Roteiro de 1 Dia em Toledo na Espanha

Uma das cidades medievais mais interessantes da Espanha, a pequena e pitoresca Toledo é mesmo imperdível. Veja o que fazer por lá em 1 dia de visita (com muitas dicas).

Panorama de Toledo

Panorama de Toledo

Quando decidi fazer minha viagem à Espanha, várias pessoas com quem conversei me falavam sempre a mesma coisa:

“– Se for pra Madri, não deixe de dar uma escapulida a Toledo!”

Como adoro vilarejos históricos que possuem aquele clima medieval, não pensei duas vezes e coloquei essa visita no meu roteiro de 15 dias pelo país.

E que acerto! Toledo é tudo aquilo que me falaram e mais um pouco: pitoresca, linda e muito agradável de passear. Parece que entramos numa máquina do tempo e fomos transportados para a Idade Média.

Trata-se de uma antiga cidade fortaleza – com parte da muralha e portões de entrada ainda visíveis nos dias de hoje – que está situada numa posição bem estratégica, em termos defensivos: no alto de uma colina e rodeada pelo Rio Tejo, que funcionava como uma espécie de “fosso” ao redor da fortaleza (sim, é o mesmo rio que passa por Lisboa em Portugal).

Visitei o vilarejo entre fevereiro e março de 2017 e pude perambular por seu labirinto de ruas estreitas, com um estilo bem similar ao de tantas cidadezinhas históricas europeias.

Porém, o que torna Toledo um pouco diferente das outras é o fato que suas construções e atrações ainda preservam os vestígios dos povos que dominaram a região nos primeiros séculos da era Cristã, como os Romanos, os Visigodos e, especialmente, os Mouros – cuja influência arquitetônica ainda é bastante visível em alguns estabelecimentos.

Outra coisa interessante sobre Toledo é que, apesar do tamanho minúsculo, ela desde sempre foi uma das cidades mais importantes e influentes da Península Ibérica. Tantos pelos muçulmanos como pelos católicos – que ali se instalaram de vez à partir do século 12, transformando a cidade no grande centro político e religioso do reino.

Isso até o século 16, quando o Rei Felipe II decidiu transferir a capital para Madri, provocando o declínio de Toledo.

Nesse post, vou contar como foi minha visita "bate-volta" de 1 dia por Toledo, perfeito para quem tem pouco tempo, mas deseja conhecer uma das cidades mais interessantes da Espanha.

Trarei também muitas dicas e impressões para que você possa saber o que fazer em Toledo e poder se programar.

Visitando Toledo em 1 dia

Peguei o trem de manhã em Madri e após uma curta viagem de 30 minutos, cheguei à charmosa estação de Toledo, toda em estilo mudéjar – um tipo arquitetônico de inspiração árabe, típico da Espanha.

A bonita estação de Toledo, em estilo mudéjar

A bonita estação de Toledo, em estilo mudéjar

O interior da estação de Toledo

O interior da estação de Toledo

Conforme falei antes, Toledo é uma cidade murada situada no alto de uma colina e com algumas portas de acesso.

A estação fica na parte baixa e a uns 15 minutos de caminhada até a porta de entrada mais próxima.

Ao invés de seguir andando até ela, decidi aproveitar a luz da manhã e ir logo visitar uma atração que estava fora do centro histórico da cidade. Só que ela ficava na beira de uma estrada, ou seja, seria necessário pegar alguma condução que me levasse até lá e que depois me trouxesse de volta pra entrada de Toledo.

Após muitas pesquisas, a opção mais adequada (e barata) que achei na época, para o roteiro que fiz, foi pegar o ônibus hop-on hop-off da empresa City Sightseeing (informações).

O ônibus da City Sightseeing em Toledo

O ônibus da City Sightseeing em Toledo

Ponto exclusivo do ônibus da City Sightseeing

Ponto exclusivo do ônibus da City Sightseeing

Ele faz ponto na estação de trem (é o 3º do itinerário) e o ingresso pode ser comprado no estande da empresa, situado na porta de saída do terminal ferroviário.

O bilhete era válido para uso ilimitado por 1 dia, o que me foi útil não só para ir até essa atração distante, como também para realizar outro deslocamento nesse mesmo dia (veremos isso mais adiante).

Pegando o ônibus do primeiro horário (09:30), segui pela estrada que rodeia a colina de Toledo e já da janela pude ter uma bela visão dos edifícios medievais que estão na beirada da cidade.

Mas nada se comparou à vista que eu tive da primeira atração do dia: o Mirador del Valle.

Trata-se de um maravilhoso mirante que fica na altura da colina onde está a cidade e que nos oferece uma vista panorâmica e ESPETACULAR do centro histórico de Toledo.

Da estrada, já vemos os edifícios da beirada

Da estrada, já vemos os edifícios da beirada

Panorama de Toledo

Panorama de Toledo

Miradouro del Valle em Toledo

Miradouro del Valle em Toledo

Há uma placa informativa no Miradouro del Valle

Há uma placa informativa no Miradouro del Valle

Como todo ônibus hop-on hop-off, o certo seria o City Sightseeing deixar os visitantes naquele ponto (o 5º do itinerário) e ir embora depois. Ou seja, quem desceu ali teria que esperar o próximo ônibus passar para embarcar e seguir em frente com o itinerário.

Não sei se era por ser o primeiro horário, ou se era porque estava vazio (tinha só eu e mais 4 pessoas no ônibus) ou se é sempre assim... Mas o motorista foi super bacana e ficou esperando a gente tirar milhares de fotos antes de seguir viagem.

O ônibus continuou o trajeto contornando a colina pelo outro lado e saltei no ponto chamado “Cardenal” (o 8º), ainda na parte baixa.

Esse ponto fica pertinho de 2 portas famosas da cidade, uma próxima da outra: a Puerta Alfonso VI (que ainda mantém a arquitetura original do século 10) e a Puerta Nueva de Bisagra (datada do século 16 e considerada a entrada principal de Toledo).

Puerta Alfonso VI

Puerta Alfonso VI

Puerta de Bisagra

Puerta de Bisagra

Após umas fotos, finalmente chegou a hora de subir a colina para visitar a cidade em si.

Eu poderia ter pegado novamente o ônibus da City Sightseeing para seguir até lá em cima, mas ele me deixaria longe do ponto de partida do meu roteiro. Por isso, decidi subir por outro lado.

Mas não pense aí que encarei essa jornada a pé. Durante meu planejamento de viagem, descobri um maravilhoso conjunto de escadas rolantes (chamada por lá de Remonte Mecánico ou Escalera Mecánica), que ficava pertinho da Puerta Alfonso VI.

Dá pra subir ao centro histórico de escada rolante

Dá pra subir ao centro histórico de escada rolante

Acesso para a escada rolante de Toledo

Acesso para a escada rolante de Toledo

São 4 ou 5 escadas que te levam até lá em cima

São 4 ou 5 escadas que te levam até lá em cima

Enquanto sobe, veja os restos da antiga muralha

Enquanto sobe, veja os restos da antiga muralha

Como boa sedentária, não perdi tempo e fui caminhando até elas, que me levaram lá pra cima em poucos segundos.

São 4 ou 5 etapas de escadas duplas (uma pra subir e outra pra descer) que nos leva do sopé da colina até o Mirador de La Granja (e vice-versa).

O melhor de tudo? É totalmente de graça! Veja o ponto no mapa onde você pode pegá-la.

As escadas me deixaram na parte leste da cidade, onde antigamente ficava o bairro judeu de Toledo (ou Judería) – cuja área é demarcada por placas com símbolos da cultura judaica presas no chão.

Símbolos típicos demarcam o antigo bairro judeu de Toledo

Símbolos típicos demarcam o antigo bairro judeu de Toledo

Símbolos típicos demarcam o antigo bairro judeu de Toledo

Símbolos típicos demarcam o antigo bairro judeu de Toledo

Segui caminhando pela Calle Real até chegar à Plaza San Juan de los Reyes, para visitar a próxima atração do dia: o Monasterio San Juan de los Reyes.

Trata-se de um belo mosteiro construído no século 15 à mando dos famosos Reis Católicos – Isabel de Castela e Fernando de Aragão – com o objetivo de ser seu futuro mausoléu.

CURIOSIDADE: Reza a lenda que Isabel e Fernando escolheram construir o mosteiro (e o seu mausoléu) no meio da Judería, como provocação aos judeus que ali viviam. Esse casal de monarcas ficou famoso por tentar impor (à força) a fé católica sobre as outras, atingindo em cheio os judeus e muçulmanos que viviam na Península Ibérica. E o pior é que, no final das contas, eles resolveram ser enterrados em outra cidade...

Monasterio San Juan de los Reyes

Monasterio San Juan de los Reyes

DICA: Um pouco antes dessa viagem, eu tinha assistido uma maratona da (ótima) série “Isabel, a Rainha de Castela”, que conta a história dos Reis Católicos. Isso acabou sendo um fator importante para tornar esse passeio (e também o que fiz em Granada) bem mais interessante. Se você adora um bom seriado e gosta de conhecer fatos históricos, super recomendo assisti-lo.

Sobre o mosteiro, a igreja principal nem achei nada demais.

Já o claustro...

Com 2 andares, ele é todo em estilo gótico, com toques de arquitetura mudéjar, rodeando um jardim de laranjeiras. Uma lindeza!

O claustro do M. San Juan de los Reyes

O claustro do M. San Juan de los Reyes

Detalhes góticos do claustro

Detalhes góticos do claustro

O jardim de laranjeiras visto do 2º andar

O jardim de laranjeiras visto do 2º andar

O detalhe mudéjar do teto do 2º andar

O detalhe mudéjar do teto do 2º andar

A visita ao Mosteiro é paga. Confira as informações.

DICA: Para quem vai à Toledo, a melhor coisa a se fazer é comprar a PULSEIRA TURÍSTICA. Nada mais é do que um passe livre para várias atrações da cidade, sem precisar entrar em fila de bilheteria ou ficar separando dinheiro para comprar os ingressos. Com ela presa no braço, basta mostrar ao fiscal e entrar imediatamente.

E mais: ela permite entrar nas atrações quantas vezes quiser (só perde a validade quando é retirada do pulso) e ainda faz a sua visita sair mais barata do que se fosse comprar os bilhetes avulsos.

Cartaz da "Pulsera Turistica" na entrada das atrações

Cartaz da "Pulsera Turistica" na entrada das atrações

A pulseira parece aquelas que se usa em espaço VIP

A pulseira parece aquelas que se usa em espaço VIP

Ela pode ser adquirida em qualquer uma das bilheterias das 7 atrações credenciadas. E vale ressaltar: a Catedral NÃO está inclusa no esquema da pulseira.

Para o roteiro que realizei e estou relatando aqui, essa pulseira valeu muito a pena. Mas cada caso é um caso, e algumas pessoas podem querer visitar poucas atrações da lista de credenciadas. Pra que você possa fazer as contas e ver se vale a pena, confira as informações sobre a pulseira.

Eu adquiri a minha na bilheteria do Monasterio de San Juan de los Reyes (cuja entrada está inclusa na Pulseira Turística) e não precisei mais me preocupar com ingresso. Exceto na Catedral, é claro.

Seguindo em frente pelo antigo bairro judeu, fui caminhando pela Calle de los Reyes Catolicos até chegar à próxima atração que ficava um pouco mais a frente: a Sinagoga Santa Maria la Blanca.

Trata-se de mais um edifício de estilo mudéjar, com fileiras de arcos brancos em formato de ferradura e alguns detalhes rendados, bem característico das construções de estilo árabe. Um visual lindo e diferente.

Os arcos da Sinagoga Santa Maria la Blanca

Os arcos da Sinagoga Santa Maria la Blanca

A Sinagoga Santa Maria la Blanca é hoje uma igreja

A Sinagoga Santa Maria la Blanca é hoje uma igreja

O mais interessante é que hoje ela é uma igreja católica. Percebe a mistura? Era um templo originalmente judeu, com detalhes arquitetônicos árabes e que hoje é católico.

CURIOSIDADE: Reza a lenda que os muçulmanos e judeus conviviam de forma tolerante na época da ocupação moura entre os séculos 8 e 11. E vemos isso nitidamente nas construções da Judería, já que muitas delas utilizam esse belíssimo estilo arquitetônico árabe como decoração.

A entrada também é paga e está inclusa na Pulseira Turística. Confira as informações.

Internet no celular durante a viagem

Não dá mais pra viajar para o exterior sem internet no celular. Para fugir das altas tarifas das operadoras a melhor solução é comprar um chip internacional antecipadamente e já chegar no destino com tudo funcionando. A Easysim4u oferece planos sob medida na Europa com conexão de internet 4G franquias proporcionais ao número de dias do pacote. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

UTILIZEI ESSE CHIP NA ESPANHA! Leia nossa resenha no post: Utilizando o chip da EasySim4U na Europa

Nesta caminhada, passei batida por algumas atrações – dentre elas o famoso Museu del Greco, com obras do famoso pintor El Greco. Além de não ser fã inveterada de museus de arte (costumo ir apenas nos muito famosos), também não tinha tempo hábil para explorá-lo direito.

Mas nem por isso deixei de apreciar uma de suas obras-primas!

Segui caminhando até a Igreja de São Tomé, onde entrei e pude ver de perto a famosa pintura de El Greco: “O Enterro do Conde de Orgaz”, que está na Capela da Conceição. Infelizmente, não pode fotografar.

A visita é paga e está inclusa na Pulseira Turística. Confira as informações.

Seguindo pela Calle Santo Tomé, cheguei a Plaza del Salvador onde iria passar direto em direção à próxima atração.

Mas aí me deparei com uma placa da Pulseira Turística na entrada da Igreja do Salvador que ficava ali e pensei: ”deve ter alguma coisa interessante ali dentro pra estar incluso no passe da pulseira. Já tá tudo pago mesmo...”

E que surpresa bacana! Na verdade é uma igreja simples construída no século 12, com aqueles arcos em ferradura em estilo árabe no interior.

Mas o que mais chama atenção é que na sua nave esquerda encontramos um canteiro de escavação arqueológica, com as ruínas de um antigo edifício datado do século 8, ainda da época dos Visigodos, que foi reaproveitado depois pelos muçulmanos como Mesquita.

As escavações seguem para os fundos da igreja, onde ainda podemos ver alguns arcos e pilares da época pré-construção da atual igreja. Muito legal.

Igreja de São Salvador em Toledo...

Igreja de São Salvador em Toledo...

... tem ruínas de um antigo edifício do século 9

... tem ruínas de um antigo edifício do século 9

Inclusive, há uma parte do piso da igreja que está suspenso sobre uma plataforma, para que possamos visualizar as antigas fundações do edifício que existia ali anteriormente.

Como disse antes, a visita é paga e está inclusa na Pulseira Turística. Confira as informações.

Saindo da igreja, segui em frente pela Calle Trinidad e parei para um almoço no Restaurante La Malquerida de la Trinidad (escolhido aleatoriamente e que achei bem bonzinho) antes de visitar a próxima atração do dia.

Atração essa, aliás, que é uma das mais lindas e visitadas da cidade: a espetacular Catedral de Toledo.

O local é sagrado desde a época dos Visigodos, que ali fundaram uma das principais igrejas do vilarejo. Depois foi transformada em Mesquita na época da ocupação islâmica até ser destruída pelos católicos, que ali começaram a construir a atual Catedral no século 12 – com término no século 15.

A sua fachada frontal é imponente, com destaque para a torre do campanário. É tão alta que fica até difícil fotografar o conjunto da frente da Catedral. A gente quase tem que se sentar no chão da praça para conseguir fazer isso.

Catedral de Toledo

Catedral de Toledo

Detalhes da fachada frontal da Catedral de Toledo

Detalhes da fachada frontal da Catedral de Toledo

A entrada para visitantes não fica ali na frente, mas sim na fachada sul que está situada na Calle Cardenal Cisneros.

DICA: Muita gente começa a visita a Toledo pela Catedral. Só que como a grande maioria fica só 1 dia e escolhe ir só aos pontos principais, então é de se esperar que todo mundo opte por ir a esta atração logo de manhã, pra ficar livre. Eu evitei isso e cheguei hora do almoço, o que foi um acerto – encontrei vários grupos saindo lá de dentro, enquanto eu estava chegando. E acredite: visitei a Catedral quase que sozinha!

Como o ingresso NÃO estava incluso na Pulseira, tive que compra-lo lá na hora. A bilheteria fica do lado de fora, numa lojinha chamada Tienda La Catedral que está exatamente em frente à porta de entrada.

O ingresso incluía o audioguia (em português), que não perdi tempo e fui logo procurar.

Mas teve um "porém"...

Para levar o audioguia, era necessário deixar, como garantia, o passaporte (original) com a equipe da administração da Catedral.

Pensei 100 vezes se eu deveria me arriscar a fazer isso e depois de muita conversa com o staff da administração, acabei cedendo. Deu tudo certo, mas admito que muita gente talvez vá preferir não fazer isso.

Se você decidir pegar o audioguia, vai funcionar assim: os aparelhos ficam num escaninho numerado e eles fazem uma troca, ou seja, você leva o aparelho do box "tal" e eles colocam o seu documento nesse box "tal". E lá fica até você trazer o aparelho de volta, quando a troca é desfeita.

É uma pena a existência desse esquema, porque acredito que algumas pessoas vão ficar com medo de extraviar o passaporte e acabar desistindo do audioguia. Só que ele é importante para a visita, já que a deixou muito mais interessante e ilustrativa.

E digo isso com todas as letras, porque há pontos com muita informação visual. Sem um guia, dá pra ficar bem perdido tentando apreciar e entender os significados das obras.

A Catedral de Toledo possui como estilo original o gótico, mas sem dúvida o que mais nos faz ficar boquiabertos são os monumentos em estilo barroco que estão lá dentro.

muitos destaques a serem vistos, como a Sala Capitular (com as fotos dos bispos de Toledo), o Tesouro, a Sacristia, a escultura barroca chamada “El Transparente”, além das muitas capelas e do Coro.

Mas nada, nada MESMO, se compara ao impacto que temos quando ficamos diante da Capela-Mor (ou Capilla Mayor), que guarda o espetacular Retábulo atrás de uma grade. É de cair o queixo!

Detalhes góticos da Catedral de Toledo

Detalhes góticos da Catedral de Toledo

Detalhes do Coro da Catedral

Detalhes do Coro da Catedral

Sala Capitular e seu teto dourado

Sala Capitular e seu teto dourado

O espetacular Retábulo da Capela-Mor

O espetacular Retábulo da Capela-Mor

Fiquei (sem perceber) umas 2 horas lá dentro visitando e apreciando cada detalhe desta que é a principal visita a se fazer em Toledo.

Eu achei a Catedral linda e valeu muito a pena a visita. Mas, na minha humilde opinião, a Catedral de Sevilha ganha de 10 a 0...

O site oficial fornece informações sobre a visita, como os horários de funcionamento e também os preços das entradas – há 2 tipos de bilhetes diferentes, que se diferenciam por incluir (ou não) a subida à torre do campanário.

Saindo de lá, fui caminhando pelas ruas do entorno em direção à próxima visita. E mais uma vez me deparei com outra atração que não estava prevista no roteiro e cuja entrada era totalmente grátis: as Termas Romanas.

Trata-se de outro sítio arqueológico, que se estende pelo subterrâneo da praça situada em frente, onde encontramos vestígios de um antigo banho público datado do século 1 (pasme!). Reza a lenda que essas termas ficava no centro da antiga cidade romana de “Toletum” – aquela que deu origem a atual Toledo.

Foi uma visita bacana e bem rapidinha. Segui me embrenhando pelo labirinto de ruas estreitas da região até finalmente chegar à atração seguinte (essa sim prevista no roteiro): a Mezquita de Cristo de la Luz.

Novamente nos deparamos com uma antiga construção que possui uma mistura de culturas. Trata-se de um antigo templo muçulmano do século 9, transformado em igreja católica no século 11 e que possui um achado arqueológico anexo: uma antiga estrada romana do século 1.

Mezquita de Cristo de la Luz

Mezquita de Cristo de la Luz

A antiga estrada romana do século 1

A antiga estrada romana do século 1

Arquitetura mudéjar com arcos em ferradura

Arquitetura mudéjar com arcos em ferradura

Pinturas originais do século 12 no altar

Pinturas originais do século 12 no altar

O interior é bem pequenininho, com aquela arquitetura característica de arcos em formato de ferradura das edificações árabes e restos de pinturas originais da igreja do século 12.

Seria essa a tal pedra branca da lenda?

Seria essa a tal pedra branca da lenda?

CURIOSIDADE: Há uma lenda famosa por trás da fundação da pequena igreja nessa mesquita. Dizem que durante a entrada triunfal das tropas do rei Alfonso VI em 1085, após a conquista da cidade das mãos dos muçulmanos, o cavalo de El Cid (um famoso guerreiro medieval) teria empacado sobre uma pedra branca que ficava diante da antiga Mesquita.

Ao desmontá-lo, notou uma pequena luz vinda de uma parede do templo islâmico e não perdeu tempo: quebrou-a pra ver do que se tratava e encontrou uma imagem de Cristo Crucificado escondido ali, junto com uma pequena chama que ainda estava acesa. Daí o nome “Cristo de la Luz”.

E não é que hoje vemos uma pedra branca em destaque no pavimento da rua, bem em frente à antiga Mesquita? Se é a original, aí só Deus sabe! Trocadilhos a parte...

A visita a Mezquita de Cristo de la Luz é paga e está inclusa na Pulseira Turistica. Confira as informações.

Seguindo pela Calle Cristo de la Luz e me embrenhando novamente pelo labirinto de ruas estreitas da cidade, cheguei à praça principal de Toledo: a Plaza Zocodover.

Super agradável, ela é considerada o ponto de encontro da cidade, estando quase sempre cheia de gente e rodeada por restaurantes e lojas.

Dessa praça, vemos uma das portas da antiga muralha muçulmana que cercava Toledo, o Arco de la Sangre. É fácil identifica-la, já que ela possui aquele formato característico de buraco de fechadura.

Plaza Zocodover em Toledo

Plaza Zocodover em Toledo

Arco de la Sangre

Arco de la Sangre

O arco atual é uma reconstrução, pois acabou danificado em 1936 após a Guerra Civil Espanhola. E o nome esquisito se deve ao fato de que acima dele ficava uma capela que era considerada a sede da “Confraria do Precioso Sangue de Cristo”.

Note em frente ao arco, e na descida para a Calle Miguel de Cervantes, uma estátua do famoso escritor de "Dom Quixote de La Mancha" (Toledo é uma das províncias da região conhecida como Castilla-La Mancha).

DICA: Não deixe de experimentar o Mazapan, um doce típico de Toledo em formato de meia lua e feito a base de amêndoas. Há várias casas do gênero espalhados pela cidade, mas uma das mais famosas (e procuradas) é a Confeitaria Santo Tomé, que fica na Plaza Zocodover. É bem gostosinho.

Confeitaria Santo Tomé em Toledo

Confeitaria Santo Tomé em Toledo

Mazapan de Toledo

Mazapan de Toledo

Seguindo pela Cuesta Carlos V, passei beirando outro edifício bem característico e imponente da cidade: o Alcázar de Toledo.

Alcázar de Toledo

Alcázar de Toledo

Originalmente um prédio construído pelos romanos, foi sendo modificado ao longo dos séculos até chegar ao formato atual, construído a mando do Imperador Carlos V.

Hoje ele abriga um Museu do Exército, que eu preferi não visitar. Mas caso seja do seu interesse, confira as informações.

Já era final de dia e, nesse momento, lancei mão daquele meu bilhete do City Sightseeing que usei no começo do dia.

Em frente ao Alcázar e próximo à esquina com a Cuesta de los Capuchinos há um ponto desse ônibus (o 1º do itinerário) e bastou esperar um deles passar para que pudesse embarcar e seguir para a estação de trem.

Já contratou o Seguro Viagem?

Você sabia que quando se viaja para a Europa a contratação de um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros é obrigatória? Então, faça agora mesmo uma cotação na Seguros Promo e escolha entre as melhores seguradoras sempre com o melhor custo benefício. Aproveite essa oportunidade e tenha 5% de desconto utilizando o nosso cupom: PARAVIAGEM05.

Duas coisas que você não deve deixar de apreciar em sua visita à Toledo

Além dos pontos turísticos que citei aqui no post, há 2 coisas que chamam a atenção durante as andanças pelo centro histórico de Toledo (e que também acabam sendo uma atração da cidade):

As ruas labirínticas e estreitas, com edifícios de fachada rústica, bem ao estilo medieval.

Um charme! Se não fosse pelas roupas e acessórios modernos das pessoas e de algumas lojas, dava facilmente pra imaginar que viajamos no tempo até a Idade Média.

Algumas ruas são tão estreitas, que acabamos tendo que dividir espaço com os poucos carros que tem autorização para circular no centro histórico. Os motoristas são super tranquilos e costumam ter paciência com os turistas distraídos pelas ruas. Tudo bem que, em alguns momentos, era preciso virar de lado e encostar nas paredes dos edifícios para o carro poder passar. Mas apesar disso, não vi nenhum perigo ou motorista estressado buzinando.

Outra coisa: há várias ruas da cidade que são ladeiras. Mas no geral são tranquilas (pelo menos as que eu passei) e em momento algum me vi cansada por subir alguma delas. Na prática, acontece o seguinte: muitas vezes seguimos tão distraídos pelas belezas pitorescas de Toledo que nem percebemos que estamos subindo ou descendo.

Ruas estreitas de Toledo, ao estilo medieval

Ruas estreitas de Toledo, ao estilo medieval

Labirinto de ruas de Toledo. A cada virada, uma surpresa!

Labirinto de ruas de Toledo. A cada virada, uma surpresa!

Carros passam um pouco apertados pelas ruas

Carros passam um pouco apertados pelas ruas

É uma delícia perambular por Toledo

É uma delícia perambular por Toledo

As inúmeras lojas de armas medievais, com destaque para as famosas espadas de Toledo. Isso se deve ao fato de que a cidade sempre foi reconhecida, desde a Idade Média, pela excelência na fabricação delas.

E tem gente as que compra pra levar pra casa! Se você não se importar de carregar um trambolho pesado pelo restante da sua viagem e coloca-la no fundo da mala quando for pegar o avião, é uma lembrança pra lá de interessante para quem visitou Toledo.

Armas e armaduras medievais de Toledo

Armas e armaduras medievais de Toledo

As famosas espadas de Toledo

As famosas espadas de Toledo

Como chegar em Toledo?

TREM

É a forma mais fácil e prática. Como a maioria das pessoas está vindo de Madri, basta pegar o trem na estação Atocha e em 30 minutos estará chegando em Toledo.

Confira os horários no site da cia ferroviária da Espanha, a Renfe.

CARRO

Outra opção, pra quem é adepto a uma roadtrip ou prefere não se aventurar pelo transporte público espanhol. O único "porém" é que será necessário deixar o veículo num dos estacionamentos que há no sopé da colina, já que não será nada fácil circular com ele no centro histórico (muitas ruas só permitem circular carros credenciados).

Há vários estacionamentos no entorno de Toledo, sendo alguns gratuitos (o mais conhecido é o Aparcamiento Safont) e outros pagos. Confira as opções.

Caso seja essa a sua escolha, nós aqui do blog indicamos alugar um carro com ajuda da RentCars que compara preços de várias locadoras e vários modelos de carro de maneira rápida e segura. O grande diferencial é que você paga o valor em reais, sem IOF, e pode dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou aproveitar um desconto de 5% no boleto bancário.

Considerações Finais

Eu adorei visitar Toledo e foi realmente muito bacana esse contato com sua rica (e milenar) história.

No entanto, confesso que me arrependi um pouco de ter reservado apenas 1 dia para conhece-la, assim como a maioria acaba fazendo. Tudo bem que visitei os pontos mais importantes da cidade, mas encontrei tanta coisa interessante pelo caminho, que voltei de lá com a nítida impressão de que foi uma visita incompleta.

Eu teria adorado pernoitar em Toledo para aproveitar melhor todas as atrações que o vilarejo tem a oferecer. Essa visita deveria ser algo bem maior do que apenas uma "escapulida de Madri".

E aí, voltando à situação que relatei no começo do post, se alguém me conta que está indo para Espanha, eu diria: "Não deixe de reservar 2 dias para Toledo".

Mas se você tem pouco tempo no roteiro, assim como eu, também não deixe de ir. Afinal, como você pode conferir no post, ainda assim dá pra conhecer bastante coisa em 1 dia de visita.

Dicas importantes para seu planejamento de viagem à Espanha

Para não entrar em nenhuma roubada em sua viagem pelo país, não deixe de conferir nossas DICAS DE SOBREVIVÊNCIA PARA QUEM VAI À ESPANHA.

• Quer um roteiro completo pelo país? Então, não perca nossa sugestão de ROTEIRO DE 15 DIAS PELA ESPANHA e veja o que visitar por lá em 2 semanas de viagem.

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço. O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura. Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Antes de alugar um carro, faça uma comparação entre as principais locadoras do Brasil e do mundo. A nossa parceira RentCars te ajuda nessa busca de preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura. A cobrança poderá ser feita em reais, sem IOF. Divida em até 12 parcelas no cartão de crédito ou aproveite um desconto de 5% no boleto bancário. Compare os valores e economize.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis. Pagamento no cartão de crédito em até 12 parcelas ou com desconto no boleto bancário. Ganhe 5% de desconto adicional comprando seu seguro com nosso cupom de desconto: PARAVIAGEM05.

 Compre um chip internacional e se mantenha conectado durante sua viagem. A Easysim4u oferece planos sob medida na Europa com conexão de internet 4G franquias proporcionais ao número de dias do pacote. Você recebe o chip em sua casa, de forma antecipada, e chega em seu destino com tudo funcionando. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

 Encontre as melhores datas para a sua próxima viagem e economize na hora de comprar as passagens aéreas. Usando a plataforma do Passagens Promo você pode pagar com cartão de crédito em parcelas sem juros e sem cobrança de IOF. A empresa conta ainda com selo de qualidade no atendimento. Agora não tem mais desculpe, partiu Toledo!

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Galeria de Fotos:

36 Comentários
  1. Sandra Deise Pistoni

    Querida, o seu roteiro foi tão detalhista que me vi andando com você em Toledo! Vou seguir suas orientações em minha visita. Parabéns e obrigada

    • Fernanda Rangel

      Oi, Sandra!
      Eu que agradeço o elogio! 😀
      Fico muito contente com seu comentário, pois era essa mesmo a minha intenção: de que a pessoa que estivesse lendo estaria viajando junto comigo. É uma forma de trazer um aperitivo pra quem está planejando uma visita para aquele determinado lugar.
      Uma excelente viagem pra vc!

  2. Andrew

    Adorei o relato e como um bom sedentário, adorei as dicas
    Estarei indo em Maio e suas dica serão muito bem utilizadas!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Andrew!
      Obrigada pelo elogio!
      Fico muito contente pelo post ter lhe sido útil. Toledo é linda e super acessível para nós, sedentários de plantão. 😀
      Abs

    • Rosaly Dias

      Fui a Toledo em 2016 de trem partindo de Madrid .Fiquei somente um dia e tb acho que foi um roteiro incompleto . Peguei o ônibus city da sightseeing na estação de trem De Toledo para o centro histórico mas achei estranho pois ele só nos leva , tive que voltar de táxi até a estação para voltar a Madrid . Será que era isso mesmo , ou eu que dei bobeira ? Tb não vi as escadas rolantes .

      • Fernanda Rangel

        Oi, Rosaly!
        O City Sightseeing faz um circuito fechado. Ele começa (e termina) no Alcázar de Toledo. Embarcando em um dos pontos, basta ficar dentro do ônibus até chegar a estação desejada (no caso do trem, é o 3º ponto). Veja o itinerário aqui.
        Já as escadas rolantes ficam um pouco antes de chegar a Puerta Alfonso VI. Basta saltar no ponto 8 do sightseeing (Av. de la Reconquista). A escada fica exatamente aqui.
        Abs

  3. Andre Lim

    Adorei seu roteiro, não só de Toledo mas adoro todos.
    Vou conhecer a Espanha em novembro e ainda faltava uma pesquisa sobre bate/volta de Madri e o que visitar neste dia e seu post foi esclarecedor.
    Obrigado

  4. José Arnaldo da Silva

    Parabéns pela excelente informação minha colega. Estivemos fazendo um tour por algumas cidades da Espanha (Madri, Toledo, Córdoba, Sevilha, Granada, Valencia e Barcelona) recentemente e ficamos extasiados com tanta história, monumentos, igrejas, etc…Em Toledo ficamos apenas um dia e realmente é pouco. Retornaremos em breve. Um abraço.

    • Fernanda Rangel

      Oi, José Arnaldo!
      Obrigada pelo elogio! 😀
      Confesso que fui visitar a Espanha sem grandes expectativas, embora achasse que ia gostar do passeio. Só que fui pega “de jeito”, porque encontrei tanta coisa linda e incrível que voltei apaixonada pelo país.
      Com certeza voltarei outras vezes pra curtir com mais calma. Assim como a Itália, a Espanha é papo pra várias viagens, várias idas (o que não é nenhum sacrifício, não é verdade? 😉 ).
      Grande abraço!

  5. Emanuele

    Passei uma temporada em Toledo, entre 2008 e 2009, e revivi momentos maravilhosos lendo seu relato e vendo as fotos. Passava todos os dias pelas Escaleras mecanicas, pois morava fora do Casco. Bateu aquela saudade… Um dia voltarei!! Beijos!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Emanuele!
      Que legal! Fico muito contente quando alguém “viaja comigo” ao ler o meu post. Ainda mais quando a pessoa já morou lá.
      Essa escada é uma mão na roda, né? E muita gente nem desconfia da existência e encara taxi ou a subida a pé.
      Bjs

  6. Maria Luiza

    Olá, amei suas dicas, utilizarei todas 🙂
    Passarei 1 dia em Toledo e tenho uma dúvida, durmo lá ou vou para Córdoba no fim do dia?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Maria Luiza!
      Obrigada pelo elogio! 😀
      Fico muito contente pelo post ter sido útil para o seu planejamento.
      Respondendo a sua pergunta… Vai depender da sua preferência. Não há trens que liguem Toledo a Córdoba, de modo que vc terá que seguir até Madrid (viagem de 30 min) e, de lá, pegar outro trem para Córdoba (viagem de cerca de 1h50).
      Esse roteiro que propus aqui acabou por volta das 19h. Aí vai depender se vc se importa ou não de chegar tarde em Córdoba.
      Abs

  7. Marina Magalhães

    Parabéns Fernanda pela riqueza de detalhes no seu roteiro. E principalmente muita história! Me ajudaram muito, super obrigada por todas as dicas.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marina!
      Eu que agradeço o elogio! 😀
      Fico muito contente pelo post ter sido útil para o seu planejamento.
      Toledo é incrível, tenho ctz que vc irá gostar. Pra quem gosta dessa temática medieval, é uma visita pra lá de especial.
      Abs

  8. Mariana G.

    Fernanda, excelentes dicas! Estou aproveitando muito pra montar meu roteiro 🙂
    Só fiquei com uma dúvida: como eu faço pra encontrar essas escadas rolantes? Elas ficam próximas da estação de trem? Fiquei na dúvida pq em outros blogs li que as pessoas vão a pé pra cidade, não vejo ninguém comentando das escadas rolantes e elas parecem ser uma mão na roda, já que sou meio sedentária tbm, rs..
    Obrigada e parabéns pelo blog!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Mariana!
      Que que agradeço o elogio! 😀 Fico contente pelo post estar lhe sendo útil.
      É exatamente isso: quase ninguém fala dessas escadas rolantes. Eu lembro que, quando fiz meu planejamento, achei sem querer num site em espanhol que falava dele. Foi O achado!
      Coloquei no post o link do ponto onde pegar as escadas rolantes (veja aqui).
      Quem vem da estação de trem, logo dá de cara com a Porta de Bisagra e acha que é por ali que entra. De fato, é uma das portas principais de Toledo, mas se passarmos por ela e irmos beirando pela muralha, passando pela Porta de Alfonso VI, um pouco depois encontra a escada rolante. Linda, prática e com acesso totalmente grátis! 😀
      Toledo é incrível! Vale muito a pena visitá-la!
      Abs

  9. andré araújo rezende

    Fernanda parabéns pelas excelentes dicas, estou pesquisando sobre atrações em Madri e Barcelona e após ler seu relato (muito bem detalhado) tive a certeza que quero fazer uma visita a toledo idêntica a sua. No entanto fiquei com uma duvida e ficaria muito feliz se você me ajudasse com ela… Qual o horário indicado para comprar a passagem de trem de Ida e de Volta para o trecho Madrid – Toleto – Madrid?

    Desde já obrigado.

    • Fernanda Rangel

      Oi, André!
      Eu que agradeço o elogio!
      Fico contente pelo post estar lhe sendo útil.
      Vc quer saber a melhor época para comprar as passagens ou o horário dos trens?
      Se for a primeira questão: compre o quanto antes, pois os preços costumam ser melhores. Mas daria para comprar quando chegar lá, pois tem trem de hora em hora. Eu comprei tudo pelo site da Renfe, antes de chegar à Espanha.
      Se for a segunda questão: fui no trem de 08:50 (Madri > Toledo) e voltei no de 20:25 (Toledo > Madri).
      Abs

  10. Ana Albuquerque

    Roteiro perfeito para um dia. Faremos este roteiro com toda a certeza. Grata pelas dicas e curiosidades.

  11. NATÁLIA

    Parabéns!!! Meu roteiro não só para Toledo, como para as demais cidades que visitarei na Espanha estão sendo baseados nos seus relatos… uma grande ajuda, obrigada!!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Natália!
      Eu que agradeço o elogio!
      Fico muito contente pelos posts estarem lhe sendo úteis.
      A Espanha é linda, me surpreendeu do primeiro ao último dia. É um país que pretendo voltar, com certeza!
      Abs

  12. DAURIANE

    OI TUDO BEM? ADOREI AS DICAS POREM VOU PERNOITAR EM TOLEDO. TERIA ALGUMA DICA DE MELHOR LUGAR PARA RESERVAR UM HOTEL?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Dauriane!
      Desculpe a demora pela resposta. E obrigada pelo elogio!
      Toledo é tão pequena que qualquer lugar que vc optar, vai estar perto de tudo.
      Mas pensando num ponto mais movimentado, te indicaria as imediações da Praça Zocodover. Digamos que ali é o “centro” da cidade.
      Abs

  13. Débora Camargo

    Olá Fernanda!
    Estou planejando ir a Toledo na minha proxima viagem a Espanha, mas estou com algumas duvidas quanto aos valores de transporte e passeios. Você teria como esclarecer os valores que você pagou no total entre o trem de Madri, o hop on hop off e as entradas que não estão no pacote, por favor? Achei um site que dá um valor de mais de 50 euros por pessoa e eu achei caro! Será que vc gastou menos? Agradeço se puder compartilhar.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Débora!
      Não lembro de cabeça os valores (essa viagem foi há 2 anos atrás…). Mas dá pra fazer essa cotação com os preços atualizados, através dos links que coloquei ao longo do post com os sites oficiais das atrações que visitei e do sightseeing. Só clicar neles e avaliar os preços.
      Já para a passagem de Madri até Toledo, aí tem que pesquisar no site da Renfe, a cia ferroviária espanhola. Veja aqui.
      Abs

  14. Nelson

    Oi Fernanda,
    Estou indo em agosto para Madrid e vou ficar 9 noites e suas dicas são ótimas !
    Queria ir a Toledo , Cordoba , Sevilha e Granada.
    Chequei os horários e to achando meio apertado , pensei em cortar Granada , principalmente pq a estação está em reforma , os horários dos trens não são bons e , às vezes , tem que fazer uma parte de ônibus.
    Vc acha indispensável ou dá pra pular? Alhambra é muito diferente do que vou ver nas outras cidades?
    Obrigado

    • Fernanda Rangel

      Oi, Nelson!
      Vc vai ficar as 9 noites em Madrid ou começará por Madrid e irá passear pela Espanha depois?
      Se for ficar todos esses dias em Madrid, é melhor tirar Granada. Além de ser mais longe, está com a questão da estação em obras. Mas dá pra esticar até Córdoba e Sevilha, sem problemas. Fica um pouco corrido como “bate-volta”, mas dá pra fazer.
      Já se as 9 noites forem pela Espanha (incluindo Madrid), aí sim: dá pra ficar 4 dias na capital, 1 em Toledo, 1 em Córdoba e o restante em Sevilha. Não incluiria Granada, pois seria meio corrido… A menos que tire 1 dia de Madrid.
      Quanto à Alhambra, é um passeio realmente incrível. Mas confesso que, se tiver com o roteiro muito apertado, dá pra se contentar bem com o Alcázar de Sevilha, que é um pouco parecido.
      Fazendo uma analogia, é como se vc optasse por NÃO visitar o Palácio de Versalhes, mas sim por visitar outro palácio real inspirado nele. É a mesma coisa? Não. Mas dá pra ter uma noção de como ele seria.
      Abs

  15. Mario

    Oi Fernanda, gostei “deMAIS” desta sua publicação sobre TOLEDO. Estive lá agora em julho, e amei! A vista do Miradouro del Valle… espetacular! E o Mazapan de Toledo da Confeitaria Tomé…. Huuuuuuuummmmmm! inexplicável! Só comendo! Parabéns pela sua publicação! Pude recordar muitos desses lugares que vc descreve com tamanha maestria e eu pude tbm visitar. Abraço! Tudo de bão e ótimas outras viagens!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Mario!
      Eu que agradeço o elogio! 😀
      Fico muito contente pelo post ter sido útil para a sua viagem.
      Toledo é mesmo incrível! Parece que fomos transportados para a Idade Média. Uma experiência única!
      E o mazapan é mesmo delicioso!
      Tudo de bão pra vc tb e ótimas viagens para NÓS!
      Abs

  16. Ângelo Sepúlveda

    Simplesmente fantástico 🙂

Totos os direitos reservados