Roteiro de 2 Dias em Lisboa – Portugal

A capital portuguesa é um dos destinos de viagem mais procurados pelos brasileiros que vão à Europa. Veja o que fazer em 2 dias de visita.

Praça do Comércio

Praça do Comércio

Localizada na beira do Rio Tejo e estendendo-se por várias colinas, Lisboa é uma bela e agradável cidade. Um ótimo destino de viagem para quem quer ir à Europa.

A capital portuguesa é relativamente pequena. É bem servida de transporte público (ônibus, metrô e bonde) e não possui um trânsito muito caótico. Porém, uma das maiores atrações mesmo é passear por suas ruas e praças, muitas delas com calçamento em pedras portuguesas (tão conhecidas dos cariocas).

De modo geral, eu adorei Portugal. Lisboa foi meu primeiro contato com o país e me causou uma ótima impressão. E como dizem que a primeira é a que fica...

Neste post contarei o que fiz nos 2 dias que fiquei por lá. O objetivo é ajudar aqueles que estejam preparando seus roteiros e que queiram alguma sugestão do que fazer.

Dados da visita e dica de hotel em Lisboa

Quando fui? Fevereiro de 2012

Quantos dias fiquei em Lisboa? No total foram 3, mas contando que o primeiro dia foi a chegada, então foram 2 dias inteiros de visita.

Foi o suficiente? Sim. Lisboa é relativamente pequena e com um ótimo sistema de transporte público, o que facilita muito o deslocamento.

Onde fiquei hospedada? No Hotel Príncipe Lisboa, próximo ao Parque Eduardo VII.

O hotel era bom? Muito bom. Boas instalações, bom café-da-manhã, bom atendimento e possui elevador.

A região do hotel era boa? Sim. Atravessando a rua, temos uma estação de metrô. A uma caminhada de 5 minutos está o shopping El Corte Inglês, com um supermercado no subsolo.

Já contratou o Seguro Viagem?

Você sabia que quando se viaja para a Europa a contratação de um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros é obrigatória? Então, faça agora mesmo uma cotação na Seguros Promo e escolha entre as melhores seguradoras sempre com o melhor custo benefício. Aproveite essa oportunidade e tenha 5% de desconto utilizando o nosso cupom: PARAVIAGEM05.

DIA 1 – Parque das Nações, Mosteiro dos Jerônimos, Padrão dos Descobrimentos e Torre de Belém

Saindo do hotel, peguei o metrô e fui fazer uma visita ao Oceanário de Lisboa. É um dos maiores aquários públicos do mundo e um passeio fantástico, tanto para crianças quanto para adultos.

Lá tem um aquário gigantesco com peixes, tubarões, arraias e afins. Em outros menores, há várias espécies de estrelas-do-mar, cavalos marinhos, peixes exóticos etc. Outros destaques são: os pinguins de Magalhães, as reproduções de florestas tropicais e os recifes de corais do Pacífico.

Saindo do Oceanário, fui dar um passeio nos arredores: o Parque das Nações. Criado para a Expo 98, é uma orla que beira o Rio Tejo, com um ar bem moderno e ótimo para passear. Nele, é possível pegar um teleférico para uma vista panorâmica.

No mesmo local há um shopping muito bom, o Centro Vasco da Gama. Lá, parei para almoçar.

Depois, peguei o metrô que me levou até a região do Cais do Sodré. De lá, peguei um bonde (que os portugueses chamam de elétrico) que me levou até a região de Belém, onde temos as atrações que nos remetem à era dos descobrimentos.

Uma das coisas mais interessantes de Lisboa é o fato de sua história se confundir com a nossa. Tem vezes que esquecemos que não estamos no Brasil. Não só por ouvir o mesmo idioma, mas também por ver monumentos, ruas e praças dedicados a figuras tão conhecidas da nossa história.

Mosteiro dos Jerônimos

Mosteiro dos Jerônimos

Chegando ao destino, a primeira visita foi ao belíssimo Mosteiro dos Jerônimos. Construído após a descoberta do caminho para a Índia por Vasco da Gama em 1498, foi um mosteiro da Ordem dos Jerônimos até 1833, quando então passou a ser um orfanato.

A igreja é linda, parece toda rendada, às vezes lembrando teias de aranha. Logo na entrada, vemos os túmulos de Vasco da Gama (à esquerda de quem entra) e de Luís de Camões (à direita). Acabei não indo ver o claustro, mas quem conheceu, diz ser lindíssimo.

Logo em frente, tem a Praça do Império, muito agradável, com fontes e belos canteiros. Ótimo para uma pausa.

Seguindo em direção ao Rio Tejo, vemos um dos monumentos mais famosos da cidade: o Padrão dos Descobrimentos. Nada mais é do que uma escultura em pedra, que retrata uma caravela e vários personagens portugueses importantes para a navegação e para os descobrimentos, como o Infante Dom Henrique (em destaque na proa), Vasco da Gama, Fernão Magalhães, Pedro Álvares Cabral, entre outros.

Em frente, talhado no chão, está um grande mapa representando as rotas dos navegadores portugueses.

É possível subir o monumento dos descobrimentos. E lá dentro, há uma exibição de um filme que resume a história de Lisboa.

Próximo ao Padrão dos Descobrimentos, podemos avistar a Ponte 25 de Abril, atravessando o Rio Tejo. Sua semelhança com a Golden Gate de São Francisco (EUA) não é mera coincidência, pois foi feita pela mesma empresa que criou a ponte americana. Ela liga Lisboa à cidade de Almada, onde vemos uma estátua de Jesus, inspirada no nosso Cristo Redentor – o Santuário Nacional do Cristo Rei.

P. Descobrimentos, Ponte 25 de Abril e Cristo Rei

P. Descobrimentos, Ponte 25 de Abril e Cristo Rei

Seguindo pela orla do Tejo, fui caminhando em direção a outro símbolo de Lisboa: a Torre de Belém. Localizada dentro do rio, parece mais uma torre de xadrez. Construída em 1515, era uma espécie de forte que defendia o porto de Lisboa.

Acabei entrando no monumento e foi um passeio bastante agradável. É possível subir a torre, que tem uma escadaria estreita, mas que vai parando em vários patamares, o que ajuda os sedentários de plantão (como eu). A vista lá de cima é linda e rende belas fotos.

Saindo da torre, fui caminhando de volta ao Mosteiro dos Jerônimos e segui pela Rua Belém para fazer algo que ninguém pode deixar de fazer na região: experimentar os famosos (e originais) Pastéis de Belém. Com uma fila razoável na porta, mas que andava rápido devido ao ágil atendimento dos funcionários, pude experimentar o famoso doce feito de nata.

De fato, é bem gostoso e diferente das “cópias” que comemos por aí. Também pudera: foi ali que saiu a receita original do pastelzinho, que permanece em segredo até hoje. Tanto que os funcionários que o fabricam assinam um termo de juramento de nunca divulgar a receita.

De lá, peguei o bonde e depois o metrô de volta para o meu hotel para recarregar as energias. Á noite peguei um taxi e fui visitar o Cassino Lisboa. Mas não para jogar. Fiquei sentada no Bar Arena Lounge, onde 2 plataformas circulares giram bem lentamente em sentido oposto, com o barman no centro. Enquanto isso, ocorre um show num palco fixo no alto. Conforme vai girando, vemos o palco por ângulos diferentes. Uma ótima opção para um fim de dia.

Já comprou seus ingressos?

Não deixe para a última hora e muito menos para comprar durante a viagem. A Get Your Guide oferece um ambiente simples, seguro e com a garantia do menor preço para você comprar com antecedência seus ingressos para atrações, shows, espetáculos, eventos, tours, passeios e muitas outras experiências nos principais destinos do mundo, inclusive Lisboa.

DIA 2 – Marquês de Pombal, Rossio, Baixa, Alfama, Castelo São Jorge, Bairro Alto e Chiado

Peguei o metrô que me levou até a Praça Marquês de Pombal. É uma grande rotatória com uma estátua do famoso marquês ao centro. Em frente a praça está um belo parque em uma leve subida em linha reta, o Parque Eduardo VII, em homenagem ao rei inglês que visitou Lisboa em 1903. Muito agradável de passear.

Pegando o metrô mais uma vez, fui até a região da Baixa. É o grande centro de Lisboa, com um conjunto de ruas paralelas que ligam o Rossio a Praça do Comércio.

Esse conjunto de ruas foi projetado em uma época relativamente “recente”. Em 1755, um terremoto seguido de um tsunami destruiu a cidade de Lisboa, que teve que ser quase que totalmente reconstruída. Sob a supervisão do Marquês de Pombal, as ruas da região da Baixa foram redesenhadas e os edifícios construídos para resistir a terremotos. Foi então que a região ganhou a aparência que vemos hoje.

Rossio

Rossio

Meu passeio começou na Praça Pedro IV, também conhecida como Rossio. É uma das principais da cidade, com um vai-e-vem de gente e com uma estátua de D. Pedro I no alto de um obelisco (para os portugueses, ele é Pedro IV). O chão da praça é todo ornado com pedras portuguesas, tão comuns em algumas calçadas brasileiras. A que está ali possui desenho de ondas e é igualzinho ao calçadão da Praia de Copacabana no Rio de Janeiro. Os cariocas vão se sentir em casa!

Saindo de lá, fui caminhando pela Rua Áurea até o Elevador Santa Justa. É um elevador vertical que leva até uma plataforma alta. Chegando nela, temos 2 opções: seguir em direção ao Bairro Alto ou subir uma estreita escada de ferro e acessar uma outra plataforma mais acima, onde está um dos mais famosos mirantes da cidade.

Ao lado das plataformas, estão as ruínas do Convento do Carmo, destruído no terremoto de 1755. Ficou dessa forma como uma espécie de monumento em memória à tragédia ocorrida no século XVIII.

Meu destino era subir até o mirante (ou miradouro para os portugueses). De lá, tive umas das mais belas vistas da cidade e do Tejo.

Descendo de volta à Baixa, fui me embrenhando por aquelas ruas paralelas, cheia de lojinhas e restaurantes muito agradáveis para um passeio.

Ao invés de seguir em direção ao Tejo, cruzei as ruas e fui em direção ao Largo Martim Moniz, onde peguei um bonde que me levou ruas acima, em direção à entrada da próxima atração que visitei (e adorei): o Castelo de São Jorge.

Castelo de São Jorge

Castelo de São Jorge

Sei que sou totalmente suspeita pra falar, já que adoro um castelo medieval. Mas este foi um dos passeios mais legais que fiz em Lisboa. Localizado na colina mais alta da cidade, foi um forte que atravessou os séculos e viu Lisboa crescer, ser destruída por um grande terremoto e depois ser reconstruída. E a vista... Deslumbrante! Vale muito a pena a visita. Mas prepare-se, pois o castelo possui várias escadarias vertiginosas, com degraus altos, bem como parapeitos relativamente baixos. No geral é seguro, mas sugiro que se ande e suba com calma para não ocorrer nenhum acidente.

Após o passeio, desci pelas ruas da Alfama, bairro muito famoso por suas casas com varais nas janelas, bem característico. De lá, peguei outro bonde que me levou de volta para as ruas paralelas da Baixa.

Seguindo pela Rua Augusta, fui em direção à Praça do Comércio. Para chegar nela, é preciso passar por uma espécie de portal, ladeado por grandiosas arcadas e um edifício de fachada amarela em cima.

Antes do terremoto de 1755, havia nesta praça o Palácio da Ribeira, a moradia do Rei Dom José I (avô de Dom João VI). Quando se deu a reconstrução da região da Baixa, no espaço do antigo palácio foi construída a atual praça e foi erguida uma estátua equestre do monarca no centro.

Voltando pelas ruas paralelas, passando pelo Rossio e me embrenhando pelas vielas à oeste, peguei o Elevador da Glória. Diferentemente do Elevador Santa Justa, este é um funicular (bondinho que sobe um plano inclinado) que leva até outro mirante da cidade, o Miradouro de São Pedro de Alcântara. E mais uma vez, de outro ângulo, tive uma vista panorâmica espetacular da cidade.

Aliás, essa é uma característica fantástica de Lisboa. Por ter várias colinas e muitas ladeiras, a cidade é cheia de mirantes, que são acessados por funiculares e elevadores que não só ajudam o turista, como servem de transporte para os moradores da capital portuguesa que querem acessar as partes mais altas.

Saindo do mirante fui passear pelas ruas do Bairro Alto e do Chiado, que é a região alta que fica a oeste da Baixa. Costuma ser uma área mais boêmia e aproveitei para sentar em um dos vários restaurantes para jantar e ver o vai-e-vem de gente. Também é uma ótima opção para final de dia na cidade.

Internet no celular durante a viagem

Não dá mais pra viajar para o exterior sem internet no celular. Para fugir das altas tarifas das operadoras a melhor solução é comprar um chip internacional antecipadamente e já chegar no destino com tudo funcionando. A Easysim4u oferece planos sob medida na Europa com conexão de internet 4G franquias proporcionais ao número de dias do pacote. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

UTILIZEI ESSE CHIP EM LISBOA! Leia nossa resenha no post: Utilizando o chip da EasySim4U na Europa

Considerações finais

Lisboa foi uma grata surpresa. Não que eu achasse que não iria gostar de visitá-la, mas sim porque eu gostei muito mais do que eu esperava.

Para uma pessoa que esteja indo pela primeira vez, 2 dias de visita costuma ser o suficiente.

Não tem 2 dias inteiros? Então não perca a minha sugestão de roteiro de 1 dia em Lisboa, baseada nesta visita que relatei aqui no post (adaptável para 1 dia e meio).

Aqui no blog temos vários artigos que poderão enriquecer sua visita às terras portuguesas. Você pode acessar a nossa página completa de destinos e conferir todo nosso conteúdo sobre Portugal e Lisboa.

Ficou com alguma dúvida? Já foi à Lisboa e quer dar uma sugestão? Não hesitem em dar seus comentários. Eles são muito bem-vindos.

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço. O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura. Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Antes de alugar um carro, faça uma comparação entre as principais locadoras do Brasil e do mundo. A nossa parceira RentCars te ajuda nessa busca de preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura. A cobrança poderá ser feita em reais, sem IOF. Divida em até 12 parcelas no cartão de crédito ou aproveite um desconto de 5% no boleto bancário. Compare os valores e economize.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis. Pagamento no cartão de crédito em até 12 parcelas ou com desconto no boleto bancário. Ganhe 5% de desconto adicional comprando seu seguro com nosso cupom de desconto: PARAVIAGEM05.

 Compre um chip internacional e se mantenha conectado durante sua viagem. A Easysim4u oferece planos sob medida na Europa com conexão de internet 4G franquias proporcionais ao número de dias do pacote. Você recebe o chip em sua casa, de forma antecipada, e chega em seu destino com tudo funcionando. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

 Compre ingressos para atrações, shows, espetáculos, eventos, tours, passeios e muitas outras experiências com a GetYourGuide. A empresa, presente nos principais destinos, oferece vantagens como a garantia do menor preço e a possibilidade de reserva online antecipada, garantindo seus bilhetes antes da viagem.

 Encontre as melhores datas para a sua próxima viagem e economize na hora de comprar as passagens aéreas. Usando a plataforma do Passagens Promo você pode pagar com cartão de crédito em parcelas sem juros e sem cobrança de IOF. A empresa conta ainda com selo de qualidade no atendimento. Agora não tem mais desculpe, partiu Lisboa!

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Galeria de Fotos:

132 Comentários
  1. Diogo

    Europa é incrível. Vou para lá todo ano e sempre tento passar pela França, Portugal, Espanha, Inglaterra e Itália. Viagem para a Europa é tudo! Obrigado pelas dicas.

    • Fernanda Rangel

      Oi Diogo
      Concordo com você: a Europa é maravilhosa! Não há lugar no mundo que consiga reunir tanta história, cultura e atrações. É tudo muito diferente e fantástico. Imperdível.
      O interessante é que você pode ir mais de uma vez num mesmo lugar da Europa e ainda vai ficar faltando alguma coisa para visitar. Aliás, essa é uma ótima desculpa para poder voltar… Rsss…
      Abraços

  2. Maninho

    Fernanda; Fiquei quase um dia inteiro em Lisboa, de passagem para Munique, mas a minha impressão inicial, infelizmente, não foi das melhores, achei o pessoal da alfândega muito grosseiros, arrogantes, o que me fez odiar minha estadia em Portugal. Vou tentar ir lá de novo ano que vem, espero ter me enganado em relação à receptividade de Portugal.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Maninho!
      Já passei pela alfândega/imigração do aeroporto de Lisboa 2 vezes e em ambas achei que eles foram secos, mas não chegaram a ser arrogantes. Talvez eu tenha dado sorte.
      Os portugueses, no geral, são cordiais. Mas naquele estilo europeu de ser, um pouco mais frio.
      Comigo aconteceu algo semelhante em outro lugar. Eu estava em Londres e fiz um passeio de 1 dia em Paris, que eu não conhecia ainda. Foi uma catástrofe! Achei a cidade suja, insegura e os franceses arrogantes, mal educados e grosseiros. Como todo mundo fala maravilhas de Paris, resolvi dar uma segunda chance e voltei no ano seguinte, desta vez para ficar uns dias. E foi totalmente diferente, fui muito bem tratada e não levei nenhum “fora”.
      Espero que você também consiga desfazer a sua má impressão. Portugal é lindo, vale a pena a visita.

      • Mario

        Ola. Estou indo daqui a alguns dias passar por Lisboa pela primeira vez. Gostei muito das suas dicas, já que passarei 2 dias inteiros por la, como stopover. Sobre Paris, realmente a cidade pode oferecer experiencias bem distintas, muitas vezes independendo da nossa cordialidade. Não devemos esperar afabilidade dos parisienses (no interior é diferente), mas se respeitarmos algumas regras de etiquetas tácitas (como tentar falar, mesmo que minimamente um francês sofrível, antes de meter o inglês de cara), eles serão polidos. Agora, em todo lugar, tem alguém que acordou com a pá virada em determinado dia e cruzar nosso caminho.

        • Fernanda Rangel

          Oi, Mario!
          Obrigada pelo seu depoimento. 😀
          É verdade mesmo: em Paris tem que tentar falar um pouquinho do francês (nem que seja um simples “bonjour”) pra não ser mal tratado pelos parisienses. Faz uma diferença tremenda.
          Abs

    • Marcio

      Oi Maninho

      Acho que você teve azar.

      Fiquei dois dias em Lisboa, em 2010, e adorei a cidade e os portugueses.
      Pelo menos para mim, foram super prestativos, quando ficava vendo os mapas, para onde ir, já chegava alguém perguntando, onde queria ir.

      Ou, num restaurante, pedi um queijo que vinha em um vasilhame diferente. Fiz uma cara estranha e não sabia como comer, quando a pessoa da mesa ao lado, ensinou como comer.

      Adorei, e pretendo voltar com a minha esposa que é descendente de portugueses, e ficar pelo menos uma semana, conhecendo o interior de Portugal, também.

      Abs

  3. Tomar umas cervejas no Bairro Alto é tudo de bom. Além do mais, não tem quem não se encante com Lisboa. Parabéns pelo post. Abraços.

  4. Washington

    Fernanda,

    No final de Março estarei fazendo conexão em Portugal, optei por ficar dois dias e vou seguir suas sugestões.

    Abraço,

    • Fernanda Rangel

      Oi, Washington!
      Lisboa é uma cidade bastante agradável e uma ótima opção de passeio, principalmente por não ser uma cidade careira.
      Boa viagem e curta bastante!
      Abraços.

  5. Ana Stehling

    Oi Fernanda,
    Adorei o seu blog e vou utilizar muito as suas dicas. Como você, tenho dois dias inteiros para visitar Lisboa, além do dia de minha chegada, que ocorrerá às 11h00. Ficarei hospedada na Av. Liberdade, próximo à praça Marquês de Pombal. Estou indo com a minha família, meu marido e dois filhos de 14 e 13 anos. Neste dia, vele o passeio ao Parque Eduardo VII para descansar da viagem.
    Como você, sou uma apaixonada por viagens. A curtição já começa no planejamento e leitura de posts como o seu.
    Parabéns pelo Blog e obrigada pelas dicas.
    Abraços,
    Ana Stehling

    • Fernanda Rangel

      Oi, Ana!
      É verdade, eu tb já começo a me divertir nas leituras pré-viagem. Tem gente que acha que isso tira um pouco a surpresa pelo que iremos ver, mas eu discordo: acho que só acrescenta. Se a gente já for sabendo o significado das atrações, a visita torna-se mais rica. E se formos com tudo planejado, ganhamos tempo para conhecer mais coisas.
      E agora, com o blog, arrumei uma curtição pós-viagem! rsss…
      Obrigada pelo elogio e uma ótima viagem pra vcs!
      Abs

      • Marilene Torres

        O meu sonho é ir à Portugal, vou ver se vou no final desse ano ou na metade do outro ano eu irei, vão depender de minhas férias, mas adorei suas dicas, principalmente para quem vai viajar sozinha como eu, a minha dúvida é chegando no aeroporto se dá pra se sair bem pra passar pela imigração, porque fui para a Argentina e me enrolei um pouquinho para entende-los, mesmo sendo o espanhol quase parecido algumas palavras, mas como falam muito rápido fiquei meio perdida em algumas perguntas. Gostaria de saber mais algumas coisas que possam surgir em meio as minhas dúvidas.

        • Fernanda Rangel

          Oi, Marilene!

          Obrigada pelo elogio!

          Já passei 2 vezes pela imigração em Lisboa e em ambas foi em trânsito, ou seja, eu estava em um vôo de conexão e entrando na UE por Portugal.
          Falo isso porque das 2 vezes, eles só deram um “bom dia” e carimbaram o passaporte. Simples assim.
          Quando visitei o país, eu estava vindo da França e não precisei fazer imigração neste trajeto (já que ambos fazem parte do Acordo de Schengen).

          Mas se eu tivesse realmente entrando em Portugal, acredito que teria rolado pelo menos um bate-papo com o agente da imigração – que seria tranquilo, já que o português dos lisboetas foi o que achei mais fácil de compreender.

          Baseado no que já me aconteceu em outras ocasiões, geralmente eles perguntam o motivo da viagem (turismo, trabalho e etc) e quantos dias vai ficar por lá. Esteja sempre em mãos o seguro viagem, a reserva do hotel e a reserva do vôo de retorno, pois algumas imigrações pedem pra conferir.

          Depois dê uma olhada em todo nosso conteúdo do blog sobre Portugal e fique atenta, pois tem mais posts sobre Lisboa vindo por aí.

          Abs

    • Adriana A Ferraz

      Maravilhosa dicas , estou indo pra Europa , e vou até Lisboa , do dia 03 /12 a 06 /12 , com certeza vou já imprimir seu roteiro , pra minha pasta de viagens, Parabéns ; Sucesso

  6. cleo

    Muito good a tua sequencia de fotos, bastante descritiva, à guisa dos preconceitos portugal é um destino maravilhoso.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Cleo!
      Eu concordo com vc, Portugal é um destino maravilhoso. Eu adorei visitar o país e achei os portugueses bastante gentis. Fui muito bem recebida!
      Os preconceituosos não sabem o que estão perdendo! rsss…
      Obrigada pelo elogio!

  7. Helda

    Olá Fernanda, obrigada pelas dicas. Estamos planejando um roteiro no periodo das nossa ferias a partir do dia 31/12/14 para 15 dias na Europa sendo que iniciaremos por Madrid , Paris( nossas bases) e terminaremos o roteiro com 03 dias em Portugal. Pensamos em 01 dos dias ir até Porto tb.
    A ideia será ir também em Barcelona ( 2 dias) , um bate e volta em Bruxelas, Bruges e um bate volta em Amsterdam.Minha duvida seria se posso ir a Barcelona de trem e voltar no mesmo dia para Madri.
    Obrigada, Abs

    • Fernanda Rangel

      Oi, Helda!
      De todas estas cidades que você citou, conheço apenas Paris e algumas cidades portuguesas. Espanha, Bélgica e Holanda estão nos meus planos.
      Pelo que sei de amigos que já foram, 2 dias é o ideal para Barcelona. Acredito que uma visita de 1 dia teria apenas que fazer as atrações essenciais (acredito que Sagrada Família, Parque Guell e as ramblas sejam as atrações principais) e depois programar um retorno com mais calma em outra oportunidade, caso você tenha gostado muito da visita.
      Os trens entre as cidades de um mesmo país europeu costumam ser tranquilos e, dependendo do tipo (se são de alta velocidade ou não), fazem viagens rápidas. Os trens portugueses, por exemplo, são bastante tranquilos. Não sei como é na Espanha, mas acredito que mantenha esse padrão europeu. Você pode dar uma olhada no site da Rail Europe para mais detalhes.
      Infelizmente não tenho informações pessoais sobre Barcelona, Madri, Bruxelas e Amsterdam. Mas tenho algumas sugestões de roteiro para Paris, Porto, Sintra e Fátima. Além deste texto sobre Lisboa, é claro!
      Espero ter ajudado!
      Abs

  8. Daniele

    Oi Fernanda! Adorei seu post! Vou pra Lisboa em agosto/2014 e vou ficar um dia inteiro e mais uma manhã na cidade. Gostei do roteiro do primeiro dia e vou segui-lo como padrão rs. E o que você me aconselha a fazer no meio período do segundo dia? Queria aproveitar ao máximo esse pouco tempo que teremos. Obrigada 🙂

    • Fernanda Rangel

      Oi, Daniele!
      Como você terá 1 dia e meio, aconselho o seguinte: esqueça o Oceanário e o Parque das Nações e faça o resto.
      Sugiro o seguinte: siga o roteiro do “Dia 2” no seu primeiro dia e, no dia seguinte, vá apenas à região onde está a Torre de Belém, o Padrão dos Descobrimentos e o Mosteiro dos Jerônimos. Chegando cedo, dá pra visitar todos em uma manhã.
      Espero ter ajudado!
      E obrigada pelo elogio ao post!
      Abs
      Abs

  9. Marcelo

    Fernanda,
    Vale mesmo a pena ficar no Hotel Príncipe Lisboa (pelo mapa achei um pouco longe dos pontos turísticos)? Vou para Lisboa em outubro e estou considerando reservar um quarto neste hotel. Favor apenas confirmar se o bairro é seguro a noite e se tem algum restaurante próximo.
    E obrigado pelas dicas sobre Lisboa. Serão muito úteis.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marcelo!
      Eu gostei bastante do hotel. Simples, com instalações novas, bom café-da-manhã. A rua é residencial e me senti bastante segura. Logo em frente (é literalmente só atravessar a rua), há a estação de metrô Alameda (linha vermelha). E um pouco mais a frente, há a estação Saldanha (linha amarela). Ambas levam a vários pontos da cidade. Achei um transporte útil e prático.
      Quanto aos restaurantes, eu me lembro de ter ido até o Shopping El Corte Inglês que fica bem próximo. No subsolo há algumas opções (mais para lanchonete do que restaurante).
      O nosso editor Vinícius Miranda esteve em Lisboa há poucos dias e ficou no Príncipe Lisboa. Ele foi num restaurante chamado Laurentina Rei do Bacalhau e gostou bastante. Fica a uns 10 min de caminhada do hotel.
      Aliás, o Vinícius me contou que gostou de ter ficado hospedado lá. Em breve ele escreverá um post só sobre ele. Fique atento.

      Abs

      • Fernanda Rangel

        Marcelo, acabei colocando aqui uma informação errada…
        A estação de metrô que fica em frente ao hotel é a São Sebastião, que pertence a linha vermelha, e não “Alameda” como te informei.
        A estação Saldanha fica um pouco mais à frente e pertence não só à linha amarela, como também à linha vermelha.
        Peço desculpas pela confusão.
        Abs

        • Marcelo

          Tranquilo Fernanda. Não se preocupe.
          Eu não reparei nos nomes das estações, mas havia visto no mapa que a estação que fica em frente ao hotel (São Sebastião, como você informou) também pertence a linha azul, com estações na parte histórica, como Rossio e Baixa-Chiado.
          Aliás, já reservei um quarto neste hotel.
          Abs.

  10. Juliana

    Oi Fernanda, tdo bem?
    Achei mto legal suas dicas. Ficarei apenas um dia e meio em Lisboa e preciso dar um pulinho em Fátima por ser católica. Mas quero dar um jeitinho de conhecer o Parque das Nações, Mosteiro dos Jerônimos,e principalmente o Castelo de São Jorge.
    Vou ficar num hotel que fica a 5 minutos da Praça Marques Pombal, e para ir em Fátima só vi passeios de dia inteiro, e acho que perderia muito do pouco tempo que tenho. No seu post você disse que o transporte funciona muito bem. Acho que vou arriscar fazer tudo por conta própria.
    Tem alguma indicação???
    Beijos, e obrigada!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Juliana!

      Pra ir até Fátima, vc vai acabar utilizando um pouco mais que metade de 1 dia. Mesmo que vc pegue o ônibus cedo, a viagem dura 1h30min de Lisboa até lá e vice versa. Ou seja: só de deslocamento são 3h. E isso se não tiver que esperar por algum horário do ônibus. Chegando lá, conte que tem um deslocamento da rodoviária até o Santuário, onde vc tem 2 basílicas pra conhecer e 1 capela. Fora o tempo que vc vai precisar para tirar fotos, fazer orações, visitar a feirinha que há próximo (a gente não resiste em trazer pelo menos um tercinho de lá).
      Acredito que será um passeio de, no mínimo, 6 horas. Se vc pegar um ônibus às 7h da manhã, umas 13h vcdeverá estar de volta à Lisboa. Mas aí vai ter que tomar conta do relógio..
      Eu não utilizei o transporte público para ira até Fátima, pois fui de carro com uma amiga que morava em Portugal na época. Só utilizei o trem e achei excelente. Como Fátima é um passeio muito procurado, acredito que haja uma estrutura para o turista (e pros portugueses tb) que queiram ir por conta própria. Pelo que entendi vc leu o post de Fátima, certo? Lá informo como fazer pra chegar no Santuário.

      Quanto a 1 dia em Lisboa, vc pode fazer assim: vá de manhã cedo à região de Belém (Mosteiro dos Jerônimos, Padrão dos Descobrimentos e Torre de Belém). Depois, volte para o centro histórico de Lisboa e visite as ruas paralelas que há lá (eu não deixaria de ir no Elevador Santa Justa). De lá, siga até o Castelo de São Jorge para visitá-lo. No final do dia, siga até o Parque das Nações. Vai ficar um pouquinho corrido, mas dá pra fazer.

      Espero ter ajudado!
      Bjs

      • Juliana

        Oi Fê, ajudou sim.
        Esse roteiro de um dia que vc fez está perfeito. Vou seguir a risca…
        A minha maior dúvida é em relação a Fátima, pois chego em Lisboa dia 14/11 as 12:40h. Queria ir em Fátima neste dia…
        Para ter o dia 15/11 para seguir o seu roteiro….
        ai dia 16/11 volto para o Brasil.
        Super corrido, né?! Não sei se vai dar certo ir em Fátima… =(

        • Fernanda Rangel

          Oi, Ju!
          Acho que vai ficar corrido sim. Vc chega 12:40h de avião, certo? Até pegar as malas, se deslocar ao hotel, fazer check-in… Então vc começará o dia lá pelas 14:30h, no mínimo.
          O que vc pode fazer é aproveitar essa tarde pra ir até Belém e fazer as atrações de lá. No dia seguinte, acorde bem cedo e vá até Fátima. Voltando umas 14 ou 15h pra Lisboa, faça o restante que fica no centro histórico. É uma ideia…
          Abs

  11. Denise Andréa Motta Pereira

    Pessoal

    Boa tarde,Sou Engenheira Civil tenho 36 anos e nunca viajei pra fora do Brasil acredita!!!!!
    Sempre inventava desculpas, trabalho demais, família, namorado enfim nunca me permiti.
    Esse ano vou fazer minha primeira viagem pra fora e sozinha e tenho obrigação de torna-la incrível preciso muito de dicas quero que seja perfeita.
    Vou estar dia 13 e 14/09 em Lisboa portanto preciso saber qual os lugares mais interessantes e próximos para aproveitar ao máximo ficarei em Chiado.
    Depois vou para Madrid 14/09 até 19/09 onde farei um curso e terei o período da tarde e noite para explorar Madrid…. agradeceria todas as dicas
    19/09 a 21/09 Fds em Paris….sonho realizado…..tb preciso de melhores dicas já que só terei um fds!!!
    e 21/09 até 29/09 Barcelona onde terminarei o curso e terei as tardes e noite livres.

    Vocês tem tantas opções de passeios!!!! Mas como fico pouco tempo gostaria de saber os imperdíveis.
    Podem me ajudar a fazer meu planejamento e tornar as minhas férias ( 1º da minha vida) incríveis!!!!!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Denise!

      Nunca é tarde para começarmos a viajar pra outros países, não é? Até pq vc ainda é jovem e tem uma vida inteira pela frente, ainda irá a muitos lugares especiais.

      Mas vamos lá…

      Vc ficará 2 dias em Lisboa, certo? O ideal mesmo é fazer o que foi indicado no post, pois se vc colocar tudo num dia só e deixar outro livre para um passeio nos arredores, acho q vai ficar muito corrido. Acaba que vc não vai conhecer nada direito. Melhor mesmo é aproveitar bem a capital portuguesa, que particularmente achei encantadora.

      A cidade é relativamente pequena e possui um ótimo sistema de metrô. estando no Chiado, será mais fácil ainda, pois é pertinho do centro, onde estão as atrações principais. Fora que os portugueses são super solícitos (pelo menos foram comigo). Eles vão te ajudar.

      Eu ainda não conheço a Espanha, por isso, não tenho uma opinião pessoal sobre Madrid e Barcelona pra te dar. Mas pelo que já ouvi dizer de amigos que já foram, 2 dias (no mínimo) para cada uma delas costuma ser o suficiente.

      Paris é aquele charme que todo mundo imagina. Já fiquei 1 dia na cidade e já passei 6 dias. Um fds dá pra fazer bastante coisa. Veja o post do meu roteiro de 6 dias em Paris e selecione as atrações que mais te interessar e crie um roteiro de 3 dias, seguindo as dicas.

      Sei que a gente fica louca pra fazer mil passeios quando estamos pela Europa, pois tudo é relativamente perto. Mas para uma primeira viagem, aconselho você dar preferência a conhecer bem as principais cidades. Numa outra ocasião (tenho certeza que ela surgirá), você volta e aí passeia pelos arredores.

      Fique tranquila que vai dar td certo.

      Abs

      • Kátia Chaves

        Fernanda adorei suas dicas, mais no meu caso não da pra fazer tudo, vou fazer uma conexão bem rápida, poderia me sugerir o que não posso deixar de conhecer? Chego as 18:30 e vou embora no dia seguinte as 16:40, então só tenho uma noite e uma manhã. Obrigada!!!!!

        • Fernanda Rangel

          Oi, Kátia!
          Na verdade, você terá apenas 1 manhã. Chegando 18:30h, até sair do aeroporto e ir para o hotel, já vai estar noite.
          Infelizmente vai ter que deixar algumas atrações de fora, pois não dá pra fazer tudo em meio período.
          Sugiro assim: faça um passeio ao Cassino Lisboa na noite de sua chegada ou então faça um jantar na região do Chiado (uma ótima ideia, principalmente se for mais para o final da semana).
          No dia seguinte, comece cedo para aproveitar ao máximo. Das duas, uma: ou você visita a região de Belém (Mosteiro dos Jeronimos, Padrão dos Descobrimentos, Torre e pastel de Belém) nesta manhã ou então fique pela região do Rossio e Centro Histótico (incluindo Castelo de São Jorge).
          Se você for bem cedinho até Belém e não entrar em nenhuma atração, até dá pra fazer tudo isso, mas acho muito corrido.
          Espero tê-la ajudado.
          Abs

  12. Kátia Chaves

    Fernanda ajudou sim, vou vê qual das duas sugestões fica mais próxima do hotel e decidir!!!!
    Outra coisa, gostaria de saber se você tem sugestões de hospedagem em Londres, Liverpool, Barcelona e Paris, pois vou para esses locais e não tenho a mínima noção de onde ficar.

    Obrigada.

  13. Francislaine

    Ola Fernanda, tudo jóia?
    Adorei suas dicas…tudo muito bem explicadinho! Estou indo pra lá semana que vem e pretendo seguir seu
    Roteiro, só que vou chegar em Lisboa num sábado as 4 da tarde e ficarei lá 3 dias e pretendo ir pra Nazaré… O que você me aconselha please RS beijo grande e obrigada!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Francislaine!
      Lisboa é uma cidade bem compacta e dá pra resolver tudo em 2 dias. Conheço gente que fez tudo em 1 dia e meio, mas admitiu que foi corrido.
      Há várias opções de “bate e volta” de Lisboa, e Nazaré é uma delas (que eu infelizmente não visitei). O que fiz foi um passeio para Sintra, que eu adorei! Tem gente que também escolhe fazer uma visita à Fátima, que apesar de ser um pouco mais distante, é totalmente viável ir de Lisboa (Portugal é um país pequeno).
      O ideal é tirar 2 dias para Lisboa e 1 para o “bate-e-volta”.
      Fiz posts com os roteiros que segui em Sintra e Fátima. Depois dê uma olhadinha.
      Espero tê-la ajudado!
      Abs

  14. Liane

    Ameeei a matéria vc descreve com enrusiasmo sua viagem. Vou ficar 4 dias, se conyar que chzgo dia 30/06 as 13h e saiu de lá dia 04/07 ao meio dia. Será quz tem alguma cidade próxima para conhecer? Dica do nome se restaurantes famosos para comer um tipico bacalhau portugues?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Liane!
      Obrigada pelo elogio!
      O passeio “bate e volta” que fiz de Lisboa foi para Sintra e adorei. Mas tem outras lugares próximos, como Cascais, Estoril, Queluz… Há quem dê uma esticada até Fátima, Évora, Nazaré, Óbidos, que também são belas opções.
      Visitei Fátima vindo do Porto, mas ela fica mais perto de Lisboa.
      Quanto ao bacalhau, acabei não comendo nenhum em Lisboa. Eu fiz algumas refeições em restaurantes do Shopping Vasco da Gama (no Parque das Nações) e também no shopping que havia perto do hotel que fiquei.
      Mas o nosso editor Vinícius esteve por lá em junho e experimentou o bacalhau do restaurante Laurentina Rei do Bacalhau e gostou bastante.
      O bacalhau que comi foi no Porto, no restaurante Lage do Senhor de Padrão. Muito bom!
      Fiz um relato de como foi minha visita a Sintra e Fátima. Depois dê uma olhada.
      Abs

  15. Izabelle Natal Munhós

    Fernanda, adorei o seu roteiro de 2 dias, já estive em Lisboa em 2011, por mais de 2 dias, adorei a cidade e estou pretendendo ir com meu marido agora em janeiro 2015, vamos ter mais tempo, pretendo ficar com 3 dias livres, vou seguir suas dicas.Obrigado, um bjnho.

  16. Gilnei Assis

    Olá Fernanda.
    Estou indo a Lisboa em abril de 2015, vou ficar 2 dias e seguir seu roteiro, achei ótimo! Qual o melhor bairro para ficar hospedado? Que seja seguro e perto das atrações.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Gilnei!
      Achei esse bairro do hotel que me hospedei excelente. Tranquilo, residencial e bem servido de metrô – que nos leva aos principais pontos da cidade. Recomendo bastante.
      Abs

  17. luiz geraldo neto

    Fernanda
    Março de 2015, estarei por 4 dias em Lisboa e pretendo fazer todo o seu roteiro de 2 dias, vc tem mais alguma sugestão ?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Luiz Geraldo!
      Sim. Você pode aproveitar pra fazer alguns passeios de 1 dia. Fiz um “bate e volta” de Lisboa pra Sintra e adorei a cidade! Outra ideia é dar uma esticada até Fátima.
      Muita gente também aproveita pra conhecer Cascais e Estoril, que ficam mais próximas de Lisboa. Acabei não indo até lá.
      Um pouco mais longe, porém viável, é ir até Évora ou Óbidos. São lugares bastante bonitos e procurados por turistas. Infelizmente, também não os visitei.
      Portugal é um país pequeno, o que facilita bastante esses tipos de passeio.
      Postei aqui no blog o meu roteiro em Sintra e tb meu roteiro em Fátima.
      Abs

      • luiz geraldo neto

        Olá, Fernanda
        Agradeço muito suas dicas, vou segui-las. Caso vc lembre de mais algum detalhe, por favor me informe
        Abraços

  18. luiz geraldo neto

    Fernanda
    Irei tambem a Paris, vc teria dicas para 4 dias ?

  19. Juliana

    Boa tarde Fernanda,
    Em março viajarei para Lisboa, gostaria de saber o clima lá como é, e o que levar na mala? Assim como também para Paris, o que levar e o clima?

    Bjinhos.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Juliana!
      Paris é bem mais fria que Lisboa. Fazendo uma comparação com o período que fui (final de fevereiro, ou seja, próximo do período que vc vai), em Lisboa fez uma média de 13 a 15 graus no meio do dia e uma temperatura de cerca de 9-10 graus de manhã cedo e à noite. Já em Paris, 10 graus era a temperatura do meio do dia…
      De qualquer forma, não estará frio o suficiente para ter que colocar segunda pele ou aqueles casacos poderosos. Mas com certeza estará mais frio do que estamos acostumados aqui no Brasil. Digo isso mais pra Paris mesmo, pois Lisboa fez um frio em fevereiro bem parecido com o que pegamos no sul do Brasil, ou seja, nada que não seja tolerável.
      O clima anda muito louco e às vezes a diferença de um mês pro outro pode ser gritante. Por ex, visitei a Itália num mês de maio e precisei usar casacos leves e echarpes várias vezes. O nosso editor Vinícius Miranda visitou o mesmo país no ano seguinte no mês de junho e quase assou lá na Itália, de tanto calor que passou.
      Por isso, eu aconselharia pensar em todas as possibilidades. Não precisa levar o armário todo dentro da mala, mas eu levaria o melhor casaco que eu tivesse e algumas roupas de inverno que usamos por aqui. E colocar uma camiseta ou 2 na mapa, por desencargo.
      Espero tê-la ajudado!

  20. Ary Carvalho

    Ola, Fernanda!
    Seu blog foi um verdadiro achado! As vezes fico pensando como conseguíamos viver nos tempos em que não existia a internet rsrsrsrs.
    Estou programando uma viagem para Portugal entre os dias 5 e 15/jan, e suas dicas vao me ajudar muito. Pretendo segui-las à risca.
    Como vou ficar mais dias na cidade, vc sugeriria alguns outros locais que nao visitou e que valeriam a pena? Como algum museu ou cidades do entorno?
    Gostaria de sugerir que voce incluísse em seus comentarios os preços de entrada das varias atrações, locais onde vc fez suas refeícões, o que comeu, e preços dos meios de transporte, como metro, trem, funicular, etc… Creio que ajudaria muito os viajantes menos experientes, e foi uma coisa que senti falta ao ler suas materias.
    Obrigado pelas dicas e continue escrevendo sobre suas viagens!
    Ary carvalho

    • Fernanda Rangel

      Oi, Ary!

      Concordo com você. Não sei como seria o planejamento de uma viagem sem a internet. Sem google, sites das atrações e blogs… Teríamos que contar com a sorte de ter algum amigo que já tivesse ido e trouxesse algumas dicas.

      Lisboa não tem muito mais do que essas atrações que citei no post. Mas já que você ficará mais alguns dias, aconselho dar uma esticada até as cidades próximas, como passeio de 1 dia. Portugal é um país pequeno, o que permite alguns deslocamentos.

      No meu caso, tirei 1 dia de Lisboa e fui até a cidade de Sintra. Adorei a cidade! Outra opção é dar uma esticada até o Santuário de Fátima. Fiz um post falando de cada uma delas, inclusive de como fazer pra chegar a elas.

      Muita gente aproveita também para conhecer Cascais e Estoril, que ficam próximas à Lisboa. Outra ideia também é dar uma esticada até Évora ou Óbidos – um pouco mais distante, mas bem viável. Todas as 4 eu não visitei, mas são bem cotadas por aqueles que visitam Lisboa.

      Quanto às sugestões: providenciarei os links dos sites oficiais, que já contam com preços dos ingressos e horários de visitação (que mudam o tempo todo e lá estarão mais atualizados). E está na pauta termos um post sobre o transporte público de Lisboa (que é bastante tranquilo de usar).
      Sobre as refeições, confesso que não comi em nenhum restaurante específico por lá, pois na época que visitei Lisboa, era o final de uma viagem e eu já estava há uns 15 dias fora de casa. Acabei apelando pros restaurantes de comida brasileira mesmo (facilmente encontrados nos shoppings). Deixei o famoso bacalhau e outras iguarias pra comer no Porto, que foi a cidade que fiquei mais tempo.

      Mas nosso editor Vinícius foi à Lisboa em junho de 2014 e gostou bastante do restaurante Laurentina Rei do Bacalhau, que fica próximo do hotel que indiquei no post.

      Obrigada pelo elogio e sugestões!

      Abs

  21. Márcio Lima

    Oi Fernanda, parabéns pelo site e por compartilhar suas experiências. Muito bom!
    Vou casar em abril e a lua de mel será na Europa. Essa será nossa primeira viagem ao local.
    Optamos por fazer uma conexão em Lisboa que nos permitisse conhecer, mesmo que rapidamente, a cidade.

    Baseado no seu roteiro e nas suas dicas, preparei o roteiro da seguinte maneira:
    1ª passagem: Chegaremos as 11h05 na segunda e embarcamos as 06h55m do dia seguinte.
    – Elevador Santa Justa
    – Castelo de São Jorge
    – Chiado
    caberia mais alguma visita?

    2ª passagem: Chegaremos as 17h35m do sábado e embarcamos as 16h30 do domingo.
    – Cassino de Lisboa (sábado a noite)
    – Região de Belém (Mosteiro do Jeronimo, Padrão dos Descobrimentos, Torre e Pastel de Belém).

    Consegue seguir bem suas orientações? Rsrs

    Em seguida, embarcamos para Paris. Pretendemos dar um pulo em Amsterdan. Ao todo, serão 14 de viagem.
    Vou ler suas dicas. 😉

    • Fernanda Rangel

      Oi, Márcio!
      Obrigada pelo elogio!
      Seu roteiro está ótimo. Vcs vão visitar os principais pontos turísticos de Lisboa e a previsão está muito boa, vai dar pra conhecer tudo sem correria.
      Na 1ª passagem, quando for ao Elevador Santa Justa, conte também em visitar o entorno, como o Rossio, as ruas paralelas e a Praça do Comércio (que é um dos cartões postais da cidade). Em 1h a 1h30min vcs conseguem visitá-los (fica um do lado do outro).
      Paris é maravilhosa! Com 1 ou 2 dias vcs conhecem o básico, mas vale a pena ficar pelo menos uns 6 ou 7 pra conhecer bem. Não deixem de ir a Versalhes, é lindo! Tenho posts aqui no blog contando como foram as minhas visitas.
      Amsterdam ainda não conheço, mas está nos planos para visitar esse ano.
      Fique atento que muito em breve (essa semana ou a próxima) colocarei no blog um post com o roteiro de 1 dia em Lisboa, com previsão de tempo de visita a algumas atrações e informações sobre o deslocamento entre elas.
      Uma ótima viagem pra vcs!
      Abs

  22. Leandro

    olá amiga. gostaria de saber os valores dos passeios…..será melhor para fazer minha programação…obrigado Leandro

    • Fernanda Rangel

      Oi, Leandro!
      Acabei não colocando os valores porque eles desatualizam com frequência, levando em consideração que minha viagem foi há 3 anos.
      Geralmente os sites oficiais das atrações disponibilizam estes valores.
      Pra te ajudar, dê uma olhadinha no post que fiz recentemente com o roteiro de 1 dia em Lisboa. Nele, coloquei vários links com as informações que vc precisa sobre as principais atrações.
      Abs

  23. Juliane

    Olá.
    Estou pensando em passar minha lua de mel em Lisboa… Penso em montar um roteiro de passeios, mas estou meio perdida.. Será que alguem me ajuda?

    PORTUGAL
    Lisboa
    Onde ficar? Chiado, Bairro Alto, Príncipe Real
    Opção de Hotel 3 estrelas: Residencial Vila Nova (próximo a Avenida da Liberdade e a Praça Marques do Pombal.)
    Opção de Hotel: Hotel Príncipe Lisboa

    Passeios:
    Fábrica dos Pasteis de Belém
    Torre de Belém
    Oceanário de Lisboa, que fica no Parque das Nações.
    Castelo São Jorge
    Foz do Arelho
    Museu Nacional do Azulejo
    Museu da Marinha
    Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves
    Mosteiro dos Jerônimos
    Ponte 25 de Abril
    Santuário Nacional do Cristo Rei
    Cassino Lisboa
    Praça Marquês de Pombal
    Vila Sintra
    Palácio Nacional da Pena
    Shoping Vasco da gama
    Rossio (regiao baixa)
    Praça do Comércio(regiao baixa)
    Elevador de Santa Justa (Convento do Carmo) (regiao baixa)
    Ruas da Alfama
    Elevador da Glória
    Miradouro de São Pedro de Alcântara

    • Fernanda Rangel

      Oi, Juliane!
      Quantos dias vc vai passar em Portugal?
      Pensando nas atrações de Lisboa, te aconselho fazer esse roteiro de 2 dias que descrevi no post e tirar mais uns 2 dias pra ir aos museus que vc listou acima.
      Tire mais 1 dia também pra ir a Sintra (fiz um post de como foi meu passeio a Sintra)
      Abs

  24. marcia cristina feliciano da costa

    Oi Fernanda, pretendo viajar para Lisboa fim de abril. Gostaria de dicas para hospesagem pois queremos ir até a Ilha da madeira terra do meu sogro, visitar alguns locais. Creio ficar uns 4 dias. Eu e meu marido e nunca fizemos viagem fora do brasil. Depois vamos para Dinamarca visitar meu filho que está em intercâmbio de doutorado em Lyngby. Você pode nos orientar como passear em Portugal?

    Obrigada

    Márcia

    • Fernanda Rangel

      Oi, Márcia!
      Infelizmente não conheci ainda a Ilha da Madeira (que dizem ser lindíssima). Por isso, não teria uma indicação pessoal de hotel.
      Em Portugal, o único hotel que fiquei foi em Lisboa (Hotel Príncipe Lisboa), que é ótimo. De lá, segui pra casa de uma amiga que morava no Porto.
      Nessa viagem, fiquei 3 dias em Lisboa (2 visitando e 1 fazendo “bate e volta” pra Sintra) e 4 dias no Porto (sendo 2 de visita, 1 para “bate e volta” à Fátima e 1 para descanso).
      É super tranquilo o deslocamento entre as cidades portuguesas. O serviço de transporte deles é bem eficiente e leva a qualquer lugar. Além da facilidade do idioma.
      Para circular em Lisboa também é fácil, já que é uma cidade relativamente pequena. Fiz um post com um roteiro de 1 dia em Lisboa em que trago informações de como fazer para se deslocar pela capital portuguesa. E também dê uma olhada nos posts em que descrevi como foram as minhas estadas e o que fazer em Porto, Fátima e o Sintra. Nos 2 últimos, conto também como fazer para chegar a estas cidades.
      E por fim, dê uma olhada nesse link do Booking com opções de hotéis na Ilha da Madeira. É um site bastante confiável.
      Espero tê-la ajudado!
      Abs

  25. Felipe Alcaraz

    Olá Fernanda, adorei seu post vou seguir cada passo de seu roteiro. Estou indo em Julho novamente para a Itália, mais dessa vez vou passar por Lisboa. Muito obrigado !!!

  26. Denise

    Olá Fernanda, Parabéns pelo blog, realmente todas as informações são super uteis, vou para Portugal em julho. Você teria dicas de casas de fado em Lisboa ? Você conhece a casa O Faia , se sim é muito caro? E dicas de hoteis em Porto? Obrigada.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Denise!
      Obrigada pelo elogio!
      Não fui a nenhuma casa de fado em Portugal (confesso que não me atrai muito), por isso, não teria uma indicação pessoal.
      Dando uma olhadinha aqui no meu guia Lonely Planet (que utilizei para minha viagem), eles dão algumas indicações. Dos que tem site são: Clube do Fado, Parreirinha de Alfama e Senhor do Vinho.
      No Porto, fiquei hospedada na casa de uma amiga e, infelizmente, não tenho uma indicação pessoal.
      Abs

    • Salvador

      Tem a Casa da Mariquinhas, e tem uma no Bairro Alto (meio bar mas que actuam la fadistas). Muito caracteristica esta casa mas dificil de encontrar nas ruas do Bairro. (tera que perguntar no hotel ou mesmo nas ruas) A grande vantagem e nao ser tao turistico 🙂

  27. lorena

    olá! como estava a temperatura em fevereiro?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Lorena!
      Fui mais para o final de fevereiro e a temperatura variou em torno dos 10 graus. Dei soret de pegar dias de sol, o que ajudou. Talvez um tempo nublado deixe a temperatura um pouco mais baixa, mas nada abaixo de zero também.
      Abs

  28. Vítor Hugo

    Olá, é a primeira vez que vou viajar para o exterior e estou cheio de dúvidas. Gostaria se possível que você me desse algumas dicas, assim como hotéis sérios com bom preço em Lisboa e como faço para efetuar as reservas. Devo pegar um serviço de empresa de viagens para tais serviços, ou posso eu mesmo fazer. Pretendo ficar três dias em Lisboa e após ir para Paris onde ficarei mais sete dias. Grato pela sua atenção, aguardo respostas.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Vitor!

      Sei bem como é isso, pois também já tive as mesmas dúvidas quando programei minha primeira viagem internacional por conta própria.

      Fazer tudo por agência tem a vantagem de vc não precisar esquentar a cabeça com reserva de hoteis e voos, apenas com o seu roteiro. Mas por outro lado, vc fica preso ao que eles optaram e paga mais caro, porque a agência vai cobrar comissão (principalmente com relação à hospedagem). Particularmente, não acho vantajoso, pois uma viagem à Europa já é cara o suficiente sem as comissões da agência, imagina se acrescentar isso?

      Eu já faço viagens por conta própria há 4 anos e digo o seguinte: faça tudo pela internet. É rápido, fácil e seguro. Mas requer pesquisa antes, pra não entrar em nenhuma roubada. Esse é o único inconveniente, porque dá um certo trabalho…

      Sugestão para passagem aérea para o seu caso: vá pela TAP. Pesquise nos sites de busca de vôo as melhores tarifas ou no site da própria TAP. Se vc tiver com muito receio de dar algo errado, compre no site da própria companhia que é mais garantido.
      Outra coisa: aconselho ir a Paris primeiro e Portugal depois, por questões logísticas. Fiz isso em 2012: fui de TAP pra Paris (com troca de avião em Lisboa) e fiquei 8 dias na capital francesa. Depois, peguei um voo para Lisboa e fiquei mais 7 dias passeando por Portugal. No final, peguei um vôo direto de volta pro Brasil.
      Se eu tivesse feito o contrário, eu teria que voltar a Portugal novamente, pra conseguir vir pro Brasil. Muito mais complicado…

      Dos hotéis, no começo deste post indiquei o que fiquei hospedada e fiz uma resenha sobre ele. Gostei bastante e indico. Inclusive, tem um link que direciona para o site Booking, onde fiz minha reserva.
      Aliás, sempre faço minhas reservas pelo site do Booking, pois é seguro e não tem taxas adicionais ou de comissão (é exatamente os valores cobrados pelos hotéis). Nunca deu errado, e olha que já faço isso há 4 anos!
      Mas tomo certos cuidados. Faço uma pesquisa de opinião no próprio Booking e no TripAdvisor sobre aquele determinado hotel, em busca do melhor custo-benefício, antes de tomar uma decisão. Deu sempre certo. E mais: uma vez feita a reserva, sempre entro em contato com os hotéis, antes da viagem, para confirmar as reservas. Nunca houve “furo”.

      Espero tê-lo ajudado de alguma forma.

      Abs.

  29. Angela

    Oi Fernanda

    Suas dicas são ótimas, aumentam o entusiasmo para a viagem.
    Eu vou para Lisboa em Agosto proximo, por 3 dias (dois inteiros e 2 meios dias, com chegada do Rio de Janeiro e depois partida para Granada). Estarei com meu filho de 8 anos, que ja viajou por França e Praga corajosamente, e curtiu os sobe-e-desce, os dias longos de verão e ate a chuva.
    Eu gostaria de incluir atrações para ele também. Penso em irmos a Portugal dos Pequeninos.
    Do seu roteiro de 3 dias, imagino que os elevadores e o Castelo sejam o que mais pode animar uma criança. Não vamos ao Oceanário de Lisboa porque na ultima viagem fomos a um enorme e fantastico no sul da França, e essa curiosidade ele já tem saciada.
    Alguma sugestão em particular?
    obrigada por compartilhar sua experiencia,
    abs
    Angela

    • Fernanda Rangel

      Oi, Angela!
      Obrigada pelo elogio!
      Não visitei a Portugal dos Pequeninos, mas dando uma olhada no site, me parece um programa bem legal pra fazer com seu filho.
      Lisboa não tem muitas atrações além dessas citadas. Já ouvi falar que o Museu da Marinha (perto do Mosteiro dos Jeronimos) costuma ser atrativo pra garotada, pois eles fazem uma exposição sobre a Era dos Descobrimentos. Também não visitei.
      Na verdade, meu roteiro foi de 2 dias, ao invés de 3. Lisboa é uma cidade bem compacta e daria até pra fazer as principais em 1 dia ou 1 dia e meio.
      Uma ideia legal seria vcs visitarem a cidade de Sintra, que fica pertinho de Lisboa. Além de ser uma graça, tem atrações bem legais pra crianças. Ideal pra um “bate e volta”.
      Para complementar o que citei aqui, dê uma olhada nos posts que escrevi com o roteiro de 1 dia em Lisboa (que tb tem a opção de 1 dia e meio) e o passeio de 1 dia em Sintra.
      Espero tê-la ajudado!
      Abs

  30. Roseane

    Olá Fernanda, adorei seu post sobre Lisboa. Acho que me será muito útil em setembro próximo quando estarei de passagem por lá. A minha dúvida é a seguinte: como vou chegar muito cedo ao aeroporto (em torno de 6 da manhã), e a torre de Belém só abre as 10h, não seria mais interessante eu inverter e visitar primeiro o Centro de Lisboa (parte baixa) e depois a Torre de Belém e arredores? Outra dúvida: o meu vóo de volta sai de Lisboa as 19 h. Na sua opinião, qual horário devo me deslocar de volta ao aeroporto.
    Muito obrigada e parabéns pelo trabalho!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Roseane!
      Eu que agradeço o elogio!
      O seu vôo chega às 6, mas pode contar que seu passeio vai começar lá pelas 8 – pois até sair do avião, fazer imigração, pegar a bagagem, se deslocar ao hotel e fazer o check-in, já passou esse tempo.
      De qualquer forma, o centro também deve estar com o comércio fechado de manhã cedo, mas seria uma opção boa começar por ali sim.
      Seguindo a sugestão do post tb daria, pois até chegar ao Cais do Sodré e pegar a condução até Belém, já daria mais uns 30 min. Aí, é só passear com calma pela região, onde tem a esplanada do Padrão dos Descobrimentos, a Ponte 25 de Abril, a própria Torre de Belém por fora, o Mosteiro… Daria pra ficar por lá fazendo hora até abrir.
      No dia da volta, é melhor seguir a dica tradicional, que seria chegar de 2 a 3 horas antes do vôo internacional.
      Não sei se vc vai ficar 2 dias ou chegará às 06 e voltará às 19h do mesmo dia. Se for, dê uma lida no meu post de 1 dia em Lisboa, que seria o ideal pra esses casos.
      Espero ter conseguido ajudá-la mais uma vez!
      Abs

  31. Nancy Leal

    Oi Fernanda, adoro seus blogs, já fiz roteiro baseado neles para Roma, Veneza,Paris , Florença. Agora vou a Portugal , embora já tenha ido lá algumas vezes, agora vou sem grupo ou parentes de lá . Somente vou encontra-los no norte de Portugal. Por isso já estou vendo as suas dicas das cidades para aproveitar melhor. Você indica algum bairro melhor para hospedar-se em Lisboa e Porto? Abraços Nancy , mais uma vez parabéns pelos blogs.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Nancy!
      Obrigada pelo elogio aos posts! 🙂
      Como assinalei no texto, fiquei no Hotel Príncipe Lisboa que fica pertinho do Parque Eduardo VII e em frente (literalmente) a uma estação de metrô – o que facilita bastante o deslocamento para as atrações. É um bairro tranquilo e residencial e recomendo bastante.
      Já no Porto, eu não tive referência de hotel porque fiquei na casa de uma amiga em Matosinhos (um município vizinho). Mas ouço falar bem da região do centro, próximo à Av. dos Aliados. Fica perto das atrações.
      Espero ter conseguido ajudá-la mais uma vez!
      Abs

  32. jane miranda

    Passei quatro dias em Lisboa no início de outubro de 2015, amei a cidade, as pessoas sempre gentis em nos explicar o que desconhecemos. Comi muito bem no restaurante do senhor mendes, na Rua de Santo Antônio da Glória, no centro próximo à Avenida Liberdade e do funicular da Glória, comida boa, típica com direito a bebida (cerveja, vinho ou refrigerante) com valores de 6 a 8 euros. Não curti padarias pois não curto doces, mas as vitrines desses locais são lindas, comi um pastel de nata, apenas para provar. Achei caro a entrada do funicular 3,60 euros para um trecho de 200 metros (o valor dá direito a três viagens). O fato é que nosso real não vale muita coisa, mas viajo assim mesmo.

  33. RAPHAELA KHARIS

    Oi Fernanda, estive em Lisboa em dezembro de 2014 e segui seus roteiros. Suas dicas facilitaram mto a nossa viagem. Estou lendo agora suas dicas de Amsterdam. Quero mto agradecer sua disponibilidade em relatar com clareza suas experiências e compartilhar conosco. Amei Lisboa e espero voltar lá. É um lugar bastante acolhedor. Estou tomando nota dos seus itinerários em Amsterdam. Obrigada mais uma vez.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Raphaela!
      Eu que agradeço o elogio! 🙂
      Ainda estou terminando de preparar os posts sobre Amsterdam, mas o que já está publicado é o principal. Em breve, trarei “dicas de sobrevivência”. Fique atenta!
      Abs

  34. Osvaldo

    Olá Fernanda,

    assim como muitos estamos fazendo nossa primeira viagem internacional e escolhemos Portugal principalmente por causa do idioma. Temos dúvidas quanto à distancia do hotel (o que você indicou e outros que tenho pesquisado com no máximo 5km de distancia ) para o aeroporto de Lisboa pois me falaram que os taxistas fazem o mesmo que no Brasil…
    Vamos passar 7 dias (30/12 a 07/01 ) em Portugal, 4 dias (08/01 a 11/01 ) em outro país (ainda não decidimos queria uma opinião sua sobre os que você ja visitou ) e depois voltar a Portugal para voltar ao Brasil dia 16/01.
    Em Portugal ja não tenho dúvidas do que visitar seu excelente blog me clareou as idéias do que fazer em Lisboa. Porém, mesmo pesquisando bastante, ainda não encontrei a melhor forma de nos locomover para um outro país (avião ou trem ) e gostaria de sua ajuda. Também gostaria de ter ideia de valores com alimentação e locomoção dentro de Lisboa. Sei que vamos enfrentar muito frio por lá, mas estamos muito ansiosos pela viagem. Ler seu blog foi muito esclarecedor….Um abraço.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Osvaldo!
      Obrigada pelo elogio!
      Vamos lá…
      1) O aeroporto de Lisboa conta agora com uma linha de metrô que segue até o centro (inclusive, a linha que sai de lá é a mesma da estação que está em frente ao hotel que fiquei). O único problema é que a saída de metrô perto da entrada do hotel não tinha elevador. Isso com malas não vai ser uma boa ideia…
      2) Peguei taxi 2 vezes em Lisboa e foi muito tranquilo. Sei disso pq estava com uma amiga que morava no Porto (mas conhecia bem Lisboa) e viu que o taxista não nos enrolou nos trajetos. Inclusive, eles foram super simpáticos.
      3) Essa viagem que relatei no post foi Paris + Portugal. Saí do Brasil e fui pra Paris primeiro (ficando 8 dias) e depois segui de avião pra Portugal (começando por Lisboa) onde fiquei mais 7 dias.
      4) A melhor maneira de se deslocar pelos países da Europa é por avião. Trem só é bom pra circular dentro do próprio país ou em alguns trechos especiais, como o Eurotúnel (ligando Londres a Paris em 2h) ou Paris a Bruxelas (1h) e assim por diante. O ideal é dar uma pesquisada nas possibilidades e tempo de deslocamento no site da Rail Europe.
      5) Fiz um post com um roteiro de 1 dia em Lisboa onde falo um pouco sobre o transporte público de Lisboa e também um link para a tarifa atualizada.
      6) Não lembro quanto gastei com alimentação (já vão fazer 4 anos que fui), mas lembro bem que Lisboa é uma cidade barata, se compararmos com outras capitais europeias como Paris, Roma, Londres e etc.
      Espero ter conseguido ajudá-lo!
      Uma ótima viagem pra vc!

  35. João Paulo

    Oi Fernanda!
    Adorei os seus roteiros!
    Vou para Portugal e ficarei 4 dias, posso alternar entre Lisboa (minha chegada) e Porto (minha saída), só não dispenso a visita à Fátima! Não sei quantos dias visitar em cada cidade, existe alguma dica? Estou pensando em pegar um carro!

    • Fernanda Rangel

      Oi, João Paulo!
      Obrigada pelo elogio!
      Essa minha viagem à Portugal durou 1 semana e foi assim: 2 dias inteiros em Lisboa, 1 dia de bate e volta pra Sintra (à partir de Lisboa), 2 dias inteiros no Porto, 1 dia em Fátima (à partir do Porto) e 1 dia para Braga e Guimarães (à partir do Porto).
      Comecei por Lisboa e fui até Sintra de trem. De Lisboa, segui de mala e cuia de trem para o Porto. E como fiquei hospedada na casa de uma amiga que morava e estudava lá na época, fui de carro com ela até Fátima, Braga e Guimarães.
      Essas 2 últimas cidades não conheci direito, porque choveu muito no dia. Por essa razão preferi não escrever um roteiro aqui no blog, já que não tive conhecimento de causa pra contar uma experiência num post. Mas dá tranquilamente pra fazê-las no mesmo dia à partir do Porto.
      Achei as estradas de Portugal muito boas de dirigir e penso que alugar um carro é uma ideia ótima – embora o sistema de trens (ou comboios, como eles chamam por lá) seja eficiente.
      Abs

  36. Marcelo Aguiar

    Olá Fernanda,

    Quero agradecer pela matéria…para mim foi de grande valia. Estou indo para Itália por pouco tempo para estudar, mas antes vou passar 2 dias inteiros em Lisboa para conhecer essa cidade que me parece tão linda e realizar um sonho de infância de conhecer Portugal. O roteiro que você fez cabe exatamente dentro do que eu estava procurando, e melhor, não vou precisar pesquisar individualmente cada ponto turístico, pois tenho certeza que seguindo as tuas dicas, vou conseguir conhecer o suficiente a capital portuguesa.

    Outra sugestão que quero te agradecer (e muito) é a dica da seguradora que você deu para fazer o seguro-viagem. Fechei com eles, uma vez que me passaram uma cotação muito boa, e bem abaixo do valor mais barato que eu já tinha encontrado. Para quem vai viajar a estudos e com o orçamento limitado, é um tipo de dica extremamente valiosa.

    Justamente pensando nesta questão de economia, gostaria de saber se você consegue me instruir com respeito ao metrô lisboeta para quem está chegando do Brasil: será que convém pegar o metrô para quem está com malas? Eu não me importo de subir ou descer escadas com malas, mas não sei como é o transporte público de lá, se está sempre lotado ou coisa do tipo. Você saberia algo neste respeito?

    Grande abraço!!!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marcelo!
      Fiquei muito contente com o seu comentário! 🙂
      Esse é o nosso objetivo maior aqui no blog: trazer nossas experiências de viagem para que elas possam ajudar aqueles que estão procurando dicas para o próprio planejamento. E isso inclui as indicações dos parceiros, como o seguro, o aluguel de carro e o Booking – que não só ajudam a manter nosso blog, como também são empresas e serviços que realmente usamos em nossas viagens e recomendamos.
      Ficamos muito felizes quando nossos objetivos conseguem ser atingidos.
      Mas vamos à sua pergunta…
      O metrô de Lisboa é ótimo, mas na época que fui ainda não tinha a estação do aeroporto. Por isso, não saberia te dar detalhes dela. Mas posso dizer que a São Sebastião, que ficava em frente ao hotel que fiquei, tinha uma escadaria ferrenha – difícil para quem estiver com mala pesada (talvez uma pequena, que a gente consiga levantar pela alça superior, dê pra encarar…). Mas lembro que várias estações tinham escadas rolantes, que dá pra levar uma mala.
      Os bondes também são ótimos. Tem uns que aparentam ser bem velhinhos, mas oferecem um serviço eficiente e dão um charme extra ao passeio pela cidade – que é muito agradável.
      Falei brevemente sobre o transporte da capital portuguesa no post que fiz com o Roteiro de 1 dia em Lisboa.
      Um grande abraço e espero que sua estada em Lisboa seja tão especial quanto foi a minha.

      • Manel

        Bom dia, na estação de metro S.Sebastião se levar malas, procure pelo elevador, é bem mais fácil . Bem vindo a Lisboa✈️

  37. Alessandra

    Amei seu post ! Parabéns !!
    Vou em Outubro..
    Você viajou sozinha?? É tranquilo para mulher andar pela cidade sozinha??
    Obrigada.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Alessandra!
      Obrigada pelo elogio!
      Cheguei sozinha, mas fui visitar uma amiga de infância que morava em Portugal na época.
      Circulamos as duas tranquilamente por Lisboa (inclusive, pegamos taxi à noite) e foi bem tranquilo. Mas eu estava com uma pessoa que conhecia bem a cidade. Se eu tivesse realmente sozinha, não teria feito isso, por questão de prudência mesmo.
      Mas durante o dia é super tranquilo para uma mulher andar só!
      Abs

  38. Conceicao A Romero

    Olá Fernanda….tudo bem ? Espero que sim. Uma dúvida….no roteiro para conhecer as atrações de Belém, você coloca uma sequência em que se tem que caminhar para ir e voltar. Você saberia me dizer se o elétrico que se usa para ir até lá teria uma parada na Torre. pois, , penso que daí só voltaríamos….Vi as distâncias….achei uma caminhada e tanto….Outra duvida….estaremos hospedados no príncipe lisboa
    ….e li que você escreveu…escadas ferrenhas..na estação São Sebastião,..mas tem mesmo elevadores? obrigada mais uma vez pela ajuda. E novamente parabéns pelo blog.

  39. Conceicao A Romero

    Olá Fernanda…vc ainda não me respondeu….então aproveito para completar a pergunta…vc sabe quais estações do metrô são mais fáceis de serem utilizadas….quais têm escadas rolantes? Obrigada….

    • Fernanda Rangel

      Oi, Conceição!
      Desculpe a demora! E obrigada pelos elogios. 😉
      Do centro de Lisboa (Cais do Sodré) até a região de Belém é longe. Por isso, o ideal seria pegar um elétrico de um ponto até outro.
      Já em Belém, as atrações são próximas umas das outras. Vc irá saltar perto do Mosteiro dos Jerônimos e a poucos passos dos Pastéis de Belém. O Padrão dos Descobrimentos e a Torre ficam próximos e dá pra ir de um até outro a pé tranquilamente. Aliás, é um passeio bastante agradável, pois há um calçadão na orla do Rio Tejo muito bom de passear.
      Da estação São Sebastião, o acesso que sai em frente ao hotel possui uma escadaria razoável, mas nada absurdo de encarar também. A menos que esteja de malas!
      Uma pessoa disse aqui nos comentários, há um tempo atrás, que há sim outro acesso desta estação com elevadores.
      No geral, o metrô de Lisboa é bem acessível. Possui escadas rolantes em algumas estações e elevadores também. Só em alguns pontos que há escadas comuns. No geral, achei um transporte bem funcional e prático.
      Falei brevemente sobre o transporte de Lisboa no meu post com Roteiro de 1 dia. Dá uma olhadinha nele, que traz tb uma estimativa de deslocamento entre o Cais de Sodré e Belém pelo elétrico.
      Abs

  40. Conceicao A Romero

    Olá Fernanda…eu li o roteiro das atrações em Belém.Esta muito bem explicadinho. Na verdade…eu gostaria de economizar nas andanças ….pois pensei em ir direto para e Torre e de lá ir voltando…..até chegar nos pasteis….Não sei se isso seria viável …se teria uma outra estação…além da próxima ao mosteiro. Mas …também entendi que a caminhada vai ser muito agradável…pois é ao longo do rio.Gosto muito de andar a pé …principalmente se…não for subidas… Estou achando que três dias em Lisboa …vai acabar sendo muito pouco…além de que ..meus amigos querem passar um dia no Porto. Mas …como voçe diz….o que não der …fica para a a próxima. Falando em Porto, pelo que pude perçeber…me pareceu que do lado de vila de Gaia há restaurantes melhores que na Ribeira…você pode confirmar isso? Vou em março ..quando voltar te conto como foi. Mais sucesso para você. Muito obrigada.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Conceição!
      Totalmente viável ir andando da Torre de Belém até os pasteis. Não é uma caminhada muito comprida e todo mundo que visita a região faz isso. Além de ser um passeio bastante agradável. E a região é plana, sem ladeiras.
      Pra ver o essencial de Lisboa, 2 dias é o suficiente. Mas visitar cada cantinho da cidade, entrar em museus e etc, certamente 3 dias é o mínimo.
      Se vcs forem ficar 3 dias pela capital portuguesa, eu faria um “bate-volta” pra alguma cidade próxima, como Sintra, Estoril, Cascais… Digo isso, porque vcs vão levar umas horinhas de Lisboa até o Porto (que somará umas belas horas se contar a ida e a volta). Dá pra fazer, mas vcs precisarão sair bem cedo e voltar bem tarde, pra aproveitar bem o Porto.
      Se decidirem fazer o passeio assim mesmo, vamos lá…
      Não fui a nenhum restaurante em Gaia, mas dizem que há ótimas opções por lá. A região que fica próxima da margem do Douro é dominada pelas caves das marcas do vinho do Porto, um passeio super bem-vindo pra quem visita a região. Fiz a visita da vinícola Sandeman e adorei. Relatei tudo lá no meu post do Roteiro de 2 dias no Porto (que dá pra adaptar para um passeio de 1 dia).
      Depois me conta como foi a sua experiência.
      Uma excelente viagem pra vc! 😉

  41. Conceicao A Romero

    Olá Fernanda….Sim, vou usar seus argumentos ….mas…acho que não vai resolver….
    pois meu amigo está sonhando em ir ao Porto….então vamos tentar adaptar o roteiro dois dias em um …e …sair muito cedo e ..voltar tarde….Com certeza, se Deus quiser estarei te contando como foi a viagem…Muito obrigada por sua gentileza.Conceicao

  42. António Manso

    Oi Fernanda:

    Fico feliz por vc gostar da minha cidade! Como estou preparando a visita de uns amigos paulistanos, apesar de lisboeta, tenho estado a preparar a visita deles como se nunca cá tivesse vindo rssssssss
    De uma maneira geral os portugueses são gentis e gostam dos brasileiros, mas como em toda a parte há excepções.S e vc tiver dúvidas pergunte. As pessoas gostam muito de ajudar e de falar com estrangeiros, sobretudo brasileiros.
    Os taxistas por vezes são grossos e vão pelo caminho mais longo, mas de uma maneira geral os taxis são baratos.
    Lisboa é uma cidade barata.
    Na Alfandega os funcionários são um pouco secos porque têm que ser profissionais e estão particularmente atentos ao tráfego de pessoas, em particular de mulheres desacompanhadas.
    Lisboa é uma cidade muito segura, mas tem que ter cuidado com os carteiristas quando usar os transportes públicos.
    Parece que estou fazendo de advogado do diabo, só falando das coisas piores, mas não precisam se preocupar, vc vão fazer uma visita bem divertida se seguirem as indicações da Fernanda.
    Foi pena vc não têr falado no trem que segue ao longo da costa até Cascais. Pode-se parar em Belem e no Estoril visitando o casino, um dos mais antigos da Europa. O filme Casino Royal de James Bond foi inspirado num acontecimento que ocorreu nesse casino durante a guerra. Cascais é linda e muito cosmopolita e de lá podem seguir par Sintra pela Serra de Sintra onde está o Cabo da Roca, o ponto mais ocidental da Europa.
    Se puderem, atravessem o Tejo num ferry. Podem tirar fotos maravilhosas de Lisboa a partir do rio.
    Aconselho os ferries mais antigos porque os catamarans são super rápidos e não dão tempo para nada….
    Um abraço para todos.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Antonio!
      Desculpe a demora pelo retorno.
      Adorei o seu depoimento e concordo com tudo q vc disse nele.
      Estarei de passagem rápida por Lisboa agora em 2017 e gostei dessa dica da travessia de ferry pelo Tejo. Vou dar um jeito de fazê-la.
      Grande abraço! 🙂

  43. Slenia

    Olá estou indo com minha mãe, gostei muito das dicas.
    Obrigada

  44. Cesar Ribeiro

    Olá Fernanda! Parabéns pelo roteiro.
    Terei 4 dias inteiros em Lisboa entre Sexta 31/03 e Segunda 03/04.
    Você recomenda a compra antecipada (on line) de alguma atração em Lisboa e Sintra?
    Tenho medo de perder muito tempo nas filas.
    Obrigado!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Cesar!
      Eu que agradeço o elogio!
      Estou vindo de 1 dia e meio em Lisboa agora (motivo pelo qual demorei para te retornar) e não vi necessidade de comprar nada com antecedência. E olha que a cidade estava cheia de turistas!
      Passei por várias atrações novamente – já que estava com 2 pessoas que nunca tinham ido à Lisboa – e adquiri tudo lá na hora, sem problemas.
      Não fui à Sintra dessa vez, mas da outra comprei tudo na hora tb. E visitei num final de fevereiro.
      Abs

  45. Luciana

    Olá, Fernanda. Gostei muito do roteiro de 2 dias. Gostaria de saber qual região da cidade você ficou. É fácil andar de metro por Lisboa? Obrigada!

  46. Sandra

    Fernanda adorei seu post, vou super utilizar ! Vou a Portugal em julho e tenho exatamente 2 dias para ficar em Lisboa! Att, Sandrinha.

  47. Priscila

    Olá Fernanda. Eu moro em Portugal há 12 anos, querendo voltar, terei todo o mprazer em recebê-la e levá-la a conhecer outros lugares mais típicos dos lisboetas do que dos turistas. Aí sim vc vai ficar apaixonada por Lisboa 🙂
    Beijinhos

    • Fernanda Rangel

      Oi de novo, Priscila! 😀
      Eu já sou apaixonada por Lisboa só pelo pouco que visitei por lá, imagina com uma pessoa que conhece bem a cidade?
      Estive rapidinho aí em março, vindo da Espanha e antes de voltar ao Brasil. Mas só passei 1 dia e meio, foi muito pouquinho e deu pra matar só um tiquinho da saudade.
      Quando voltar, te aviso pra gente dar uma volta por esses cantinhos de Lisboa que só quem mora conhece. Vou adorar!
      Bjs

  48. Fernando Cabral

    Oi Fernanda,

    Terei exatamente 2 dias inteiros em lisboa e gostei bastante do seu roteiro.
    Quanto tempo você passou no oceanário? E que horas tem que chegar lá para cumprir esse primeiro dia ?
    Desde ja agradeço

    • Fernanda Rangel

      Oi, Fernando!
      Eu cheguei ao Parque das Nações por volta das 9:30 da manhã. Dei uma caminhada pela orla do Tejo até chegar ao Oceanário para pegá-lo logo na abertura.
      Não lembro exatamente quanto tempo levei lá dentro, mas fiz com bastante calma. Foi algo em torno de 1h30 a 2h lá dentro.
      Na prática, o Parque das Nações + Oceanário fica para a manhã e a região de Belém à tarde. Vc pode aproveitar melhor o dia chegando lá mais cedo, dando uma volta pela orla do Tejo e depois visita o Oceanário, que abre às 10h.
      Abs

  49. José

    Ola Fernanda!
    Estou chegando em Portugal dia 22/09 e devo ficar até dia 27/09 depois Porto e dia 30/09 ou 01/10 vou para Paris e Lourdes. Você saberia informar locais para ficar, hotel ou albergue nesses lugares?

    • Fernanda Rangel

      Oi, José!
      Na capital portuguesa fiquei no Hotel Principe Lisboa. Hotel muto bom, estive lá tanto em 2012 (quando fiz essa viagem que relatei aqui) como também recentemente (março desse ano). Muito bem localizado e ótimas instalações.
      Já no Porto, fiquei hospedada na casa de uma amiga que morava lá, por isso não teria uma indicação expressa.
      Em Paris, fiquei hospedada no Holiday Inn Gare Montparnasse. Muito bom tb e bem localizado.
      Não tenho experiência com albergue pra te indicar aqui.
      Abs

  50. Monica Verdugo

    Boa Tarde minha colega! Estou preparando um roteiro para minha próxima viagem, e tive a grata surpresa em te encontrar. Adorei as dicas, já anotei para meu roteiro. Bjs grande. Também podemos voar para além da medicina

    • Fernanda Rangel

      Monica!!!! 😀
      Que prazer te ver por aqui!!! Eu que sou grata pelo elogio!
      Viajar é minha segunda paixão (depois da medicina), por isso que uso parte do meu tempo livre pra fazer o blog. É muito gostoso, porque ao mesmo tempo que estou ajudando outras pessoas a fazerem seus planejamentos, aproveito pra registrar e reviver as minhas viagens.
      Qualquer dúvida que tiver, só me chamar!
      Bjo grande, querida!

  51. Leonardo Sant'Anna

    Boa tarde Fernanda!

    Posso fazer o mesmo itinerário do 2o. dia com 4 senhoras idosas, ou você acha que seria muito “puxado”?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Leonardo!
      Estive recentemente em Lisboa com a minha mãe de 64 anos e fizemos mais ou menos esse itinerário em 1 dia (substituindo o castelo pelo passeio na região de Belém). Ela aguentou firme as andanças, mas no final do dia ficou bastante cansada.
      Nesse itinerário do 2º dia, o Castelo é a atração mais puxada pra idosos, porque tem muitas subidas/escadas. De repente, seria mais interessante passear com elas na Baixa, pegar o elevador Santa Justa e passear com elas pelo Bairro Alto e o Chiado.
      Outra opção é apelar para aqueles ônibus turísticos “hop on-hop off”. Pra quem se cansa fácil de rodar a cidade ou então quer facilitar os deslocamentos entre as atrações, é a melhor opção. A empresa City-Sightseeing é uma das mais famosas (veja aqui).
      Abs

  52. Gleise

    Fernanda
    Amei seu post de 3 dias em Lisboa….esses passeios p Fatima e outras cidades….estipulam tempo p visitarmos o local?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Gleise!
      Obrigada pelo elogio!
      A visita a Fatima é livre, não tem tempo estipulado, nem ingresso pago. É só uma esplanada aberta ao público, basta chegar e visitar.
      Estando em Lisboa, te sugeriria tirar 1 dia para cada cidade extra. Ex: 1 dia só para Sintra, 1 dia só pra Fatima, e por aí vai.
      Se quiser visitar o Palácio de Queluz (o antigo palácio de D. João VI, Carlota Joaquina e D. Pedro I), basta metade de 1 dia, pois ele fica na periferia de Lisboa.
      Abs

  53. RENATO

    Oi Fernanda, tudo bem? Parabéns pelo post.
    Em Portugal existe agencias de passeios? Dá para fazer um roteiro para conhecer outras regiões?
    Vc conhece algum site onde posso pegar essas informações

    Obrigado!!!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Renato!
      Eu que agradeço o elogio!
      Olha, fiz tudo por conta própria, sem ajuda de agencias. Por isso, não teria uma indicação expressa pra te dar.
      Mas indicamos aqui no blog o site da GetYourGuide, que oferece uma série de opções de passeios nos principais destinos do mundo. Lá você pode avaliar também todos os detalhes sobre os passeios e as resenhas de quem o realizou.
      Abs

  54. Regina

    olá Fernanda
    Amei seu blog. obrigada pelas informações.
    Vou a Portugal em abri e gostaria de assistir algum show folclórico e fado, tem alguma sugestão de locais?

  55. Gilson Totti Dias

    Oi Fernanda! Tudo bem?
    Sou fã dos seus relatos.
    Estava acompanhando seu trajeto e você passou por dois mirantes – um no início, onde você indicou que o certo é miradouro, e o outro é Miradouro de São Pedro de Alcântara.

    Você lembra qual é o nome do primeiro?
    Obrigado!
    Abraço!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Gilson!
      Desculpe a demora pela resposta. E obrigada pelo elogio!
      Fico muito feliz pelos posts estarem agradando.
      É o mirante que fica acima do Elevador Santa Justa. Da estação da parte alta, há uma escadinha em caracol que leva a uma plataforma que fica em cima (literalmente) do elevador. É um dos melhores mirantes de Lisboa, na minha opinião.
      Além desse, fui em mais 2 mirantes: o São Pedro de Alcântara e o Castelo de São Jorge.
      Abs

  56. Francisco Ferreira

    Olá Fernanda! Adorei suas dicas de 1 ou 2 dias em Lisboa. Usarei esses roteiros. Irei para Portugal agora dia 20/05.

Totos os direitos reservados