidade. Independente do valor da nota. Tive notas de 20 dólares mais velhas que foram recusadas.
      Você pode até levá-las para tentar passar a diante, mas lembre-se de ter uma reserva à mão, caso suas notas não sejam aceitas.
      Abraços

  18. Luiz

    Oi Vinícius
    Em caso de crianças de colo, o que posso e o o que não posso levar; tais como leite em pó, carrinho de bebê, fraldas, remédios (inclusive para adultos)?

    • Vinícius Miranda

      Olá Luiz,
      O Chile tem uma fiscalização sanitária bem rigorosa. Não é permitido entrar com alimentos de origem vegetal ou animal como frutas, verduras, carnes, ovos, grãos, etc. Na dúvida, declare todo tipo de alimento que você estiver levando, para evitar ser multado. Desta forma, o máximo que pode acontecer é você ter que jogar o alimento fora. Se não declarar e a fiscalização pegar, eles vão multar.
      Leite em pó, carrinho, faldas e remédios podem normalmente. Lembro que lá no Chile você pode encontrar facilmente nos supermercados leite em pó, papinhas Nestle, ou seja, nem precisa levar muita quantidade. Leve o básico só para alimentar o bebê durante o voo e no aeroporto.
      Em relação aos remédios, vale a pena pegar uma receita com o pediatra com a lista de todos os medicamentos que o bebê utiliza, especialmente se tiver algum controlado. O mesmo vale para adultos. Só não pode entrar com uma grande quantidade de um único medicamento, o que descaracteriza o uso pessoal.
      O carrinho fica com você até a entrada no avião e não conta como bagagem.
      Abraços

      • Luiz

        Agradeço a atenção. boa sorte e parabéns pelo seu desprendimento em ajudar a quem precisa de informação.

  19. Katiane Santos

    Estou programando minha viagem para o Chile em Agosto mais estou um pouco insegura em relação ao idioma, será que vai ser muito difícil me locomover no Chile pois não conheço nada do Espanhol.
    Obrigada…

    • Vinícius Miranda

      Oi Katiane,
      Fique tranquila!!
      Eu também não falo espanhol e me virei muito bem.
      Os Chilenos gostam muito dos brasileiros e arranham um portunhol. No final das contas todos se entendem!!
      Abçs

  20. Lúcia

    Oi Vinícius, adorei suas dicas, você explica muito bem, não tem como errar.

  21. Cristina

    Estive na Calle Londres e consegui comprar as bolsas de plástico bolha para transportar vinho. Obrigada pela dica!

  22. frança

    irei em novembro de bike para san pedro do atacama,,,minha pergunta é ,o norte é mais quente no chile,ou indeferente a localidade ,irei encontrar friu na entrada do chile

  23. frança

    vc tem watss para podermos conversar e eu tirar algumas duvidas

    • Vinícius Miranda

      Infelizmente não temos disponibilidade para dar esse atendimento personalizado. O local indicado para tirar eventuais dúvidas é justamente no espaço dos comentários, onde outros leitores poderão consultar nossas respostas caso tenham os mesmos questionamentos.
      Abçs

  24. Gislaine

    Estamos planejando ir em final de maio 2016, que roupas e calçados devo levar?
    Os passeios e translado e aconselhável fazer com agências?

    • Vinícius Miranda

      Gislaine,
      Depende de qual região do Chile você vai. Final de maio ainda é outono lá. É bem provável que ainda nem tenha neve nas estações de esqui. Já vai estar frio, mas creio que não seja necessário nenhum tipo de roupa especial, a não ser que você pegue um período de frente fria. Mas se estiver sol, é possível até que você consiga andar na rua durante o dia sem casaco. Estive lá em junho do ano passado e, em Santiago a temperatura durante o dia era em torno de 20 graus. Na Região dos Lagos já faz bem mais frio.
      Quanto aos passeios, é possível sim, fazer por conta própria. Apenas os que precisem enfrentar estradas com neve, é recomendável que sejam feitos com agência, por questão de segurança, com por exemplo Vale Nevado e Cajon del Maipo.
      Abçs

  25. Barbara

    Boa tarde. Muito bom seu blog.. adorei as dicas.
    Dia 28 de maio estou indo pro Chile e meio perdida ainda. Estou montando um roteiro e suas dicas ajudaram bastante.
    Voce sabe me dizer se há translado de Santiago ou outra cidade para Mendonza? Dizem que é muito lindo la.
    Obrigada!!

    • Vinícius Miranda

      Olá Bárbara,
      Eu não fui a Mendoza, mas acho que existem agências de turismo que fazem o passeio.
      Sei que existem ônibus que fazem o percurso também, mas não teria indicação para dar.
      Outra opção seria alugar um carro. Nesse caso é preciso saber as condições das estradas para uma viagem segura.
      Abçs.

    • Eline

      Olá Bárbara, também irei dia 28/05 para Santiago e, de lá, para Mendoza – farei a viagem de ônibus (empresa Cata Internacional) e você pode comprar as passagens online antecipadamente. Abraço e boa viagem!!!

  26. Paz

    Olá parabens pelo seu blog super completo , minha duvida é estarei em santiago em janeiro 2017 , é uma boa época ?? Outra coisa, consigo ver hoteis sem cartão de credito ???

    • Vinícius Miranda

      Paz,
      O Chile de um modo geral, tem ótimas opções em qualquer estação do ano.
      Em relação aos hotéis, acho difícil conseguir algum que não exija cartão de crédito ao menos para garantia da reserva. Mesmo que você faça o pagamento em dinheiro, os hotéis costumam pedir um cartão de crédito.
      Abçs

  27. Ana Paula

    Oi Vinícius! Parabéns pelo blog, trabalho sensacional!!!
    Tire-me uma dúvida, por favor. Irei na 2ª semana de Julho a Santiago e pretendo visitar Vina Del Mar e Valparaíso, porém ao invés de pagar um passeio estava pensando em alugar um carro. É tranquilo de chegar e transitar por essas duas cidades? Gracias! :o)

  28. ALBERTO CASTRO

    caro Vinicius, queria em primeiro parabenizar pelo blog, muito explicativo e gostaria que você me tirasse uma dúvida, faço uso de remédio ansiolítico continuo tarja preta e diante disto já peguei com minha medica uma receita e um atestado medico de uso diário do remédio, gostaria de saber como transportar para não ter problema na alfandega quando for embarcar e desembarcar no Chile, se posso levar na bagagem de mão em vez na mala despachada, ja que tenho medo do extravio da mesma, obrigado e desde ja te agradeço, abraço Alberto.

    • Vinícius Miranda

      Caro Alberto,
      Você fez certo pegando receita médica e atestado com seu médico. Leve consigo na bolsa de mão a quantidade necessária para uso no período da viagem. Não há necessidade de despachar na mala.
      Abçs

  29. Fernanda

    Nossa, conseguiu dar informações super úteis em um só post!
    Gracias!
    Estou indo em 2 dias, e você me salvou de muita dor de cabeça!!
    =D

  30. JOEL

    Parabéns pelo blog, informações muitos uteis. Irei ao chile na ultima semana de Julho e pretendo levar medicamentos básicos, tais como anador, sorridor, torsilax e ibuprofeno, (medicamento para dor de cabeça, enjoos ou até mesmo dores) mesmo assim e necessário ter receita desses medicamentos? já que compramos em farmácias normalmente ?

    • Vinícius Miranda

      Fala Joel,
      Não tem necessidade de receita para esses medicamentos.
      Só não pode entrar com uma grande quantidade de um único medicamento, o que descaracteriza o uso pessoal.
      Abçs

  31. Mara Gobbi

    Olá..estava olhando seus post e não consigo encontrar aquele sobre qual moeda levar pro Chile…pode me ajudar?

  32. Fabio S

    Sempre que posso visitar um outro país SEM passaporte eu não levo esse documento. É um documento caro pra se tirar, o Brasil vive com problemas de emissão. Além disso, tenho vistos importantes no meu passaporte, por exemplo USA, válido até 2023. Assim, se perder tal documento, terei uma enorme dor de cabeça para emitir novamente, sem falar no alto custo. Levar passaporte, somente para aqueles que fazem questão do carimbo (meu melhor carimbo são as fotos da viagem – passaporte vence). Não há pagamento de IVA mesmo com RG. Melhor prevenir do que remediar. Tenho viagem para os EUA daqui a 2 meses. Não vou levar meu passaporte para o Chile na próxima semana.

  33. Rosana de Oliveira Silva

    Adorei o Blog!! Esse formulário que devemos entregar na hora da imigração, a gente pega onde?

  34. Nágida Cassundé

    Olá! Primeiro, parabéns pelo post. Sensacional!! Estou indo para o Chile agora no dia 23/09 e estou com um probleminha com meu documento. Minha carteira de identidade tem mais de 10 anos, porém está em bom estado de conservação e na foto sou a mesma pessoa. RS… Vou emitir uma segunda via, mas tenho medo de não chegar a tempo. Liguei para a TAM e eles falaram que o documento tem que está em bom estado e a foto me identificar, mas gostaria de saber sua opinião. Você acha que terei problemas? Obrigada!! Deus te abençoe

    • Vinícius Miranda

      Nágida,
      Desculpe não responder a tempo sua pergunta.
      A recomendação é que o RG tenha sido emitida há menos de 10 anos E também esteja em bom estado. Ou seja, se apesar de estar em bom estado, tiver mais de 10 anos é possível que não seja aceita. Assim como se tiver menos de 10 anos e em mal estado, pode ser recusada.
      Depois retorne para contar sua experiência.
      Abçs

  35. otavio augusto

    ola. pretendo ir no final do ano, qual regiao vc me recomenda para comprar artesanatos em couro e coisas relativas a cavalo e selaria. obrigado

  36. Tatiane Jimenez

    Olá Vinícius,
    Adoro o Chile! Já fui duas vezes. Vou novamente no final do ano rever alguns amigos e estou com uma dúvida… Gostaria de levar umas garrafas de cachaça daqui, para presentear o pessoal por lá mas lembro-me que na saída do aeroporto eles passam a mala que despachamos no raio-x… não sei se isso poderia me caudar algum problema por lá… o que você acha?
    Obrigada desde já,
    Tati

  37. Thiago Felipe

    Vinicius pretendo passar o ano Novo no Chile vc sabe algum lugar bacana entre Santiago e vina del mar?

  38. fernanda santos passos peixoto

    Oi Vinicius, vi seu comentário sobre amanhecer tarde e escurecer cedo aqui no Chile. então, isso e só no inverno. no verão costuma clarear 6, 6:30 e pasme, o sol começa a se por só apos as 21h, alguns dias 22h vc ainda vê o céu claro.
    Seu blog esta bem interessante, sou uma carioca morando em Vina ha 1 mês.

    Fernanda

    • Vinícius Miranda

      Exatamente Fernanda!
      Eu estive lá no inverno. Nessa época, os dias são mais curtos. No verão, ao contrário, como vc mesma falou, os dias são mais longos. Na Europa é assim também.
      Está gostando de morar no Chile?
      Abçs

  39. Lidiane Xavier

    Prezado, bom dia!
    Informações muito importantes em seu blog. Gostaria de tirar duas dúvidas estarei indo de férias em junho eu meu marido, minha bebe que estará com um ano e minha mae.
    Quanto a questão da alimentação da minha filha gostaria de sua opinião pois ela ainda toma leite e já come papinhas. Nesse caso era melhor eu levar a agua para não correr risco com ela, quanto a questão da papinha como não posso entrar com produtos eu conseguiria no restaurante solicitar que cozinhem uma batata para eu dar a ela ou ate no hotel.
    Outra coisa que me preocupa é o clima minha intenção é andar com ela somente durante o dia a noite ela ira ficar com a minha mãe no hotel e eu e meu marido vamos sair. Sobre o seguro viagem é necessário fazer para todos ou somente para a bebe.

    Agardeco e obrigada.

    • Vinícius Miranda

      Olá Lidiane,
      Se você seguir nossas dicas sobre a água, não acredito que terá problemass. Fique atenta àas marcas e às informações do rótulo. De qualquer maneira, se optar por levar daqui, lembre-se de colocar as garrafas na mala que será despachada. Não pode levar na mala de mão.
      Em relação à papinha, você consegue encontrar com facilidade no supermercado aquelas papinhas prontas. Só não sei se sua filha está acostumada a comer ou se se sentirá alguma diferença no sabor.
      Batata também é um produto fácil de encontrar. Na pior das hipóteses leve a batata e peça pra que cozinhem pra você no hotel/restaurante. Tenho certeza que não será algo difícil.
      Quanto ao seguro, é muito importante que todos façam. Afinal, imprevistos podem acontecer e ninguém quer ser pego de surpresa. Faça uma cotação com o nosso parceiro Seguros Promo e garanta um super desconto utilizando o código: PARAVIAGEM05.
      Excelente viagem!!
      Abçs

  40. steffani

    Olá Vinicius..
    Li alguns de seus comentários..
    Irei para Chile em maio, ficarei pouco tempo.. estou pensando em alugar um espaço no App airbnb.. achei os preços bons.. agora minha preocupação e qtos levar de pesos.. enfim.. tenho muita dúvida nessa questão.. São apenas três noites.. que irei ficar no Chile..

    • Vinícius Miranda

      Olá Steffani,
      Eu costumo recomendar 500 reais por dia para passeios, alimentação, locomoção e extras (sem contar a diária de hotel e sem restaurante sofisticado demais.
      Leve reais e troque por pesos lá em Santiago, na Rua Augustinas, onde existem várias casas de câmbio e as melhores cotações.
      Abçs

  41. Simone

    Olá , ótima matéria , mas me fala algum ponto turístico de lá ?

  42. Magdalena

    Olá, vou passar 6 dias em Santiago agora final de abril/ começo de maio. Já peguei um Airbnb, para alimentação e passeios quanto você recomenda para levar? Melhor levar em real e trocar lá ou levar dólar? Onde você indica para trocar dinheiro?
    Em pesos, quanto por dia mais ou menos?
    Obrigada.

  43. Junior

    Tem muita turbulência???

  44. SANDRA MACIEL FARIA

    Boa Tarde!

    pergunto-lhe o formulário imigração, pode ser um por família? esamos para Chile em julho de 2017.

    obrigada. excelente as informações que tenho visto!!

  45. Angelica

    Vinicius, vou ao Chile daqui 10 dias, meu voo de volta sai do aeroporto as 06:45, que horas vc acha que devo sair da providencia e que transporte terei disponivel neste horario tão cedo?

    • Vinícius Miranda

      Olá Angelica,
      O trajeto de Providência ao aeroporto dura cerca de 30 min. Pela hora, acredito que não haja trânsito.
      O recomendável é que o passageiro chegue no aeroporto com pelo menos 3h de antecedência do vôo. Eu sairia entre 3h e 3h30.
      A melhor opção é o Uber ou contratar um transfer.
      Abçs

  46. SANDRA

    ÓTIMA MATÉRIA!

    VOU A SANTIAGO, PELA PRIMEIRA VEZ, EM JULHO E MINHA PREOCUPAÇÃO É EM RELAÇÃO AS ROUPAS QUE DEVO USAR DURANTE O VOO DE SÃO PAULO A SANTIAGO. VOU COM CRIANÇAS E NÃO SEI QUE TIPO DE VESTIMENTA QUE DEVO DEIXAR SEPARADO NA BAGAGEM DE MÃO.
    OBRIGADA!
    SANDRA

    • Vinícius Miranda

      Como vai Sandra,
      No vôo você não precisa se preocupar muito porque a temperatura é controlada. No desembarque é que será preciso se agasalhar. Leve uma peça de cada camada na bagagem de mão para se garantir.
      Abçs

  47. Francisco Brandi

    Boa tarde Vinícius. Parabéns pelo blog, é muito bom.
    Iremos (em casal) para Santiago na ultima semana de Julho, e estou (com muitas!) com uma dúvida grande em relação aos seguros/assistência viagem, e gostaria de saber se você pode me responder.
    Somos iniciantes em viagens internacionais distantes (desconsidera-se a fronteira do Uruguai e Argentina, pois somos da fronteira do Rio Grande do Sul).
    A Situação: Andei lento muito em relação às assistências viagem para contratar nesta viagem, mas sempre esbarro na questão da prática do esporte (esqui). A maioria dos seguros exclui explicitamente a prática de esportes de aventura, mesmo que em caráter amador. Há os que não citam, portanto, imagino que a necessidade do uso em um acidente seja equivalente à qualquer acidente na viagem, como um tombo, e há os que permitem a cobertura, desde que o esporte seja praticado “em pista regulamentada”.
    Neste momento estou falando especificamente do seguro da Mondial Assistance (Allianz seguros). Em contato com eles, por e-mail, me garantem que o seguro cobre, porém, eles (do Brasil) não conseguem me dizer quais são as pistas regulamentadas.
    Você já se deparou com este tipo de questão? ou sabe de Alguém que precisou de atendimento nestas circunstâncias e foi/não foi bem atendido?
    E na tua opinião, o que são as tais “pistas regulamentadas”? Pois neste contexto, eu entendo que Valle Nevado, Farellones, El Colorado e La Parva são sim parques regulamentados.
    Obrigado!

    • Vinícius Miranda

      Olá, Francisco
      O meu entendimento é o mesmo que o seu. Ou seja, se o plano exclui textualmente a prática de esporte de aventura, não lhe servirá para esse objetivo. Os que omitem o assunto, é porque cobrem (e se houver alguma negativa de cobertura você tem respaldo jurídico pra processar depois). E há os que cobrerm em determinadas situações. São essas exceções que você tem que verificar direitinho.
      A nossa parceira Seguros Promo trabalha com diversas seguradoras e eles possuem um canal de atendimento ao cliente bastante eficiente. Há inclusive um chat onde o cliente pode tirar todas as dúvidas antes de efetuar a compra do seguro. Como cada seguradora possui critérios diferentes de cobertura, é recomendável que você entre em contato para tirar todas as suas dúvidas.
      Específicamente sobre a sua pergunta relativa às pistas, eu acredito que os centros de esqui que você citou são sim regulamentados. Pode ser que exista alguma pista dentro de algum desses centros de esqui que não seja, mas eu não saberia te informar. Nesse caso, seria interessante você entrar em contato diretamente com cada estação de esqui para sanar essa dúvida específica que ninguém está sabendo te informar.
      Espero ter ajudado.
      Abçs

  48. Gian Carlos De Oliveira Calvo

    Oi bom dia!
    Assim eu chegar no aeroporto em Santiago, e andar ir pra embora normal? Ou andar segurança falar pare o que eu fazer aí ir em Santiago? Ou …

    Obg! Att.

  49. Regiane

    Olá!!! Gostaria de alguma dica sobre cassinos… preciso estar hospedada no hotel que tem cassino ou é possível entrar mesmo estando em outro hotel? Algum mais indicado? Grata.

  50. Fernanda

    Excelentes dicas!!!!!!!!!! Quero conhecer o Chile no final de setembro, mas estou sem rumo já que o País é muito extenso. Pode me ajudar? Gostaria de conhecer Santiago e outro local (tenho 10 dias).
    Grata,

  51. Gabriela

    Na minha foto de identidade estou com o cabelo comprimido, mas antes de viajar irei cortar na altura do ombro . Vai dar algum problema? Caso eu for barrada , poderiam confirmar minha identidade com a impressão digital? Uma pessoa que já foi para o Chile me avisou que poderia ter problemas e estou com medo .

    • Vinícius Miranda

      Olá Gabriela,
      Conforme dissemos na matéria, o RG precisa ter menos de 10 (dez) anos de validade, bom estado de conservação e a foto deve permitir a identificação clara do titular. Caso haja alguma dúvida, a autoridade da imigração pode solicitar outro tipo de identificação, também com foto. Se você acredita que cortando o cabelo, sua aparência vá modificar tanto a ponto de dificultar a identificação, sugerimos que não corte. Não há controle por impressão digital, pois a imigração no Chile não tem acesso ao banco de dados biométricos brasileiro.
      Abçs

  52. sebastiao

    excelentes informacoes esse pid de imigracao onde imprimo

    • Vinícius Miranda

      Durante o voo você pode solicitar o formulário à comissária de bordo ou retirar na própria fila da imigração.
      Na chegada, ao passar pela imigração, o agente lhe devolverá a PID que deverá ficar guardada até a sua partida.
      Abçs

  53. Jéssica

    Olá Vinícius, Parabéns pelo Blog e dicas! São realmente ótimas e úteis.
    Quais são os cassinos que você recomenda conhecer? E com relação as vacinas, existem alguma que são obrigatórias, é necessário levar a carteira de vacinação?
    Com relação a viagem, levar apenas o passaporte e a habilitação é suficiente para a viagem, pois perdi meu RG, mas tenho passaporte válido.

    • Vinícius Miranda

      Olá Jéssica,
      Não fui a nenhum cassino no Chile, mas um dos mais conhecidos é o de Vina del Mar. Não há obrigatoriedade de vacina. Se você tiver o passaporte válido, não tem problema, ele substitui o RG. A habilitação só serve se você for alugar carro lá. Se não for o caso, não precisa levar. Abçs

  54. Fabiano

    Excelentes informações , ficou tudo bem esclarecido ! Chile me espere …

  55. Thamy

    Olá, gostaria de saber se na imigração no aeroporto eles carimba o passaporte com a data de entrada se levar o passaporte ??

  56. Thamy

    O seguro viagem é obrigatório?

    • Vinícius Miranda

      Olá Thamy,
      No Chile não há exigência do seguro, como na Europa, mas sempre recomendamos aos nossos leitores fazerem o seguro viagem. Não são raros relatos de pessoas que sofrem de mal súbito por conta das altas atitudes ou da poluição no Chile. Não vale a pena arriscar estragar uma viagem planejada com tanto cuidado e sacrifício com questões de saúde. Um seguro viagem é um valor muito pequeno em comparação com o total investido numa viagem. Não acho que valha a pena arriscar. Faça uma cotação com a Seguros Promo sem compromisso.
      Abçs

  57. Ana

    Boa noite
    Estou indo para o Chile pela 2 vez. E gostaria de levar uns produtos brasileiros que não vi nos mercados de lá. Tipo farofa pronta.. preparo para pão de queijo ( em pó).. trigo para kibe.. voce poderia me informar se posso entrar com esses produtos no Chile? Sera que passa pela aduana sem problemas?

    • Vinícius Miranda

      Olá Ana,
      O Chile tem uma fiscalização sanitária bem rigorosa. Não é permitido entrar com alimentos de origem vegetal ou animal como frutas, verduras, carnes, ovos, grãos, etc. Na dúvida, declare todo tipo de alimento que você estiver levando, para evitar ser multada. Desta forma, o máximo que pode acontecer é você ter que jogar o alimento fora. Se não declarar e a fiscalização pegar, eles vão multar.
      Abçs

  58. Roni

    Preciso de ajuda e informações precisas sobre as de imigração do Chile e de deportação.

  59. Roni

    Meu namorado está no chile dedito na pdi ,trabalhava na argentina e seu patrão viajou e nao o fez o pagamento.
    Ele teria q sair antes da Argentina, e comprou uma passagem no chile pro Brasil.
    E na noite de sexta feira foi parado pela imigração Argentina,e como a passagem e do Chile e foi para lá.
    E está agurdando a deportação, pois não tem como pagar a multa, q segundo ele é muito alta.
    Tentei buscar várias informações Mas não tenho nada preciso é tudo muito vago.
    Paguei por consultas com advogados pra saber o q ja sabia.
    Quero saber se vc pode me ajudar Vinicius?
    Com a jurídica deste país, o valor da multa e como posso trazelo pro Brasil.
    Ele é colombiano.
    E não tem antecedentes.
    Vc pode me ajudar!

    Atc

    Roni

    • Vinícius Miranda

      Olá Roni,
      Nosso blog tem como foco, nossas experiências de viagem. Felizmente nunca precisamos passar por situações como essa que você relatou. Desta forma, não somos a melhor indicação para lhe dar conselhos ou prestar consultoria sobre o seu caso. Desculpe-nos. Espero que resolva da melhor forma.
      Abçs

  60. Galdino Neto

    Belíssima matéria! Parabéns!!!

  61. Aline

    Irei para o Chile dia 12/07/2018, e irei levar café, eu preciso declarar 7 sacos de café de 250 gramas?

    • Vinícius Miranda

      Aline,
      O Chile tem uma fiscalização sanitária bem rigorosa. Não é permitido entrar com alimentos de origem vegetal ou animal como frutas, verduras, carnes, ovos, grãos, etc. Na dúvida, declare todo tipo de alimento que você estiver levando, para evitar ser multada. Desta forma, o máximo que pode acontecer é você ter que jogar o alimento fora. Se não declarar e a fiscalização pegar, eles vão multar.
      Abçs

  62. juliane

    Adorei as dicas e as fotos. tenho uma duvida, eu estou gravida de 6 meses, e estou indo final desse mes para o chile. Gostaria de saber, se no aeroporto de santiago ja tem os body scanner(escaneamento de corpo) aquela baita maquina, ou ainda estão trabalhando com os porticos detector de metal??? minha pergunta é por que meu medico disse que esse body scanner tem alguns riscos. Espero que me responda. Agradeço desde ja, abraço!

  63. juliane

    Adorei as dicas e as fotos. tenho uma duvida, eu estou gravida, e estou indo final desse mes para o chile. Gostaria de saber, se no aeroporto de santiago ja tem os body scanner(escaneamento de corpo) aquela baita maquina, ou ainda estão trabalhando com os porticos detector de metal??? tenho medo de o body scanner causar algum risco.

    • Vinícius Miranda

      Olá juliane,
      Não me recordo muito bem, mas acho que ainda são os pórticos. De qualquer forma, avise ao policial que você está grávida e espere pra ver qual a orientação dele.
      Abçs

  64. Presentes em Santiago

    É bom se atentar com a questão do fuso horário aqui no Chile, porque muda com frequência. Este ano (2018) tivemos horário de inverno de maio a agosto e estávamos com uma hora a menos do Brasil. Porém, no ano que vem, o horário de inverno irá de maio a setembro, pelo que estão falando. Por isso, é sempre bom pesquisar antes de vir!
    E é bom lembrar que quando o Brasil está em horário de verão, aqui tem uma hora a menos também!
    Amei o post e parabéns pelo blog!

  65. Daniele

    Excelentes dicas!!! Vamos para o Chile em abril!!! Como vc comentou que a alimentação no Chile é cara, quanto vc calcula que se gaste por dia com alimentação (almoço e jantar)?

    • Vinícius Miranda

      Olá Daniele,
      Já não me recordo exatamente de quanto gastei com alimentação, mas a recomendação é que se calcule entre R$ 400,00 e R$ 500,00 por dia, para passeios, alimentação, locomoção e extras, por pessoa.

Totos os direitos reservados