O que Fazer em Mendoza: Roteiro de 3 Dias

Mendoza é um destino turístico muito procurado pelas suas vinícolas de excelente qualidade e também pelas suas paisagens naturais incríveis. Confira o que fazer em Mendoza em 3 dias.

Mendoza

Mendoza

Quem saber o que fazer em Mendoza? Esse é um dos destinos turísticos mais charmosos da América do Sul. A região possui grande importância histórica no processo de independência da Argentina. É uma das cidades mais antigas do país, guardando até hoje algumas características de cidade do interior.

Estivemos em Mendoza por 3 dias no mês de agosto de 2016. Ficamos hospedados no Montañas Azules Apart Hotel, um hotel de ótimo custo benefício, sem luxo, mas bem localizado, a 500m da Plaza Independencia, a principal da cidade. O quarto era bem grande, limpo, tinha geladeira, fogão e utensílios de cozinha e o banheiro amplo com uma ótima ducha. O café da manhã não tinha muita variedade, mas atendeu às nossas necessidades. Eu voltaria a me hospedar lá.

A seguir contarei o que fazer em Mendoza com base na minha experiência em um roteiro de 3 dias:

Roteiro Mendoza: Dia 1 - Tour de vinho

Mendoza é destino obrigatório para quem aprecia um vinho de excelente qualidade. O clima e o solo criaram as condições perfeitas para o desenvonvimento da produção viticultora. Por isso, os vinhos de Mendoza são considerados um dos melhores do mundo.

Vista da Vinícola Belasco de Baquedano - Lujan de Cuyo em Mendoza

Vista da Vinícola Belasco de Baquedano - Lujan de Cuyo em Mendoza

De diversos estilos e características, as vinícolas, lá conhecidas como bodegas, localizam-se em três regiões principais: Vale do Uco, Lujan de Cuyo e Maipu. Algumas são bastante populares e muito procuradas por brasileiros. Outras são menores, mais exclusivas, mas nem por isso menos incríveis.

Como é impossível conhecer todas uma só vez, a escolha de quais vinícolas visitar torna-se um dilema bem grande. Afinal são mais de 1.000.

Para ajudar nessa escolha, contamos com a ajuda do Maykon Geremias, da agência SunTrip - Mendoza e Você. Ele é brasileiro, extremamente atencioso e conhece muito bem a região.

O Maykon nos ajudou a montar um roteiro bem personalizado, dentro das nossas necessidades e de acordo com as peculiaridades do nosso grupo. Éramos 5 pessoas, sendo um casal jovem, um casal mais velho e uma criança. Durante algumas semanas, trocamos e-mails e conversamos pelo WhatsApp. Ele deu várias sugestões e explicou passo-a-passo as características de cada uma das vinícolas e das regiões para que escolhêssemos as que mais interessavam.

Além das dicas e orientações, o Maykon também providenciou os agendamentos, muitas vezes são difíceis de fazer por conta própria pelo site das vinícolas ou pelo telefone.

Depois de muita conversa e sugestões, tomamos a difícil decisão e acabamos optando por conhecer, em um dia, as vinícolas Renacer, Chandon e Belasco de Baquedano. Nossas escolhas tomaram por base a região em comum - Lujan de Cuyo, conhecida como terra do Malbec, além dos relatos positivos que havíamos lido sobre elas.

Vinícola Renacer

A primeira visita do dia foi na vinícola Renacer, onde agendamos o primeiro horário. Trata-se de uma vinícola de produção relativamente pequena, e por isso mesmo, bem exclusiva.

O local destaca-se pela paisagem incrível, aos pés da cordilheira.

O contraste do prédio, com fachada de pedra, de aspecto medieval, a montanha nevada ao fundo e o seu reflexo no lago, compõem uma vista muito charmosa. Um ar bucólico super agradável de contemplar.

Vinicola Renacer em Mendoza

Vinicola Renacer em Mendoza

Vinicola Renacer em Mendoza

Vinicola Renacer em Mendoza

Além disso, a experiência de se passar por um enólogo, criando o nosso próprio vinho foram, sem dúvida inesquecíveis.

Destaque especial para o sommelier Ivan que nos recebeu de forma muito cordial, deu uma aula sobre vinhos e degustação. E depois nos mandou fotos do passeio por email.

Vinhos da degustação da Vinícolas Renacer

Vinhos da degustação da Vinícolas Renacer

Gostei muito da visita a esta vinícola.

Vinícola Chandon

Em seguida, fomos na Chandon, uma vinícola diferente das demais pois sua produção é volta exclusivamente para a linha de espumantes.

Durante o tour de aproximadamente 1 hora, conhecemos a história da criação do espumante na França. Também visitamos a área de produção e as caves, onde as garrafas ficam envelhecendo.

Vinícola Chandon em Mendoza

Vinícola Chandon em Mendoza

Cave da Vinícola Chandon em Mendoza

Cave da Vinícola Chandon em Mendoza

Na degustação, momento mais esperado do tour, foram oferecidos três tipos de espumantes: Chandon Brut Nature, Chandon Rosé e Chandon Délice.

Nossa guia foi uma brasileira, o que facilitou bastante o entendimento das explicações durante o tour e a degustação.

Degustação de espumante na Chandon

Degustação de espumante na Chandon

Na saída compramos algumas garrafas para levar de recordação, pois são espumantes que não são comercializados no Brasil.

Vinícola Belasco de Baquedano

Por último, visitamos a Belasco de Baquedano onde tivemos a oportunidade de conhecer a sala de aromas, a maior da América, com 46 sabores catalogados, uma experiência sensorial muito interessante, e que agradou inclusive ao meu filho de 9 anos. A bricadeira foi tentar descobrir os sabores pelo olfato sem ler as legendas dos recipientes.

Os aromas eram distribuídos em três categorias: aromas primários (dos diferentes tipos de uva), aromas secundários (obtidos durante a fermentação) e aromas terciários ou buquê (formados durante o processo de amadurecimento na barrica ou em garrafa).

Vinícola Belasco de Bquedano

Vinícola Belasco de Bquedano

Salão de armoas da Belasco de Baquedano

Salão de armoas da Belasco de Baquedano

Finalizamos a visita com um almoço em 5 etapas harmonizado com os melhores vinhos da bodega. Além do menu super elaborado e saboroso, nosso almoço foi brindado com uma vista estonteante da Cordilheira. Super valeu a pena a experiência.

Vinícola Belasco de Bquedano

Vinícola Belasco de Bquedano

Alguns esclarecimentos:

Como estávamos em um grupo bastante heterogêneo (inclusive com criança) e tínhamos poucos dias na cidade, optamos por fazer apenas um dia de vinícolas para não ficar muito cansativo e aproveitar o restante dos dias para fazer outros passeios nas região. Mas para quem tem como foco principal apenas as vinícolas, há uma grande variedade delas para ser explorada. O ideal seria fazer pelo menos três dias, sendo cada um deles focado em uma das regiões: Vale do Uco, Lujan de Cuyo e Maipu.

DICA: Recomendo a escolha de no máximo três vinícolas por dia. Mais do que isso, fica cansativo e desgastante. Também não é recomendável fazer tour após o almoço, pois a degustação de "estômago cheio" pode ficar prejudicada e não ser aproveitada plenamente.

ATENÇÃO: Se beber não dirija!! Não é recomendável alugar carro para visitar as vinícolas devido ao consumo alcóolico nas degustações. Não é incomum encontrar blitz policiais pela cidade e ninguém gostaria de passar pelo constrangimento de ser multado no exterior, numa viagem de lazer, não é mesmo?! Claro que se alguém do grupo não for beber, não há maiores problemas. Por isso recomendamos que o passeio não seja feito por conta própria.

Ainda não reservou seu Hotel?

A melhor forma de escolher onde se hospedar em sua próxima viagem é pesquisando em sites comparadores como o Booking e o Hoteis.com. De forma rápida você consegue comparar vários hotéis que se encaixam no seu perfil, avaliar as qualificações dadas por outros hóspedes e assim achar um local bacana que cabe no seu bolso.

Roteiro Mendoza: Dia 2 - Tour de Alta Montanha

Mendoza não vive apenas de vinícolas. A região possui uma das mais belas paisagens naturais, aos pés da imponente Cordilheira dos Andes a serpentear toda sua extensão.

De maneira que, além das bodegas, Mendoza atrai turistas que gostem de curtir uma boa gastronomia, paisagens de tirar o fôlego, além de atividades ao ar livre como esqui, rafting, cavalgada, passeio de veleiro, dentre outras.

Como estivemos em Mendoza durante o inverno, alguns dos passeios ao ar livre acabaram ficando um pouco prejudicados. Porém, contamos com a ajuda do Maykon da agência SunTrip - Mendoza e Você para montar pra gente um passeio para as montanhas da Cordilheira dos Andes.

De manhã bem cedo, partimos pela estrada que cruza a Cordilheira até o Chile (não chegamos a cruzar a fronteira). No caminho, tivemos a oportunidade de fazer várias paradas e contemplar vistas espetaculares.

Tour de Alta Montanha Mendoza

Tour de Alta Montanha Mendoza

Represa de Potrerillos

Nossa primeira parada foi na represa de Potrerillos, localizado a 60km do centro de Mendoza. O lago, de 12Km de extensão por 3km de largura e 140m de profundidade, é formado pelo degelo da cordilheira que abastece toda a província de Mendoza.

Represa de Potrerillos em Mendoza

Represa de Potrerillos em Mendoza

Depois de tirarmos algumas fotos nos melhores ângulos com a ajuda do guia, seguimos pela Ruta Nacional 7 em direção ao Parque Aconcágua, numa estrada surpreendente, em que a cada curva era possível avistar uma paisagem mais incrível que a outra. No caminho, fizemos uma parada em Uspallata para fazer um lanche e retornaríamos no final do passeio para almoçar.

Parque Provincial Aconcágua

Nossa parada seguinte foi na entrada do Parque Provincial Aconcágua. De lá pudemos avistar o Pico do Aconcágua, o mais alto das Américas. O local estava repleto de neve. Optamos por não fazer o trekking em razão de estarmos com criança e idosos no grupo. Mas conseguimos garantir fotos muito especiais. Para mais informações sobre o Parque Aconcágua, visite o site oficial.

Parque Provincial do Aconcágua

Parque Provincial do Aconcágua

Neste dia, não foi possível seguirmos ate o Cristo Redentor, que fica próximo da fronteira com o Chile, devido às condições climáticas. Então retornamos em direção à Ponte do Inca, nossa próxima parada.

Ponte do Inca

A Ponte do Inca está localizada a cerca de 180 km de Mendoza, a 2.700m de altitude às margens da rodovia. Fica numa região vulcânica e é cercada de mitos. A coloração amarelada das rochas se deve à presença de enxofre na água do rio que, reza a lenda, possui propriedades terapêuticas. A ponte natural foi formada pela ação do Rio Las Cuevas e o local era povoado por índios que iam para lá atraídos pelas propriedades curativas da água. No início do século, foi construído no local um hotel de águas termais que atraía muitos turistas para a região. Posteriormente uma forte tempestade o destruiu, mas até hoje é possível encontrar suas ruinas.

Ponte do Inca

Ponte do Inca

Devido ao fato de ser uma região que atrai muitos turistas, há no entorno algumas barracas de artesanado e alimentos produzido pela população local.

Estação de Esqui Los Penitentes

Em seguida, fomos para a estação de esqui Los Penitentes. Apesar de não sabermos esquiar achamos a visita muito interessante. Los Penitentes fica a 170 km de Mendoza e é considerada uma estação muito boa, devido à ótima qualidade da neve. O nome da estação, se deve à formação rochosa presente no local que lembra as figuras de monges.

Estação de Esqui Los Penitentes

Estação de Esqui Los Penitentes

O complexo conta com 20 pistas de diferentes graus de dificuldade para todos os níveis de esquiadores. Há uma área própria para crianças. Quem quiser, também pode ter aulas de esqui com instrutores especializados.

Bem ao lado há vários hotéis de diferentes categorias, o que se torna muito prático para quem quer se hospedar com o intuito de esquiar.

Estação de Esqui Los Penitentes

Estação de Esqui Los Penitentes

Estação de Esqui Los Penitentes

Estação de Esqui Los Penitentes

No dia da nossa visita, a estação estava em pleno funcionamento e subimos de teleférico até a primeira etapa, chamada El Lomo, onde pudemos tirar várias fotos e ter uma dimensão do tamanho da estação. Valeu muito a pena! O visual era incrível e foi bastante divertido ter contato direto com a neve. A etapa seguinte do teleférico era só para quem estivesse equipado para esquiar.

Estação de Esqui Los Penitentes

Estação de Esqui Los Penitentes

Apesar do frio, fazia um belo dia de céu limpo e ensolarado, o que tornou as fotos mais lindas.

Após mais algum tempo passeando pela estação de esqui e tirando fotos, tomamos um chocolate quente na cafeteria. Em seguida, retornamos para o povoado de Uspallata, local que serviu de set de gravações de algumas cenas do filme Sete Anos no Tibet, dedivo à semelhança da paisagem local com o Himalaia. Almoçamos no restaurante El Rancho e retornamos para Mendoza.

Chegamos em Mendoza já ao anoitecer. A viagem foi bastantre cansativa, afinal foram cerca de 500km de viagem, porém valeu muito a pena.

Alugar um carro pode ser uma ótima opção

A melhor forma de explorar um novo destino, com liberdade total, é alugando um carro. Em muitos casos você poderá economizar, evitando despesas com translados e deslocamentos em geral. Será que vale a pena? Faça uma cotação online na RentCars e encontre as menores tarifas entre as principais locadoras. Você tem a vantagem de poder pagar em reais, sem IOF, e ainda parcelar no cartão.

Roteiro Mendoza: Dia 3 - City tour em Mendoza

Nosso último dia em Mendoza também era o último de toda a viagem (antes estivemos em Buenos Aires) e foi o mais curto, pois nosso vôo de volta era à noite. Desta forma, optamos por aproveitar a parte da manhã e início da tarde para explorar a cidade. Assim daria tempo de voltar pro hotel, arrumar as malas e fazer o check-out sem correia e atrasos.

Optamos por fazer um city tour no esquema de hop-on hop-off com a empresa Mendoza City Tour. Assim, pudemos ter uma boa noção geral da cidade, além de parar nos principais pontos de interesse.

Mendoza é uma cidade muito arborizada, o que é algo bastante curioso, por se tratar de uma cidade que cresceu numa região desértica. O segredo está num engenhoso método de irrigação com captação das águas do degelo das montanhas e que pode inclusive, ser observado pela presença de canaletas abertas na beira das calçadas das ruas e avenidas da cidade por onde passa a água do degelo. A cidade é cheia de praças e espaços abertos e isso tem um motivo. Foi planejada para que a população possa ser evacuada rapidamente na hipótese de ocorrer um terremoto.

Plaza da Independência

Nosso ponto de partida foi na Plaza da Independência, a praça central da cidade, que ocupa 4 quarteirões. Foi fundada em 1864 após um grande terremoto que destruiu a cidade e é o símbolo da reconstrução de Mendoza. O local é bastate agradável para uma caminhada, possui um bonito chafariz, uma feirinha, museu (com entrada gratuita) e um teatro. É rodeada de hoteis e restaurantes. A noite é possível ver o brasão da cidade todo iluminado com lâmpadas coloridas na Plaza da Independência.

Plaza da Independência em Mendoza

Plaza da Independência em Mendoza

Partindo dali, o tour faz várias paradas. No site oficial da empresa, você pode encontrar o mapa com os pontos de interesse, mais informações sobre o passeio, preços e horários de funcionamento.

Parque General San Martin

Maior parque da América do Sul, com 4km por 5km de extensão, possui mais de 200mil espécies de árvores de todo o mundoum e é cheio de atrativos. O principal destaque fica por conta do Cerro de La Glória, onde existe um monumento em homenagem aos 100 anos da travessia da Cordilheira dos Andes pelo exército comandado pelo General San Martin. De lá de cima é possível ter uma bonita vista da cidade e também da Cordilheira. Pra quem tem o dia inteiro disponível, uma bela dica é acompanhar o pôr-do-sol do Cerro de La Glória.

No Parque há ainda um zoológico, um estádio de futebol, clube de golfe, universidade, um lago, além de várias fontes e chafarizes, com destaque para a Fuente de los Continentes.

Cerro de La Gloria

Cerro de La Gloria

Fuente de los Continentes no Parque General San Martin

Fuente de los Continentes no Parque General San Martin

Outros pontos de interesse

A Enoteca é um museu sobre a cultura do cultivo de vinho de Mendoza. É possível fazer um tour guiado que vale a pena para quem quer aprender um pouco mais sobre o assunto.

O Parque Central também é outro local bem agradável para uma caminhada. Possui um espelho d'água com chafariz e um jardim muito bonito, que rendem belas fotos.

No prédio da Prefeitura da cidade há um terraço, com entrada gratuita, de onde se pode ter uma vista em 360º da cidade também.

Depois do tour, pode-se almoçar no Paseo Sarmiento, um largo calçadão cheio de opções de restaurantes e próximo do comérico.

Depois do passeio pela cidade, retornamos ao hotel para arrumar as malas, fazer o check-out e seguir para o aeroporto.

Paseo Sarmiento - Mendoza

Paseo Sarmiento - Mendoza

Agradecemos ao Maykon Geremias, da agência SunTrip - Mendoza e Você pelo apoio ao nosso projeto.

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço. O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura. Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Antes de alugar um carro, faça uma comparação entre as principais locadoras do Brasil e do mundo. A nossa parceira RentCars te ajuda nessa busca de preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura. A cobrança poderá ser feita em reais, sem IOF. Divida em até 12 parcelas no cartão de crédito ou aproveite um desconto de 5% no boleto bancário. Compare os valores e economize.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis. Pagamento no cartão de crédito em até 12 parcelas ou com desconto no boleto bancário. Ganhe 5% de desconto adicional comprando seu seguro com nosso cupom de desconto: PARAVIAGEM05.

 Compre um chip internacional e se mantenha conectado durante sua viagem. A Easysim4u oferece plano de dados em 210 países, com conexão de internet ilimitada. Você informa o número de dias da viagem, recebe o chip em sua casa, de forma antecipada, e chega em seu destino com tudo funcionando. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

 Compre ingressos para atrações, shows, espetáculos, eventos, tours, passeios e muitas outras experiências com a GetYourGuide. A empresa, presente nos principais destinos, oferece vantagens como a garantia do menor preço e a possibilidade de reserva online antecipada, garantindo seus bilhetes antes da viagem.

 Encontre as melhores datas para a sua próxima viagem e economize na hora de comprar as passagens aéreas. Usando a plataforma do Passagens Promo você pode pagar com cartão de crédito em parcelas sem juros e sem cobrança de IOF. A empresa conta ainda com selo de qualidade no atendimento. Agora não tem mais desculpe, partiu Mendoza!

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Galeria de Fotos:

15 Comentários
  1. Diogo

    Gostei muito das dicas. Estou planejando viajar para Mendoza no final de outubro e estou quebrando a cabeça com o roteiro, mas sua experiência ajudou bastante. Obrigado!

    Só uma dúvida mais imediata: qual foi a média de preço com o transporte para as vinícolas?

    • Vinícius Miranda

      Olá Diogo,
      Fico feliz que tenha ajudado!
      Sobre os preços, não me lembro muito bem, mas acho que algo em torno de 1000 pesos para o grupo. A entrada das vinícolas erm por fora (cerca de 200 pesos)
      Abçs

  2. Patricia Leite Brito

    Oi Vinícius.
    Adorei suas dicas.
    Tb vou viajar para Mendoza em Setembro e vou aproveitar muito suas dicas, já que vou com crianças tb.
    Valeu.

  3. Livia

    Amei as dicas! Estou planejando esta viagem para 2018! Com quanto tempo de antecedência é necessário fazer as reservas de passeio?

    • Vinícius Miranda

      Olá livia,
      Que bom que gostou, espero que curta muito sua viagem a Mendoza.
      Em relação à antecedência de reserva dos passeios, é importante decidir o quanto antes, especialmente se sua viagem for numa época de alta temporada. Creio que uns dois meses seja suficiente.
      Abçs

  4. Carla

    Olá Vinícius,
    Adorei as dicas.. Eu e meu marido estamos querendo ir para Mendoza no final de junho e vamos ficar 3 dias também, por isto suas dicas ajudaram bastante…
    Uma dúvida: vocês fecharam tudo pela empresa SunTrip – Mendoza e Você? Estamos querendo fechar pela cvc aqui da nossa cidade, qual sua sugestão?

    Obrigada, desde já.

    Carla

    • Vinícius Miranda

      Olá Carla,
      Nós fizemos os passeios com a SunTrip e o bacana é que eles montam um roteiro personalizado. Os passeios da CVC ou outras agências não possuem essa característica. Mas essa personalização tem um custo e cada um tem uma disponibilidade financeira diferente.
      Aqui no blog nós temos uma parceria com a GetYourGuide para compra de ingressos para passeios, atrações e muitas outras experiências, com a garantia do menor preço. Vale a pena dar uma conferida nas ofertas de Mendoza.
      Abraços

  5. Dhian Souza

    Olá Vinícius.. sensacional o relato!!! Parabéns….

    Gostaria de sua opinão…. pretendo ir no final de agosto e passar 5 dias.
    Foco: Vinho, paisagens e neve!

    Pensei:
    – 02 dias em los penitentes para aproveitar bem a neve
    – 1 dia inteiro para Aconcágua.
    – 2 dias vinicolas

    Afim de aproveitar, facilidade de deslocamento e economizar estou pensando em alugar um carro. Você acha melhor, é tranquilo deslocar por lá?

    Valeu..

    • Vinícius Miranda

      Olá Dhian,
      Dirigir em Mendoza é tranquilo. O grande problema de alugar carro no dia das vinícolas é que bebida não combina com direção. E a fiscalização lá é bem rígida.
      A não ser que tenha alguém no seu grupo que se disponha a dirigir sem beber, sugiro que, pelo menos nesses dias, você faça o deslocamento até as vinícolas de outra forma (transporte público, táxi ou alguma agência).
      Abçs!

  6. Rosangela Oliveira

    Oi Vinicius, adorei suas dicas!
    Pretendo fazer um roteiro rápido, de 3 dias e também irei com criança no inicio de jul/18.
    Vou fazer contato com as agencias que você indicou pois pretendo aproveitar o máximo essa breve estadia.
    Voces foram de Buenos Aires ate Mendoza de aviao ou onibus?

  7. Maria Angela Lima

    Oi Vinicius! Acabei de ler seubroteiro..muito legal! Estou indo próximo dia 6 de agosto. Somos 3 adultos e 2 adolescentes de 13 anos. Na estação Penitentes, tem aluguel de roupa p esqui???

Totos os direitos reservados