Dicas Para Quem Vai Visitar o Vaticano

Para você que está com intenção de fazer um passeio pelo Vaticano, aí vão 5 dicas para que a sua visita seja bem sucedida. Confira.

Vaticano

Vaticano

Na viagem que fiz à Itália, sem dúvida, o Vaticano foi um dos destaques. Não só pelas belezas das suas atrações, mas também pelo contexto turístico, religioso e cultural. Foi um passeio e tanto!

Mas o sucesso dessa visita foi devido a algumas atitudes que acabei tomando, muitas vezes contrariando o que os guias de viagens orientavam.

Listei aqui 5 dicas que considero importantes para que a sua visita ao Vaticano seja bem sucedida. Aproveitei também para contar um pouco como foi minha experiência. Vamos lá?

DICA 1 – Divida o passeio ao Vaticano em 2 manhãs e chegue cedo

A princípio, pensei em fazer o que 10 entre 10 guias de viagem indicam, que é reservar 1 dia inteiro para conhecer o Vaticano. Mas depois me ocorreu o seguinte: sendo uma das principais atrações de Roma, muito provavelmente vai estar lotado de turistas...

E qual é a regra nº1 de quem quer fugir das multidões? Chegar cedo! Então como é que eu ia conseguir fazer Praça de São Pedro + Basílica + Museus + Capela Sistina num único dia, se só terei 1 manhã pra chegar cedo?

Foi então que decidi dividir Praça/Basílica numa manhã e Museus/Capela Sistina em outra.

Qual foi o resultado disso? Simplesmente foi a MELHOR coisa que eu fiz!

Meu primeiro dia no Vaticano foi visitando os Museus e a Capela Sistina (devido a disponibilidade de dia e horário do ingresso, comprado pela internet). Como cheguei perto da hora que abriu, estava bem vazio. Foi ótimo: aquelas obras lindíssimas livres para serem apreciadas, sem aquela horda de turistas disputando um espaço comigo pra ver tudo. Mas conforme as horas iam passando, ocorreu o inevitável: começou a lotar. Como eu já tinha visto bastante coisa quando isso aconteceu, não chegou a atrapalhar minha visita. Agora imagina se eu tivesse decidido ir à Praça/Basílica de manhã e deixasse os Museus para a tarde? Com certeza não teria aproveitado metade do que aproveitei.

Na manhã seguinte voltei para visitar a Praça e a Basílica de São Pedro. Cheguei às 8 da manhã e a Praça estava praticamente vazia. Resolvi entrar logo na Basílica e aproveitar que tinha pouca gente. Não levei 5 minutos, contando a fila e a passagem pelo esquema de segurança (de dar inveja a qualquer aeroporto). Lá dentro pude aproveitar cada detalhe, com calma, sem aquela multidão de turistas. Com quase 3 horas de visita, aconteceu o mesmo que no dia anterior: começou a lotar. Como já tinha visto tudo, decidi sair. E aí meu queixo caiu...

A Praça de São Pedro estava entupida de gente! E não estavam lá apreciando a vista não... Estavam em pé, na fila (que dava voltas intermináveis), pra entrar na Basílica. E isso porque ela já estava lotada lá dentro! Como deve haver um limite máximo de gente visitando o interior, muito provavelmente aquelas pessoas iam perder metade do dia na fila.

O mais impressionante é que visitei Roma em maio, uma época que é considerada baixa temporada. Fico imaginando como deve ser na alta...

Portanto, divida as atrações do Vaticano em 2 manhãs para poder aproveitar o máximo. E chegue cedo. Você não irá se arrepender.

Já contratou o Seguro Viagem?

Você sabia que quando se viaja para a Europa a contratação de um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros é obrigatória? Então, faça agora mesmo uma cotação na Seguros Promo e escolha entre as melhores seguradoras sempre com o melhor custo benefício. Aproveite essa oportunidade e tenha 5% de desconto utilizando o nosso cupom: PARAVIAGEM05.

DICA 2 – Se você adora um museu, reserve um dia inteiro para os Museus do Vaticano

Isso vai depender de quanto você é apaixonado(a) por um museu, mas um fato deve ser considerado: além de ser um dos museus mais importantes do mundo, o acervo é imenso. Vai exigir tempo para ser apreciado, mesmo que superficialmente.

Vou falar por mim: gosto bastante de visitar museus nas minhas viagens, mas não sou nenhuma aficionada e não fico me atendo aos pormenores (talvez gaste um pouco mais de tempo somente nas obras muito famosas, como a maioria faz). Pois bem... Sabe quanto tempo levei dentro dos museus? Sete horas! E teriam sido mais, se não tivesse com a visita às Termas de Caracalla programada para aquela tarde.

É claro que vai depender do interesse de cada um. Vi muitos turistas ignorando várias coisas maravilhosas, só para correr em direção à Capela Sistina. Ela de fato é espetacular, mas os museus não ficam atrás e merecem ser visitados direito.

Se o seu interesse é só uma visão rápida e panorâmica, uma manhã é o suficiente. Mas se quiser apreciar o acervo com calma, reserve mais tempo. Tem banheiros e restaurantes lá dentro. Dá pra programar um passeio mais amplo.

DICA 3 - Se quiser visitar a Praça de São Pedro direito, evite os dias que o Papa aparece

Praça de São Pedro no dia do Papa. Que tal?

Praça de São Pedro no dia do Papa. Que tal?

Sim, eu fui a Roma e não vi o Papa! Mas antes que alguém diga que minha visita não foi válida, digo que acabei sim vendo o pontífice – 2 meses depois que eu voltei, ele veio visitar a minha Cidade Maravilhosa na Jornada Mundial da Juventude (vi bem rapidinho quando o papamóvel passou correndo, mas vi!).

Aos domingos o Papa costuma aparecer na sacada da Basílica para os fiéis e às quartas ele faz a audiência papal na Praça de São Pedro (podendo ser, às vezes, numa sala própria dentro do Vaticano).

A menos que você queira realmente ver o pontífice, aconselho não visitar o Vaticano nesses dias da semana. A praça fica muito lotada, sendo impossível conhecer e apreciar os detalhes dela, bem como visitar seu entorno e a Basílica.

DICA 4 – Cuidado com a roupa escolhida para visitar o Vaticano

Não é permitido entrar no Vaticano (e em nenhuma igreja da Itália) vestindo short, bermuda ou saia curtas, decotes e nem blusas que deixam os ombros de fora. Quem chegar com a roupa inadequada, é imediatamente barrado na porta.

Como fui numa época cuja temperatura estava mais pro frio, foi fácil aderir. Mas se você vai visitar Roma nos meses de calor, não se esqueça de levar roupas um pouco mais fechadas para o dia da visita ao Vaticano.

DICA 5 – Compre o ingresso dos Museus do Vaticano com antecedência, pela internet

Talvez essa tenha sido a única dica que segui à risca conforme indicavam os guias de viagem. E foi uma ótima ideia.

Com cerca de 2 a 3 meses de antecedência, você pode comprar seu ingresso com data e hora marcadas no site dos Museus do Vaticano. Dessa forma, evitará ficar na fila gigantesca que costuma se formar para entrar.

O meu estava marcado para as 9:30h. Cheguei com 15 minutos de antecedência e já havia uma fila razoável formada. Como estava com o ingresso comprado, passei na frente de todo mundo e entrei no horário programado.

Essa vantagem tem um preço: há um acréscimo de 4 euros ao valor do ingresso normal. Eu achei que compensava, dado o tempo precioso que é poupado por não ter que ficar naquela fila. Mas aí vai da preferência de cada um.

Informações adicionais

Aqui no blog temos vários artigos com dicas e informações sobre as atrações do Vaticano e de Roma que você não pode perder:

Visita à Basílica de São Pedro

Museus do Vaticano: O que ver?

Visita à Capela Sistina

Dicas de Roma: Roteiro "Anjos e Demônios"

Além desses, recomendamos também que você veja nossos outros posts sobre o Vaticano, bem como todo o nosso conteúdo publicado sobre Roma e a Itália.

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço. O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura. Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Antes de alugar um carro, faça uma comparação entre as principais locadoras do Brasil e do mundo. A nossa parceira RentCars te ajuda nessa busca de preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura. A cobrança poderá ser feita em reais, sem IOF. Divida em até 12 parcelas no cartão de crédito ou aproveite um desconto de 5% no boleto bancário. Compare os valores e economize.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis. Pagamento no cartão de crédito em até 12 parcelas ou com desconto no boleto bancário. Ganhe 5% de desconto adicional comprando seu seguro com nosso cupom de desconto: PARAVIAGEM05.

 Compre um chip internacional e se mantenha conectado durante sua viagem. A Easysim4u oferece planos sob medida na Europa com conexão de internet 4G franquias proporcionais ao número de dias do pacote. Você recebe o chip em sua casa, de forma antecipada, e chega em seu destino com tudo funcionando. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

 Compre ingressos para atrações, shows, espetáculos, eventos, tours, passeios e muitas outras experiências com a GetYourGuide. A empresa, presente nos principais destinos, oferece vantagens como a garantia do menor preço e a possibilidade de reserva online antecipada, garantindo seus bilhetes antes da viagem.

 Encontre as melhores datas para a sua próxima viagem e economize na hora de comprar as passagens aéreas. Usando a plataforma do Passagens Promo você pode pagar com cartão de crédito em parcelas sem juros e sem cobrança de IOF. A empresa conta ainda com selo de qualidade no atendimento. Agora não tem mais desculpe, partiu Vaticano!

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Galeria de Fotos:

150 Comentários
  1. Leila de Mello Miranda

    Gostei muito do post, Fernanda.
    Fiquei até com bastante vontade de visitar o Vaticano, e, quando for a oportunidade, lembrarei de suas dicas.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Leila.
      Obrigada pelo elogio ao post.
      Em breve farei uns específicos sobre a Basílica de São Pedro, a Capela Sistina e os Museus do Vaticano, que trarão mais algumas dicas.
      O Vaticano é lindo, não deixe de ir.

      • Sara Taveira

        Boa tarde,
        Que bilhete comprou para o Vaticano??estava agora no site e estava a ver o bilhete que fizvisita guiada museus do Vaticano + capela Sistina + basílica São Pedro + guia local + sem filas + fones, fica por 56€! Foi isso que pagou?

    • sergio

      vou seguir seus conselhos, comprar ingresso só para museus e capela sistina que é imensa

  2. Jeverson

    Excelente post. Estive no Vaticano e presenciei várias mulheres sendo barradas na entrada da Basílica; Ficaram o dia todo na fila e na hora de entrar, foram barradas; Uma delas, desesperada, pegou uma folha de jornal, fez um buraco para passar a cabeça e se vestiu com ele, pois assim os ombros ficariam cobertos, e tentou entrar. Haha. Triste.
    Parabéns pelo blog; De muita utilidade; As pessoas, antes de viajar, deveriam pesquisar mais.
    Abraços.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Jeverson
      Tô aqui imaginando a cena bizarra (e hilária) que você presenciou. Hahaha…
      Como estava meio friozinho no dia que fui, as pessoas acabaram vestindo uma roupa mais fechada e não presenciei nenhuma cena como a que você viu. Eu tinha ouvido falar que ficam vendedores ambulantes na porta, vendendo lenços e echarpes para os desavisados. Mas não vi nenhum por lá.
      Concordo com você: as pessoas deveriam se informar antes de viajar. E é impressionante como muita gente ignora isso, o que é uma pena, pois evitaria uma série de transtornos como os que você presenciou.
      No caso da mulher da “roupa de jornal”, ela já começou errado pelo fato de ficar um dia inteiro na fila. Se procurasse saber, teria evitado também este transtorno.
      Mas vendo por outro lado, é justamente esta falta de informação que acaba favorecendo quem pesquisa antes.
      Obrigada pelo elogio ao post e ao blog.

      • Jeverson

        Oi Fernanda!
        De fato, não saberia te dizer se a cena foi mais bizarra do que hilária; Haha; Na verdade, confesso ter ficado com “dó” de ter visto a frustração daquela senhora; Quando fui também não tinham vendedores; O clima estava quente mesmo não sendo mais verão e, se frio, talvez eu pudesse emprestar à ela uma blusa ou casaco; Sei lá.
        E não me agradeça! Muito gentil da sua parte, mas quem deve te agradecer – assim como aos demais autores do blog – sou eu e todos aqueles que, antes de viajar, procuram por dicas e particularidades dos locais onde desejamos visitar e conhecer; O blog está na minha aba de favoritos!
        Obrigado e um grande abraço.

        • Fernanda Rangel

          Oi, Jeverson.
          Ficamos felizes em poder ajudar, o que é o objetivo do blog. A gente faz com o maior carinho e o retorno de vcs é recompensador. Aguarde os novos posts.
          Grande abraço pra vc tb.

  3. Marcelo Teixeira

    Indico também para quem for, subir até a cúpula da Basílica de São Pedro a vista compensa todo o esforço. Atenção a subida é um pouco pesada pra quem não tem nenhum preparo.

    • Jeverson

      Compensa mesmo! Fantástico!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marcelo!
      Dizem que é fantástico mesmo. Dado o meu sedentarismo, acabei não me atrevendo a encarar a escadaria, pois mesmo com um elevador, ainda restam cerca de 300 degraus. Pelas fotos que eu vejo, a vista é lindíssima.

    • Rute Loureiro

      Olá Fernanda, antes de mais parabéns pelo fantástico blog e por todas as super dicas 🙂

      Dentro de duas semanas estarei por Itália, viagem de 15 dias… estarei em várias cidades e nos últimos dias estarei por Roma, Vaticano… a minha dúvida é em relação à cúpula, como faço para comprar o bilhete para subir, tem de se no local?

      Obrigada

  4. João Neto

    Olá Fernanda, suas dicas são valiosas.
    Uma pergunta: vou a Roma em julho, e pensei em usar bermuda e camiseta todos os dias.
    Nos roteiros, claro, tem sempre alguma igreja.
    Não dá para entrar nem de bermuda ? Em nenhuma igreja ?
    Obrigado,
    João

    • Fernanda Rangel

      Oi, João!
      No dia que eu fui, estava um pouco frio e a grande maioria estava de calça e casaco. Mas revendo as fotos que tirei dentro da Basílica de São Pedro, percebi que haviam sim algumas pessoas de bermuda e saia lá dentro, porém todos cobrindo os joelhos.
      E também lembrei que, durante as minhas pesquisas para a viagem, vi alguns relatos de outros blogs em que a pessoa visitou a Itália em meses quentes e estava usando bermuda normalmente. Com certeza deve ter entrado em alguma igreja com aquela roupa.
      Essa regra de roupa adequada vale pra todas as igrejas italianas. Em várias delas há seguranças que, entre outras funções, fica de olho no traje dos turistas.
      Enfim, se vc estiver com um bermudão que cubra o joelho, não haverá problemas. E não esqueça de colocar uma camiseta que cubra os ombros, ok? Uma “t-shirt” é o suficiente.
      Abraços.

  5. Margarerth

    Adorei as dicas,obrigada. Como faço para comprar os ingressos?qual o site que vende?obrigada. grande beijo

    • Fernanda Rangel

      Oi, Margareth!

      A compra é feita através do site dos Museus do Vaticano, neste link.

      Entrando nele, clique em “Admission Tickets”. Na página seguinte, clique em “Vatican Museums and Sistine Chapel”. Depois, vá seguindo as instruções. Você terá que marcar o dia da sua visita e a hora.

      Finalizada a compra, vc receberá em seu e-mail a confirmação. Basta apresentar lá na entrada dos museus, no dia e hora marcados por você. Há uma entrada especial para quem comprou pela internet.

      A única desvantagem (que pra mim nem é tanta assim) é que cobra-se € 4 por pessoa para poder fazer a reserva do dia e da hora. Eu acho que vale a pena, dada a fila gigante que se forma todo dia lá. Por € 4 vc fura essa fila.

      Espero ter ajudado!

      Abraços

  6. Thiago Cesar Busarello

    Pretendo assistir uma missa do papa quando visitar o Vaticano. Deve ser uma energia muito positiva participar desse momento que só ajuda a renovar a fé cristã. Dicas mais do que anotadas.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Thiago!
      Deve ser sim. Eu preferi visitar o Vaticano com menos tumulto, mas também estava tranquila porque teria a oportunidade de ver o Papa de perto um pouco depois. Mas com o todo o carisma e simpatia dele, acredito que uma missa no Vaticano deve estar ainda mais especial.
      Aproveite bastante a viagem!
      Abraços.

  7. Marina

    Oi Fernanda, adorei a sua dica de dividir o passeio ao Vaticano em 2 manhãs, para aproveitar melhor e com menos gente, mas fiquei com uma duvida…no ingresso que compramos online para o Museu e a Capela Sistina, já não inclui a visita a Basílica de São Pedro tb? Ou a entrada para a Basilica é diferente? Outra perguntinha que não vi vc mencionando no post…vc usou o Roma Pass para chegar até la? Vale a pena? Obrigada desde já!! Marina.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marina!
      Não é necessário pagar nenhum ingresso para entrar na Basílica de São Pedro. É só chegar e entrar na fila.
      Quanto ao Roma Pass, ele não é válido no Vaticano porque este é um Estado independente, ou seja, não pertence a Roma. A única forma de entrar mais rápido é chegando cedo e marcando dia e hora para entrar nos Museus.
      Mas achei que valeu muito a pena ter o Roma Pass. Veja o post que publiquei sobre ele clicando aqui.
      Abraços.

      • Marina

        Oi Fernanda, legal, mto obrigada pelas preciosas dicas. Não vejo a hora da minha viagem chegar logo, estou ansiosa…rsrsrs. Bjos. Marina

        • Fernanda Rangel

          Oi, Marina! Vc vai adorar a Itália, é um país maravilhoso e com muitas atrações belíssimas. Com certeza foi um dos melhores lugares que visitei. Curta bastante!!! Bjs.

  8. ROSE AREÃO

    Olá, Fernanda,

    Gostei muito de suas considerações acerca de sua visita ao Vaticano. Estou indo a Roma em maio e não vejo a hora disso acontecer heheh
    Estou com duvidas quanto a entrada no Vaticano: Quais bilhetes tenho que comprar para visitar a capela sistina e osa museus? A basiliuca de São Pedro não precisar pagar? E só para entrar na praça tem que comprar outro tipo de bilhete?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Rose!
      Maio é uma época ótima! De manhã cedo e à noite é um friozinho gostoso e durante o dia é mais quente, porém ameno. Fora que é primavera, ou seja, flores para todos os lados.
      Mas vamos às suas perguntas…
      Os Museus do Vaticano e a Capela Sistina são considerados uma atração só. No site oficial você compra o ingresso que serve para entrar nos dois. Quem quer visitar apenas a Capela Sistina, não tem jeito: tem que passar por dentro dos Museus do Vaticano.
      Você também tem a opção de comprar lá na hora, mas não aconselho, porque a fila geralmente é gigante. Se você já tiver com o ingresso comprado online, com hora marcada, é só chegar e entrar direto, sem filas.
      Quanto a Praça de São Pedro, é apenas uma praça… Hehehe… É só chegar nela, não tem portões nem ingressos.
      Estando de frente para a Basílica de São Pedro, na colunata à direita, estará a fila para entrar na Basílica. Dependendo da hora, essa fila vai extrapolar a colunata e estará dando voltas intermináveis no meio da praça. Chegando cedo (umas 8h, no máximo 8:30h), você verá que a fila ainda deve estar dentro da colunata. É só entrar nela. A visita à Basílica é gratuita.

  9. paula moraes

    Oi Fernanda, assim como vc tb sempre que posso viajo.
    Seguinte, minha passagem por roma vai ser bem curta. Vou chegar no Sabado as 18:00 e ir embora na segunda as 20:30.
    No domingo pretendo fazer o city tour por roma. e vou deixar o vaticano pra segunda.
    O que vc me sugere para ver antes? capela Sistina ou a basilica?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Paula!
      Como a sua estada será curta, então terás que colocar o Vaticano em um dia inteiro. Aconselho vc ir primeiro na Basílica e deixar os Museus para depois, pois lá existe a possibilidade de vc marcar um horário pra entrar, sem filas. Dê uma lida no post que falei sobre isso, clicando AQUI.
      Se vc quiser, tb há um post sobre visita na Basílica de São Pedro, o que fazer por lá e quanto tempo reservar para a visita. Entre nesse link AQUI.
      Boa viagem pra vc!

  10. Ana Rita

    Olá Fernanda!
    Muito obrigada pelas dicas. Eu vou a Roma em Julho e vou chegar a uma Segunda às 10h30 e venho embora na Quinta às 17h. Como recomenda que organize a minha visita?
    Muito obrigada!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Ana Rita!
      Vc terá então cerca de 3 dias, certo?
      Fiz um post com o meu roteiro de Roma que foram de 4 dias. Mas dá pra adaptar pro tempo que vc ficará. Leia o post AQUI.
      Espero ter ajudado!

  11. fernando

    olá Fernanda
    parabens pelo blog e suas sugestões
    estamos indo em junho e vamos visitar o vaticano.nossa dúvida é qto ao audioguia :tem em portugues?a visita com ele é muito mais longa?
    estamos pensando em comprar o ingresso para 9;30h como voce fez mas não somos tão cultos assim para levar um dia inteiro no museu.
    se puder nos ajudar ,agradecemos desde já.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Fernando!
      Infelizmente não tem em português. Segundo o site oficial, custa 7 euros o aluguel e está disponível em 9 idiomas. Tem até em russo e coreano, mas não em português.
      Eu não utilizei este serviço. Fui com uma lista das peças principais anotadas num caderninho pra não perder o principal. Caso vc queira fazer algo parecido (mais resumido), há um post no blog que fala sobre o que ver de mais importante nos Museus. Aí vc seleciona o que mais te interessar.
      Outra opção: existem vários tipos de trajetos, mais longos e mais curtos, dependendo o interesse de cada um. Basta escolher um deles na entrada e seguir as placas.
      Espero ter ajudado! E obrigada pelo elogio.

  12. Ronald

    Fernanda
    Vale a pena contratar passeio com guia, de empresa particular, para o Vaticano (Museu e etc)? Há diversas opções e não sei se o custo compensa. Obrigado Ronald

    • Fernanda Rangel

      Oi, Ronald!
      Contratar um guia particular tem a vantagem de você ter alguém que vá te guiando e explicando a história e curiosidades por trás daquelas obras e monumentos, sem você ter que se preocupar com nada. Mas por outro lado, a gente fica “a mercê” do guia, que pode ter um tempo de visita diferente do nosso.
      Particularmente, prefiro ficar livre, seguindo meu próprio ritmo. Tem coisas que eu passo batida e outras que gosto de parar pra admirar. E isso pode não ser o que um guia faria, ou seja, ele ou ela poderia perder um tempão naquilo que não me interessou e correr naquilo que eu gostaria de ter apreciado mais devagar.
      Normalmente, faço uma pesquisa antes de ir e preparo um resuminho daquilo que me interessou ver. Aí, chegando lá na hora, é só ler as anotações e apreciar tudo ao vivo.
      Fiz alguns posts sobre atrações do Vaticano, com informações úteis para aqueles que quiserem programar um passeio sem guia. Para lê-los, basta clicar nos links abaixo.
      Espero tê-lo ajudado!
      Abs
      O que ver nos Museus do Vaticano – aqui
      O que ver na Basílica de São Pedro – aqui
      Sobre a Capela Sistina – aqui

  13. Nancy Lopes

    Gostei muito das suas dicas, aliás, são as mais específicas, Fernanda! Muito obrigada! Vou em outubro e suas observações foram preciosas! Beijinho!

  14. Angela R.R.

    Fernanda, vc saberia me informar se pra visitar monumentos em Paris como a Torre Eiffeil, a Catedral de Notre Dame e a Saint Chapelle, também é possível a compra dos ingressos antecipados? Com horário? Obrigada.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Angela!
      Sim, o ideal para visitar a Torre Eiffel é comprar o ingresso online, de preferência com horário marcado. Porque aí, poupa-se as filas homéricas que geralmente se formam por lá. Tem inclusive, uma versão em português.
      Para Notre Dame e St. Chapelle, também há a opção de comprar os ingressos online nos sites oficiais, mediante pagamento de uma taxa.
      No meu caso, utilizei o Paris Museum Pass, para entrar em Sainte-Chapelle. E como não subi a torre de Notre Dame, não precisei pagar ingresso nenhum (a entrada na catedral é franca).
      Abs
      Para ler o post sobre o Paris Museum Pass – clique aqui.

  15. gracinha

    Oi, Fernanada. Boa noite! Chegaremos em Roma, numa quinta às 10:40 da manhã. Nosso interesse maior no Vaticano é a Basílica de São Pedro e a Capela Sistina. O finalzinho da tarde, lá pelas 16:30 também costuma ter fila para entrar na Capela? A Basílica poderá ser visitada mais tarde, após a Capela. Qual o horário que fecha a Basílica? É arriscado chegar sem ingresso para a Sistina? Aguardo retorno. Um abraço e obrigada. Gracinha Duarte

    • Fernanda Rangel

      Oi, Gracinha!
      Já ouvi dizer que as filas ficam menores no final do dia sim, mas não presenciei, pois minhas visitas foram de manhã cedo. Acredito que seja um risco tentar ir no final do dia, pois pode acontecer de dar a hora de fechar e a pessoa ainda estar na fila.
      Temos, aqui no blog, posts que falam exclusivamente sobre a Capela Sistina e a Basílica de São Pedro.. Lá, dou algumas dicas, falo sobre as minhas impressões e informações sobre horários, como fazer para adquirir o ingresso…
      Espero tê-la ajudado!
      Abs

  16. Leda Firmino

    Boa noite Fernanda,
    Estou amando suas dicas, vou com meus pais e minha irmã em outubro p/ Lisboa e Roma, faremos td. por nossa conta e risco.
    Como houveram mudanças c/ o cartão de crédito (IOF = 6,38) seria vantagem comprar os ingressos antecipadamente? MM pq. a compra é em euros, na fatura convertem p/ dólar + txs.
    Desta forma é q. veio lançada a aquisição q. fizemos da Italotreno (Roma-Firenze).
    Vou continuar passeando no seu blog. Obrigada

    • Fernanda Rangel

      Oi, Leda!
      É verdade, tem a desvantagem do IOF. Mas mesmo assim aconselho comprar o ingresso para os Museus do Vaticano pela internet, porque a fila que geralmente fica na entrada é gigantesca. Já soube de gente que perdeu muitas horas nela. Se tivesse com o ingresso comprado, passaria na frente de todo mundo e ganharia um tempo precioso.
      Fique à vontade pelo nosso blog!
      Abs

  17. Humberto

    Oi Fernanda. Gostei muito de suas dicas. Gostaria de uma sugestão sua. Vou chegar em Roma em uma terça pela manhã e sairei na quinta à noite. Você comentou que na quarta, como tem a presença do papa, o vaticano fica muito cheio, porém para dividir a visita à Basilica de São Pedro e Praça em um dia e Museus do Vaticano e Capela Sistina em outro, vou ser obrigado a ir na quarta em um deles. Seria melhor ir nos Museus e Sistina na quarta, em razão da Praça estar muito lotada?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Humberto!
      Como você precisará visitar o Vaticano na quarta, é melhor ir aos Museus do Vaticano/Capela Sistina.
      A Praça de São Pedro é que costuma ser o ponto mais crítico, pois geralmente há uma aglomeração no local para a audiência papal das quartas-feiras. Pode ser que o Papa esteja viajando em algum compromisso na época que você for, ou decida fazer a audiência numa sala privada dentro do Vaticano. Seria um risco contar com isso.
      Melhor ir aos Museus na quarta e visitar a Praça de São Pedro na quinta pela manhã, quando tudo estiver mais calmo.
      Abs

  18. Adriana

    Ola Fernanda!
    Adorei suas dicas?!
    Pretendo ir o ano q vem!
    Voce por a caso teria alguma indicação de qual o melhor ponto pra ficar hospedado em Roma?
    E pra ficar em Roma e incluir o Vaticano, melhor depender de transporte publico, alugar um carro…?
    Brigadinha?! =D
    bjus

    • Fernanda Rangel

      Oi, Adriana!
      Não aconselharia circular de carro em Roma. Além do trânsito caótico, tem a questão estacionamento também, que é um pouco difícil. O ideal mesmo é utilizar o transporte público, que é bastante funcional na cidade.
      Quanto a região da hospedagem, a melhor opção pra quem utiliza o transporte público é ficar nas imediações do Termini e da Piazza della Repubblica. Fiquei num hotel por ali é recomendo. Falei um pouco sobre ele no post que contei o meu roteiro de 4 dias em Roma. Depois dê uma conferida.
      Não deixe também de ler todas as nossas dicas sobre Itália > Roma na nossa lista de destinos, na lateral direita do blog. Tem coisas bacanas que poderão te ajudar a fazer o próprio roteiro.
      Espero tê-la ajudado!
      Abs

  19. Roberto Maciel

    Parabéns Fernanda, pelo excelente blog. Já o considero indispensável para os que pretendem viajar para a Itália e conhecer o Vaticano, como eu em 2015.
    O conteúdo é excelente, riquíssimo em detalhes e com uma linguagem objetiva e atraente, tudo na dose certa sem excesso ou escassez.
    Esteja certa que aproveitarei bastante todas as dicas, sugestões e observações postadas no blog.
    Só acrescentaria um pequeno detalhe, que pode até ser que já tenha mas não encontrei, que é uma informação dos lugares fechados como museus, igrejas, etc. se podem ser fotografados ou não. Isso apenas por uma curiosidade de minha parte, pois sou fotógrafo e não viajo sem todos os meus equipamentos. E, como tal, darei sempre preferência aos que posso fotografar.
    Afora isso, pelo que observei, o blog está perfeito e sob medida para viajantes e turistas.
    Vou usá-lo bastante, esteja certo disso.
    Abs.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Roberto!

      Obrigada pelo elogio! Fico muito contente por estar conseguindo atingir o maior objetivo deste blog, que é ajudar aqueles que estão fazendo o planejamento de uma viagem.

      Quanto a questão das fotos, pensei inicialmente em colocar essas informações, pois também acho bastante válidas (embora não seja fotógrafa profissional, adoro fotografar). Só que na Itália aconteceram algumas situações estranhas. Tinham lugares que eu tinha lido previamente que não podia tirar fotos e, quando cheguei lá, todo mundo estava tirando fotos adoidado – e com flash ainda por cima!(foi o caso da Basílica de São Marcos em Veneza). E vice-versa: tinham lugares que vi fotos tiradas pelo blogueiro (sic) e chegando lá, tinha uma placa enorme dizendo que não podia.

      Outro exemplo: fui na Igreja St Ignazio di Loyola em Roma, onde tem um teto belíssimo, e não podia tirar fotos (havia segurança e tudo tomando conta). No ano seguinte, o nosso editor Vinícius foi à mesma igreja e tirou dezenas de fotos do teto, sem ninguém reclamando.

      Ou seja, na Itália não há um padrão.

      Mas de um modo geral, baseado na minha experiência (das atrações que fui)… Em Roma, você pode fotografar em todas as igrejas (sem flash), dentro do Museu Capitolino e do Pantheon. No Vaticano, pode fotografar à vontade dentro da Basílica de São Pedro e dentro dos Museus do Vaticano (em algumas partes, onde tem pinturas e afrescos, não é permitido o flash).

      Já dentro da Capela Sistina, não pode. Principalmente no seu caso, que tem aquelas câmeras profissionais com equipamentos e lentes. Lá dentro, com muita sorte, é no máximo uma foto escondida com uma câmera de celular ou compacta. Eu consegui uma rápida, mas contei com 2 pessoas tomando conta dos seguranças pra mim. Falo um pouco sobre isso no meu post sobre a visita a Capela Sistina.

      Espero tê-lo ajudado também com relação às fotos.

      Abs

  20. Jefferson

    Olá Fernanda!

    Me ajudou muito seu post e já dividi minha visita no Vaticano em dois dias.
    Dúvidas:
    vc sabe me dizer se a capela sistina está inclusa no ticket do museu do vaticano? ou são lugares separados?
    a audiencia papal realizada as quartas começa que horas?

    Valeu pelas dicas!!

    Jeff

    • Fernanda Rangel

      Oi, Jefferson!
      Obrigada pelo elogio!
      Sim, a visita à Capela Sistina está vinculada ao dos Museus do Vaticano, ou seja, é um único ingresso para a visitar as 2 atrações, no mesmo dia. Para acessar a capela, a pessoa tem que obrigatoriamente passar por dentro dos museus.
      Inclusive, tem gente que prefere ir somente à capela e acaba fazendo um percurso mais curto até ela. Isso é possível, mas é uma pena, porque os museus são bem interessantes e lindos.
      Com relação às audiências papais, o site não informa o horário que começa. Quem quer ter essa audiência com o pontífice, precisa agendar e ficar na dependência deles marcarem o horário. Acredito que deva variar de acordo com a agenda de compromissos do Papa.
      Mas o Angelus, que é quando o Papa vem falar com os fiéis que estão na Praça de São Pedro aos domingos, acontece ao meio dia.
      Abs

  21. Luciano Pimenta Gnone Filho

    Muito proveitosas as suas observações. Vou utilizá-las no programa que estou montando para a minha filha e o marido, que visitarão Roma em maio deste ano. Parabéns e obrigado.

  22. Anni

    Fernanda, seu texto tá ótimo, muitíssimo didático! Adorei a ideia de dividir o passeio ao vaticano em 2 manhãs, mas o que vc fez na parte da tarde? Estava pensando em ir num dia para a Capela Sistina, museus do vaticano e termas de caracalla. No outro dia, praça + basílica de São Pedro, galeria e villa borghese, piazza del popolo e Santa Maria de Trastevere. O que vc acha?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Anni!
      No dia que visitei os Museus do Vaticano + Capela Sistina, eu iria depois passear pelo Trastevere, Igreja Sta. Maria in Cosmedin (Bocca dela Verità) e Termas de Caracalla. Só que acabei ficando mais tempo do que eu esperava lá nos museus e, no final das contas, fui somente às Termas (que aliás, eu adorei).
      Já no dia da Praça + Basílica, à tarde fui passear pelo centro histórico. Segui até o Castelo St. Angelo (que só conheci por fora) e fui me embrenhando pelas ruas do centro, passando pelo Campo di Fiori, Piazza Navona, Pantheon, Igreja St. Ignazio di Loyola e terminei na Igreja Sta. Maria in Cosmedin – que eu não tinha conseguido ir no dia anterior.
      A Galeria Borghese acabou ficando de fora do meu roteiro, mas seria uma opção boa também.
      Depois dê uma olhada no post onde relato exatamente o roteiro que segui nos 4 dias que fiquei em Roma.
      A Itália toda é maravilhosa, mas Roma tem um “que” de especial. Tenho certeza que vc vai adorar conhecê-la.
      Espero tê-la ajudado!
      Abs

  23. Juliana Vieira

    Olá! Fiquei me perguntando, se vc foi em dois dias precisou comprar ingressos para dois dias?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Juliana!
      Não foi necessário, pois o único ingresso que é comprado para o Vaticano é para a visita aos Museus + Capela Sistina (a visita é feita em conjunto). A visita à Basílica de São Pedro é gratuita.
      Abs

  24. Vilma

    Obrigada pelas dicas… Queria saber qual meio de transporte para ir ao Vaticano mais adequado e se você almoçou por la mesmo neste esquema de duas manhãs….
    Grata,
    Vilma

    • Fernanda Rangel

      Oi, Vilma!

      Depende de onde vc estiver hospedada.

      Eu fiquei próxima ao Termini. No dia dos Museus, eu fui de metrô (saindo da estação Termini e saltando na estação Ottaviano – Linha A). Já no dia da Basílica, fui de ônibus (linha 40, que faz ponto final no Termini), que me deixou próximo a Via della Conciliazione.

      No dia dos Museus, acabei almoçando lá dentro. Era mais pra um fast food do que um restaurante, mas estava tudo gostoso. Já no dia da Basílica, acabei almoçando nas imediações do Castelo St. Angelo, logo depois da Ponte St. Angelo, indo em direção ao Centro Historico (não me recordo o nome do restaurante).

      Abs

      • Claudio e Patricia

        Bom dia.
        Estaremos em Roma no ultimo final de semana de Maio. Minha intensão inicial era fazer o museu do Vaticano/Capela Sistina + Praça San Marco/Basílica, no Domingo 31/5 ( aproveitando para ver o Papa ).
        Porém pelo que li, o museu do Vaticano não abre aos Domingos ( mesmo sendo o ultimo Domingo do mês??? ).
        É isso mesmo? O que me sugere, dividir em 2 manhas, como você fez ?
        Obrigado.

        • Fernanda Rangel

          Oi, Claudio e Patrícia!

          Acho que vai ficar corrido…

          Como vcs querem ver o Papa, então tem que ir à Praça de São Pedro no domingo pela manhã (o Angelus costuma ser às 12h).
          Os Museus + Capela fecham aos domingos, exceto os últimos domingos de cada mês (a não ser que seja Páscoa, ou calhar de ser dia de São Pedro ou Natal).
          O site oficial dos Museus confirma que no dia 31/05/15, último domingo de maio, os Museus do Vaticano estarão abertos de 9 às 14h (mas com entrada somente até 12:30h).
          O grande problema é que, nesse dia, a entrada é franca, ou seja, preparem-se pra encontrar um tumulto de gente e uma fila gigante.
          Se vcs forem visitar Praça + Basilica no domingo, não vai dar tempo pra ir aos Museus depois (pq a admissão encerra às 12:30h). Se forem antes, vai ser muito corrido: entrando às 9h (e tendo que madrugar na fila pra isso), restariam apenas 3h pra visitar todo o museu e a Capela Sistina e ainda caminhar até a Praça de São Pedro pra ver o Papa às 12h.

          Resumo da Ópera…
          Sugiro que vcs visitem os Museus + Capela no sábado de manhã e Praça + Basilica no domingo de manhã, pra ver o Papa. Nesse dia, cheguem cedo (no máximo 8:00h), visitem a Basílica de São Pedro e fiquem por lá mesmo até o horário do Angelus.
          Isso tudo se o Papa estiver em Roma. O Vaticano costuma divulgar a agenda do pontífice no site oficial deles.

          Espero tê-los ajudado!

          Abs

  25. Pedro

    Bom dia Fernanda. Vou a Roma para o mês que vêm e gostaria de fazer 2 perguntas.

    1 – Para entrar na Praça / Basilica têm de se pagar?

    2 – Vou comprar online os Bilhetes para Museus do Vaticano e Capela Sistina, estes sim a pagar?

    Muito obrigado

    Pedro Farinha

    • Fernanda Rangel

      Oi, Pedro!

      1 – Não. A visita a ambas é gratuita. Basta chegar a Praça e entrar na fila da entrada da Basílica.

      2 – Sim. A entrada dos Museus/Capela Sistina é paga e a melhor opção é adquirir o ingresso online, com hora marcada. Dessa forma, você não precisará entrar em nenhuma fila. É só chegar no horário agendado e entrar.

      Abs

  26. Sandra

    Vou viajar no final de maio/15 e adorei suas dicas!
    Comprarei os ingressos com antecedência para fugir das filas!!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Sandra!
      É a melhor coisa que vc vai fazer. Fiz isso e valeu muito a pena.
      Uma ótima visita pra vc!
      Abs

      • Inacio

        Fernanda,

        Estamos (eu e minha mulher – melhoridade) indo para Roma no dia 27/05 e retornando no dia 30/05. Pretendemos ir ao Vaticano.

        O que vc nos recomenda ???

        • Fernanda Rangel

          Oi, Inacio!

          Peço desculpas pela demora da minha resposta. Eu estava viajando e só retornei há poucos dias. Espero que ainda dê tempo de ajudá-los!

          O passeio ao Vaticano se resume basicamente à Praça de São Pedro, Basílica de São Pedro e os Museus do Vaticano (que inclui a Capela Sistina).

          Não há mais muito o que fazer por lá. Sei que há como visitar os jardins do Vaticano e alguns recintos, mas é necessário uma autorização, solicitada com antecedência.

          Visitar o Vaticano é um dos pontos altos da visita a Roma, mesmo pra quem não é católico. Todos os monumentos são especiais e lindos.

          Disponibilizo aqui um link com a lista de todos os posts que escrevi aqui no blog sobre o Vaticano e 2 diários de viagem que o nosso editor Vinícius escreveu sobre a estada dele por lá (veja tudo aqui).

          Uma ótima viagem pra vcs!

          Abs

  27. Marco

    Olá Fernanda!
    Excelente as dicas, principalemente dividir em 2 manhãs os museus e a Basílica. A minha pergunta é,
    homens realmente não podem entrar com bermudas até o joelho nas igrejas???

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marco!

      Desculpe pela demora da minha resposta. Eu estava viajando e só retornei há poucos dias.

      No dia que eu fui, estava um pouco frio e a grande maioria estava de calça e casaco. Mas revendo as fotos que tirei dentro da Basílica de São Pedro, percebi que haviam sim algumas pessoas de bermuda e saia lá dentro, porém todos cobrindo os joelhos.

      E também lembrei que, durante as minhas pesquisas para a viagem, vi alguns relatos de outros blogs em que a pessoa visitou a Itália em meses quentes e estava usando bermuda normalmente.

      Essa regra de “roupa adequada” vale pra todas as igrejas italianas. Em várias delas há seguranças que, entre outras funções, fica de olho no traje dos turistas.

      Enfim, se vc estiver com um bermudão que cubra o joelho, não haverá problemas. E não esqueça de colocar uma camiseta que cubra os ombros, ok? Uma “t-shirt” é o suficiente.

      Espero tê-lo ajudado!

      Abs

  28. Emilia

    Prezada Fernanda
    Chego em Roma dia 23 de maio de 2015 à tarde. Vou levar minha mãe de 86 anos para conhecer o Vaticano e a Basílica de São Pedro e dar um tour para ver o Coliseu e algumas outras atrações turísticas, Só que ficamos da tarde de 23 (sábado) à manhã de 26. Ela quer ir à missa do papa mas estou preocupada com a multidão e o conforto pois já não tem tanta segurança no andar. O que podes propor para o final da tarde do sábado, para o domingo e a segunda? Vale a pena contratar um tour privado para alguma das ocasiões tratando-se de alguém idoso e com certas restrições? Adorei sua dicas e vou indicar seu blog para todos os amigos.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Emilia!

      Desculpe pela demora da minha resposta. Eu estava viajando e só retornei há poucos dias.

      Obrigada pelo elogio!

      Como ela quer ir a missa do Papa no domingo, acho que vc deve levá-la sim. Não estive no Vaticano no dia da missa, mas é lendária a multidão que se forma na Praça de São Pedro. Sinceramente, não acredito que haja confusão a ponto de representar algum perigo para a sua mãe.

      Roma é uma cidade em que a gente anda muito a pé e, na melhor das hipóteses, de transporte público (metrô e ônibus). Acho puxado para uma senhora de 86 anos, mesmo no transporte público (que às vezes, requer subir degraus). Dependendo da condição física da sua mãe, pode não ser muito viável.

      Uma sugestão, não muito barata mas confiável, é utilizar um tour privado. Indico a empresa Elmocar. Eles tem motoristas que falam português (alguns são brasileiros) e fazem vários city tours e translados pela cidade. Fiz o tour noturno deles e foi maravilhoso.

      Eu faria alguma atração mais próxima do hotel que vcs estiverem no sábado à tarde, pois provavelmente estarão cansadas da viagem. Domingo vejam o Papa de manhã e depois passeiem pelo Centro Histórico (Castelo St. Angelo, Piazza Navona, Campo dei Fiori, Pantheon). Na segunda, se a sua mãe gostar de museus ou quiser muito visitar a Capela Sistina, vá visitá-los pela manhã (seria o ideal ter o ingresso agendado online para evitar as filas, não sei se dará tempo até sábado…) e à tarde, façam o tour privado pelos principais pontos da cidade. E na terça de manhã, visitem a Basilica de São Pedro.

      Espero que a viagem de vcs seja especial!

      Abs

  29. Giovanna

    Olá Fernanda! Primeiramente parabéns pelo blog, está me ajudando muito. Chego na Itália dia 1 de agosto e a princípio passaria apenas um dia no Vaticano. Mas a minha mãe quer muito ir ver o Papa no domingo (dia 2) e eu, os museus, sei da multidão que se forma e estou preocupada com a visita nos museus e na Capela Sistina. Pensei em dividir em duas manhãs, mas acho que seria inviável pois meu interesse no Vaticano se resume a esses dois pontos e estaria perdendo tempo em Roma. Ou é possível dividir tais pontos em duas manhãs e no começo da tarde voltar para Roma e aproveitar a tarde? O que você sugere?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Giovanna!
      Obrigada pelo elogio!
      Dá tranquilo pra dividir o Vaticano em 2 manhãs e utilizar as tardes para passear por Roma. Fiz isso e deu certo. O único “porém” foi que passei mais tempo do que o esperado nos Museus e isso comprometeu um pouco meu roteiro da tarde, mas sendo bem objetiva lá dentro, dá tranquilo pra visitar Roma depois.
      Como a sua mãe quer muito ver o Papa, aconselho chegar cedo pra conhecer a Basílica e depois, fiquem pela Praça de São Pedro mesmo, esperando pelo Papa. Em outra manhã, vc vai aos Museus e Capela Sistina.
      Dê uma olhadinha no roteiro de 4 dias em Roma que postei aqui no blog. Lá conto como foi minha estada na cidade.
      Abs

  30. Amanda Santiago

    Olá Fernanda!

    É uma dúvida rápida…mas to quebrando a cabeça aqui…acho que tu podes me ajudar!!! 🙂

    Comprei o ingresso para o Vaticano pela internet para uma quinta-feira às 11 da manhã. Mesmo o ingresso tendo hora marcada, tu sabes me dizer se eu consigo entrar mais cedo?

    E como você entrou dois dias no Vaticano, utilizou o mesmo ingresso? Vale por dois dias?

    Obrigada!!!

    Amanda

    • Fernanda Rangel

      Oi, Amanda!
      Olha, eles recomendam que chegue na hora exata que está marcada. Mas no dia da minha visita, cheguei uns 15 min antes e eles deixaram entrar. Acredito que com alguns minutos de antecedência, eles toleram.
      Da visita ao Vaticano, só precisa de ingresso para os Museus, que inclui a Capela Sistina (pra ir a uma tem que necessariamente ir a outra, na mesma visita). É um ingresso único para as 2 atrações. Já a entrada na Basílica de São Pedro é grátis e pode ser feita em outro dia.
      Espero tê-la ajudado!
      Abs

  31. michel

    Fernanda

    Será a primeira vez na Italia. Gostaria de saber como fazer para visitar o Vaticano e nao gastar muito com transporte. Seria melhor escolher hoteis perto da estação de metro?

    Para se locomover ate Padua e Assis consigo fazer em um dia?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Michel!
      Optar por um hotel perto do transporte público é sempre melhor e mais prático. E como as atrações de Roma estão espalhadas pela cidade, vai ser uma “mão na roda”.
      Como o Vaticano fica dentro da cidade de Roma, então não haverá dificuldades no deslocamento.
      Pra economizar no transporte, só mesmo utilizando o público (evitando taxis e empresas de transfer). E dependendo das atrações que vc visitará e quantos dias ficará em Roma, talvez valha a pena comprar o Roma Pass – que serve como entrada em atrações e bilhete do transporte público. Mas não é válido para o Vaticano.
      Já fazer Pádua e Assis num dia, não vai dar. A primeira merece 1 dia inteiro de visita. Mas mesmo que não dê, vc vai levar um bom tempo se deslocando entre elas. Não conheço Assis, por isso não saberia te dizer se precisa de 1 dia todo. Mas no geral, vai ficar corrido…
      Temos vários posts aqui no blog sobre a Itália que poderão te ajudar no planejamento e tem a ver com a sua pergunta. Sugiro ler:
      Furando fila (legalmente) nos Museus do Vaticano
      Como funciona o Roma Pass?
      Roteiro de 4 dias em Roma
      Como se locomover em Roma
      Dicas de sobrevivência para quem vai à Itália
      Abs

  32. Geraldo Frederico

    Bom Dia Fernanda

    Estarei na Italia no proximo mes. E nao sei exatamente como proceder com a viagem. Chegarei de lisboa por volta de 12h. O Vaticano e as basilicas tem visitação em que horarios?

    No dia seguinte queria visitar Padua e Florença. Como sair de Roma para essas cidades?

    Nao sei nada de Italiano so pouco de espanhol. O que preciso saber para sobreviver nesses dois dias por la?

    Obrigado pela atenção!

  33. MARIZA

    OI FERNANDA

    PARABENS AS DICAS. SÃO EXCELENTES.

    ESTOU COM DUVIDA PARA VISITAÇÃO EM ROMA. ESTAREI NA PARTE DA TARDE EM ROMA. DEPOIS VOU PARA ALGUMAS CIDADES PROXIMAS

    EXATAMENTE AS 14H ESTAREI NA ESTAÇÃO TERMINI. TEM COMO ME INDICAR HOTEL PERTO E B0M?

    DE 14H AS 19H O QUE CONSEGUIGO FAZER? QUANTO É O METRO DO TERMINI ATE O COLISSEO OU AO VATICANO?

    • Fernanda Rangel

      Obrigada pelo elogio! 🙂
      Fiquei hospedada no Hotel Diana Roof Garden, que fica pertinho do Termini. Adorei ter ficado lá e fiz uma resenha no meu post com roteiro de 4 dias em Roma.
      As atrações que estão citadas no “dia 1″ seriam ideais pra fazer nesta tarde do dia da chegada. Mas se for a sua primeira vem na cidade e só tiver essa tarde em Roma, uma solução é fazer um passeio panorâmico naqueles ônibus turísticos de 2 andares (hop-on hop-off ou sightseeing). Nele, você pode descer nas atrações e pegá-lo novamente depois (o ingresso vale para 1 dia). Uma empresa bastante conhecida por lá é essa aqui.
      Mas se preferir andar no transporte público, dê uma olhada no nosso post que traz dicas de como se locomover em Roma.
      Abs

  34. Ana Carolina

    Oi, Fernanda, sei que na Basílica de São Pedro não se pode entrar com carrinho de bebê (baby stroller), mas será que há alguma maneira de o guardar do lado de fora, algum guarda-volumes? Muito obrigada!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Ana!
      Não saberia te dizer com certeza. Dei uma olhada aqui no site da Basílica, mas nada é falado sobre isso. Para entrar nos Museus sei que tem.
      Não me lembro de ter algum guarda-volumes na entrada da Basílica, mas a gente passa por um esquema de segurança, tipo do aeroporto, antes de entrar. Talvez nesse local tenha algum bagageiro. Mas não tenho certeza…
      Abs

  35. Tania

    Oi, pode me dar uma ajuda? Vou visitar os Museus na próxima semana e estou um pouco confusa com os trajectos. Vi que o percurso normal é virar à esquerda, mas eu quero muito ver a Pinacoteca que pelo que percebi fica à direita na entrada. Dá para visitar a Pinacoteca e depois voltar para trás, ou tem jeito de ir para lá depois da Capela Sistina? Ou depois da Capela é direto para a saída? Obrigada!

    • Tania

      ah, só mais uma dúvida – eles dão o mapinha com a localização dos vários museus à entrada?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Tania!
      Na entrada há várias opções de percurso, de acordo com o interesse do visitante. Alguns são bem extensos e outros são mais rápidos.
      Pelo que vi lá (e confirmei no site depois), é seguir sempre em frente até chegar à Capela Sistina. Não que seja proibido voltar, mas vc vai contra o fluxo.
      Já me disseram aqui nos comentários que é possível sim voltar da Capela Sistina, mas eu não fiz isso e não poderia te dar minha opinião pessoal sobre isso.
      Tem gente que quer ir primeiro na Capela pra tentar fugir da muvuca. Sinceramente… Não precisa! Os maiores atrativos dela estão no alto das paredes e no teto. Pode estar até lotado, mas não vai atrapalhar a sua visita. E digo mais: se for tentar fazer uma foto clandestina, vai ser até mais fácil se estiver cheia.
      Deixar a Capela pro fim não é uma ideia ruim, pelo contrário: vai ser o ápice da visita, vai por mim.
      Abs

  36. martha morhy

    Incrível teu blog, está me ajudando muitoooooooo…bjsssss

  37. Pedro Amorim

    Oi, Fernanda. Quanto custa para poder entrar no Vaticano ?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Pedro!
      Dê uma olhada neste link do site oficial dos Museus do Vaticano (a única atração paga) que traz as tarifas atualizadas aqui. Lembrando que essa visita já inclui a entrada na Capela Sistina.
      Abs.

  38. Luis Henrique Ferreira

    Ola , Fernanda
    Suas dicas foram de muita importância, estou me programando, em Breve com certeza estarei em Roma.
    Abçus,

    • Fernanda Rangel

      Oi, Luis!
      Fico muito contente por meus posts terem te ajudado. Obrigada pelo elogio!
      Espero que sua estada em Roma seja tão especial quanto foi a minha (isso não será difícil, porque a cidade é encantadora).
      Abs

  39. Bianca Fernandes

    Oi! Estou com uma dúvida: comprando com antecedência o bilhete conjugado Museus+Capela Sistina, é obrigatório ir aos Museus primeiro ou posso ir primeiro à Capela???

    • Fernanda Rangel

      Oi, Bianca!
      A visita a ambas atrações é feita com um único ingresso, ou seja, elas estão interligadas. A Capela Sistina é o final da visita aos Museus do Vaticano.
      O que acontece é que muita gente entra nos Museus e quer passar correndo por ele pra chegar logo à Capela Sistina e depois tentar retornar pro início. Na época que eu fui, não dava pra fazer esse esquema, pois logo após a Capela, fui direcionada para outra ala dos Museus que desembocava na porta de saída – sendo, literalmente, o final da visita. Mas já vi relatos de gente que conseguiu fazer esse esquema.
      Na verdade, não vejo necessidade de correr pra ir logo para a Capela Sistina, pois os maiores atrativos estão mesmo no alto. Mesmo com multidão, ninguém impede que vc consiga apreciar as maravilhas que tem por lá. Cheguei lá por volta das 14h e estava bastante cheio. Mas não deixei de ver nenhum detalhe.
      Abs

  40. Carlos Henrique

    vou chegar em Roma em um sábado por volta do meio dia e sair na segunda feira a tarde. Qual o melhor roteiro para conhecer a cidade? O que é cobrado no Vaticano?

  41. Raquel

    Olá, gostaria de uma opinião sobre um roteiro que estou pensando em fazer no Vaticano.
    Bom, a visita seria feita na quarta-feira, então eu iria assistir a audiência papal (pelo o que pesquisei termina por volta das 11h30), então faria um lanche/almoço rápido e seguiria para uma visita aos museus/capela sistina às 12h30, estou prevendo terminar a vista por volta das 16h30 e então iria visitar a Basílica de São Pedro, a qual fecha às 18h30. Sei que é muita coisa em um só dia, mas será que é possível? O que você recomendaria?
    Obrigada desde já.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Raquel!
      Eu recomendaria fazer o que indiquei no texto: dividir a visita da Basílica + Praça e Museus + Capela em manhãs separadas.
      Mas como vc tem só 1 dia, então é melhor fazer como falei lá na minha resposta à sua pergunta do post da Basílica de São Pedro: chegar cedinho pra visitar a Basílica ANTES da audiência. Depois da cerimônia, eu seguiria logo pros Museus do Vaticano (programe pra entrar às 12h, no mínimo, ou melhor ainda, 12:30h – pra fazer tudo com calma) e deixa pra almoçar lá dentro. Digo isso porque não me lembro de ver muitas opções de restaurantes nas imediações da Cidade do Vaticano e, mesmo que haja, é bem provável que fiquem lotadas (todo mundo vai pensar em almoçar depois da audiência, certo?).
      Abs

  42. Paulo

    Olá Fernanda, muito legal suas dicas para visitar o museu do Vaticano e a Basílica, já está tudo anotado, estou finalizando um roteiro de 20 dias com a esposa pela Europa, será a 1º vez, e vou começar por Roma. Por favor se puder me responder, o museu abre no final de semana? vc visitou os túmulos dos Papas e de São Pedro? Obrigado Paulo.

  43. Carol

    Tenho uma dúvida:
    quanto tempo leva a Angelus?
    É possível visitar a basílica de São Pedro ANTES da Angelus?
    Vc fez a visita à tumba e a necropoli? Quanto tempo leva?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Carol!
      Não assisti o Angelus e nem visitei a necrópole. Por isso, não saberia te dizer quanto tempo leva essas visitas.
      Mas é bem conhecido que a Praça de São pedro fica muito cheia no dia do Angelus e, a menos que a pessoa queira ver o papa, é melhor evitar visitar qualquer atração no Vaticano nesse dia.
      Mas se vc não tiver outra opção, aconselho chegar bem cedo (antes das 08:00H) e visite logo a Basílica antes do Angelus.
      Abs

  44. Marcio

    Fernando, bom dia! Muito bom suas dicas!
    Irei para Roma em julho com minha esposa, e tenho uma duvida. Iremos compar ingresso antecipado para Capela Sistina e Museu.
    Se entrar primeiro pela Capela Sistina, por dentro já terei acesso para o Museu ou terei que sair da Capela para entrar no Museu?
    Pelo que vi no google maps, a entrada do museu fica do outro lado, ne?
    Abraços!
    Márcio.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marcio!
      Obrigada pelo elogio!
      A visita dessas atrações é feita em conjunto, ou seja, a Capela Sistina é o final da visita aos Museus do Vaticano.
      A entrada é pela Viale Vaticano, que fica na face norte da muralha da Cidade do Vaticano.
      Muita gente passa batido pelos museus para visitar logo a Capela Sistina e tenta voltar depois pro início (algo que não dava pra fazer no dia que visitei, mas já soube de gente que conseguiu fazer esse esquema).
      Sinceramente, acho desnecessário. As belezas dela estão acima de nossas cabeças e mesmo que esteja lotado, ainda assim vai dar pra ver tudo numa boa. E digo mais: se vc quiser tirar uma foto clandestina lá dentro, fica até mais fácil pra enganar os guardinhas, se tiver cheio. Digo por experiência própria. 😉
      Abs

  45. Márcio

    Fernanda, muito obrigado pela resposta rápida rsrs
    Outra duvida. Estou comprando ingressos para o Coliseu, Forum Romano e Palatino, no site da Coopculture, Porém não tem opção para colocar data. Posso comprar agora normalmente que irei utilizar sem problemas em julho??
    Aproveitando, há passes de metro de 2 ou 3 dias?
    Obrigado!
    Márcio.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Márcio!
      Não saberia te dizer, pois usei o Roma Pass para visitar o Coliseu. Não sei se o ingresso comprado online tem dia e hora marcados, mas se não houve essa opção na hora da compra, então não deve ter dia e hora pré-determinados.
      Mas dê uma olhada no voucher por desencargo. Se não tiver dia ou hora impresso ali, então ele é válido pra qualquer data (só não sei te dizer o limite de validade).
      Do passe de metrô, há a opção de 1, 3 e 7 dias. Para saber um pouco mais sobre isso, sugiro o post sobre como se locomover em Roma.
      Abs

  46. kleber silva

    oi …….fernanda tenho visto seus post e adorei tudo…

    esteri no vaticano em junho agora e gostaria muito de ter um carimbo do vaticano em meu passaport.. consigo isso onde por la ?

    abcs

    kleber

    • Fernanda Rangel

      Oi, Kleber!
      Obrigada pelo elogio!
      Até onde sei, não há um posto dentro do Vaticano onde possa carimbar o passaporte. Apesar de ser um Estado independente, não há exatamente controle de fronteira por lá (só uma restrição de acesso a alguns pontos privados).
      Dei uma pesquisada rápida aqui na web e parece que não há mesmo essa possibilidade (Dê só uma olhada neste forum aqui).
      Abs

  47. Rute Loureiro

    Olá Fernanda, antes de mais parabéns pelo fantástico blog e por todas as super dicas 🙂

    Dentro de duas semanas estarei por Itália, viagem de 15 dias… estarei em várias cidades e nos últimos dias estarei por Roma, Vaticano… a minha dúvida é em relação à cúpula, como faço para comprar o bilhete para subir, tem de se no local?

    Obrigada

    • Fernanda Rangel

      Oi, Rute!
      Obrigada pelo elogio!
      O site oficial do Vaticano não dá opção de compra online. Por isso, acredito que tenha que comprar lá na hora mesmo.
      Como geralmente se forma uma fila por lá, aconselharia chegar um pouco antes da abertura. Confira o horário e o preço do ingresso aqui (link do site oficial).
      Uma ótima viagem pra vc! 😉

  48. Letícia Coutinho

    Oi, Fernanda!
    Gostaria de saber se compensa visitar os Museus Vaticanos
    e a Capela Sistina numa quarta feira?
    Eu pretendo dividir em duas manhãs, como você falou, mas fiquei com medo
    de comprar na quarta feira, mas é o único dia com horário as 09:30.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Letícia!
      Acho que compensa sim, pois a multidão fica mesmo na Praça de São Pedro nesse dia. Como o horário será cedo, enquanto vc estiver nos museus, a maioria vai estar lá em frente à Basílica.
      Talvez fosse um problema se visitasse os museus à tarde, pois muitas pessoas podem visitar a Praça de manhã e ir pros museus à tarde.
      Abs

  49. Hauana

    Vou tirar 2 dias para conhecer o Vaticano, na sexta to pensando em ir cedo conhecer a Basílica de São Pedro e ir até a cúpula, depois penso em comprar os ingressos dos museus e capela sistina para a tarde e assim conheço os museus. No sábado terá o Jubileu com o papa, to pensando em ir mais para ver ele e outras coisas que faltarem. Acha que vai ficar bom esse roteiro?

    • Fernanda Rangel

      Isso depende do interesse de cada um. No caso, seria 1 dia e meio só para o Vaticano.
      Muita gente não separaria tanto tempo, mas como é o seu desejo ir ao jubileu do Papa, então tá valendo.
      Abs

  50. Viviane

    Fernanda, amei suas dicas! Vou para Roma agora 29/10 e “adorei te conhecer” (rsrs)! Acabei de separar 1 dia todo pro Vaticano, Basílica e Praça, qdo abri nessa página! Acho que foi Deus! =)
    Parabéns! Continue viajando bastante para ter muitas dicas pra gente! Bj

  51. Saulo Ismerim

    Oi Fernanda.
    Primeiro parabéns pelo blog. Já fui em Roma duas vezes, em 2010 e em 2012.
    Em dezembro deste ano vou novamente.
    Das outras vezes nunca tinha parado para estudar a viagem antes, mas dessa vez tenho pesquisado bastante e o seu blog foi um dos que mais gostei.
    Então…gostaria de pedir sua ajuda.
    Minha viagem a Roma será rápida pq o grupo que vai comigo preferiu passar mais tempo em Portugal.
    Bem, eu vou chegar em Roma 21/12 (quarta-feira), 23:30h. Nosso voo de volta a Lisboa é 23/12, 16:30.
    O tempo é curto mas foi o que deu.
    Eu pretendia fazer o seguinte:
    Chegar no hotel, largar as malas e ir andando até a fontana di trevi.
    No dia seguinte (quinta-feira), pensei em ir cedinho ao Vaticano e fazer a praça e a Basílica. Se der tempo vamos aos museus e Sistina. Penso que um dia inteiro nós consigamos fazer. Mas não sei se vale a pena um guia pra evitar as filas. O que me diz?
    No dia seguinte (sexta-feira) em razão do voo a tarde, só teremos a manhã para aproveitar.
    Então pensei em ir no coliseu e Vitorio emanuelli que eu acho q da pra ir andando.
    Bom. Nessa viagem sou eu e mais 3 pessoas.
    Vc aha que dá pra fazer esse roteiro? Tenho medo de algum imprevisto e não conseguir visitar tudo. Gostaria da sua ajudar.
    Obrigado.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Saulo!
      Obrigada pelo elogio! 🙂
      Pelo que entendi, vcs terão 1 dia e meio, certo? O dia 22/12 todo e a manhã do dia 23/12.
      Sim, é possível fazer esse roteiro que vc programou. Mas como disse no post, eu evitaria fazer todo o Vaticano num único dia… Mas também não é impossível de ser feito. Basta programar a visita dos Museus/Capela Sistina, comprando o ingresso com hora marcada para furar fila legalmente.
      Uma opção seria fazer Museus/Capela Sistina pela manhã e Coliseu/Monumento Vitoriano à tarde. No dia seguinte de manhã, faz Praça São Pedro/Basílica.
      Programando todos esses passeios (comprando ingresso online pros Museus e pro Coliseu), não há o que recear. E o principal: olho no relógio, pra não perder tempo.
      Quanto ao guia nos museus, não vi necessidade, embora admita que é sempre fica visita mais rica quando tem alguém explicando tudo. É uma opção, especialmente porque essas visitas guiadas costumam ter hora pra começar e acabar. Fica mais fácil controlar o relógio.
      Se optar por visitar por conta própria, dê uma lida no meu post Museus do Vaticano: O que ver?. Lá fiz um roteiro resumido do que vi por lá.
      Espero ter conseguido ajudá-lo!
      Abs

      • Saulo Ismerim

        Fernanda adorei a sugestão. Farei como vc disse, acredito que ficará melhor sim.
        Nosso tempo lá será de 1 dia e meio mesmo. Vou acatar a sugestão do guia nos museus, além de ler novamente seu post sobre os museus. Após a viagem escrevo aqui p dizer como foi. Mto obrigado. Abs

  52. Jefferson

    Excelente blog. Auxilia muito. Tenho uma dúvida talvez possa me ajudar: vc sugere em dividir a visita em dois dias. Estou indo pela primeira vez, com isso minha pergunta parece redundante. Para ter acesso a Basilica e praça São Pedro é preciso pagar também? Só encontrei ingressos para os museus e capela. Fiquei com duvida.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Jefferson!
      Obrigada pelo elogio!
      A Praça de São Pedro é aberta ao público, como uma praça comum. E a visita ao interior da Basílica é gratuita. A única coisa paga nela é a subida à cúpula.
      Já os Museus do Vaticano e Capela Sistina são pagos. Na verdade, vc compra 1 ingresso para visitar as 2 atrações de uma vez (a capela é o final da visita aos museus).
      Abs

  53. Livia Arcoverde

    Olá Fernanda,
    Estou indo para Roma agora em Março 20 a 24/03 – solicitei o convite para a Udienza Generale que acontecerá no dia 22/03 quarta-feira. No caso, como vc me aconselha? Depois da Udienza Generale entro para conhecer o museu e a capela? E em outro dia volto para conhecer a praça e basílica já que estão lotadas?
    Estou bem confusa… =(

    • Fernanda Rangel

      Oi, Livia!
      Se não me engano, a Audiência Geral é às 10 ou 10:30, certo?
      Acho “roubada” tentar visitar a Praça e Basílica de São Pedro nesse mesmo dia. A não ser que vc chegue lá por volta das 07 da manhã pra tentar estar livre na hora da Audiência. Pq se for visitar depois dela, vc irá encontrar uma fila imensa na entrada. Não vale a pena…
      Então aconselho fazer a visita aos Museus do Vaticano à tarde, com ingresso comprado com hora marcada. Pra dar tempo de ir a Audiência, almoçar e se deslocar até a porta dos museus, melhor marcar sua entrada para 14:00 ou 14:30.
      Espero tê-la ajudado!
      Abs

      • Livia Arcoverde

        Olá Fernanda,
        Muito obrigada!!! Vou comprar para o mesmo dia as 14:00.
        =)

      • Paulo

        o museu do vaticano não fica muito lotado no dia de quatta apos a audiência geral?

        • Fernanda Rangel

          Oi, Paulo!
          Mil desculpas pela demora. Estava viajando nas últimas semanas.
          Na verdade, ele fica lotado todos os dias. Por isso que recomendamos agendar a visita, para garantir a entrada e fugir das filas homéricas que costumam ter por lá.
          Abs

  54. André Minatowicz

    Show esse post e eu sigo esta ideia de chegar cedo em lugares disputados, é só deixar a preguiça de lado se quiser uma visita tranquila e uma foto sem precisar disputar espaço.
    Infelizmente ou não, somos apenas mais um turista querendo apreciar estes lugares tão famosos, a diferença para o Leste Europeu é realmente absurda, entendo que é bem menos famoso.

    • Fernanda Rangel

      Oi, André!
      Obrigada pelo elogio!
      É isso aí: sempre chego cedo às atrações mais disputadas pra evitar perder tempo em filas e até fazer as visitas de forma mais rápida e tranquila, sem disputar espaço com uma horda de gente. Tempo é dinheiro nessas viagens. O lema principal é “carpe diem”. Descansar e dormir até tarde fazemos em casa, não é verdade?
      Quanto ao Leste Europeu, acho que a coisa vem mudando… Nas principais capitais como Praga e Budapeste há uma quantidade absurda de turistas, justamente porque são países considerados como “turismo mais em conta” dentro da Europa. Pelo menos em Praga eu notei isso.
      Abs

  55. Fatima

    Ola Fernanda, muito bom seu blog, estou me baseando muito nas suas dicas.
    Irei a Italia em 27/10/2017, retorno em 18/11/2017,minha filha 25 anos e eu 54 anos, penso em seguir o seu roteiro, toda pesquisa que fiz na internet, o seu roteiro foi o que mais me inspirou.
    Pode me informar porque escolheu Sorrento como cidade base para os demais lugares? Mais facil acesso?
    Todo o seu trajeto foi feito com trem, certo? vale mais a pena? é mais barato que os voos internos?
    O que nos indica, o nosso retorno será em 18/11/2017 em Fiumicino Roma, indica ficar mais dias em Milao, ja que no seu roteiro foi a ultima cidade, ou voltamos para Roma mesmo?
    Sucesso pelo blog.Grata

    • Fernanda Rangel

      Oi, Fatima!
      Obrigada pelo elogio! 😀
      Vamos lá…
      1) Sorrento é uma cidade mais tranquila e fica mais perto da Costa Amalfitana e Ilha de Capri do que Nápoles. Além disso, essa última é mais caótica, é uma cidade grande. Já Sorrento é uma cidade menor, com cara de cidadezinha de praia, sabe como? Muito mais agradável pra usar de sede, pode acreditar.
      2) Fiz tudo de trem, pois não só queria viver a experiência de viajar por esse meio como também não quis me preocupar com estradas, estacionamento e combustível. É mais uma questão de gosto, pois muita gente roda a Itália de carro e adora. Mas acho que não vale a pena pegar avião interno. Existem os voos low cost, mas vc tem q ir com mala P (se tiver uma mala M ou G, vai ter que pagar à parte e isso encarecerá a passagem). Isso sem contar que muitos aeroportos ficam afastados do centro, o que vai requerer custo de deslocamento. Acho que não vale a pena.
      3) Expliquei no meu post com Roteiro de 18 dias pela Itália que é melhor começar por Roma. Mas muita gente faz o contrário e prefere assim. Aí depende do seu roteiro. Se tiver dia sobrando em Milão, talvez fosse interessante usar um deles pra voltar á Roma e já ficar por lá até chegar a hora de voltar pra casa. Ou então deixar Roma por último e começar pior Milão.
      Abs

  56. adriane

    olá, vc disse que visitou o vticano em 2 manhãs, então pagou 2 entrdas?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Adriane!
      Não. O único ingresso a ser comprado para visitar o Vaticano é dos Museus/Capela Sistina (é 1 bilhete que vale pras 2 visitas).
      A Basílica de São Pedro é visita gratuita.
      Eu fiz assim: visitei Museus + Capela Sistina num dia e a Praça + Basílica no outro.
      Abs

  57. adriane

    Já vi que há uma resposta para essa pergunta. obrigada pelo seu maravilhoso blog.

  58. Wanda e Maria Angela

    Oi Fernanda
    Ainda não visitamos a Itália, mas ficamos encantadas com as suas dicas.
    Obrigada por facilitar e esclarecer as pessoas que querem viajar.
    Parabéns!
    Abraços
    Wanda e Maria Angela

    Bjs

  59. Daisy

    Olá, Fernanda!! Fiquei com uma dúvida… ao verificar os passeios para comprar com antecedência encontro Museus do Vaticano e Capela Sistina. Onde entra a Basília de São Pedro? É um ingresso a parte? Ou faz parte dos Museus. Podes me ajudar, por favor? Abraço

    • Fernanda Rangel

      Oi, Daisy!
      Das 4 atrações do Vaticano (Museus, Capela Sistina, Praça de São Pedro e Basílica), somente os Museus e a Capela Sistina que são pagos. Inclusive, é um ingresso único para essas 2 atrações.
      Em outras palavras, a entrada na Basílica de São Pedro é de graça. 😉
      Abs

  60. Willian José Milagres

    Pode entrar com comida dentro do Museu do Vaticano?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Willian!
      Não é permitido entrar com bebida ou comida nos Museus. No entanto, há uma praça de alimentação lá dentro e um café no Pátio da Pinha. Quem sentar pra consumir nesses locais, só pode comer ali – ou seja, não é permitido comer e nem beber nada dentro dos museus.
      As informações estão aqui.
      Abs

  61. Emanuel Jimbii

    Verdad3

  62. KLEIDE SANTOS

    Olá Fernanda !

    Estou encantada com os posts do PARA VIAGEM, parabéns a todos!
    Fernanda achei muito interessante dividir as visitas da Basílica e museus do Vaticano em duas manhãs, só não entendi se pra entrar na Basílica tem q comprar ingresso assim como para os museus. Minha viagem será em julho e já estou comprando os ingressos.
    Obrigada

    • Fernanda Rangel

      Oi, Kleide!
      Obrigada pelo elogio! 😀
      Ficamos contentes pelo blog estar sendo útil para o seu planejamento.
      O único ingresso pago para visitar o Vaticano é para os Museus/Capela Sistina. A entrada na Basílica de São Pedro é gratuita.
      Abs

  63. Carolina Beraldi

    Adorei o post, muito bacana!
    Chego em Roma no domingo, 9 de setembro, e fico até quarta.
    Imagino que segunda e terça sejam equivalentes para visitar a Basílica e os Museus, certo?
    Pensei em chegar na Basilica umas 7h e comprar os ingressos para às 9h. O que acha?

    Uma outra dúvida:a galeria egípcia ainda existe? Estou vendo o site dos Museus e não encontrei nada a respeito.

    Beijos e obrigada! 🙂

    • Carolina Beraldi

      ps – achei a galeria! rs

      • Fernanda Rangel

        Oi, Carolina!
        Obrigada pelo elogio!
        Vc foi mais rápida que eu e já achou o que estava precisando! Confesso que fui lá conferir e tb apanhei pra achar… Hehehe 😀 Mas a galeria tá lá ainda sim, veja aqui.
        Quanto a sua pergunta sobre visitar a Basílica cedinho e depois os Museus às 09:00, acho que vai ficar corrido. A Basílica é linda e dá pra ficar lá dentro umas 2h facilmente, sem perceber. E mesmo que vc seja sucinta, a distância da Praça de São Pedro até a entrada dos Museus é de cerca de 1 km (calculo feito pelo Google Maps – aqui).
        Se vc preferir visitar o Vaticano todo em um único dia, a melhor opção seria fazer Praça + Basílica de manhã (chegando até no mais tardar 8:00 da manhã) e Museus + Capela Sistina à tarde – talvez umas 14:00, pra dar tempo de vc almoçar e se deslocar até a entrada pra fazer a visita.
        Abs

  64. Giovana Pena

    Estou com uma dúvida: se eu visitar o Vaticano em um domingo que o papa estará lá não consigo visitar a Basílica de São Pedro mesmo se chegar cedinho? E o ticket é somente para os museus ou também para entrar no Vaticano? Obrigada!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Giovana!
      Se chegar cedinho, creio que sim. Mais tarde, a Praça de São pedro estará intransitável.
      A entrada na Basílica é gratuita, não precisa de ingresso. É chegar, entrar na fila e esperar.
      O ingresso para o Vaticano é apenas para os Museus + Capela Sistina (1 ingresso inclui as 2 atrações).
      Abs

  65. Lara

    É permitido o uso de bermuda na altura do joelho? (na verdade que até cobre os joelhos)

    • Fernanda Rangel

      Oi, Lara!
      Desculpe a demora pela resposta.
      Pode sim. Eu me lembro de ter visto pessoas de bermuda no Vaticano. Mas é exatamente o que vc falou: tem que cobrir até os joelhos.
      Abs

Totos os direitos reservados