O Que Fazer em Niagara Falls ?

Confira o que há de mais legal nas cidades que abrigam as Cataratas do Niagara (lados canadense e americano) e prepare seu roteiro de visita utilizando nossas dicas.

Niagara Falls

Niagara Falls

Mundialmente famosas, as Cataratas do Niagara são muito procuradas por turistas do mundo todo, que aproveitam também para conhecer as cidades que estão no seu entorno.

Mas se engana que acha que a única atração delas são as quedas d’água...

As cidades que as abrigam também oferecem uma série de opções de passeio para os visitantes. Especialmente no lado canadense.

Neste post, vamos listar as atrações que você encontrará em Niagara Falls (além das cataratas). Em ambos os lados: Canadá e EUA.

A ideia é que você possa utilizar nossas impressões, dicas e informações úteis como auxílio para montar o seu próprio roteiro.

Leia também:

Dicas Para Quem Vai Alugar Um Carro no Canadá

Dicas de Sobrevivência Para Quem Vai Visitar o Canadá

O Que Preciso Saber Sobre o Visto Eletrônico para o Canadá (eTA)?

As Cataratas do Niagara

O nome "Niagara" vem desde a época dos povos nativos. Os iroqueses a chamavam dessa forma, que significa "trovoada de água".

Consideradas as quedas d’água de maior volume da América do Norte e despencando a uma velocidade de 65 Km/h, as cataratas ficam no meio do curso do Rio Niagara, que liga 2 dos Grandes Lagos – o Erie e o Ontario.

Outra curiosidade é que esse rio carrega 20% de toda a água fresca do Planeta Terra, que flui por 4 dos cinco Grandes Lagos.

As cataratas também estão localizadas na fronteira entre Canadá e EUA.

Cataratas Americanas

Cataratas Americanas

Catarata Canadense

Catarata Canadense

Beirando as cataratas, ficam as cidades de Niagara Falls. Sim, são duas com mesmo nome: a que está no estado americano de Nova York (NY) e a que está na província canadense de Ontario (ON).

Os dois países compartilham as 3 quedas d’água que a compõe:

Horseshoe Falls (Canadá) – A maior delas e em formato curvo;

American Falls (EUA) – Mais reta e cheia de pedras aos seus pés;

Bridal Veil Fall (EUA) – Mais estreita e situada ao lado da Catarata Americana.

Cataratas do Niagara

Cataratas do Niagara

NIAGARA FALLS – LADO CANADENSE: O que fazer e ver?

Esse foi o lado que escolhi visitar nessa viagem. Motivos: ele não só oferecia uma vista melhor das cataratas, como também possuía mais opções de atrações para visitar.

O interessante é que elas nos permite ver as quedas d'água de várias formas e ângulos diferentes.

Olha só...

► Hornblower Niagara Cruises

Um dos passeios mais tradicionais (e legais) de Niagara Falls (ON), na minha opinião.

Hornblower Niagara Cruises

Hornblower Niagara Cruises

Consiste num barco que navega em direção aos pés das cataratas americanas e canadense. Ou seja, ele nos leva até pertinho delas.

O passeio dura cerca de 20 minutos e nos faz ter uma bela noção da força das quedas – o que as deixam mais fascinantes ainda.

E pode se preparar: a força da água fará o barco balançar e também deixará você bem molhado(a). Mesmo usando a capa protetora que eles irão te dar de brinde, antes de entrar no barco.

As cataratas americanas nem molham tanto. Mas chegando aos pés da Horseshoe Falls – a catarata canadense – é que começa o banho.

Mas é tão incrível e divertido que ninguém reclama. Pode acreditar!

Hornblower Niagara Cruises

Hornblower Niagara Cruises

Tem alguém molhado aí?

Tem alguém molhado aí?

E para quem vai pernoitar em Niagara Falls: há também passeios noturnos. Não experimentamos, mas deve ser incrível.

Confira as informações atualizadas sobre essa atração.

► WildPlay´s MistRider Zipline to the Falls (Tirolesa)

Essa é para quem gosta de uma adrenalina...

Há uma tirolesa que faz o visitante escorregar próximo à margem canadense do Rio Niagara e oferece uma vista incrível e diferenciada das cataratas.

Zipline to the Falls (Tirolesa)

Zipline to the Falls (Tirolesa)

Geralmente vão 4 pessoas ao mesmo tempo e o sentido segue em direção à catarata canadense, embora não chegue perto delas.

Tem “voos” tanto de dia, quanto à noite. Deve ser incrível ver as cataratas iluminadas dessa forma.

Confesso que amarelei quando cheguei lá. Mas se você for mais corajoso(a) que eu, dizem que vale a pena a experiência.

Segundo o site oficial, só pode ir na tirolesa o visitante que pesar no máximo 124 Kg e tem que estar de calçado fechado.

Confira as informações atualizadas sobre essa atração.

► Journey Behind The Falls

Essa é outra atração que adorei em Niagara Falls (ON).

Centro de Visitantes em Table Rock

Centro de Visitantes em Table Rock

O acesso a ela se dá por um elevador que desce dentro da Table Rock, um bloco de rocha que beira a catarata canadense e onde fica o Centro de Visitantes.

Esse elevador nos deixa num túnel que dá acesso a uma plataforma localizada na lateral oeste da Horseshoe Falls.

E eu, que achei que já tinha tomado banho suficiente no passeio de barco (Hornblower), percebi que ainda não tinha visto nada...

Aqui o banho foi “de respeito”! É como se eu tivesse mergulhado no rio com roupa e tudo.

Nessa atração, eles também dão capa de brinde, mas ela serviu apenas para amenizar a situação. Precisei colocar a minha bolsa dentro do casaco, para tentar protege-la. E só não molhou o que tinha dentro, porque eu já tinha previsto a aguaceira e coloquei tudo num saco plástico (aliás, uma DICA super válida).

Aeeeee!!! \o/

Aeeeee!!! \o/

Mas em compensação... A vista que temos da queda d’água é es-pe-ta-cu-lar!

Apesar do desenho do Pica-Pau representar as cataratas americanas, pude brincar de viver a cena icônica da minha infância.

E ainda por cima, a capa de brinde era justamente a amarela! Aeeee!!! \o/

Nessa plataforma há uma porta que nos leva até um túnel (úmido) que passa por trás das cataratas.

Lá dentro, há 2 janelas que nos permite ver a tromba d’água descendo pelo lado de fora da rocha. Meio assustador, mas incrível.

Atrás da catarata canadense

Atrás da catarata canadense

Há também uma série de placas informativas nesse túnel, que traz várias informações interessantes sobre as Cataratas do Niagara.

Vale a pena parar para ler todas, pois elas trazem uma série de curiosidades.

Você sabia que o local original da catarata canadense era 11 km (!) mais ao norte? E que já interromperam o fluxo das cataratas americanas?

E toma mais essa: você sabia que já teve gente que desceu as cataratas num barril? A pioneira foi uma mulher, que sobreviveu pra contar essa história!

Mas antes que alguém se anime, saiba que isso é crime hoje em dia. Se sair vivo dessa aventura, será preso no ato.

Confira as informações atualizadas sobre essa atração.

► Niagara’s Fury

Essa atração eu não visitei.

Niagara’s Fury

Niagara’s Fury

Trata-se de um misto de cinema 4D com simulador, que apresenta ao visitante como as Cataratas do Niagara foram formadas.

Segundo o site oficial, o visitante é colocado sobre uma plataforma móvel, que o faz “entender o poder da natureza” enquanto está entretido com imagens impressionantes no telão de 360º.

E adivinha? Aqui também tem capinha de chuva de brinde! Haverá momentos em que irão espirrar água, durante a simulação.

Confira as informações atualizadas sobre essa atração.

DICA MASTER: Deu pra perceber que o passeio em Niagara Falls será molhado, né?! Por isso, aconselhamos que você:

• Use roupas leves ou impermeáveis e procure usar calçado que possa molhar bastante (vale ir de chinelo, de galocha...). Eu optei por um tênis “velho de guerra” e foi uma péssima ideia. Ele levou dias para secar totalmente.

Proteja seus pertences dentro de bolsa ou mochila. Vale colocar tudo dentro de um saco plástico ou enrolá-los numa toalha. Vai por mim: tudo molha nesses passeios (especialmente no Journey Behind The Falls).

Proteja seus equipamentos. Lance mão de capas a prova d’água, sem moderação. Arrisquei e expus meu celular sem nenhuma proteção especial e quase tive um infarto! O touch screen e o touch ID do meu aparelho (um iPhone 7) simplesmente pararam de funcionar quando começou a molhar muito.

Acho que só não “estrebuchou” de vez porque estava com uma película de vidro e uma capa de borracha. Mesmo secando, só voltou a funcionar quase 20 minutos depois. Por isso, não arrisque os seus aparelhos e câmeras!

► Skylon Tower

No lado canadense há uma torre de observação (no estilo da CN Tower de Toronto), cujo acesso se dá por elevador panorâmico.

Com uma altura de 236 metros, ela oferece uma bela vista aérea das cataratas.

Além do mirante, há também 2 restaurantes na torre, sendo um deles giratório (e que leva 1 hora para dar uma volta completa).

Skylon Tower

Skylon Tower

Skylon Tower

Skylon Tower

O visitante pode subir somente de dia, ou somente à noite, ou comprar um ingresso combinado para visitar nos 2 turnos.

Outra dica é que o cliente que quiser desfrutar o(s) restaurante(s), tem acesso gratuito ao mirante da torre – desde que consuma um valor mínimo de CAD $ 41 neles.

Eu não visitei a torre, porque fiquei hospedada no Hotel Sheraton on The Falls. E a minha reserva já me oferecia uma vista aérea e panorâmica das cataratas.

Confira as informações atualizadas sobre essa atração.

► Falls Illumination

Essa foi a atração que me motivou a pernoitar em Niagara Falls.

Versão "bandeira do Canadá"

Versão "bandeira do Canadá"

Quando começa a anoitecer, torres situadas nas imediações da Table Rock ligam seus canhões de luz de LED que deixam as cataratas iluminadas.

Eu já tinha achado a imagem linda pelas fotos. Mas ao vivo, o espetáculo é ainda mais deslumbrante.

E assisti tudo, de camarote, a partir da janela do hotel.

As luzes vão variando os tons, durante a “apresentação”. Tem hora que fica com as cores da bandeira do Canadá (vermelho e branco), depois muda para as cores dos EUA (vermelho, branco e azul)...

Versão "arco-iris"

Versão "arco-iris"

Depois entram combinações aleatórias: vermelho com laranja, azul com verde, toda branca, e por aí vai...

E eles também costumam homenagear datas especiais. Nesses dias, a cada hora, as cataratas ficam com a cor do "homenageado" durante 15 minutos.

Mas, de longe, a combinação mais bonita é quando juntam todas as cores ao mesmo tempo. Parece um arco-iris!

As cataratas ficam iluminadas todos os dias. Mas o início e o término do “show” varia de acordo com a época do ano.

Confira as informações atualizadas sobre essa atração.

► Falls Fireworks

Nos meses de verão e em algumas noites durante o ano, há uma queima de fogos.

Falls Fireworks

Falls Fireworks

Ele acontece às 22:00 e pode ser visto de vários pontos próximos à margem do Rio Niagara.

Dizem que é um espetáculo muito bonito de se ver. O que não duvido...

Nos dias que eu estive lá (final de setembro), infelizmente, não teve apresentação.

Confira as informações sobre os dias que ele acontece, os melhores pontos de visualização, dentre outros dados úteis.

► Passeio de Helicóptero

Já vimos as cataratas de lado, por baixo, por trás... E que tal vê-las de cima?

Passeio sobre as cataratas

Passeio sobre as cataratas

É possível fazer um voo de helicóptero pela região das cataratas e ter uma vista privilegiada e super de diferente delas.

Não fiz esse passeio, mas uma das empresas mais conhecidas (e bem cotada no Tripadvisor – veja aqui) é a Niagara Helicopters.

Eles te levarão para um vôo de 12 minutos sobre as cataratas.

Confira as informações sobre o passeio com essa empresa.

► Passes para as atrações

Quem deseja visitar várias atrações de Niagara Falls e imediações, há várias opções de passes que podem trazer vantagens pra você (dependendo do seu roteiro).

• Niagara Falls Adventure Pass – Esse é o passe da temporada de verão, ou seja, vale do meado de abril até o meado de novembro (com datas exatas variando a cada ano). Ele inclui o passeio de barco (Hornblower Niagara Cruises), o Niagara Fury, o Journey Behind The Falls e o White Water Walk, uma atração que fica nas imediações. E ainda oferece o ticket de 2 dias para o ônibus WEGO (falaremos dele mais adiante).

Confira as informações atualizadas.

• Niagara Falls Wonder Pass – Esse é o passe da temporada de inverno, ou seja, vale do meado de novembro até o meado de abril (com datas exatas variando a cada ano). Ele inclui o Niagara Fury, o Journey Behind The Falls e algumas atrações nas imediações, como o Butterfly Conservatory e o Floral Showhouse. E ainda oferece o ticket de 2 dias para o ônibus WEGO (falaremos dele mais adiante).

Confira as informações atualizadas.

Ambos ainda trazem benefícios extras como descontos em lojas, restaurantes e até em outras atrações.

No meu caso, não usei nem um, nem outro. Como só fiz o passeio de barco (Hornblower Niagara Cruises) e fui ao Journey Behind The Falls, acabou não valendo a pena comprar o passe.

Internet no celular durante a viagem

Não dá mais pra viajar para o exterior sem internet no celular. Para fugir das altas tarifas das operadoras a melhor solução é comprar um chip internacional antecipadamente e já chegar no destino com tudo funcionando. A Easysim4u oferece planos ilimitados nos Estados Unidos e Canadá com conexão de internet 4G. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

UTILIZEI ESSE CHIP NO CANADÁ! Leia nossa resenha no post: “Utilizando o chip da EasySim4U no Canadá”.

► Clifton Hill

Essa é uma das principais ruas de Niagara Falls (lado canadense) e é famosa por ser uma grande área de entretenimento.

Ela conta com muitos restaurantes e lojas temáticas, além de atrações para toda a família.

Clifton Hill

Clifton Hill

Clifton Hill

Clifton Hill

Lá encontramos museu de cera, museu do Guiness, museu Believe it or not!, boliche, minicampo de golf, atrações em 3D, casa mal-assombrada e por aí vai.

E também cafés, pubs e restaurantes. Tem até um Cassino nas imediações.

Graças a isso e aos letreiros iluminados, a Clifton Hill é conhecida como a “Las Vegas Canadense” – o que, particularmente, achei meio “forçação de barra”.

A avenida é agradável de passear e é um “must see” para quem visita Niagara Falls. Mas as achei as atrações meio “pega turista”...

Niagara Skywheel

Niagara Skywheel

A única que me pareceu realmente legal foi a Niagara Skywheel – uma roda gigante de 53 m de altura, que oferece uma vista linda de Niagara Falls.

Não andei nela pela mesma razão que não subi a Skylon Tower.

Mas para quem quiser ir, ela funciona tanto de dia, quanto à noite. Confira as informações.

No saldo final, não me animei de ir a nenhuma atração da Clifton Hill. Mas quem estiver com crianças, pode ser um programa divertido. Há até um passe para várias atrações: o Clifton Hill Fun Pass (informações).

Lojas e Restaurantes Temáticos

Na Clifton Hill (e imediações), encontramos alguns estabelecimentos temáticos que você pode gostar.

• Hershey’s Chocolate World – É uma loja da famosa fábrica de chocolates, que traz não só as guloseimas de sempre, mas também souvenires da marca. Há uma bomboniere no local, cheio de gostosuras feitas com chocolates Hershey’s.

Há também bonequinhos do bombom kisses para tirar fotos e a entrada da loja se dá através de uma réplica de uma barra enorme de chocolate.

• Hard Rock Café – Há uma filial da famosa cadeia de restaurantes em Niagara Falls. Além do cardápio de sempre (recheado de hambúrgueres), ainda tem aquela linda decoração temática. Tem guitarras originais do David Bowe e do Lenny Kravitz, óculos do Elton John, uma camisa do Elvis Presley e por aí vai.

Hershey’s Chocolate World Niagara

Hershey’s Chocolate World Niagara

Hard Rock Cafe Niagara Falls

Hard Rock Cafe Niagara Falls

• Clare’s Harley-Davidson at the Falls – Uma loja cheia de produtos do famoso fabricante de motos, que certamente fará a alegria dos apaixonados por motociclismo. Há até um exemplardo veículo dentro na loja, para quem quiser “tirar uma onda”.

• Outback Steakhouse – Sim! Há uma filial do restaurante temático australiano em Niagara Falls. Para alegria de muitos brasileiros que amam essa rede.

• Always Refreshing Soda Shop – Uma lanchonete temática da Coca-Cola, que serve sorvetes, além do refrigerante, é claro. Ela também vende um monte de produtos da marca. Dizem que é bastante concorrido entre os turistas, nos meses de maior movimento.

► Ônibus WEGO

Um dos maiores baratos de Niagara Falls é passear a pé por ela. Mas tenho que admitir que as caminhadas, às vezes, são bem longas.

Ponto do ônibus WEGO

Ponto do ônibus WEGO

Para facilitar a vida dos turistas que visitam Niagara, há um ônibus que realiza um esquema Hop-on Hop-off e que faz ponto em vários lugares de interesse na cidade.

Com o bilhete em mãos, você pode subir e descer do ônibus quantas vezes quiser, dentro do período de validade do ticket. Há passes para 24 e 48 horas.

O ônibus também conecta a estação ferroviária de Niagara Falls e o centro, o que pode facilitar a vida de quem decide ir pra lá de trem (não acho que seja a melhor forma, mas é possível).

E de maio a outubro, ainda tem o Niagara-on-the-Lake Shuttle (informações), que conecta a rota do ônibus WEGO a esse belo vilarejo. E ele faz paradas em alguns pontos de interesse existentes na estrada Niagara Parkway.

Confira todas as rotas disponíveis e também as informações detalhadas sobre o ônibus WEGO.

► Niagara Parkway + Niagara-on-the-Lake

Outro passeio super famoso na região de Niagara Falls (lado canadense) é passear pela estrada que beira o rio – a Niagara Parkway.

Ela passa pelo Niagara Parks, que é uma grande área verde que possui várias atrações, como jardins, relógio floral... Tem até templo budista.

Passando também por várias vinícolas produtoras do famoso icewine, essa estrada liga as cataratas ao gracioso vilarejo de Niagara-on-the-Lake, que fica lá na foz do rio com o Lago Ontario.

Floral Clock no trajeto da Niagara Parkway

Floral Clock no trajeto da Niagara Parkway

Niagara-on-the-Lake

Niagara-on-the-Lake

Tem gente que “casa” a visita a Niagara Falls e a Niagara-on-the-Lake, mas acho meio corrido.

O ideal é curtir um dia todo em Niagara Falls e reservar o dia seguinte para visitar as atrações da Niagara Parkway e Niagara-on-the-Lake. Ou o inverso: faz essas no 1º dia, dorme em Niagara Falls e aproveita as cataratas no dia seguinte.

Fiz essas visitas em 2 dias separados e contei nos posts:

Roteiro de 1 dia em Niagara Falls

Niagara Parkway + Niagara-on-the-Lake: Roteiro de 1 dia

Outlet Collection at Niagara

Esse shopping outlet fica na beirada da rodovia Queen Elizabeth Way (QEW), no caminho entre Toronto e Niagara Falls (mais perto dessa última).

Outlet Collection at Niagara

Outlet Collection at Niagara

Não estava nos meus planos visita-lo, pois optei por ir ao Toronto Premium Outlets no dia anterior. Mas como ficava no caminho... Estava precisando comprar uma mala extra... Por que não?

E vou te falar: achei esse shopping excelente! Melhor que o Toronto Premium.

Lá tem todas as lojas famosas entre os brasileiros: Adidas, Coach, Michael Kors, Asics, Nike, Forever 21, GAP, Calvin Klein, Guess, Kate Spade, Lacoste, Ralph Lauren, Tommy Hilfiger, Reebok e muitas outras. E ainda tem uma filial da Marshalls, uma rede multimarcas que estava com ótimas promoções.

Confira as informações atualizadas sobre o Outlet Collection at Niagara.

NIAGARA FALLS – LADO AMERICANO: O que fazer? Vale a pena atravessar a fronteira?

Durante o planejamento da minha viagem, pesquisei sobre as atrações que eu encontraria do lado americano, já que meu objetivo principal era visitar as cataratas.

No final das contas, achei que a cidade de Niagara Falls, NY (EUA) não tinha – pelo menos pra mim – tantos atrativos, em comparação ao que pretendia visitar em Niagara Falls, ON (Canadá).

Tudo bem que a vista de um lado é diferente da do outro, mas daí ter que encarar aquela chateação da imigração americana (tenho ranço, admito) só para ver as cataratas por outro ângulo... Preferi ficar pelo Canadá mesmo.

Mas muita gente prefere fazer essa travessia e vou relatar os temas que pesquisei, para servir de auxílio para o seu planejamento.

Rainbow Bridge

Rainbow Bridge

Estando com o visto americano válido, basta atravessar a Rainbow Bridge (a pé ou de carro) e passar pela imigração. Será preciso pagar uma taxa por pessoa.

No lado americano, há o Niagara Falls State Park, que é uma enorme área verde que fica na margem do Rio Niagara e beira as 2 cataratas americanas.

Dizem que é uma bela caminhada, pois as atrações melhores estão situadas na Goat Island, a ilha que fica entre as cataratas americana e canadense.

Maid of the Mist

Maid of the Mist

No lado dos EUA também tem um passeio de barco chamado Maid of the Mist, que é bem parecido com o Hornblower Niagara Cruises que tem no lado canadense.

Quem quiser saber mais sobre esse passeio, confira as informações atualizadas.

Apesar do lado canadense oferecer uma vista frontal das cataratas, o lado americano também tem uma vista diferenciada delas.

Há 2 ótimos pontos de observação:

• A Luna Island, que é uma plataforma de pedra que fica entre a American Falls e a Bridal Veil Fall (e em cima delas);

• O Terrapin Point, uma plataforma de visualização que fica na “beirada americana” da Horseshoe Falls.

Goat Island e Terrapin Point

Goat Island e Terrapin Point

Luna Island e Cave of the Winds

Luna Island e Cave of the Winds

Mas a grande procura no lado americano é a atração Cave of the Winds, que leva o visitante até uma escadaria em ziguezague, que passa ao lado da Bridal Veil Fall. Ou seja, ela oferece uma vista de pertinho das 2 cataratas americanas. Confira as informações atualizadas.

Inclusive, é essa atração que está retratada no lendário episódio do Pica-Pau.

Afinal, é um desenho americano, não é verdade?

Cave of the Winds inspirou o desenho do Pica-Pau

Cave of the Winds inspirou o desenho do Pica-Pau

Aeeee!!! \o/

Aeeee!!! \o/

Nas redondezas de Niagara Falls (NY) fica a cidade americana de Buffalo – também muito procurada pelos turistas.

Mas há uma razão que mais leva as pessoas a atravessar a fronteira entre Canadá e EUA: as compras.

Isso não só por causa do Duty Free, mas também porque há um famoso outlet no lado americano: o Fashion Outlets of Niagara Falls.

As taxa de imposto dos EUA costuma ser mais convidativa que a do Canadá, o que geralmente anima os compradores de plantão.

Dizem que, mesmo com o dólar americano sendo mais caro que o dólar canadense, ainda compensa comprar na terra do Tio Sam. Não fui lá conferir.

Só que tem um detalhe: a alfândega na volta ao Canadá...

► As regras da alfândega para quem sai do Canadá para comprar nos EUA e volta

Segundo o site do Governo do Canadá, a cota vai depender de quanto tempo a pessoa ficou fora do Canadá.

Se ficou 24h ou mais, a isenção é de CAD $ 200. Se ficou 48h ou mais, é CAD $ 800. E por aí vai.

Agora... Se ficou menos de 24 horas fora do Canadá, não tem jeito: não há isenção e todos os produtos serão taxados.

Ou seja: não vale a pena atravessar para os EUA só para ir ao Outlet e voltar pro Canadá no mesmo dia.

Só valeria se a pessoa estivesse indo embora para os EUA ou então ficasse 1, 2 ou mais dias no lado americano.

Confira as informações do site do Governo do Canadá sobre os valores de isenção na alfândega.

► É possível atravessar a fronteira para os EUA e voltar ao Canadá usando o visto eletrônico (eTA)?

Eis uma pergunta difícil...

A resposta correta seria "não", pois o visto canadense eletrônico (eTA) é só para quem for entrar no Canadá por avião. Ou seja: quem entra a pé ou de carro, teria que ter o visto convencional.

A Mirella Matthiesen, que escreve o "Viajoteca", utilizou sua credencial de mídia e conseguiu entrar em contato com o setor de imigração do Governo. A resposta que ela recebeu (e informou em seu blog) é de que eles recomendam que o turista tire o visto convencional de turista junto ao Consulado, para evitar problemas.

No entanto, ela traz um relato de que já teve brasileiro que conseguiu atravessar a fronteira e voltar ao Canadá somente usando o eTA. Nesses casos, a pessoa chegou ao Canadá por avião, passeou por lá alguns dias, atravessou a fronteira para os EUA e voltou logo ao Canadá usando o visto eletrônico.

Ou seja: tudo é possível! Mas se você quer ter certeza de que o seu retorno ao Canadá ocorra sem problemas, o melhor a se fazer é tirar o visto convencional de turista. Melhor garantir, do que remediar.

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço. O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura. Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Antes de alugar um carro, faça uma comparação entre as principais locadoras do Brasil e do mundo. A nossa parceira RentCars te ajuda nessa busca de preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura. A cobrança poderá ser feita em reais, sem IOF. Divida em até 12 parcelas no cartão de crédito ou aproveite um desconto de 5% no boleto bancário. Compare os valores e economize.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis. Pagamento no cartão de crédito em até 12 parcelas ou com desconto no boleto bancário. Ganhe 5% de desconto adicional comprando seu seguro com nosso cupom de desconto: PARAVIAGEM05.

 Compre um chip internacional e se mantenha conectado durante sua viagem. A Easysim4u oferece planos ilimitados nos Estados Unidos e Canadá com conexão de internet 4G. Você informa o número de dias da viagem, recebe o chip em sua casa, de forma antecipada, e chega em seu destino com tudo funcionando. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

 Compre ingressos para atrações, shows, espetáculos, eventos, tours, passeios e muitas outras experiências com a GetYourGuide. A empresa, presente nos principais destinos, oferece vantagens como a garantia do menor preço e a possibilidade de reserva online antecipada, garantindo seus bilhetes antes da viagem.

 Encontre as melhores datas para a sua próxima viagem e economize na hora de comprar as passagens aéreas. Usando a plataforma do Passagens Promo você pode pagar com cartão de crédito em parcelas sem juros e sem cobrança de IOF. A empresa conta ainda com selo de qualidade no atendimento. Agora não tem mais desculpe, partiu Niagara Falls!

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Galeria de Fotos:

8 Comentários
  1. FELIPE RODRIGUES

    Oi Fernanda,

    Adorei todas as dicas. Informações bem completas. Tenho uma pergunta. Como você, também pretendo fazer apenas dois passeios: Journey Behind the Falls e Hornblower Niagara Cuises.

    Vou no verão. Tem necessidade de reservá-los com antecedência? Você enfrentou ou viu no local uma fila grande para compra de ingressos?

    Obrigado

    • Fernanda Rangel

      Oi, Felipe!
      Eu que agradeço o elogio!
      Acho melhor tentar adquirir com antecedência, por precaução. Como o Canadá tem um inverno rigoroso, tudo acontece nos meses quentes e a tendência é dos turistas visitarem “em peso” nesse período.
      Eu fui já no final da temporada e consegui comprar tudo na hora, sem problemas. Estava cheio, mas não lotado. Só que era uma quarta-feira…
      Não sei se no final de semana seria tão tranquilo assim. Essa é outra questão: procure visitar em dia de semana, pois o movimento costuma ser menor.
      Abs

  2. sandrine

    Boa noite, Fernanda!!
    Como sempre teus relatos são ótimos e nos ajudam muito no planejamento das viagens!!! 😉 Parabéns pelo trabalho!!!
    Quero ir para a Niagara Falls no final de outubro desse ano…
    Pretendo fazer um bate-volta a partir de Toronto no domingo (20/10) ou segunda (21/10) e gostaria de saber qual opção de transporte achas mais viável – trem ou ônibus?
    Outra questão… achas necessário adquirir os ingressos com antecedência ou compro facilmente no período mencionado acima?
    Muito obrigada, Fernanda!!!
    Abraços
    Sandrine

    • Fernanda Rangel

      Oi, Sandrine!
      Eu que agradeço o elogio! 😀
      Incrivelmente, não é muito prático o deslocamento de transporte público até Niagara Falls. Imagine só: um destino super turístico e mal tem um transporte que leve os turistas direto pra cidade.
      Mas tb não é impossível… Como vc fará somente um “bate-volta” (leia-se: sem malas a tiracolo), então dá pra ir de trem. Vc saltará na estação que fica um pouco mais afastada do centro, mas que possui um ponto do ônibus WEGO nas imediações. E na volta, fazer o inverso: pegar o WEGO até a estação de trem e voltar pra Toronto.
      Outra opção é tentar pegar um Uber na estação de trem até a cidade e vice-versa. Eu tive a oportunidade de usar esse serviço em Niagara Falls (não pra ir até a estação, mas sim para me deslocar dentro da cidade) e foi super tranquilo.
      Qto aos ingressos, dá pra comprar na hora sem problemas. Eu visitei a cidade no finalzinho de setembro e já estava tranquilo. Mas… Te indicaria colocar essa visita para a segunda-feira 21/10, pois a probabilidade de estar mais cheio (e com filas) no domingo e maior.
      Abs

      • Sandrine

        Oi, Fernanda!!! Muito obrigada pelo retorno! Acabei comprando passagem de ônibus, pois o tempo de viagem é menor e os horários bem melhores do que os do trem. Consegui encaixar o bate-volta para Niágara na segunda-feira e vou adquirir os ingressos na hora. Mais uma vez obrigada! Grande abraço!

  3. Anne

    Boa Tarde, Fernanda!
    Estou Nova York na casa do meu filho, e vamos passeando até Niágara Falls, gostaria de saber se eu posso ir do lado canadense para conhecer a queda?
    Vamos de carro, ele é american , eu tenho apenas o visto.
    Você poderia me dizer em que cidade posso ficar do lado dos Estados Unidos?
    Muito obrigada!
    Aguardo o retorno.
    Anne

    Você está de parabéns com o seu blog

    • Fernanda Rangel

      Oi, Anne!
      Eu que agradeço o elogio!
      Pode ir pro lado canadense sim. Mas como vc chegará de carro, vai precisar tirar o visto canadense convencional (o visto eletrônico eTA é só pra quem for entrar no Canadá por avião).
      No lado dos EUA, vc pode ficar hospedada em Niagara Falls (NY) ou na cidade de Buffalo.
      Abs

Totos os direitos reservados