João Pessoa: Quando Ir. Onde Ficar. O que Fazer

Terceira capital mais antiga do Brasil, João Pessoa concentra num só lugar, um rico acervo histórico-arquitetônico, belas paisagens naturais e um povo muito hospitaleiro. Veja dicas de onde se hospedar e o que fazer em João Pessoa.

Praia de Tambaú em João Pessoa

Praia de Tambaú em João Pessoa

Considerada uma das capitais com melhor qualidade de vida, João Pessoa é conhecida como a "Porta do Sol". É onde o sol nasce primeiro, devido ao fato de lá estar localizada a Ponta do Seixas, ponto mais oriental das Américas. Às 5h da manhã, o calçadão já está repleto de gente caminhando, correndo ou andando de bicicleta.

Por ser uma das capitais nordestinas mais bem estruturadas, muitas pessoas que visitam a cidade, decidem se mudar pra lá. Conhecemos várias pessoas que deixaram suas cidades de origem para morarem em "Jampa", como a cidade é carinhosamente chamada.

De fato, a cidade é bem agradável e segura. Os paraibanos são bastante hospitaleiros e recebem os turistas com muito carinho a atenção. Não me senti sufocado por vendedores, nem explorado. Aliás, em matéria de alimentação, achei os preços bem acessíveis, se comparados com o que estamos acostumados a ver principalmente no Rio e em São Paulo. Difícil não se apaixonar por João Pessoa.

Quando Ir

O melhor período do ano para ir à João Pessoa é entre outubro e março, pois faz sol a maior parte do tempo. A partir de abril, já começa a temporada de chuvas. Estivemos em João Pessoa no final do mês de março/16. Demos a sorte de pegar belos dias de sol.

Mas o que você deve atentar principalmente, na hora de planejar sua viagem para João Pessoa, é para a tábua de marés. Prefira viajar no período de Lua Cheia ou Lua Nova, em que a maré-baixa acontece na parte da manhã, pois é quando é possível fazer os passeios às piscinas naturais. Foi o que nós fizemos. Fora desses períodos, os passeios mais legais ficam prejudicados.

Junho é considerado alta temporada, por conta do período de festas de São João, uma das maiores e mais famosas do Brasil.

Onde Ficar

A orla turística de João pessoa é formada pelas praias de Cabo Branco, Tambaú e Manaíra. Tambaú é a mais central e também a mais movimentada. São dezenas de hotéis, restaurantes, bares e quiosques a disposição, num ambiente super agradável.

Praia de Tambaú em João Pessoa

Praia de Tambaú em João Pessoa

Optamos por ficar hospedados em Tambaú no Atlântico Praia Hotel. O hotel é simples, de categoria média. O café da manhã não é o seu forte, se comparado com outros hotéis do Nordeste (foi o que mais me incomodou). Em compensação, a localização é excelente, os quartos são amplos e limpos, apesar de simples, e o staff é extremamente atencioso e cordial. Considero uma opção com bom custo-benefício para quem não faz questão de sofisticação. Ele fica bem em frente ao ponto de embarque para as piscinas naturais de Picãozinho.

Veja esse e outros hotéis, com excelente custo benefício, acessando o nosso parceiro Booking.

O que fazer em João Pessoa

Os paraibanos costumam dizer que João Pessoa é o que há de melhor na região. Por ficar estrategicamente localizada a meio-caminho entre Natal e Recife, a capital paraibana seria então o "recheio do sanduíche", ou seja, a melhor parte.

Brincadeiras à parte, de fato, a localização é bem estratégica. João Pessoa está a 3h de Natal (190 Km), 2h45min de Porto de Galinhas (180 Km), 2h30min de Recife (120 Km).

Diferentemente de outras capitais nordestinas, as praias da urbanas de João Pessoa são próprias para banho. Cabo Branco, Tambaú e Manaíra são boas opções para aqueles dias em que você não pretende fazer passeios longos ou para dar uma esticadinha na volta dos passeios de metade de um dia.

Os passeios que dependem da maré saem em horários diferentes a cada dia. Tem dia que sai cedinho, tem dia que sai mais tarde. Vai depender do horário da maré-baixa no dia.

Van da Luck Receptivo

Van da Luck Receptivo

Pra quem não vai fazer os passeios com agência, é importante se atentar para isso.

Nós tivemos apoio da Luck Receptivo em alguns dos passeios e no traslado entre aeroporto e hotel e vice-versa. Além do profissionalismo dos guias, ficamos muito satisfeitos com a pontualidade, conforto e segurança de seus veículos, de modo que recomendamos os serviços da empresa.

Listarei a seguir, uma sugestão para um roteiro de 5 dias em João Pessoa:

Ilha de Areia Vermelha

A partir da Praia do Poço, na cidade de Cabedelo (à 13 Km da Praia de Tambaú), pega-se um catamarã até um enorme banco de areia de cerca de 3km2 que aparece no meio do mar a 1,5 Km de distância da costa, em dia de maré baixa. Várias embarcações partem de diferentes pontos da Praia do Poço e atracam ao redor da ilha de areia que se forma no local.

Ilha de Areia Vermelha

Ilha de Areia Vermelha

Antigamente havia mesas e guarda-sóis a disposição dos turistas, mas de uns tempos pra cá passou a ser proibido e a fiscalização aumentou. Atualmente existem vendedores ambulantes que circulam pelo local em pequenas embarcações vendendo petiscos, água de coco, sucos, drinques, etc.

Particularmente não acho que valha a pena consumir nada lá. Primeiro porque é caro e, mal ou bem, acaba gerando lixo e nem sempre eles catam tudo. Segundo porque o tempo é tão curto que é preferível aproveitar ao máximo o banho de mar e mergulho para ver os corais e peixes.

Restaurante Lovina

Restaurante Lovina

O período do passeio costuma durar aproximadamente 2h30min, tempo que a maré fica propícia para o banho.

Depois que a maré começa a subir, os barcos retornam aos pontos de partida. Considero um passeio imperdível e ideal para quem está com crianças.

Nosso ponto-base foi o Restaurante Lovina, com ótima estrutura. O lugar possui uns bangalôs com espreguiçadeiras. Os banheiros são super limpos, amplos e climatizados.

Piscinas Naturais de Picãozinho

A partir da Praia de Tambaú, é possível pegar uma embarcação com destino às piscinas naturais de Picãozinho, distante 2km da praia.

Piscinas naturais de Picãozinho

Piscinas naturais de Picãozinho

As piscinas naturais se formam entre os corais, o que propicia belas fotos aquáticas com peixes coloridos. Evidentemente as fotos melhores são aquelas feitas pelos profissionais que colocam ração dentro da roupa para atrair os peixes e ficam tentando te vender o serviço. Eu não contratei o serviço, mas tenho a impressão que cobravam 50 reais por 20 fotos. Não achei caro.

O tempo de duração do passeio é de cerca de 2h30min.

Passeio de Picãozinho com o Barco Pirata

Passeio de Picãozinho com o Barco Pirata

DICA: Escolha a embarcação do Pirata. O barco é temático e ainda possui atrações a bordo, como tobogã, escorrega e trampolim. Depois que a maré sobe, os barcos retornam à praia, mas o Pirata permanece em alto-mar por mais um tempo e libera os brinquedos para a tripulação. O barco tem 2 andares e uma estrutura bem legal, com mesas, cadeiras, guarda-sois e oferece serviço de bordo (refrigerante, cerveja, espetinhos) por preço justo. Alugam equipamento de mergulho e oferecem boia (macarrão) de cortesia.

O ingresso pode ser comprado em bancas de jornal na orla de Tambaú ou na recepção dos hotéis. Eu paguei R$ 35,00 adulto e meia para criança.

Ainda não reservou seu Hotel?

A melhor forma de escolher onde se hospedar em sua próxima viagem é pesquisando em sites comparadores como o Booking e o Hoteis.com. De forma rápida você consegue comparar vários hotéis que se encaixam no seu perfil, avaliar as qualificações dadas por outros hóspedes e assim achar um local bacana que cabe no seu bolso.

Piscinas Naturais do Seixas

É um passeio bem semelhante ao Picãozinho, mas particularmente preferi o outro, apesar de mais cheio de gente. Este é menos popular e essa é a grande vantagem, pois não fica tão cheio.

Piscinas Naturais do Seixas

Piscinas Naturais do Seixas

Apesar disso, eu gostei mais de Picãozinho porque nas piscinas do Seixas, não tem quase peixinhos. Os corais são mais afastados. Picãozinho tem peixes coloridos e a água é mais transparente.

Outra vantagem do Seixas é que o visual ao redor é mais bonito, pois só se vê natureza. Em Picãozinho, temos a vista da orla da praia.

Meu filho que não gosta de pisar em algas, preferiu as Piscinas do Seixas pois o acesso era mais tranquilo, já que os corais são mais afastados. Em Picãozinho é preciso passar por um caminho mais estreito com corais e algas até chegar nas piscinas em si.

Fizemos esse passeio com a Luck Receptivo e deu tudo certo. O guia nos pegou no hotel pontualmente no horário combinado. O ônibus era bastante confortável e o guia deu várias explicações sobre como seria o passeio. Na volta percebi que todas as poltronas do ônibus estavam protegidas com uma capa, o que mostra a preocupação da empresa em manter seus veículos bem conservados. Estão de parabéns. Fez um belo dia de sol, perfeito para o passeio e com a maré na medida.

Nosso ponto-base foi o Restaurante Muxima, na Praia de Penha. Embora bem rústico, o restaurante servia uma cerveja geladíssima e uma moqueca de peixe com molho de camarão deliciosa. O preço era justo.

Pôr-do-Sol na Praia do Jacaré

Esse é um programa clássico para quem vai a João Pessoa. É possível ir por conta própria, de carro, de ônibus, de táxi ou com o conforto de uma agência.

Não se trata propriamente de uma "praia". Na verdade o local é bem próximo da foz do Rio Paraíba, no município de Cabedelo, à 12 Km da Praia de Tambaú.

Por do sol na praia do Jacaré

Por do sol na praia do Jacaré

Todos os dias, o famoso músico local Jurandir saúda o pôr-do-sol tocando o Bolero de Ravel com seu saxofone. Ele parte em um barquinho e dá uma volta no rio tocando o até o sol se pôr.

É possível assistir ao espetáculo da orla ou embarcado em um catamarã. Eu achei super legal ir no catamarã. Enquanto faz sua apresentação, Jurandir contorna o catamarã com seu barquinho, proporcionando uma ótima visão para quem está dentro dele. Quem fica na orla, talvez não tenha uma visão tão boa da apresentação do Jurandir, pois os catamarãs acabam ficando na frente.

Casal dançando xaxado na Praia do Jacaré

Casal dançando xaxado na Praia do Jacaré

Depois que acaba a apresentação do Jurandir, o catamarã dá mais uma volta no rio e um casal caracterizado de Lampião e Maria Bonita faz uma apresentação de xaxado e interage com o público. Há também um personagem de Jacaré que anima a criançada, tirando fotos e brincando com elas.

No local há uma feirinha de artesanato, e uma grande loja de produtos nordestinos, com castanhas de todos os sabores.

Praias do Litoral Sul (Costa do Conde)

Um passeio de buggy sempre é um momento bastante aguardado quando se está em viagem pelo Nordeste. Em grande parte das vezes é por meio de trilhas, ou através do caminho pela praia que temos acesso a paisagens de tirar o fôlego. Era um dos passeios que eu tinha mais expectativa de fazer.

Neste espírito, contratei o passeio de buggy em João Pessoa com o roteiro das praias do litoral sul (Barra de Gramame, Praia do Amor, Praia de Jacumã, Praia de Carapibus, Praia de Tabatinga, Praia de Tambaba e Praia de Coqueirinho).

Vale registrar que este transporte costuma ser mais caro em relação às outras opções como van e ônibus que podem ser contratadas diretamente com uma agência ou mesmo por conta própria, com carro alugado.

A primeira surpresa que tive foi saber que a minha reserva do buggy tratava-se de um "encaixe". Fiquei com a minha família (mulher e filho) e mais outra pessoa que não conhecia em um veículo. Além disso, fomos acompanhando outro buggy com 4 pessoas.

Na verdade, esta seria uma boa opção para aqueles que possuem um orçamento reduzido. Normalmente, é um bom argumento para um desconto, caso você não se importe também com um certo desconforto.

A parte ruim dessa escolha é conciliar o controle do horário entre as paradas de um grupo misto e grande, sobretudo com um roteiro de praias extenso. A chance de se perder tempo em paradas não tão importantes é grande, e isso certamente compromete a percepção final do passeio. No meu caso, fui surpreendido, pois tinha a expectativa de que havia reservado o buggy apenas para minha família.

Outra questão relevante que não estive atento, foi ao fato de que o passeio de buggy em João Pessoa só pode circular pela beira da praia de segunda à sexta e com a maré por volta de 0.1 ou 0.2. Como o dia escolhido era um sábado, acabamos tendo que fazer todo o percurso pelo asfalto mesmo.

Bem, superados os empecilhos, seguimos com o roteiro. Em geral, os buggueiros fazem paradas para fotos na pedra furada da Praia do Amor, mirante do Castelo da Princesinha e mirante do Dedo de Deus na Praia de Coqueirinho.

A paisagem da Praia do Amor é, de fato, bonita e pitoresca. Diz a lenda que os casais que passam por baixo da pedra do amor têm sua relação fortalecida. Caso, você seja uma pessoa romântica e paciente, vale a pena encarar a fila para uma foto.

Pedra Furada na Praia do Amor

Pedra Furada na Praia do Amor

O mirante do Castelo da Princesinha é um penhasco entre as falésias com uma formação em formato de pirâmide. Já o Dedo de Deus possui uma bela vista da praia de Coqueirinho.

Mirante do Castelo da Princesinha

Mirante do Castelo da Princesinha

O roteiro também possui paradas para banho em Barra do Gramame, Tambaba e Coqueirinho.

Particularmente, não gostei do local que fiquei em Barra do Gramame e dispensaria totalmente essa parada. Trata-se de um encontro do rio com o mar, onde para chegar à praia é preciso atravessar o rio (com bastante lodo e milhares de mini caranguejos). Para quem curte este tipo de paisagem mais rústica, é uma boa pedida. Lá também existe um mirante, que não tive a oportunidade de conhecer.

Tambaba é a famosa praia de nudismo, onde o acesso é restrito em parte dela, somente aos naturistas. Os demais visitantes, caso não estejam dispostos a este tipo de prática, são obrigados a utilizar apenas a primeira parte da praia. Nos dias de mar agitado não é muito boa para banho. Quando a maré está baixa e o mar calmo, as pedras formam piscinas ideais para crianças. Destaque para um coqueiro em cima de uma pedra em formato de coração, o cartão postal do lugar.

Praia de Tambaba

Praia de Tambaba

Coqueirinho é disparada a melhor praia de todas. Além do belíssimo visual, o mar é uma delícia. Vale lembrar que o acesso leva para duas partes da praia. Uma apresenta o mar com algumas ondas e pedras e a outra, chamada de "prainha", é onde possui um mar muito calmo por conta dos recifes que amortecem as ondas. Vale a pena reservar mais tempo de parada nesta praia. Na verdade, esta praia vale um dia inteiro! A Luck Receptivos oferece um passeio apenas para a praia Coqueirinho que, depois cheguei à conclusão, teria sido bem mais proveitoso. Fica a dica.

Praia de Coqueirinho

Praia de Coqueirinho

Para aqueles que curtem experimentar as iguarias locais, uma dica é o sorvete de açaí e cupuaçu com granola, farinha láctea e leite condensado, vendido na areia da praia. Além de delicioso possui um preço honesto.

Seguem algumas dicas importantes na hora de contratar o buggueiro para evitar aborrecimentos e frustrações:

>> Certifique-se de que ele é credenciado na Cooperbuggy, a Cooperativa de buggueiros, e não um buggueiro pirata. Os cooperativados possuem credencial visível no carro e andam com uma camisa verde com a logomarca da cooperativa;

>> Peça para que ele explique detalhadamente como será o roteiro, quais os mirantes e as praias visitadas e as paradas para banho. Alguns não fazem determinadas paradas ou não param em alguma praia ou mirante. Explique quais são suas preferências, as praias que prefere parar e o tempo que pretende ficar em cada uma;

>> Se seu grupo for de menos de 4 pessoas, certifique-se de que o passeio será apenas com vocês ou se ele fará algum encaixe para completar a lotação do buggy. Cada buggy comporta no máximo 4 pessoas;

>> Procure se certificar se no dia escolhido será possível fazer algum trecho do passeio na areia. Caso não seja possível, considere fazer o mesmo passeio de van com uma agência, pois além do maior conforto, é mais seguro.

Alugar um carro pode ser uma ótima opção

A melhor forma de explorar um novo destino, com liberdade total, é alugando um carro. Em muitos casos você poderá economizar, evitando despesas com translados e deslocamentos em geral. Será que vale a pena? Faça uma cotação online na RentCars e compare os valores das principais locadoras, tendo a garantia do menor preço e pagando parcelado no cartão ou com desconto no boleto.

Recife e Olinda

Como dissemos lá no começo, uma característica muito interessante de João Pessoa é estar bem perto de outras capitais nordestinas, o que possibilita fazer passeios do tipo bate-volta para Recife e também para Natal. Nós optamos por conhecer Recife e Olinda.

Fizemos este passeio com a Luck Receptivo. Mais uma vez, nos buscaram dentro do horário combinado. Desta vez, o transporte foi feito em uma van, também bem equipada. Ao chegar em Olinda, fomos recebidos por um guia local da empresa que nos acompanhou durante todo o dia, dando explicações históricas e contando curiosidades sobre as cidades, o que certamente enriqueceu ainda mais o passeio.

A viagem de ida e volta tem uma duração aproximada de 2h, ou seja, não é algo cansativo.

Recife e Olinda são cidades com um rico acervo histórico-arquitetônico tombados pela UNESCO. São várias igrejas que remontam ao período colonial do Brasil, muitas delas, com interiores com belos trabalhos em estilo barroco. Infelizmente algumas construções não recebem atenção especial do governo e encontram-se mal conservadas. Uma pena, perceber que no Brasil não se dá valor ao patrimônio histórico como em outros países.

A primeira parada foi na Praça da Sé em Olinda, onde pudemos conhecer a histórica catedral da Sé e subir no mirante onde se tem uma bonita vista da orla e da cidade vizinha de Recife. No local existem várias lojas de artesanato e, à noite, várias barracas com comidas típicas e música regional.

Igreja da Sé em Olinda

Igreja da Sé em Olinda

Em seguida, fomos até a Igreja de São Bento. O altar da igreja, todo folheado a ouro, já foi desmontado e levado para uma exposição sobre o barroco no Museu Guggeheim em Nova York.

Depois de passarmos por algumas ruas de Olinda, chegamos em Recife. A cidade é considerada a Veneza brasileira, porque é cortada por vários rios. Conhecemos a orla da praia de Boa Viagem, o Recife antigo, o Marco Zero da cidade e um museu de bonecos gigantes super interessante. O casario todo colorido, marca da cidade, é tombado pelo patromônio histórico.

Casa dos Bonecos gigantes em Recife

Casa dos Bonecos gigantes em Recife

Visitamos também a Casa de Cultura Luiz Gonzaga, um grande centro comercial instalado no antigo presídio da cidade. Lá é possível encontrar uma enorme variedade de artesanato produzido na região entre as suas 150 lojas ali instaladas, cada uma em uma antiga cela do presídio.

Evidentemente este foi um passeio panorâmico. Sem dúvida Recife e Olinda merecem mais dias para ser melhor exploradas. Você pode conferir mais detalhes sobre as atrações da capital Pernambucana aqui no blog.

Compras

Como já dissemos no início da matéria, João Pessoa é uma cidade relativamente barata. Tanto em relação à alimentação quanto ao comércio. Uma ótima sugestão de compras em João Pessoa é o Mercado de Artesanato Paraibano, um complexo com mais de 100 lojas de artesanato com as mais variadas peças de algodão colorido, cerâmica, madeira, rendas, redes, cachaças e castanhas.

Na orla de Tambaú também existe uma feirinha de artesanato com produtos semelhantes, mas os preços são mais salgados.

Outra ótima sugestão é a loja Meggashop, uma ponta de estoque de várias marcas de calçados dentre elas Havaiannas, Mizuno e Timberland com preços bem interessantes.

Há ainda o Mag Shopping e o Manaíra Shopping, ambos bem próximos um do outro, no bairro de Maraíra com variedade de lojas, praça de alimentação e cinemas. O Mag Shoppng fica na orla e tem uma belíssima vista do mar. O Manaíra é um shopping maior e mais completo.

Restaurantes

O Canoa de Camarões é imperdível para quem gosta de camarão. O rodízio oferece 13 diferentes pratos a base de camarão, um mais delicioso que o outro. Destaque para o bobó de camarão. Há outras opções de frutos do mar. Destaque também para o atendimento de primeira. Preço do rodízio: R$ 65,00 por pessoa.

O Mangai é um restaurante de comida regional a peso. O buffet é bastante variado e a comida muito saborosa. Destaque para a decoração do local. Preço bastante acessível.

O Giramundo é um quiosque muito agradável na orla da praia de Tambaú. As porções são bem servidas, a cerveja é bem gelada, o atendimento é muito bom e tem uma música ao vivo nota 10.

Churrascaria Sal e Brasa tem um preço muito convidativo. Apesar de eu não ter achado a carne muito boa, o local é muito recomendado na cidade. O buffet frio e quente é bastante variado. O restaurante oferece ainda buffet japonês e de massas. Outra vantagem é que o restaurante oferece serviço de traslado para buscar e levar os clientes nos hotéis, uma mão na roda.

Considerações finais

Essa foi uma sugestão de passeios para 5 dias em João Pessoa. Naturalmente existem outros que podem ser feitos na Cidade e que devem ser tão ou mais interessantes do que estes listados aqui. Procuramos relatar aqueles que de fato fizemos e expressar nossa experiência. Você pode encontrar mais dicas do que fazer em João Pessoa e na Costa do Conde aqui no blog.

Dúvidas e comentários são sempre bem vindos. Pedimos apenas que você procure se certificar se sua dúvida já não foi respondida no próprio post ou em algum outro cometário para evitarmos respostas repetitivas. Agradecemos sua participação.

Por fim, um agradecimento especial à Luck Receptivo pelo apoio a este projeto.

Eu Amo João Pessoa

Eu Amo João Pessoa

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço. O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura. Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Antes de alugar um carro, faça uma comparação entre as principais locadoras do Brasil e do mundo. A nossa parceira RentCars te ajuda nessa busca de preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura. A cobrança poderá ser feita em reais, sem IOF. Divida em até 12 parcelas no cartão de crédito ou aproveite um desconto de 5% no boleto bancário. Compare os valores e economize.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis. Pagamento no cartão de crédito em até 12 parcelas ou com desconto no boleto bancário. Ganhe 5% de desconto adicional comprando seu seguro com nosso cupom de desconto: PARAVIAGEM05.

 Compre ingressos para atrações, shows, espetáculos, eventos, tours, passeios e muitas outras experiências com a TourOn. A empresa está presente nos principais destinos nacionais oferecendo garantia de qualidade, atendimento diferenciado e preço baixo com pagamento em reais. Faça uma reserva online de forma antecipada e garanta seus bilhetes antes da viagem.

 Encontre as melhores datas para a sua próxima viagem e economize na hora de comprar as passagens aéreas. Usando a plataforma do Passagens Promo você pode pagar com cartão de crédito em parcelas sem juros e sem cobrança de IOF. A empresa conta ainda com selo de qualidade no atendimento. Agora não tem mais desculpe, partiu João Pessoa!

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Galeria de Fotos:

8 Comentários
  1. Daniela

    Parabens Vinicius!
    Achei esse Blog porque estou em Los Angeles e estava pegando dicas do que fazer nos meus ultimos dias…
    Entrei no artigo sobre Joao Pessoa por curiosidade.
    Achei que voce conseguiu captar o que a cidade tem de melhor!
    Minha unica sugestao seria alterar o tempo de viagem para Recife – nao leva mais de 1 hora e meia.
    De resto… Feliz que voce gostou da cidade onde eu fui criada e que eu escolhi pra viver.

    • Vinícius Miranda

      Oi Daniela,
      Obrigado pelo elogio. fico feliz que tenha conseguido captar o melhor da cidade. João Pessoa é uma delícia!!!!
      Sobre a distância João Pessoa-Recife, coloquei aproximadamente 2h, que foi o tempo que levei no deslocamento. É claro que depende de diversos fatores como o trânsito, condições climáticas, obras, acidentes, etc.
      O importante é que a distância entre as duas capitais é de 120 Km.
      Grande abraço!!

  2. suelington silva

    Parabéns,
    E obrigado pelas ótimas dicas.

  3. Jair

    Nossa.. Muito obrigado pelas dicas. Pretendo ir em fevereiro a Jampa, e lendo as dicas me senti como se já estivesse lá vivendo tudo isso. Mal posso esperar a hora de embarcar.

  4. gabriela

    Boa tarde
    Vínicius, tenho interesse de ir com minha família, em julho, aconselha?
    Queria um lugar, se conhecer bom para criança, nada sofisticado mas confiável.
    Vc tem indicação para as passagens de avião? Acha viável alugar carro?

    • Vinícius Miranda

      Olá Gabriela,
      Julho é inverno. Não é a época ideal. Procure verificar a tábua de marés.
      Em relação a hotel, o ideal é pesquisar no Booking. Certamente você encontrará um hotel que atenda ao seu perfil e dentro do seu orçamento.
      Alugar carro é viável sim! Eu, particularmente, acho uma excelente opção, pois te deixa mais livre para fazer os passeios. Aproveite e faça uma cotação com o nosso parceiro RentCars.
      Abços

  5. gabriela

    Agradeço muitooo! Sua dicas são ótimas!

Totos os direitos reservados