Roteiro de 4 Dias em Roma na Itália

Está indo para Roma e tem dúvidas de quantos dias ficar por lá e como montar um roteiro com as principais atrações? Então veja como foram os 4 dias que passei na Cidade Eterna.

Roma

Roma

Quando estava preparando meu roteiro, pensei: “quantos dias eu vou precisar para conhecer Roma?”. Bom, eu não tinha muita opção, pois ainda iria conhecer outras 15 cidades italianas naquela mesma viagem, de modo que não pude reservar muitos dias para a capital. Mas programei quatro, para conseguir conhecer o essencial.

Depois que eu voltei, constatei que não importa o número de dias que eu ficasse lá: iria sempre faltar alguma coisa para ser vista.

Com o objetivo de ajudar o leitor do blog a programar seu próprio roteiro, vou relatar aqui como foi e o que fiz nos dias que estive em Roma.

DICA IMPORTANTE: Comece o dia cedo. Todas as atrações de Roma costumam estar sempre lotadas, não importa a época do ano. A última coisa que um turista quer é perder um dia “mofando” numa fila, não é? E pode acreditar: elas são homéricas, as maiores que eu já vi em minhas viagens. Deixe para dormir em casa. Saia cedo e fuja da multidão e das filas. E ganhe mais tempo para aproveitar essa incrível cidade.

Dados da visita e dica de hotel em Roma

Quando fui? Maio de 2013

Quantos dias fiquei em Roma? 4 dias inteiros, mas no total foram 6: o primeiro dia foi a chegada do Brasil à noite, e o sexto foi quando deixei a cidade de manhã cedo.

Foi o suficiente? Como disse acima, é claro que ficou faltando o que ver. Mas consegui fazer praticamente tudo o que programei em meu roteiro, ou seja, o essencial para uma primeira visita.

Onde fiquei hospedada? No Hotel Diana Roof Garden, entre o Termini e a Piazza della Repubblica.

O hotel era bom? Era ótimo! Boas instalações, bom café-da-manhã, bom atendimento, possui elevador (que é artigo de luxo nos hotéis europeus). Recomendo.

A região do hotel era boa? Era feia, mas muito prática, pois de lá se tem fácil acesso para toda a cidade e redondezas, já que o Termini tem vários pontos de ônibus e é a interseção das 2 linhas de metrô da cidade. Dentro da estação ferroviária há lojas, restaurantes, farmácia, supermercado. Há quem não goste da região, mas eu me senti muito segura em circular por ali. Tomando cuidados básicos, dificilmente você terá problemas.

Quer outras opções?

Preparamos 2 listas de sugestões de hotéis em pontos diferentes da capital italiana para você:

Dicas de Hotéis na Região do Termini em Roma

Roma: Dicas de Hotéis nas Imediações do Vaticano

DIA 1 - Fontana di Trevi, Piazza di Spagna, Piazza del Popolo, San Giovanni in Laterano, Santa Maria Maggiore, entre outros

Meu primeiro dia começou na atração mais próxima do meu hotel: a Piazza della Repubblica. Linda e em formato de semicírculo, era onde funcionava as antigas Termas de Diocleciano. Inclusive, as instalações das termas ainda são visíveis e fazem parte da Basilica di Santa Maria degli Angeli e dei Martiri.

Fontana di Trevi

Fontana di Trevi

De lá, peguei o metrô e fui direto para a Fontana di Trevi. Linda demais! Fiquei encantada com aquele ambiente, que ainda não estava lotado de turistas (porque saí cedo, lembre-se sempre dessa dica!). E de quebra, ainda havia um homem com voz de tenor cantando O sole mio no local. Realmente inesquecível...

Saindo relutante da fontana, fui caminhando até a próxima atração: a Piazza di Spagna. Preferi seguir pelas ruas que iam subindo gradualmente até que cheguei aos pés da Igreja Trinità dei Monti, o alto da famosa escadaria. De lá, temos uma bela vista panorâmica de Roma. Depois de algumas fotos, desci as escadas até a piazza propriamente dita, de onde temos a famosa visão dos cartões postais. Sorte minha que, por ser primavera, estava toda florida.

De lá, segui à pé até a Piazza del Popolo, com seu obelisco no centro, as 3 igrejas ao redor e a Porta Flamínia ao fundo. Em seguida fui visitar uma dessas igrejas: a Santa Maria del Popolo. O destaque dela, além dos afrescos de Caravaggio, Pinturicchio e Rafael, é a bela Capela Chigi, citada no livro “Anjos e Demônios”.

Aliás, quem é fã do best seller de Dan Brown, não pode deixar de fazer um roteiro “Anjos e Demônios” pela cidade de Roma.

Saindo da igreja, acabei tendo que retornar ao meu hotel para buscar algo que havia esquecido. Almocei nas redondezas e depois peguei o metrô até o local onde estava combinado de eu resgatar o Roma Pass.

Em seguida, segui a pé pela Via del Corso, visitando a Piazza Colonna e depois a Piazza di Montecitorio, ambas com vários prédios do governo italiano.

Não deixe de dar uma passada na Gelateria Giolitti que fica bem próxima a estas praças. Um dos melhores gelatos da cidade.

Voltando à Via del Corso, peguei um ônibus que me levou até a atração seguinte, a Igreja San Giovanni in Laterano. De longe, essa foi a que eu mais gostei em toda a Itália. Mais até que a Basílica de São Pedro. Lindíssima e imperdível.

Depois da visita, peguei o metrô e fui até a Igreja Santa Maria Maggiore. Uma das mais importantes de Roma, ela ainda conserva as características arquitetônicas dos antigos edifícios romanos.

De lá, segui a pé até a última atração do dia: a Igreja San Pietro in Vincoli. Não chega aos pés da beleza das outras visitadas neste dia, mas tem 2 atrações imperdíveis: as supostas correntes em que São Pedro ficou preso no Cárcere Mamertino e a escultura de Moisés do túmulo do Papa Julio II, esculpido por Michelangelo. Perfeito!

O dia foi cansativo? Sim, dado o número de atrações visitadas e caminhadas. Mas valeu muito a pena, porque o dia foi fantástico.

DIA 2 - Coliseu, Forum Romano, Palatino, Monumento Vittoriano, Museus Capitolinos

Esse dia foi o mais aguardado, pois iria mergulhar fundo num tema do qual sou completamente apaixonada: a Roma Antiga.

Sim, eu estava indo visitar o Coliseu, o Palatino e o Forum Romano.

Coliseu de Roma

Coliseu de Roma

Como sempre, meu dia começou cedo. Como recompensa, encontrei o Coliseu quase vazio, a ponto de conseguir tirar fotos na frente dele praticamente sozinha. Aliás, tirei muitas.

Munida do meu Roma Pass, entrei neste magnífico monumento furando (legalmente) a fila razoável que já estava começando a se formar. Completamente embasbacada com tudo e visitando cada cantinho do lugar, levei umas 3 horas lá dentro.

Saindo do Coliseu, me dirigi para o Palatino, pois ele fica num plano mais alto em relação ao Forum, de modo que achei melhor começar por cima e depois vir descendo (inclusive, a subida pela rua é muito mais amena que a subida de quem vem do Forum).

A fila para entrar estava assustadora! E por causa do meu Roma Pass, pude passar na frente de todo mundo e entrar imediatamente. Portanto, não deixe de adquirir o seu.

Internet no celular durante a viagem

Não dá mais pra viajar para o exterior sem internet no celular. Para fugir das altas tarifas das operadoras a melhor solução é comprar um chip internacional antecipadamente e já chegar no destino com tudo funcionando. A Easysim4u oferece planos sob medida na Europa com conexão de internet 4G franquias proporcionais ao número de dias do pacote. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

Não perca a nossa resenha no post: Utilizando o chip da EasySim4U na Europa

Fiquei um pouco decepcionada com o Palatino, pois além de ter muita coisa fechada para reforma, quase não havia placas informando o significado daquelas ruínas. Eu tinha estudado mais ou menos o que iria encontrar, mas um pouquinho de informação no local teria ajudado bastante.

Descendo por dentro do complexo, cheguei ao Forum Romano. Fantástico! Não é todo dia que podemos pisar no mesmo solo que os grandes Imperadores de Roma. Uma pena que esteja tudo bastante destruído.

Saindo do complexo, fiz um lanche nos quiosques do local e segui até os Foruns Imperiais, na avenida ao lado. Destaque vai para o Mercado de Trajano, ainda bastante preservado.

Próximo dali, subi a escada que está na lateral direita do Monumento Vittorio Emanuelle II e entrei nele, onde há um museu dedicado ao exército. Passei batida e saí no terraço. Dali há uma bela vista do Forum e do Coliseu.

Em seguida subi o elevador panorâmico até o topo do Monumento Vittoriano. A vista da cidade lá de cima é de tirar o fôlego. Não deixe de ir.

Na descida, fiz um pit stop no café local e depois desci pela outra lateral (à esquerda do monumento), em direção a Basílica di Santa Maria in Aracoeli. Por fora não é nada demais, mas por dentro...

Saindo da igreja, desci a escadaria (e que escadaria!) até o nível da rua para acessar a próxima atração: a Piazza del Campidoglio. É necessário subir uma rampa para chegar nela. Uma vez lá em cima, fui visitar os Museus Capitolinos, cheios de relíquias da Roma Antiga. Imperdíveis.

Ao término do passeio, peguei um taxi na Piazza Venezia e segui para o hotel.

O dia foi cansativo? Ex-tre-ma-men-te! Quem acha que vai conseguir fazer Coliseu + Forum Romano + Palatino apenas em metade do dia, pode desistir! Por mais que você fique pouco tempo dentro do Coliseu ou passe correndo pelas ruínas do Palatino e do Forum, a área é gigantesca e requer tempo (e fôlego) para o deslocamento. A menos que você seja atleta, o passeio pelos 3 será bem cansativo. E eu ainda inventei de subir o Monumento Vittoriano e visitar os Museus Capitolinos no mesmo dia. Não recomendaria fazer isso tudo num dia só.

DIA 3 - Museus do Vaticano, Capela Sistina, Termas de Caracalla, Piazza Venezia

Museus do Vaticano

Museus do Vaticano

Pela manhã, fui visitar os Museus do Vaticano e a Capela Sistina. Eu tinha o ingresso comprado previamente pelo site, com hora marcada.

Esse foi o único dia que eu não consegui fazer tudo que estava no roteiro, pois eu jamais iria imaginar que passaria quase 7 horas lá dentro (e sem perceber). Pelos meus cálculos, seria uma manhã e olhe lá... Almocei na praça de alimentação dos museus.

Por conta do imprevisto, acabei optando por não visitar o Trastevere e fui direto para outro monumento da Roma Antiga que eu queria muito conhecer: as Termas de Caracalla.

Foi muito agradável. Consiste num parque pago, com acesso às ruínas. Impressionante como encontramos, ainda preservados, alguns fragmentos do antigo piso de mosaico. Adorei o passeio.

Saindo de lá, peguei um taxi até a Piazza Venezia, para tirar a tradicional foto em frente ao Monumento Vittoriano, que eu havia conhecido por dentro (e por cima) no dia anterior.

De lá, segui pela Via dei Fori Imperiali até o Coliseu, onde fiz um lanche e voltei depois de metrô para o hotel.

O dia foi cansativo? Um pouco, mas bem menos que os dias anteriores. Talvez estivesse começando a me acostumar à maratona...

Já comprou seus ingressos?

Não deixe para a última hora e muito menos para comprar durante a viagem. A Get Your Guide oferece um ambiente simples, seguro e com a garantia do menor preço para você comprar com antecedência seus ingressos para atrações, shows, espetáculos, eventos, tours, passeios e muitas outras experiências nos principais destinos do mundo, inclusive Roma.

DIA 4 - Basílica de São Pedro, Castelo Sant’Angelo, Campo dei Fiori, Piazza Navona, Pantheon, Bocca della Verità, entre outros

Meu último dia em Roma começou com uma visita à Praça de São Pedro e a Basílica de São Pedro. Como cheguei cedo, encontrei a entrada para a Basílica praticamente vazia. Não levei 5 minutos para conseguir entrar.

Fiquei umas 2h e meia lá dentro, vendo cada detalhe com calma. Ao sair, me deparei com uma Praça de São Pedro absurdamente lotada. Mesmo assim parei para tirar algumas fotos em meio a multidão.

Caminhando pela Via della Conciliazone, fui até o Castelo Sant’Angelo, mas não entrei. Segui pela ponte que tem em frente e fui em direção ao centro histórico da cidade. Mas antes, uma pausa para o almoço.

Depois, segui a pé até o Campo dei Fiori, onde ocorre uma feira livre que eu adorei fuxicar.

Saindo de lá, segui a pé até a famosa Piazza Navona. Que lugar agradável! Ficaria horas sentada ali vendo o vai-e-vém das pessoas, os artistas de rua e suas belas fontes. Foi a piazza que mais gostei na cidade.

Piazza Navona

Piazza Navona

Como infelizmente não podia ficar ali a tarde toda, segui a pé até o Pantheon. Esta foi outra atração que adorei em Roma. Aquele teto redondo, sem nenhuma viga de sustentação e ainda de pé há cerca de 1000 anos é de tirar o chapéu.

Próximo dali, não deixe de ir à Gelateria della Palma. Foi o melhor gelato que experimentei na Itália.

Continuando, fui a pé até a próxima atração, a Igreja Sant’Ignazio di Loyola. Ela em si é simples, mas o afresco do teto é lindo. Parece 3D, de tão real.

Saindo de lá, peguei um taxi até a Igreja Santa Maria in Cosmedin, para tirar a tradicional foto com a Bocca della Verità. Nesse momento tive que encarar uma fila razoável...

Com a foto tirada, peguei um ônibus até o hotel, me preparar para o passeio noturno que fiz pela Elmocar. Recomendo!

O dia foi cansativo? Foi o menos cansativo de todos. Apesar de ter feito praticamente tudo a pé, as atrações estavam perto uma da outra, o que facilitou bastante. E à noite, o passeio foi dentro de um carro.

Considerações Finais

Como falei no início do texto, Roma é uma cidade cheia de atrações e coisas interessantes para fazer. Por mais que procuremos ficar mais dias, sempre vai ficar faltando alguma coisa a ser vista. Mas para uma pessoa que estava indo pela primeira, esse roteiro me permitiu ver bastante coisa.

Aqui no blog temos vários artigos que irão enriquecer sua visita à cidade de Roma. Eis alguns bem legais pra você ler:

Dicas de Sobrevivência Para Quem Vai à Itália

Dicas Para Quem Vai Visitar o Vaticano

Dicas Para Quem Vai Visitar o Coliseu

Roteiro de 18 dias pela Itália

E não para por aí! Sugerimos que você acesse nossa página completa de destinos e confira todo nosso conteúdo sobre Roma, Vaticano e Itália.

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço. O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura. Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Antes de alugar um carro, faça uma comparação entre as principais locadoras do Brasil e do mundo. A nossa parceira RentCars te ajuda nessa busca de preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura. A cobrança poderá ser feita em reais, sem IOF. Divida em até 12 parcelas no cartão de crédito ou aproveite um desconto de 5% no boleto bancário. Compare os valores e economize.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis. Pagamento no cartão de crédito em até 12 parcelas ou com desconto no boleto bancário. Ganhe 5% de desconto adicional comprando seu seguro com nosso cupom de desconto: PARAVIAGEM05.

 Compre um chip internacional e se mantenha conectado durante sua viagem. A Easysim4u oferece planos sob medida na Europa com conexão de internet 4G franquias proporcionais ao número de dias do pacote. Você recebe o chip em sua casa, de forma antecipada, e chega em seu destino com tudo funcionando. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

 Compre ingressos para atrações, shows, espetáculos, eventos, tours, passeios e muitas outras experiências com a GetYourGuide. A empresa, presente nos principais destinos, oferece vantagens como a garantia do menor preço e a possibilidade de reserva online antecipada, garantindo seus bilhetes antes da viagem.

 Encontre as melhores datas para a sua próxima viagem e economize na hora de comprar as passagens aéreas. Usando a plataforma do Passagens Promo você pode pagar com cartão de crédito em parcelas sem juros e sem cobrança de IOF. A empresa conta ainda com selo de qualidade no atendimento. Agora não tem mais desculpe, partiu Roma!

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Galeria de Fotos:

188 Comentários
  1. Jessica Bonucci

    olá, vou agora dia 31 de março para Roma, como estará o clima? vi que vc foi na mesma época.. é calor, ou mais pro frio? amei seu roteiro… farei igual!!!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Jessica!
      Eu fui no início de Maio e o clima estava ameno. Geralmente fazia um friozinho de manhã cedo e à noite, mas durante o dia, eu ficava sem casaco. Peguei chuva e sol lá em Roma e a temperatura variou entre 18 e 25 graus.
      Segundo minhas pesquisas, a média de temperatura em Março/Abril é de 17 a 18 graus. Um pouco menos que a média que eu peguei.
      Roma é maravilhosa, você vai adorar!
      Obrigada pelo elogio e uma ótima viagem pra você.

      • Eliseu

        Quanto$ e preciso para fazer um viagem desta? Tenho vontade de ir em roma e em israel

        • Fernanda Rangel

          Oi, Eliseu!
          É difícil responder essa pergunta, porque depende de quantos dias vc vai ficar, se vai hospedar em hotel ou albergue, a passagem de avião (se é promocional ou não), a época do ano que vai…
          Isso sem contar no câmbio do euro, que vem aumentando muito. Era bem mais em conta em maio de 2013, quando viajei pra lá.
          Dê uma olhada no meu post com dicas de sobrevivência pra quem vai à Itália onde falo brevemente sobre esse assunto.
          Abs

  2. Naira Sampaio

    Quando vc diz em sair cedo está falando de qual horário? O que é cedo para sair para visitar Roma?
    Grata,
    Naira

    • Fernanda Rangel

      Oi, Naira!
      Nas vezes que visitei a Europa, eu percebi que as pessoas começam o dia mais tarde por lá, ou seja, depois das 9h as atrações já começam a ficar lotadas.
      Eu costumava sair do hotel por volta das 8h da manhã, às vezes um pouco antes (no dia da Basílica de São Pedro), às vezes um pouco mais tarde (no dia dos Museus do Vaticano, quando meu ingresso estava marcado para 9:30h).
      Eu preferia sempre chegar cedo nas atrações não só para evitar a multidão, mas também para ter tempo de tirar algumas fotos, com calma. E aproveitar o dia ao máximo, pois na época que fui (maio) os dias eram longos, ou seja, clareava cedo e escurecia tarde.
      No caso da Basílica de São Pedro, que costuma abrir às 7h, o ideal é chegar lá por volta das 8h, no máximo 8:30h, pra poder entrar mais rápido. Depois das 9h já estava razoavelmente cheio.

  3. Conceição Lobato

    Olá Estive em Roma no final de 2013 precisamente nos últimos dias de Dezembro.
    Não tenho adjetivos para definir a cidade. Dei a volta completa como tu deste e amei.
    Duas coisas destaco: O Coliseu de Roma porque sempre tinha sonhado estar ali um dia e o Museu do Vaticano. Amo pintura e também pinto, por isso para mim era como se estivesse a dormir sonhando, nem conseguia acreditar.
    Fiz os percursos quase sempre a pé ou de autocarro porque comprei um bilhete de 3 dias.
    Gostaria muito de voltar, mas existem outras coisas que também gostaria de visitar por isso deve ser difícil, pelo menos por agora.
    Obrigada pela tua descrição porque revi tudo.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Conceição!
      Roma sempre foi meu sonho de consumo. Toda vez que eu me imaginava visitando a Europa, em vez de visualizar a Torre Eiffel ou o Big Ben, eu visualizava o Coliseu, a Fontana di Trevi, a Piazza Navona, o Vaticano…
      Nunca me esquecerei do dia que visitei o Coliseu. Não só por ser um dos pontos turísticos mais famosos do mundo, mas por todo seu contexto histórico. Aliás, visitar Roma foi uma experiência inesquecível.
      Para quem pinta, deve ser uma perdição, pois Roma possui inúmeras paisagens belas para colocar numa tela. Imagino que tenha gostado dos quadros da Piazza Navona, não?!
      Também penso como você: existem tantos outros lugares que gostaria de visitar que dificilmente voltarei a Roma por agora. Mas com certeza voltarei um dia, nem que seja de passagem para outro lugar.
      Obrigada pelo comentário!

  4. ROSE

    OI Fernanda, vou a Roma em maio e não vejo a hora!!!! Gostaria de saber mais sobre os bilhetes de entrada para os museus do Vaticano e Capela Sistina? Por exemplo: existe um bilhete que seja válido para todos os museus e capela sistina:

    Agradeço

  5. Daniel

    Chegarei em Roma dia 01/04/2014. Ficarei 7 dias completos. Dois ou três dias aproveitarei para um bate-volta.
    Adorei suas dicas e estou preparando um roteiro a partir.
    Tem alguma dica para bate-volta?
    Agradeço a você por compartilhar suas experiências!
    Abraços!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Daniel!
      Existem algumas opções de passeio para quem está hospedado em Roma. Alguns eu não fiz, portanto deixarei alguns links dos sites oficiais para que você possa obter mais informações.

      Os que eu não fui:

      Ostia Antica – são ruínas da antiga cidade portuária de Roma. Costuma ser uma ótima opção para quem não quer ir até Pompéia, pois tem ruínas que mostram um pouco como era a vida na época do Império Romano. Vá até a estação de trem Roma Lido (próximo ao metrô Piramide) e pegue um trem até a Ostia Antica. Saiba mais AQUI

      Tivoli – uma cidade serrana, próxima a Roma. Pegue o metrô em Roma até a estação Ponte Mammolo (Linha B) e de lá, pegue um ônibus direto para Tivoli. Saltando lá, você terá que pegar o ônibus 4 até o centro da cidade. Uma das atrações principais é a Villa D’Este, um palácio com belos jardins e fontes. Para mais informações sobre esta atração, clique AQUI

      Villa Adriana – são ruínas de uma antiga villa romana. Fica a 5 km de Tivoli. Saiba mais AQUI

      Os que eu fui:

      Nápoles – eu estava hospedada em Sorrento e fiz um bate-e-volta. Particularmente não gostei muito da cidade não, achei muito caótica, um pouco suja… Tem alguns castelos e uma pizza deliciosa (se for até lá, vá na Pizzaria Trianon). Saindo da estação Roma Termini, o trem comum leva cerca de 2h para chegar a Nápoles. Se for de trem de alta velocidade, é 1h apenas.

      Pompeia – também foi o mesmo esquema de bate-e-volta de Sorrento. Eu adorei a visita às ruínas, cujas construções estão relativamente inteiras. Estando em Roma, basta pegar um trem de Roma Termini até Napoles (Napoli Centrale). No subsolo da estação, pegue o trem da empresa Circumvesuviana, que é bem simples (tipo um trem suburbano) até Pompeii Scavi-Villa dei Misteri.

      Pisa – essa fica mais perto de Florença. Mas caso você não vá até a Toscana, existem trens direto de Roma Termini até Pisa Centrale. São cerca de 2h30min de viagem.

      Espero ter ajudado.
      Uma ótima viagem pra você!

  6. Sara

    Oi Fernanda ! Vou a Europa em abril, dia 20 saio do Rio para Paris , Lisboa, Barcelona e Roma, gostaria de algumas dicas, tipo como comprar ingressos as visitas em Roma, e tbm gostaria de sBer se transtevere é muito longe do centro pois ficarei hospedada lá.

    Obrigada pela ajuda

    • Fernanda Rangel

      Oi, Sara!

      Dentre as atrações que fui em Roma, as que tinham que comprar ingresso eram: Coliseu/Forum Romano/Palatino (que é um ingresso só), a subida no Monumento Vittorio Emanuelle, os Museus Capitolinos, as Termas de Caracalla e os Museus do Vaticano/Capela Sisitina (que tb é um ingresso só).

      Para subir no Monumento Vittorio Emanuelle, é só comprar na hora. Para o Coliseu/Forum/Palatino, Museus Capitolinos e Termas de Caracalla, aconselho vc adquirir o Roma Pass, pois há a vantagem de evitar as filas e economizar um pouco nos ingressos, caso vc siga mais ou menos o meu roteiro. Veja o que for melhor para o seu caso lendo o post que fiz com informações sobre ele(veja AQUI).

      Para os Museus do Vaticano/Capela Sistina, aconselho vc comprar online, com hora marcada, pois a fila para entrar costuma ser grande e fatalmente vc perderá um bom tempo nela. Há um acréscimo de 4 euros para a reserva online. Basta entrar no site oficial, clicar em “Admission Tickets” e, na tela seguinte, “Vatican Museums and Sistine Chapel” e siga as instruções. Depois, é só apresentar o voucher na entrada, no dia e hora marcados e entrar direto, sem filas.

      Eu acabei não indo ao Trastevere. O bairro é relativamente perto do centro histórico, mas é um pouco contra-mão. Não há muitas opções de transporte para os pontos turísticos. Se vc for ficar hospedada próximo ao Rio Tibre ou da Ilha Tiberina, vai ser mais fácil, pois é só atravessar o rio e terá várias opções de ônibus até as atrações principais. Aliás, é o que a gente mais faz em Roma: andar e andar…

      Há uma linha de Tram (um veículo sobre trilhos, tipo um bonde) que passa pelo Trastevere e vai até o Largo di Torre Argentina, próximo às atrações do Centro Histórico. É a linha 8. Para avaliar as opções de transporte, é só entrar no site do transporte público de Roma, a ATAC.

      Estando hospedada no Trastevere, não deixe de ir ao Gianicolo, o mirante que tem ali perto. Oferece uma bela vista da cidade.

      Roma é maravilhosa. Assim como Paris e Lisboa. Barcelona ainda não conheço, mas está nos planos. Se vc quiser, temos posts com roteiros e dicas sobre as capitais francesa e portuguesa. Basta ir nas categorias ao lado.

      Espero ter ajudado. Boa viagem pra vc!

  7. Dailma Mesquita

    quantos dias vc passou na Italia?? foram 16 cidades visitadas, é isso?? estou programando uma viagem de carro pela Italia com cerca de 18 dias, o que vc acha desse tempo?? ja conheço Roma mas sempre fica faltando o que ver, adorei seus roteiros, obrigada

    • Fernanda Rangel

      Oi, Dailma!
      Foram 20 no total, mas tirando o dia que chega e o que vai embora, que são perdidos, então foram 18.
      Como vc já conhece Roma, 18 dias está ótimo. Dá pra conhecer bastante coisa.
      As cidades italianas que visitei foram: Roma, Sorrento, Positano, Amalfi, Capri, Nápoles, Pompéia, Florença, Pisa, Siena, San Gimignano, Bolonha, Pádua, Veneza, Verona e Milão.
      Abs

  8. João Guimarães

    Fernanda,

    Adorei o seu roteiro, tanto em Roma quanto em Veneza…
    Me tire uma dúvida… estarei em Munique/ALE antes de ir em Roma e Veneza…

    E a dúvida é a seguinte… aonde ir primeiro? Veneza ou Roma… Pretendo ficar exatamente 02 dias em Veneza e 04 em Roma…

    • Fernanda Rangel

      Oi, João!

      Isso vai depender de uma série de fatores, como opções de vôos, por exemplo.
      Veneza fica mais perto de Munique do que Roma. Então, nesse ponto, acho que o ideal é ir à Veneza primeiro, já que vc está vindo da Alemanha.
      Por outro lado, deixar Roma por último não é uma boa ideia. A gente tende estar mais cansado e a cidade tem muitas coisas pra fazer e visitar. Precisa de pique, entende?
      Quando fui à Roma e Veneza, foi uma viagem só pela Itália. Optei por começar por Roma, justamente porque estaria com todo gás e aproveitaria melhor as atrações.
      Eu ainda não conheço a Alemanha, então não sei se vai ser muito cansativo. Se não for, dá pra ir a Veneza primeiro, porque lá será bem tranquilo.
      Espero ter ajudado!
      Abs

  9. Ana Rita

    Olá Fernanda. Olha eu estou a pensar fazer o seguinte roteiro para a minha ida a roma em julho, será que me pode dizer se acha que está bem assim?

    1º dia (chegada ao centro de roma ao 12h)
    Museus do vaticano às 14h (bilhete comprado online)

    2ºdia
    basilica de são pedro
    castel angel
    panteão
    basilica de santa maria sopra minerva

    3º dia
    coliseu
    arco constatino
    forum
    palatino
    forum imperiali
    mercado trajano

    4º dia (só estou no centro até às 15h)
    campo di fiori
    igreja santa maria maior
    galleria borghese

    Obrigada, Ana

    • Fernanda Rangel

      Oi, Ana Rita!
      Seu roteiro está ok, mas faria uma modificação no 4º dia. Não só por essas 3 atrações ficarem afastadas uma da outra, como também pelo fato deste dia ser curto, já que você só ficará até às 15h.
      Das 3 atrações, eu colocaria o Campo dei Fiori no 2º dia, pois fica mais ou menos próximo ao Pantheon (dá pra ir caminhando de um pro outro).
      Aí, no 4º dia, ficaria só a Santa Maria Maggiore e a Galleria Borghese.
      Me parece que é a sua primeira visita à Roma, certo? Não deixe de ir à Piazza Navona. Se você for ao Campo dei Fiori logo após a visita do Castelo St’Angelo, a Piazza Navona estará no caminho para o Pantheon. É a minha sugestão.
      Espero ter ajudado!

  10. Jefferson

    Muito bacana seu roteiro adorei! Estou planejando minha viajem e minha maior duvida é quantos euros preciso pra gastar la, pretendo ficar 4 dias em Roma e queria saber quanto devo levar em dinheiro +/- pra gastar com os passeios, almoço e janta. (Como vou estar passeando seria mais lanches mesmo) .

    Outra duvida é o idioma não sou fluente em inglês mas me viro bem isso será um empecilho?

    Grato.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Jefferson!
      Essa sua dúvida é pertinente. Tive os mesmos questionamentos antes de ir.
      Quanto à alimentação, eu fazia assim: almoçava ou jantava uma massa e a outra refeição do dia eu fazia um lanche (ou comprava algo no supermercado e comia no hotel ou passava em alguma lanchonete e fazia um lanche rápido). O café-da-manhã eu não me preocupava, pq geralmente estava incluso na diária.
      Recentemente escrevi um post que fala justamente sobre tudo isso, com “dicas de sobrevivência”. Para lê-lo, acesse aqui.
      Espero ter ajudado.
      E obrigada pelo elogio ao post!
      Abs

  11. Luciane

    Olá!
    Estou programando uma viagem de 12 dias para a Itália com meu marido, em inicio de novembro, e o primeiro destino é Roma, onde ficaremos por uns 3-4 dias. Gostaria q vc me sugerisse outras cidades para conhecermos de carro, com destino final em Veneza. Não conheço nada, por isso gostaria de não errar nas escolhas, afinal, são tantas opções…
    Obrigada
    Abraço
    Luciane

    • Fernanda Rangel

      Oi, Luciane!
      Levando em consideração que são 12 dias completos na Itália, ficando 4 dias em Roma e indo em direção a Veneza, sugiro o seguinte:
      4 dias em Roma, 4 dias em Florença (sendo 2 para a cidade e 2 para passeios “bate e volta” pela Toscana), 1 dia em Verona, 1 dia em Pádua e 2 dias em Veneza.
      Como “bate e volta” de Florença, sugiro 1 dia para Pisa e Lucca e 1 dia para San Gimignano e Siena.
      Com exceção de Lucca, conheci todas estas cidades. Já coloquei, aqui no blog, posts com o roteiro que segui em algumas delas, como Florença, Pisa, San Gimignano e Veneza. Pádua, Siena e Verona em breve estarão publicados. Fique atenta.
      Espero tê-la ajudado!
      Abs

  12. Anabela Alves

    Olá Fernanda.

    Vou para Roma no próximo dia 1 de Julho , tenho a tarde disponível e regresso dia 5 de Julho, neste dia tenho a manha disponivel , seguindo o seu blogg gostaria que me desse dicas sobre qual o melhor roteiro.

    Obrigada

    • Fernanda Rangel

      Oi, Anabela!
      Deixa eu ver se eu entendi: vc sai do Brasil no dia 1 de julho. Portanto, chegará no dia 2 de julho pela hora do almoço e terá a tarde livre. Ficará 3 e 4 de julho inteiros e no dia 5, vc terá a manhã livre e precisará da tarde para fazer check-out do hotel e se preparar pra vir embora. É isso?
      Se eu tiver certa, são 2 dias inteiros + 2 metades de dia. Ou seja: 3 dias.
      Minha melhor dica é mesmo o roteiro que descrevi aqui no post. É difícil indicarmos um roteiro específico para alguém até pq cada um tem uma preferência… Adaptando esse meu roteiro de 4 dias para o seu de 3, precisaríamos retirar algumas atrações. E aí vai depender do que vc quer visitar.
      Como forma de sugestão, considero como as atrações mais importantes de Roma: o Coliseu, o Forum Romano, Fontana di Trevi, Piazza di Spagna, Piazza Navona, Pantheon, Monumento Vittorio Emanuelle e o Vaticano. Para 3 dias, dá pra visitar todas.
      O importante é vc fazer uma lista do que quer visitar e organizar tudo nos dias que vc for ficar por lá, respeitando o seu ritmo e o deslocamento à partir do seu hotel.
      Abs

  13. Perla Galdeano

    Olá Fernanda,

    Você acha factível visitar Basílica de San Pietro Coliseu, Palatino e Fórum Romano, Fóruns Imperiais e o Monumento Vitoriano no mesmo dia?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Perla!
      Até é possível, mas acho que vai ficar muito corrido e cansativo…
      Eu fiquei bastante tempo tanto na Basílica quanto no Coliseu. Mas conheço pessoas que ficaram só um pouquinho em cada uma delas. Aí vai do ritmo, da preferência de cada um e do tempo disponível para o passeio.
      Quanto ao Forum e Palatino, a área é gigantesca e cheia de desníveis. Isso por si só já cansa um pouco. E o Monumento Vittoriano fica num alto, sendo necessário subir uma escadaria até o terraço onde pegamos o elevador para ir até o topo.
      Os Foruns Imperiais é apenas uma avenida com ruínas nas beiradas.
      Se vc tiver um bom pique e for objetiva, é possível sim. Mas prepare-se, pois será uma maratona.
      Abs

  14. Renata Muniz

    E eis q estou procurando dicas para minha viagem e encontro esse blog… e com quem me deparo??? Vc, Fe…com quem tive o prazer de viajar em 2011 para Londres…ahhh, quero dicas mais dicas sim. Na verdade fui convidada para ir a Paris a partir do dia 30/07 e cotando as passagens vi q ficava mais barato incluindo no trajeto mais uma cidade. Tinha decidido ir a Florenca mas depois vi q Roma, atualmente, vale mais a pena, nem q seja pra ficar 3 dias (to lembrando do nosso bate e volta a Paris em 2011…rs). Enfim, vou tentar aproveitar suas dicas acima e outras de Paris ja q parto pra la dia 30/07 e volto ao Brasil dia 09/08…bjs, querida.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Re!!!!!
      Aquela viagem foi ótima, não é?! Uma das melhores que eu fiz.
      Eu adorei Florença, mas Roma pra mim foi muito especial. Mas são cidades totalmente diferentes. Em termos de atrações, Roma tem mais opções. Mas aí é só se programar.
      O que eu puder te ajudar, me fala!
      Bjinhos!

  15. Celina Sales

    SENSACIONAL!! Fiquei 4 dias e deixei seu roteiro
    aberto o tempo todo. Fiz o meu usando todas as
    suas dicas. Adorei! Obrigada

  16. Marcia

    Ola!!! Amei suas dicas!! Eu e meu marido passaremos natal e ano novo por la!! Estou fazendo um roteiro Roma-regiao da Toscana e voltando por veneza para Roma para voltar? Estou pensando em ir a Napole se der um dia e outro para costa Amalfitana (msm no frio)..:
    Estou cogitando a tarde e noite de chegava e Mais. 4d para Roma… Estou em duvida qt a Florenca e Veneza, Qts dias… O q vc sugere? Nunca estivemos por os e serao 19d no total! Bjs

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marcia!
      Pelo que entendi, vocês ficarão 19 dias passeando pela Itália, certo? Eu fiquei 18 dias quando fui pra lá e dá perfeitamente para conhecer todas essas cidades que vc citou na pergunta.
      Meu roteiro foi assim (nesta ordem):
      4 dias em Roma
      4 dias na região de Nápoles e Costa Amalfitana, com hospedagem em Sorrento (1 dia em Sorrento, 1 dia para Positano + Amalfi, 1 dia para Ilha de Capri, 1 dia Pompéia + Nápoles)
      4 dias na Toscana, com hospedagem em Florença (2 dias e meio em Florença, Meio dia em Siena, 1 dia para Pisa + San Gimignano)
      1 dia em Bolonha
      Meio dia em Pádua
      1 dia e meio em Veneza
      1 dia em Verona
      2 dias em Milão
      Foi o roteiro que segui e foi tranquilo, deu pra fazer tudo.
      O meu roteiro original não era exatamente esse. Inicialmente, eu iria fazer Siena e San Gimignano em 1 dia, Bolonha e Pisa em 1 dia, Pádua em 1 dia e Veneza em 2 dias. Mas por conta de imprevistos do clima, tive que modificar a ordem das visitas e acabou ficando o roteiro que descrevi acima.
      Estou ainda terminando de postar os roteiros que segui em cada uma destas cidades. Já tenho escrito, além de Roma: Florença, Sorrento, Veneza, Milão, Pisa, Siena e San Gimignano. Em breve estará saindo o de Verona. Para lê-los, basta clicar nos links que estão na lista de categorias, localizada na lateral direita da página do blog.
      Espero tê-la ajudado!
      Abs

  17. Jarlinecabral

    Adorei suas dicas vou tentar fazer o mesmo
    Percusso .
    Grata
    Jarline

  18. Jarlinecabral

    Talvez fique so 3 dias 😕
    o q vc eu visitaria para aproveitar mais .
    Na verdade eu teria q excluir ne ? O q eu tiraria ?
    Vc pode me ajudar ?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Jarline!
      Sim, infelizmente você vai ter que optar por deixar algumas coisas de fora.
      Priorizando o essencial, eu tiraria do roteiro as Termas de Caracalla e algumas igrejas, como San Pietro in Vincoli, Sant’Ignazio de Loyola e Santa Maria in Aracoeli.
      Outra dica seria passar mais rápido pelas atrações. Confesso que fiquei um tempão no Coliseu e nos Museus do Vaticano, mas é que eu quis aproveitar ao máximo esses locais. Mas dá pra acelerar um pouco a visita. Isso vai fazer com que você ganhe mais tempo.
      Espero tê-la ajudado!
      Abs

  19. CIDA FARGIANI

    Adorei ,muito bom mesmo pena que não vou conseguir fazer tudo isso .

  20. Sonia C.

    Bom dia. Adorei seu roteiro. Não vi referencia á Galleria Borghese. Vc foi ? Vale a pena ? Vou ficar 5 dias em Roma e estava pensando em comprar pela Internet(pq já reservo horario e não preciso ligar p/ o telefone em Roma p/ reservar se usar o Roma Pass). Se eu for na Borghese não vou poder fazer bate-volta p/ Pompeia . Eu e meu marido estamos na faixa dos 60 anos. Gostamos de arte mas não somos apaixonados mas todos os sites que vejo dizem q a Borghese é uma das atrações mais importantes. Também fico preocupada se o bate-volta p/ Pompeia é muito cansativo e se vale a pena. Depois de Roma vamos para Florença(6 dias, indo p/ Siena-San Gimniano, Pisa/Lucca), 2 dias em Milão, 3 dias em Veneza). Obrigada . Sonia .

    • Fernanda Rangel

      Oi, Sonia!

      Sobre Pompeia, sou meio suspeita pra falar pq adoro história, mas foi um passeio fantástico.
      Eu estava hospedada lá por perto, em Sorrento, por isso o deslocamento não foi um problema. Estando em Roma, vcs terão que pegar um trem até Nápoles (1 hora de viagem, se for no de alta velocidade) e depois, pegar outro trem até Pompeia (mais uns 30 minutos de viagem). A estação fica em frente a entrada do sítio arqueológico.
      A área de Pompéia é enorme. Para vc ter uma ideia, passei uma manhã por lá (cerca de 5 horas) e não andei em tudo. Mas fui nas atrações principais. A caminhada lá dentro é longa, mas como a gente vai parando para admirar as ruínas (que estão razoavelmente preservadas), então acabamos não percebendo muito o quanto acabamos andando.
      Minha mãe foi comigo nesta viagem e ela estava com 61 anos na época, além de ter ido com problemas no joelho. Foi um pouco cansativo, até porque também estava um dia quente de sol, mas ela sempre diz que nada se comparou à maratona que foi as andanças que a gente fez em Roma (onde se cansou bem mais). Apesar de tudo, ela amou a Itália, e Pompeia então… Ela adora história, então acho que isso colaborou para a disposição que teve. Quando pergunto, a resposta é sempre a mesma: “Faria tudo de novo!”.
      Em breve relatarei aqui no blog como foi esse passeio e o roteiro que segui.

      Em Roma, eu acabei optando por não ir à Galeria Borghese porque não coube no roteiro. Mas dizem que realmente é uma atração ótima. O nosso editor Vinícius esteve na capital italiana em junho e visitou a Galeria. Ele relata como foi no diário de viagem dele (leia aqui).

      Espero tê-la ajudado!

      Abs

      • Sonia C.

        Fernanda, muito obrigada ! Agradeço pela sua paciência e por ter me dado todos esses detalhes . Vou ver o site do Vinicius. Tentei reservar on-line a Galleria Borghese mas tá td esgotado,vou tentar de vez em quando e depois vou tentar por telefone(já li q outros bloqueiros conseguiram) . Bjs Sonia .

  21. Anna Paola

    Obrigada pelas dicas!
    Seu blog nos foi muito útil e é bastante preciso! Tornou nossa viagem a Roma mais organizada e interessante!
    Abraços!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Anna!
      Obrigada pelo elogio!
      Fico muito contente que o blog tenha ajudado a preparar a sua viagem – um período que a gente costuma ficar mais apreensiva e cheia de dúvidas do que iremos encontrar. Fico feliz por ter conseguido atingir esse nosso grande objetivo.
      Abs

  22. André Luiz

    Oi, Fernanda!!!

    Estou montando um roteiro para uma viagem de 22 dias (sem contar chegada e saída) na Europa com minha esposa no mês de maio ou junho de 2015… As dúvidas são muitas, mas gostaria de sua opinião em relação ao nosso roteiro:
    – Londres: 4 dias
    – Paris: 5 dias (com ida a Versalhes)
    – Suíça: 3 dias (Lucerna/ Berna / Interlaken)
    – Veneza: 3 dias
    – Florença: 2 dias
    – Roma: 5 dias

    O que você acha?

    Parabéns pelo blog!!!!!!!

    Obrigado

    • Fernanda Rangel

      Oi, André!

      Serão 22 dias ou 24? Porque geralmente o dia da chegada e o dia de ir embora são nulos, pois as viagens de avião Brasil-Europa costumam ocupar o primeiro e o último dias da viagem (na melhor das hipóteses, a pessoa tem metade desses dias). Isso tem que levar em consideração.

      Vai depender tb das atrações que você irá em cada uma dessas cidades. Mas de um modo geral, imaginando que você irá às principais e ficará exatamente 22 dias (incluindo os dias de chegar e ir embora), sugiro o seguinte:

      – Londres: 5 dias (considerando o dia da chegada e conhecer o essencial)
      – Paris: 5 (4 na capital + 1 em Versalhes (dá pra ir às principais atrações)
      – Suiça: 3 dias (ainda não conheço o país, por isso não mexi nessa parte do roteiro)
      – Veneza: 2 dias (é o suficiente – Veneza não tem muitas atrações, o legal é passear pelas vielas mesmo)
      – Florença: 2 dias (tb é o suficiente)
      – Roma: 5 dias (dá pra fazer tudo em 4, mas incluindo o dia do retorno, então considere 5 dias)

      Espero ter ajudado. E obrigada pelo elogio!

      Abs

  23. Mariana

    Olá, Fernanda!
    Adorei o seu roteiro e as suas dicas!
    Gostaria muito de fazer igual na minha viajem a Roma, em maio de 2015.
    No entanto, acho que não será possível, pois um dos 4 dias será 1º de maio e vi que muitos museus não abrem nesse feriado…
    Assim, peço alguma sugestão sua para tentar resolver esse probleminha…
    Ficarei em Roma do dia 27/04 (chego à noite) até o dia 03/05, quando seguirei para Florença.
    Como você pode ver, tenho 5 dias em Roma, sem contar com chegada e partida. Contudo, eu estava querendo reservar 1 dia para conhecer Pompéia…
    Será que existe alguma forma de eu não perder o dia 1º de maio?

    • Mariana

      Esqueci de dizer… meu ptrem para Florença será Às 14:50h.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Mariana! Obrigada pelo elogio!

      Sua estada em Roma será praticamente igual ao que foi a minha. Além de também ter ido no mês de maio (uma época excelente), fiquei na verdade 5 noites na cidade: cheguei por volta das 18h, de modo que para a visita mesmo foram 4 dias inteiros. Mas escapei do 1º de Maio…

      Mas a boa notícia é que dá pra você fazer no feriado o meu roteiro do “Dia 1”, pois a maioria das atrações são ao ar livre (não dependendo de dia e horário de abertura), além do que, as 4 igrejas que visitei nesse dia abrem no feriado, segundo o site oficial de turismo de Roma. Portanto, basta trocar a ordem dos dias do meu roteiro final e adaptar para o seu caso.

      Quanto a Pompéia, acho um pouco contra-mão, pois você terá que ir até Nápoles de trem e depois pegar outro até Pompéia. É possível fazer, mas aí perderá 1 dia inteiro em Roma, o que é muito (particularmente acho 3 dias muito pouco). Pra vc adaptar, teria que deixar algumas atrações da capital italiana de fora.
      Além do mais, não sei te dizer se o sítio arqueológico abre no feriado (o site oficial não fala nada à respeito).

      Espero tê-la ajudado!

      Abs

      • Fernanda Rangel

        Aliás, retificando…
        Vc ficará 5 dias inteiros em Roma, certo?
        Então dá tranquilamente para dar uma esticada a Pompéia!
        Quanto ao dia que irá pra Florença, utilize a manhã para dar uma volta pelo Trastevere, que ficou de fora do meu roteiro, ou então ir à Galeria Borghese.
        Abs

  24. Camila Vicentini

    Fernanda, mais uma coisa… quando você diz, “sair cedo para começar”, especificamente quer dizer em que horário?
    Devo sair do hotel por volta de quanto?
    Ficaremos em Roma 4 dias e estarei com carro alugado.

    Obrigada mais uma vez.

  25. Fábio

    Olá Fernanda,
    Vou em Abril/2015 para Roma, já fiz meu roteiro baseado nas informações que você passou, que são muito boas, parabéns! Queria te perguntar se você indica fazer algum tour com guia e que fale em português? Vale a pena contratar este serviço? Indica alguma agência/site de confiança que faça?

    Obrigado!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Fábio!
      Um passeio guiado é sempre mais interessante, pois nada melhor do que um guia falando detalhes e curiosidades sobre as atrações do lugar que estamos visitando. Principalmente se ele falar português.
      Infelizmente, esses serviços não costumam ser baratos na Europa, mas é aquilo: paga-se pelo conforto. O bom é que se tiver em grupo dá pra dividir as despesas.
      No meu caso, fiz um passeio noturno guiado com a empresa Elmocar e adorei. O serviço foi impecável e é totalmente em português (a guia/motorista era uma italiana com português fluente, mas o dono é brasileiro).
      O passeio durou 3h e ela me levou a todos os principais pontos turísticos de Roma (alguns até que eu não tinha ido nem de dia) e ainda foi me contando uma série de curiosidades e informações. Tudo em português.
      Também utilizei o serviço de transfer deles do aeroporto até o centro de Roma. Foi ótimo. E eles foram super pontuais.
      Eles possuem outros tipos de passeio, além do noturno. Dê uma olhadinha no site oficial da empresa.
      Espero tê-lo ajudado.
      E obrigada pelo elogio!
      Abs

  26. Audrey e Ricardo

    Suas dicas foram muito preciosas para o nosso planejamento: informações objetivas e detalhadas (facilitou a organização do roteiro para Roma que estava bem complicadinho de fazer….rs).
    Obrigada e continue postando informações de outras viagens!
    😀

    • Fernanda Rangel

      Obrigada pelo elogio!
      Fico muito contente por ter conseguido ajudá-los, pois sei bem o que vcs estão passando. Até sair esse roteiro aí, eu levei uma surra! É muita Roma pra poucos dias, não é verdade? Rsrs…
      Vcs vão adorar a capital italiana. É um lugar mágico.
      Que a viagem de vcs seja tão incrível quanto foi a minha!
      Abs

  27. Lili

    Seu roteiro está ótimo! Adorei! Obrigada por compartilhar!
    Vou para a Itália em maio e aproveitarei muitas das suas dicas! 🙂

    • Fernanda Rangel

      Oi, Lili!
      Eu que agradeço o elogio!
      Maio é uma época ótima pra visitar a Itália. O clima é mais ameno e as atrações estão menos lotadas que no verão.
      Uma ótima viagem pra vc!
      Abs

  28. Edilson Junior

    Parabéns Fernanda! Grande descrição da viagem. Ajudou bastante com alguns detalhes para completar minha programação.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Edilson!
      Obrigada pelo elogio!
      Sei bem como é tenso essa preparação pré-viagem, em que ficamos cheios de dúvidas do que virá pela frente. Fico muito contente por meu relato ter ajudado na preparação do seu roteiro.
      Roma é maravilhosa e tenho certeza que vai ser uma grande viagem!
      Abs

      • Edilson Junior

        Sem querer abusar, voltei ao blog para saber dicas do transfer aeroporto de Fiuminco para o hotel. Vou ficar hospedado vizinho à Piazza Navona. Obrigado pela atenção desde já.

        • Fernanda Rangel

          Oi, Edilson!
          Utilizei o serviço da Elmocar. Eles foram me buscar no aeroporto e me levaram até o hotel. O atendimento foi impecável, além da comodidade dos motoristas falarem português.
          Sugiro também fazer o passeio noturno deles, conforme citei no post. Foi maravilhoso!
          Abs

  29. Felipe

    Olá Fernanda! Tudo bem?
    Tenho acompanhado todos os seus sites com os lugares que vou visitar: Paris, Roma, Veneza, Amsterdam, Bruxelas e Bruges, o que me dá muita inspiração para montar meus roteiros! Inclusive, estou copiando fielmente o seu roteiro de 4 dias em Roma! rs Mas estou com dúvidas quanto ao Vaticano. Será que consegue me ajudar?

    1) Vou comprar antecipado o ingresso. Esse ingresso, pelo que entendi, é somente para os museus e capela Sistina, Certo? Pelo que vi aqui, a Praça e a Basílica são grátis. Ou seja: entrar na Cidade do Vaticano, andar pela cidade, visitar a basílica, ficar na praça, também é de graça… É isso mesmo?

    2) Você comentou que no dia seguinte à visita da Capela, você foi visitar a praça e a Basílica… no primeiro dia você não viu a praça? Ou seja, minha dúvida: chegamos na cidade por entradas diferentes?

    3) Termas de Caracalla… sei que é paga (segundo seu post do roteiro)… você disse que tinha horário marcado… você comprou pela Internet? Acha que vale a pena a compra pela internet e não diretamente no local?

    Bom, por enquanto é só!
    Parabéns pelos seus escritos… mais uma vez, são inspiradores!

    Abraços,
    Felipe

    • Fernanda Rangel

      Oi, Felipe!

      Obrigada pelo elogio! Fico muito contente por meus posts terem ajudado no planejamento da sua viagem. E pode utilizar à vontade o roteiro! Rsrs

      Mas vamos lá…

      1) A visita ao Vaticano se resume a 2 “duplas”: Museus + Capela Sistina e Praça + Basílica de São Pedro. O restante da Cidade do Vaticano tem acesso restrito aos turistas, sendo algumas partes visitáveis apenas com autorização.
      Só é cobrado ingresso para visitar a “dupla” Museus + Capela. A Praça de São Pedro é livre (é só uma praça) e a Basílica de São Pedro também – basta encarar a fila pra entrar (sugiro chegar cedo, no mais tardar 8h, pra escapar dela).

      2) A Praça de São Pedro fica no final da Via della Conciliazione. Já a entrada para os Museus fica na lateral da Cidade do Vaticano, na Viale Vaticano.
      Eu poderia ter conhecido tudo no mesmo dia, mas não vale a pena, porque é uma multidão absurda de turistas e fatalmente eu ia acabar “mofando” em alguma fila ou tendo que concorrer por um espaço com uma horda de gente.
      A melhor forma de fugir das multidões é chegar cedo. E por isso, coloquei cada “dupla” em uma manhã pra isso. E foi a melhor coisa que eu fiz!

      3) Talvez tenha me expressado mal, mas não é preciso horário marcado para visitar as Termas de Caracalla. Eu tinha apenas planejado visitar esta atração naquele dia. Rsrs
      Nesse dia das Termas a programação inicial era visitar os Museus + Capela Sistina de manhã, depois visitar o mirante Gianicolo, dar um passeio rápido pelo Trastevere, passar pela Isola Tiberina, visitar a Ig. Santa Maria in Cosmedin e, por fim, ir às Termas de Caracalla.
      Mas como eu acabei ficando mais tempo do que o planejado nos Museus, precisei optar. Como eu adoro história (Império Romano principalmente), escolhi ir às Termas.
      Cheguei um pouco depois das 16h e não havia ninguém na fila. Aliás, tinha meia dúzia de gente lá dentro. Achei um passeio bem diferente e agradável.
      Não saberia dizer se fosse mais cedo encontraria fila, provavelmente sim. Mas certamente é uma atração bem menos procurada que o Coliseu ou o próprio Vaticano. Além de ser uma espécie de parque, ou seja, as pessoas dispersam um pouco lá dentro. Acho que não é necessário comprar com antecedência.

      Espero tê-lo ajudado mais uma vez!

      Abs

      Mas vamos lá…

      • Felipe

        Oi Fernanda!

        Ajudou sim! Na verdade, agora, não me restou dúvida alguma!
        Vou inserir estas explicações no meu roteiro e darei como finalizado o guia de viagem que preparei!

        Muitíssmo obrigado pelas suas explicações!
        Abraços

  30. Luciana Reis

    Fernanda, não conhecia seu blog e estou encantada. Suas dicas são preciosas!!! Achei muito interessante seu roteiro e pretendo segui-lo. Mas, gostaria de uma sugestão: Tenho 5 dias inteiros em Roma (31.03 a 04.04), só que é semana santa. Gostei da sugestão do Vaticano em 2 visitas, e vou abrir mão de assistir a audiencia papal. Pensei em ir na quarta visitar os Museus e Capela Sistina e quinta, Praça e Basílica, com ingressos comprados pela internet . Mas é viável, uma vez que é quarta-feira que é dia de Praça São Pedro e Basílica lotada, e estaremos em plena semana santa (em Roma!!)? Ou quinta, museus e capela, e sexta, Praça e Basílica. Mas, na sexta-feira da paixão as visitas acontecem normalmente? Agradeço desde já. Luciana.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Luciana!

      Obrigada pelo elogio!

      Eis uma boa pergunta. Não saberia te dizer com 100% de certeza como ficaria o Vaticano na Semana Santa, pois visitei no mês de maio. Mas creio que seja uma época em que o movimento no entorno certamente deve se intensificar, por ser uma data simbólica e especial para o catolicismo.

      Estando na sua situação, eu iria logo no primeiro dia na Basilica + Praça de São Pedro (terça, 31/03) e iria nos Museus + Capela Sistina na quarta (01/04). Sempre digo que o ideal é evitar o Vaticano nos dias do Papa, pra quem não pretende ir vê-lo, mas aqui a situação é outra, pois acredito que quanto mais próximo da sexta-feira da Paixão e do domingo de Páscoa, mais gente deve passar pelas imediações. De qualquer forma, o ideal é evitar a Praça e Basílica de São Pedro na quarta-feira.

      Segundo o site do Vaticano, as atrações estarão abertas em todos os dias que vc estiver por lá (veja o calendário dos Museus do Vaticano e também o da Basílica de São Pedro).

      Espero que sua estada em Roma seja tão especial quanto foi a minha (o que certamente será, já que a cidade é incrível!).

      Abs

  31. Felipe Rodrigues

    Olá Fernanda,

    Ano passado o roteiro San Francisco à Los Angeles pelo litoral de carro. Esse site foi super útil. Peguei aqui várias dicas. Foi uma viagem incrível. Vocês foram importantes para o planejamento e sucesso do passeio.

    Voltei ao site. Agora para pegar dicas de cidades da Europa. Vou passar por Roma agora no verão (junho).

    Anotei todas as dicas acima, mas senti falta de animação… receio ser monótono visitar tantas ruínas e construções históricas…. eu sei, estarei em Roma, lá não é Las Vegas, mas, sendo eu jovem (29 anos), que outras coisas você sugere fazer na capital?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Felipe!
      A Itália, de um modo geral, não é um destino muito jovem como, por exemplo, Amsterdam ou Barcelona. Inclusive, foi um dos lugares onde mais encontrei turistas idosos na Europa. Mas isso não quer dizer que não haja jovens ou passeios incríveis. É um país lindíssimo!
      Eu adorei Roma, mas reconheço que sou um pouco suspeita, pois adoro história e tudo que é relacionado à Roma Antiga.
      Se vc já tiver com o roteiro fechado, uma opção mais descolada é visitar o Trastevere, onde há restaurantes e bares. Dizem que fica bastante animado à noite.
      Uma guia italiana me falou também de estabelecimentos na região do Aventino, com casas noturnas e bares. Não visitei a região e não teria como te dar uma opinião pessoal.
      Quanto a passeios, não há muito opção não, ou são museus, ou ruínas ou praças com esculturas e fontes, geralmente cheia de gente (turistas, na maioria).
      Caso vc visite outras cidades italianas, uma opção é ir até a Costa Amalfitana e a região da Baía de Nápoles. É um clima ótimo e achei bem descontraído.
      Abs

  32. JOÃO MARCELO

    Prezados,

    Adorei as dicas, só que não consigo comprar os passeios ao Vaticano e Coliseu com o cartão de crédito
    será pelo fato de ser brasileiro? Tem algum lugar em Roma onde eu possa comprar para visita-los
    sem pegar filar? Grato

    • Fernanda Rangel

      Oi, João!

      Peço desculpas pela demora da minha resposta. Eu estava viajando e só retornei há poucos dias.

      Isso aconteceu comigo em 2013, quando estava planejando minha viagem à Itália. Na ocasião, o Vaticano estava impossibilitado de lidar com cartões de crédito em seu território devido a escândalos fiscais. Isso foi contornado um pouco depois, no final de 2013 e em 2014. Só recentemente é que voltei a receber perguntas aqui no blog sobre esse problema, o que me leva a crer que esse problema talvez tenha voltado.

      mas não se preocupe, pois esse fato não o impedirá de adquirir seu ingresso. Faça a reserva normalmente e eles te emitirão um voucher, por e-mail. Imprime e no dia e hora de sua visita, apresente este voucher ao fiscal, que te direcionará à bilheteria, onde vc pagará em dinheiro e receberá os ingressos. Pelo menos comigo foi assim.

      Escrevi um post aqui no blog em que falei um pouco sobre isso: Furando Fila Legalmente nos Museus do Vaticano.

      Espero tê-lo ajudado a tempo!

      Abs

  33. João

    Oi Fernanda, estive com minha família em Roma por cinco dias em março/15, a cidade é tudo o que vc descreveu, muito linda, conheci muitos lugares fazendo minhas caminhadas, que cidade linda, foi minha primeira vez na Itália, mas já estou pensando em voltar no próximo ano, pois não foi possível conhecer a Fontana di Trevi que está passando por reforma, mas conhecia as principais praças, como vc citou, a Piazza Navona é a mais belas de todas, gostei muito tb dos museus que visitei, as Igrejas são maravilhosas, as gelaterias não tem como comentar, onde vc encontara o melhor sorvete do mundo, Tratesvere que bairro delicioso, lembra muito vila Madalena em São Paulo, com seus barzinhos deliciosos, enfim tudo em Roma é delicioso

    • Fernanda Rangel

      Oi, João!

      Desculpe pela demora do meu feedback, eu estava viajando e só voltei há poucos dias.

      Roma é uma cidade muito especial. Eu costumo dizer que tem algum troço naquele lugar que enfeitiça quem a visita. Não deve ser à toa que a maior e mais poderosa das civilizações da humanidade viveu ali. A força dos romanos é sentida até hj, nas ruínas dos monumentos que estão espalhados por lá. Tem alguma coisa de muito especial naquele território e isso continuou nos séculos seguintes e chega até os dias de hj. E percebemos essa grandiosidade e beleza em suas praças, prédios, igrejas e monumentos.

      Aliás, a Itália toda também é incrível. Eu visitei alguns países europeus nesta viagem recente que citei no início e foi maravilhoso, mas a Itália continua lá no topo da lista dos meus lugares preferidos. Voltarei um dia também, com certeza!

      Abs

  34. Aline , Ricardo e Sofia

    Olá, ja li vários post, mas o teu esta bem didático, Parabéns…. Pois bem comprei uma passagem de ida e volta por Milão, agora tenho que encaixar 12 dias que tenho inteiros pelos arredores. Pensei e sair de Milão direto para Roma (trem) e ficar la por 3 dias inteiros. De trem subir para Florenca e mais 3 dias inteiros. Subir de novo até Veneza, 2 dias e voltar para Mião e ficar até o dia da volta. Saio do Brasil dia 22/9 a noite e chego em Milão dia 23/9 as 15h.meu voo de volta sai de Milão dia 05/10 as 22h. Me de uma sugestão….estou bem confusa com relação as datas….
    Estou com meu marido e minha filha de 9anos, então além do básico tenho que fazer alguns passeios mais divertidos. Sei que Roma esta mais fácil, pois tem parques e um zoo bem legal. Mas Florenca e Milao ….esta difícil…kkkk
    Desde ja agradeço a tua paciência.
    Abraço.

    • Fernanda Rangel

      Oi, pessoal!

      Desculpe pela demora da minha resposta. Eu estava viajando e só retornei há poucos dias.

      Vcs chegam dia 23/09 em Milão às 15h. Minha sugestão:

      1) Peguem logo o trem pra Roma, chegando lá à noite (isso dá umas 3h a 3h20 de viagem). É puxado, principalmente depois de horas de vôo, mas na ida tudo é festa! Esse dia é nulo.

      2) Fiquem em Roma os dias 24, 25, 26 e 27 inteiros. Roma tem muita coisa pra visitar e certamente requer mais dias.

      3) No dia 28, saiam cedo em direção a Florença (+/- 1h30 de viagem). Aproveitem o resto do dia na cidade e o dia seguinte, 29.

      4) No dia 30, façam um “bate-e-volta” pra Pisa (uma manhã é o suficiente). À tarde, ou vcs voltam pra Florença ou seguem até Lucca, uma cidade próxima a Pisa. Outras cidades da Toscana ficaria mais contra-mão pra fazer numa tarde, mas é possível: fui a San Gimignano à partir de Pisa, por imprevistos no meu roteiro e fazendo 2 conexões, e deu pra conhecer numa tarde (a cidade é minúscula, mas muito agradável).

      5) No dia 01, saiam cedo em direção a Veneza (+/- 2h de viagem). Aproveitem o resto do dia na cidade e fiquem o dia seguinte todo, dia 02.

      6) No dia 03, peguem o trem de Veneza até Milão pela manhã (+/- 2h30 de viagem). Aproveitem o restante do dia lá e fiquem até o final da viagem.

      Eu fiz um post com roteiro de 2 dias em Milão, mas confesso que a cidade tem poucas atrações, daria pra fazer em 1 dia ou 1 dia e meio tranquilamente. Uma boa sugestão seria dar uma passada em Verona entre Veneza e Milão, ou então fazer um passeio de 1 dia à partir de uma delas. A cidade é linda!

      A Itália é um país incrível e a gente quase sempre percebe que é “muita Itália para poucos dias”. Mas acho que o roteiro que sugeri está bastante viável e não foi muito diferente do que eu fiz (o meu foi de 18 dias, passando pela Toscana, Nápoles e Costa Amalfitana).

      Espero tê-los ajudado!

      Abs

  35. Tayse

    Oi Fernanda, adorei sua dicas queria sua opinião de roteiro. Chego em Roma dia 03 fico até o dia 14 de Dezembro queria passar alguns dias em Roma, Florença e Veneza. O que vc me sugeria ou incluiria de cidade? De lugares e passeios. Obg pela atenção

    • Fernanda Rangel

      Oi, Tayse!

      Excluindo o dia da chegada (03) e o dia de ir embora (14) – que costumam ser meio nulos, pois ficamos em função da viagem de ida e de volta – vc tem 10 dias inteiros na Itália, certo?

      Como vc quer ir às principais cidades (Roma, Florença e Veneza), sugiro que vc fique só nelas mesmo, para conhecê-las bem. A gente tem a tentação de colocar outras cidades no roteiro e acaba que fica tudo muito corrido. Até porque tem os deslocamentos entre elas, que já consome algumas horinhas.
      O máximo que eu incluiria aí seria Pisa.

      Sugestão:
      + Fique 4 dias inteiros em Roma
      + Fique 3 dias em Florença (sendo a manhã do 1º dia para o deslocamento de Roma e o 3º para fazer um “bate e volta” para Pisa)
      + Fique 2 dias em Veneza (sendo o 1º dia para o deslocamento de Florença)
      + Retorne a Roma no dia 13 (vc pode aproveitar a manhã desse dia em Veneza)
      + Se o seu vôo de retorno for à noite, no dia 14, aproveite mais um pouco de Roma nesse dia.

      Espero tê-la ajudado!

      Abs

  36. Márcia Leite

    Olá Fernanda! Adorei o seu blog e o seu roteiro da Itália também! Uma delícia de ler… já consigo me imaginar nesse país tão lindo!
    Vou em setembro e pretendo ficar 20 dias. Estou pensando em passar pelas cidades que você visitou e penso em alugar um carro para ter mais liberdade em relação aos horários. O que você acha?

    Um beijo e continue nos presenteando com as suas viagens!
    Beijos,
    Márcia

    • Fernanda Rangel

      Oi, Márcia!
      Obrigada pelo elogio!
      Muita gente gosta de viajar pela Itália de carro e dizem que as estradas são ótimas.
      No meu caso, fiz tudo de trem. Por questão de preferência mesmo, pra se ver livre um pouco do carro nas férias… Sem a preocupação de ter que ter atenção nas estradas e procurar estacionamento (que nas cidades italianas geralmente ficam um pouco afastados dos centros históricos). O uso do trem vc não se preocupa com nada. É chegar na hora marcada e pronto.
      Achei bastante viável este meio de transporte, eles são confortáveis. O único inconveniente mesmo são as bagagens, pois os vagões às vezes são um pouco altos e não há muito espaço para alojá-las. Desde que viaje com pouca bagagem (no máximo uma mala média e uma pequena), não há problemas.
      Muito em breve colocarei aqui no blog o meu roteiro de 18 dias que fiz em 2013, quando fui pra Itália – que é um país incrível, tenho certeza que vc adorar.
      Abs

  37. Beatriz

    Boa tarde, Fernanda
    Roteiro anotadinhooooooo, vou passar 4 dias inteiros em Roma e vou tentar seguir …
    Teve algum lugar, tirando o citado no dia do Vaticano, que você gostaria de ter ido mas não deu tempo?
    desde já agradeço
    Bia

    • Fernanda Rangel

      Oi, Bia!
      Sim, eu gostaria de ter ido a Galleria Borghese e tb na Basílica São Paulo Extramuros. Mas não tinha como encaixá-los neste roteiro – o que é uma ótima desculpa pra voltar lá um dia novamente! Rsrsrs…
      Roma é uma cidade incrível, tenho certeza que vc vai gostar.
      Depois venha nos contar como foi sua visita!
      Abs

  38. marcelo

    oi fernanda!!!

    ótimos seus posts sobre roma e florença.

    vou em julho e terei 3 dias e 1/3 na cidade apenas.
    assim, esse roteiro que vc montou dá pra espremer e fazer nesse prazo?

    estou mto ansioso pra conhecer a cidade!

    e parabéns pelo trabalho!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marcelo!
      O “1/3” foi ótimo! Hahahaha
      Roma é uma cidade incrível, daquelas que apesar de não ter uma beleza clássica como outras capitais europeias, tem um encanto que é só dela e conquista quem passa por ali. Tenho certeza que vc irá gostar.
      Obrigada pelo elogio!
      Uma ótima viagem pra vc

  39. Saulo Ventura de Holanda

    Olá Fernanda!!

    Primeira apresento os parabéns. Muito boas as dicas.
    Estou preparando um roteiro de 11 dias na Itália (livres, sem contar dia de chegada e dia de saída).
    Pretendo começar com Roma e Vaticano e seguir por Assis, Florença, Pisa, Veneza, Pádua e Milão.
    Minha pergunta surge de uma apreensão. Devo chegar a Roma dia 08 de janeiro. O período de inverno prejudicaria muito a viagem? Fecham alguns locais de visitação? Passeios específicos, como o de gôndola em Veneza, deixam de acontecer?
    Vi que a média histórica nesse período em Roma gira e torno de 10ºC, e em Veneza cai para 5ºC ou 7ºC.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Saulo!
      Obrigada pelo elogio!
      Não sei exatamente como é, pois visitei em maio, quando as temperaturas são mais amenas (a mínima que peguei foi 10 graus, em um dia bastante chuvoso em Milão).
      Mas tenho uma amiga que passou o último Reveillon em Roma e achou bastante frio. Não houve neve, nem nada, mas ela relatou que em determinados locais ventava e ela precisou de um casaco bem quente pra aguentar.
      Outra amiga visitou Veneza em fevereiro de 2013, em pleno carnaval deles. E foi embaixo de neve. Parece que isso é atípico por lá, mas como o clima do planeta anda louco, tudo é possível.
      Até onde sei, não há fechamento de atrações nestas cidades que vc visitará, na época do inverno. O que costuma não funcionar são as atrações da Costa Amalfitana ou aquelas que dependem de praia.
      De qualquer forma, recomendo que confira os períodos de abertura de todas as atrações que vc irá visitar, por precaução.
      Abs

  40. Denise Piva

    Faltou a Igreja de São Paulo fora dos Muros que, na minha opinião, é a mais bela de Roma .

    • Fernanda Rangel

      Oi, Denise!
      Verdade, mas não consegui encaixá-la no meu roteiro. Nosso editor Vinícius foi lá no ano passado e postou aqui no blog em seu relato de viagem. É lindíssima mesmo.
      Abs

  41. Raquel

    Adorei suas dicas e forma de escrever repleta de detalhes. Certamente me ajudará muito em setembro. Obrigada!

  42. Vitor

    Oi Fernanda, sempre estou lendo seus roteiros aqui e mais uma vez foi muito útil e bacana. Você sabe dizer mais ou menos a média de euros por dia que é preciso para aproveitar Roma (contando com o Vaticano, seus monumentos e dar um passeio agradável, nada de compras, talvez uma ou outra besteirinha) pretendo ficar 4 dias (tirando o dia de chegada e partida).

    • Fernanda Rangel

      Oi, Vitor!
      Obrigada pelo elogio!
      Como utilizei o Roma Pass e comprei o ingresso do Vaticano pela internet, então não precisei contar os ingressos e o transporte público no orçamento diário (exceto no primeiro dia, em que tive que comprar o bilhete do transporte).
      Pra comer e fazer compras pequenas, eu contaria com uns 60 a 80 euros por dia. Sei que cada um tem um orçamento e um jeito de gastar e economizar, mas eu contaria mais ou menos com essa faixa de valor.
      Falei brevemente sobre esse assunto no meu post com dicas de sobrevivência para quem vai à Itália.
      Abs

  43. Luana

    Olá, muito obrigada pelas dicas e informações tão importantes! O roteiro de 4 dias em Roma me ajudou muuuito, como você disse, não tem como fazer tudo de uma só vez, paciência. O importante é aproveitar bem a cidade!

    Obrigada!

    • Fernanda Rangel

      Que bacana, Luana!
      Fico muito contente por vc ter aproveitado bastante e pelo post ter te ajudado.
      O bom de não conseguir fazer tudo o que a gente quer numa única visita é que isso serve como ótima desculpa para poder voltar! Hehehe 🙂
      Obrigada por ter retornado aqui no blog pra nos dar um retorno!
      Abs

  44. Jorge Peixoto

    Olá, estou indo para Roma entre os dias 26 a 30 de Janeiro. Quanto aos passeios seu roteiro está ótimo. Tenho dúvidas sobre como faço para assistir missa celebrada pelo papa e qual é a média de temperatura nesta época?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Jorge!
      O Papa realiza o Angelus aos domingos, na própria Praça de São Pedro. É só chegar (cedo, porque costuma encher) e assistir.
      Mas é preciso checar se ele estará no Vaticano na época da sua visita. Confira a programação atualizada neste link do site oficial.
      Quanto à temperatura, eu fui em maio, quando o clima está mais ameno. Dando uma olhada aqui no meu guia de viagem, costuma ficar entre 3 e 15 graus nessa época.
      Abs

  45. Felipe Betella

    Olá, Fernanda! Primeiramente, parabéns pelo seu blog! Estou montando meu roteiro baseado nele e as informações são muito precisas!
    Estarei chegando à Roma dia 24 de setembro e terei três dias e meio, pois chego de Florença de trem, fazendo o check-in no meu B&B lá pelo meio-dia, e já quero começar a aproveitar a cidade! Pretendo seguir seu roteiro de 4 dias (quase) fielmente, porém, terei que cortar algumas atrações, já que tenho meio dia a menos. O que você me recomendaria cortar para encaixar este roteiro na minha realidade? Meu B&B fica próximo a Termini.
    Um grande abraço e parabéns novamente pelo blog!!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Felipe!
      Obrigada pelo elogio!
      Do meu roteiro, tiraria as Termas de Caracalla e tentaria fazer um passeio mais sucinto do que eu fiz. Por exemplo, fiquei quase 7h nos Museus do Vaticano e Capela Sistina. No seu caso, tentaria fazer isso em menos tempo e colocaria as atrações do meu “dia 1” nesta tarde. Aproveite que em setembro os dias são mais longos, ou seja, escurece mais tarde. Deixaria as Piazzas Spagna e Popolo e Fontana di Trevi pro final do dia, que não depende de “horário de abertura”.
      Outra dica seria colocar a lista das atrações que citei no post, em ordem de preferência. Conforme vc for visitando, vai riscando na lista. O que der pra fazer, ótimo. Quem sabe não dá pra encaixar tudo o que eu fiz? 😉
      Abs

  46. Marcia

    Fernanda boa tarde, por todos os comentários que li aqui no seu blog, você é a pessoa que eu estava procurando para me ajudar. Estou indo para Roma no dia 25 de Dezembro chego à Roma no dia 26 às 14 horas, estou indo com minha Mãe, irmã e filho de 18 anos. Vamos ficar até o dia 30 até o meio-dia. Preciso de sua orientação sobre quais são os melhores passeios, principalmente por causa da idade de minha Mãe (75 anos, graças a Deus ela não lê blogs rsrsrs senão me mataria por falar a idade dela) e ainda gostaríamos de ir à Veneza, Pompéia, Nápoles). Muito obrigada.

  47. Adriana

    Olá, Fernanda!!
    Estou encantada com seu blog…como ele se encaixa perfeitamente nos meus planos!
    Estarei na Itália a partir do dia 14 de setembro, e Veneza, Roma, Milão e Costa Amalfitana estão no meu roteiro.
    Quando vim pesquisar sobre Roma no seu blog, me bateu um certo “desespero”, pois ficarei apenas 2 dias por lá!
    E são muitas coisas pra se ver e fazer!!! Você pode me dar um help? O que devo priorizar e por onde começar?

    Obrigada!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Adriana!
      Obrigada pelo elogio! 🙂
      Passar 2 dias em Roma é muito pouquinho, mas dá pra ver o essencial e ser beeeeem sucinta, sem ficar enrolando muito nas atrações.
      Sugiro como dia 1: Museus Vaticano + Capela Sistina de manhã e coliseu + forum romano + monumento vittoriano à tarde.
      Dia 2: Praça e Basílica de São Pedro, Piazza Navona, Pantheon, Fontana e Piazza Spagna de tarde.
      Em algum dia à noite, aproveite pra dar uma escapada até o Trastevere. Não o visitei, mas dizem que fica animado no final do dia.
      Vc já deu uma olhadinha no meu roteiro de 18 dias pela Itália? Fui nessas cidades todas e te garanto: vai ser uma viagem incrível!
      Abs

      • Adriana

        Muito obrigada pelas dicas, Fernanda!
        Só me tira uma dúvida: você falou pra ir só na Piazza Spagna à tarde?
        Tudo que fala sobre a Itália no seu blog eu li! Mas a minha viagem será mais curta…além das que falei, terá Capri e Sardenha no roteiro…é mole? Vou ter que me virar nos 30…

        • Fernanda Rangel

          Sim. É só uma escadaria com uma igreja no alto. Fica lá 24h por dia e não depende de horário de abertura ou fechamento. Se vc chegar um pouco mais pro final do dia, não perde a visita.
          A Itália é um país incrível, mesmo que vc acabe ficando pouco tempo em cada lugar já vai valer a pena. Mas vá esperando que ficará tão encantada que vai querer voltar depois pra curtir mais.
          Uma ótima viagem pra vc!

  48. Bruna Mariano

    Esse site tá sendo um guia MARAVILHOSO pra planejar o que vou querer ver em Roma! Só arranco os cabelos pra encaixar o que ver, quando, pra onde ir depois, como ir…rs…
    Mas parabéns por toda a dedicação de fazer esses posts de Roma e Vaticano! Estão sendo de muita utilidade!!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Bruna!
      Obrigada pelo elogio! 🙂
      Eu sei BEM o que é isso… Sofro a mesma coisa toda vez que faço o planejamento de uma viagem. E Roma foi uma luta, pois é uma daquelas cidades que tem tanta coisa interessante pra ver que parece que nunca é o suficiente. Hehehe…
      Abs

  49. Renan Vasconcelos

    Oi, Fernanda, boa tarde!

    Vou à Roma no dia 23/10, fico até 26/10 (viajo para Madrid às 18h20, então dá pra aproveitar a manhã desse dia) e estou com uma dúvida cruel sobre o que fazer no primeiro e no último dia, que terei só metade do dia pra aproveitar a cidade.
    Meu hotel é o San Jouan B&B, que fica bem próximo à Basilica de San Giovani de Laterano, que quero muito conhecer. Minha primeira ideia foi conhecer a Basilica e depois tentar o roteiro Coliseu-Palatino-Foro Romano. Acha que rola fazer nesse primeiro dia? Ou melhor deixar pro outro dia de manhã cedo?
    A dúvida se repete em relação ao último dia, que terei só a manhã e o almoço pra visitar algum lugar. Enfim, qual sua sugestão pra roteiros de meio dia?

    Meus parabéns pelo blog incrível! Já me ajudou muito com as dicas =)
    Abraços

    • Fernanda Rangel

      Oi, Renan!
      Obrigada pelo elogio!
      Depende da hora que vc vai chegar no dia 23. Mas acho que vai ficar corrido fazer Coliseu e Foro Romano nesse mesmo dia.
      Se vc só tiver uma tarde no dia da chegada, faça a San Giovanni in Laterano (que é linda) e faça atrações que não dependam de horário de abertura e fechamento, como Fontana di Trevi, Piazza di Spagna e etc.
      No dia de ir embora, como seu voo é só 18:20, vc pode fazer Praça e Basílica de São Pedro + Castelo St. Angelo. Ou então visitar os Museus do Vaticano nessa manhã, mas ficando de olho no relógio e saindo de lá no mais tardar 14h, pra dar tempo de pegar a bagagem com calma e rumar pro aeroporto.
      Abs

  50. Claudia Porto

    Oi Fernanda, tudo bem??

    Estive na Europa mês passado, e peguei suas dicas de Roma no seu blog e gostaria de parabenizá-la pela ajuda que nos deu….
    Ficamos hospedados no hotel Diana… Hotel é ótimo, café da manhã também tudo de bom… Fomos eu, marido e filho de 4 anos… ele ficou encantado… tinha um quarto só para ele…
    Fizemos todos os passeios que indica em seu blog, infelizmente não conseguimos entrar na Basílica, pois tinha uma fila enorme, que estava durando mais ou menos umas 3h e um calor de 30ºC…
    Ah e Fontana di Trevi está em obra, mas mesmo assim é lindíssima!!!
    Como a entrada e saída da Europa era pela Itália, ficaríamos uns dias em Roma e depois ficaríamos novamente na volta de Viena – Austria. E como não conseguimos vaga no hotel Diana, ficamos em outro, que se chama Mediterraneo (Via Cavour, 15), que também fica próximo a estação Termini.. Também super indico.

    Adorei suas dicas, parabéns pelo trabalho!!! E continue nos ajudando com suas dicas…

    Um grande beijo.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Claudia!
      Obrigada pelo elogio! 🙂
      Fiquei muito contente por minhas dicas terem te ajudado. E agradeço a indicação de hotel em Roma. A dicas dos leitores são sempre muito bem-vindas!
      Estive poucos dias em Viena no último mês de maio, mas ainda não terminei de escrever o post. Achei uma cidade linda e foi uma estada muito agradável. Mas Roma é muito especial pra mim. A capital italiana tem um “que” inexplicável.
      Beijão

  51. lea suely

    Parabéns Fernanda por compartilhar tanta informação, adorei o blog. Em abril vou com minha amiga para Roma e outras cidades, pq vou de pacote (não gosto) mas como não falo ingles nem italiano e somos da terceira idade, achei melhor. Acho que vou incluir tres noites extras na chegada a Roma, pq minha amiga quer ver o papa, que hora que ocorre o angelus. Peguei as dicas do teu blog para as visitas aos pontos turisticos, vou comprar os ingressos pela internet, dá pra se virar nesses dias só com espanhol . Agradeço se vc puder me responder.

  52. Mylena Brandão

    Olá!

    Esse roteiro é maravilhoso! Praticamente o segui quando estive em Roma no mês passado e deu tudo certo! Só dica boa! Parabéns e muito obrigada! Deixo aqui o meu super recomendo!

    • Fernanda Rangel

      Eu que agradeço o elogio e a recomendação, Mylena! 🙂
      Fiquei muito contente por ter dado tudo certo. Esse é o meu maior objetivo: ajudar aqueles que estão planejando suas viagens.
      Roma é incrível, né?! Foi uma das cidades que mais me encantaram na Itália e na Europa.
      Bjs

  53. Ingrid Faustino Vieira

    Olá, tudo bem?

    Muito legal seu post, adorei o blog!

    Gostaria de uma dica sua, caso possa ajudar: irei para Roma no dia 31 de dezembro, ficarei lá até dia 5 e depois seguirei viagem. Estou me baseando bastante no seu roteiro, gostaria de saber se você tem dicas de atividades/passeios para o dia 1 de janeiro, considerando que é feriado!

    Parabéns pelo blog, bjsss!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Ingrid!
      Obrigada pelo elogio! 🙂
      O roteiro que fiz no meu “dia 1” é uma ótima opção para o feriado do dia 01/01, pois ele é feito praticamente todo pelas ruas e praças. E as igrejas de lá costumam abrir nos feriados, mas talvez com horários mais restritos.
      Abs

  54. tathyana

    quero comprar o romapass para meu marido e eu pois vale a pena , porem meus filhos ( 14 e 16 anos ) quase tudo q quero é gratis , mas como faria p eles entrarem comigo sem fila?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Tathyana!
      Como eles não pagam, tanto faz o portão de entrada. Geralmente, a garotada entra junto com os responsáveis, no portão deles (no caso de vcs, será a entrada exclusiva para quem tem o Roma Pass).
      Abs

  55. Luciana

    Nem sei como te agradecer!!!

    eu juro antes de achar seu blog estava com vontade de chorar.. vou viajar para roma e comecei a montar meu roteiro, mas estava tão perdida que nao sabia nem por onde começar!!! comecei a ler todas as dicas e tudo começou a clarear.. muitoooooooo obrigada

    beijos, Lu

  56. Charles Bitencourt

    Parabéns pelo blog.
    Estou indo pra lá em fevereiro. Devo conhecer Roma e Firenze apenas. Mas por coisas dos destino, 4 dias em Roma e 2 em Firenze….idêntico a vc.
    Uma dúvida: vc diz no seu texto q seu dia começou cedo….cedo que horas?
    Um abraço e mais uma vez parabéns. Escrita simples e cativante, que dá gosto de ler.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Charles!
      Obrigada pelo elogio! 🙂
      Eu saía do hotel às 8h da manhã, aproveitando que a maioria dos turistas prefere dormir até mais tarde e começar o dia depois das 9h. Por causa disso, peguei a Fontana di Trevi praticamente vazia, o Coliseu idem e assim por diante.
      A única exceção foi o último dia, o da Basílica de São Pedro. Eu cheguei lá às 8h (saindo umas 07:30h do meu hotel, que ficava próximo ao Termini).
      Desejo uma excelente viagem pra vc (como a Itália um país incrível, tenho certeza que será!)
      Abs

  57. Mariana Bandeira

    Olá, Fernanda!
    Fui para Itália em setembro em lua de mel, fiz meus roteiros de Roma, Veneza e Milão seguindo as suas dicas!
    Deu tudo muito certo, valeu a pena!
    Parabéns!

    • Fernanda Rangel

      Que bacana, Mariana!
      Fico muito contente por meus roteiros terem te ajudado. 🙂
      A Itália é um país incrível, não é mesmo? Foi uma das viagens mais lindas que já fiz.
      Obrigada pelo elogio!
      Abs

  58. Andrea

    Olá Fernanda, tudo bem? Parabéns pelo site, é incrível, e suas dicas tem ajudado muito. Me desculpe se essa informação já consta por aqui, mas não consegui localizar. Para as Termas de Caracalla, é necessário agendar dia e horário, ou pode-se ir direto? Obrigada!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Andrea!
      Obrigada pelo elogio! 🙂
      Eu visitei as Termas de Caracalla no final de um dia (cheguei por volta das 16h) e estava praticamente vazio. Fui lá direto e comprei o ingresso na hora e não tinha ninguém na bilheteria. Lá dentro, só uma meia dúzia de gente.
      É um local amplo que caberia bastante gente. Não saberia dizer com certeza como seria na alta temporada ou de manhã, mas como não é uma atração tão concorrida como o Coliseu ou a Basílica de São Pedro, por exemplo, creio que não deva ficar muito lotado.
      Abs

  59. Gabriela

    Olá Fernanda, tudo bem?
    Gostaria de pedir algumas dicas, já que é a primeira vez que faço o roteiro de viagem. Meu objetivo é voltado para a parte histórica da cidade, e menos para a religiosa, mesmo que os museus do vaticano me interessem.
    Bom, queria saber se, visitar o forúm,palatino, coliseu, e o capitólio( museus capitolinos) no mesmo dia, seria produtivo?, quanto tempo eu demoraria para fazer tudo com calma? É muito ou é pouco?
    Poderia perguntar-lhe mais quando as perguntas me vierem a cabeça?
    obrigado pela atenção, beijos

    • Fernanda Rangel

      Oi, Gabriela!
      Sou como vc, adoro história. E a Itália é o país ideal para quem gosta do tema.
      Dá pra fazer o Coliseu + Forum + Palatino + Museus Capitolinos no mesmo dia sim, como relatei no post. Mas pra quem curte história e pretende ver tudo com calma e com detalhes, é muita coisa pra um dia só. Meu amigo Vinícius, que escreve o blog aqui comigo, conseguiu fazer isso em um pouco mais de meio período, mas passou um pouco batido pelo Forum (ele contou que estav um calor insuportável nessa hora e ele acelerou a visita).
      Outras atrações bacanas e históricas: Termas de Caracalla, Pantheon, Largo di Torre Argentina (com ruínas de antigos templos no meio da rua), Mercado de Trajano…
      Dentre os museus, além do principal deles que é o Capitolino, tem um conjunto de 4 museus – chamados genericamente de Museo Nazionale Romano – que traz exposições relacionados a história de Roma. Veja mais informações aqui.
      Os Museus do Vaticano tem também bastante coisa. Digo sempre que de “católico” ele não tem nada, muito pelo contrário: tem peças romanas, etruscas, egípcias…
      Pode ficar à vontade pra perguntar o que quiser, mas as nossas principais dicas estão publicadas em vários posts aqui no blog, na lista de destinos da lateral direita aqui do site. Pra te facilitar, vou listar abaixo os links de alguns que acho interessante para o tipo de roteiro que vc pretende fazer (basta clicar neles).
      Bjs
      Dicas de Roma: Roteiro para o Forum Romano
      Dicas de Roma: Roteiro para o Palatino
      Dicas de Roma: Roteiro “Anjos e Demônios”
      Dicas para quem vai visitar o Coliseu
      Museus do Vaticano: O que ver?
      Como Funciona o Roma Pass?
      Como se locomover em Roma?

  60. Paulo

    Fernanda, faço questão de deixar mais um comentário, são muitas informações importantíssimas para quem está se programando em conhecer a Itália como eu, anotei muita coisa, que com certeza vai me ajudar.
    Parabéns e obrigado,

    Paulo

    • Fernanda Rangel

      Eu que agradeço o elogio, Paulo! 🙂
      Fico muito contente pelos posts do blog estarem sendo úteis, pois é exatamente essa a nossa intenção.
      Espero que sua viagem seja tão especial quanto foi a minha. Roma (e a Itália, de um modo geral) é incrível!
      Abs

  61. Paulo

    Fernanda,
    Qual o tempo e preço do passeio pela Elmocar.

    Obrigado

    • Fernanda Rangel

      Oi, Paulo!
      O passeio noturno durou 3 horas, mas eles podem estender se vc quiser.
      Não lembro quanto paguei na época, até porque rachei o valor do passeio com as outras 2 pessoas que estavam comigo nessa viagem. Mas o site deles oferecem as tarifas atualizadas (é só clicar no link em laranja).
      Abs

  62. Yvan

    Olá Fernanda, gostaria que desse uma olhada no meu roteiro de 3 dias e meio e se possível dizer se tem que mudar algo, tirar ou acrescentar:
    31/05/2016 – terça-feira – Chegaremos às 12h em Roma vindo de Milão de trem, depois de se instalar no Hotel e almoçar vamos para:
    • Fontana Trevi
    • Pantheon
    • Piazza Navona
    • Piazza Veneza
    • E temos que chegar no Vaticano até às 19h para pegar os ingressos para audiência com o Papa.
    01/06/2016 – quarta-feira
    • Audiência com o Papa pela manhã
    • Capela Sistina e Museu do Vaticano às 13h30 (ingressos já comprados)
    02/06/2016 – quinta
    • Coliseu (Roma Pass)
    • Fórum Romano
    • Palatino
    • Monumento Vittorio Emanuelle II
    03/06/2016 – sexta-feira
    • Chegar cedo na Basílica de São Pedro
    • Castelo Sant’Angelo (Roma Pass)
    • Campo de Fiori
    Obs: Acha que dá pra acrescentar mais algo?

    Obrigado e parabéns pelo blog novamente!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Yvan!
      Eu faria assim:
      => 31/05 – Fontana di Trevi, Piazza di Spagna (não sei se seria do teu interesse, mas é um ponto turístico famoso em Roma), pegar o metrô até o Vaticano para pegar logo os seus ingressos, visitar o Trastevere
      => 01/06 – Audiência Papal, Museus, Capela Sistina
      => 02/06 – Coliseu, Palatino, Forum, Piazza Venezia (com Monumento Vittorio Emanuelle)
      => 03/06 – Basilica, Castelo St’Angelo, Campo de Fiori, Piazza Navona, Pantheon
      Se sobrar tempo em alguns desses dias, destaco 3 atrações que adorei visitar como opções (caso seja do seu interesse): Termas de Caracalla, Igreja San Giovanni in Laterano e Museus Capitolinos.
      Abs

      • Yvan

        Muito Obrigado Fernanda, já deixou tudo mastigado.
        Com certeza eu e minha esposa iremos seguir essas dicas.
        Dei uma olhada nessa Igreja que você disse e ela é magnífica, já vou dar um jeito de acrescentá-la

        Abs.

  63. FatimaX

    Olá
    Estou indo à Roma em junho e também quero chegar cedo aos locais que irei visitar.
    Que horas voce me aconselha a sair do hotel?

    obrigada

    • Fernanda Rangel

      Oi, Fatima!
      Eu saía sempre às 8h da manhã do hotel. A única exceção foi o dia da Basílica de São Pedro, que saí 07:30 (o ideal é estar no mais tardar 8h lá).
      Abs

  64. David

    Boa tarde, vou viajar para Roma no dia 28 de Outubro e gostava de saber onde posso adquirir o Roma pass?

  65. JS

    Olá Fernanda!

    Chegámos ontem de Roma e fizemos o seu roteiro completo.
    Em meu nome e em nome da minha namorada, o nosso muito obrigado pois a sua ajuda foi EXTRAORDINÁRIA!
    Continue a visitar e partilhar para que novamente nos possa vir a ajudar!

    Beijinhos,

    JS

    • Fernanda Rangel

      Que bacana, JS! 😀
      Fiquei muito contente pelo post ter sido útil em sua viagem. Só me motiva mais ainda a continuar a relatar minhas aventuras por aí.
      Roma é uma cidade incrível, não é? Foi uma das cidades que mais adorei visitar até hoje.
      Bjs

  66. Mrian Daniel

    Oi Fernanda,bom dia.
    Vou a Roma,em lua de mel,no mes de agosto.Seguiremos o seu roteiro.Gostariamos de saber se voce utilizou o Roma Pass a partir do primeiro ou do segundo dia?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Mirian!
      Utilizei o Roma Pass somente nos 3 últimos dias, pois esse era o período de validade dele. Deu certo, porque no 1º não tinha atrações pagas a serem visitadas. Porém, para andar de transporte público, precisei comprar o bilhete para 1 dia de uso.
      Uma excelente viagem de lua de mel pra vc!
      Abs

  67. Luciana

    Qual foi esse passeio que fez com a Elmocar?
    Vou em agosto (2016) pra Roma e estarei hospedada na Fontana de Trevi. Mas gostaria de fazer passeios no fim do dia…

    • Fernanda Rangel

      Oi, Luciana!
      Fiz o city tour deles chamado “Roma by Night”. Foi maravilhoso! A equipe além de ótima, super prestativa, pontual e o melhor de tudo: falando em português. Recomendo. Dê uma olhada nas tarifas aqui.
      Abs

  68. Daniele Rodrigues

    OLÁ BOA TARDE!!!

    IREI A ROMA NO INÍCIO DE OUTUBRO DE 2016, COM ESTARÁ O CLIMA POR LÁ?
    OBRIGADA!!!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Daniele!
      Não saberia dizer ao certo, pois visitei a cidade em maio (primavera). Mas dando uma olhada na web, dizem que a temperatura em outubro é do ameno para frio (entre 10 e 25 graus aproximadamente).
      Abs

  69. Armando

    Olá,
    Irei para Roa em setembro de 2016 e devo ficar hospedado no Hotel Holydai Inn Aurelia ou no Hotel NH Midas que ficam situados próximos a Via Aurelia e Supermercado Panorama. Pode me informar qual ou quais meios de transporte público devo utilizar para ir até o centro (Vaticano e Coliseu), e onde comprar os bilhetes nesta área para esses transportes. Muito obrigado.

  70. Armando

    Desculpe erro de grafia onome correto é Roma

    • Fernanda Rangel

      Oi, Armando!
      Esses hoteis ficam bem afastados do centro de Roma. Não acho que seria uma boa ideia ficar tão longe…
      Digo isso porque você precisará fazer um grande deslocamento todos os dias entre as atrações e o local da sua hospedagem, o que gerará um custo no orçamento diário, além do gasto de tempo.
      Dando uma olhada no Google Maps, a região fica tão distante que é necessário pegar um trem até lá. E há poucos pontos de ônibus.
      Existem opções muito boas que ficam mais próximas do centro, como o Trastevere, as imediações do Vaticano e do Termini.
      Se mesmo assim for da sua preferência ficar nesses hotéis, sugiro simular os percursos através do site oficial do transporte público de Roma, o ATAC (link). Há um formulário (“Route Planner”) onde você coloca a origem e o destino e ele calcula o itinerário que vc precisa.
      Abs

  71. Sibele Meneghel

    Boa tarde Fernanda!
    Suas dicas estão sendo ‘valiosíssimas’ para a minha viagem a Itália (Roma, Capri e Costa Amalfitana) e Portugal (Lisboa, Sintra, Nazaré, Fátima).
    Muita coincidência pq já tinha feito as reservas em março e tuas sugestões são praticamente o que havia feito.
    Adorei a dica do Transfer do aeroporto Fiumicino com a empresa Elmocar. Já entrei em contato e eles rapidamente responderam. Era uma grande preocupação … Depois de horas de viagem ter que pegar trem. Reserva feita!
    Além das dicas tua forma de escrever é ótima. PARABÉNS!
    MUITO OBRIGADA!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Sibele!
      Eu que agradeço o elogio! 😀
      Espero que sua viagem à Itália e Portugal seja tão especial quanto foi a minha. Não será algo difícil, pois ambos são países incríveis.
      Uma ótima viagem pra vc!

  72. Josie Pires

    Oi pessoal do Blog! Primeiramente muito obrigada por tao lindo trabalho, eu amei este espaço. E assim como vcs sou uma pessoa apaixonada por viagens. Eu viajarei a Roma com o meu marido este próximo Sábado dia 27 e ficaremos lá uma semana entao este roteiro irá nos ajudar bastante. Eu achei algo interessante aqui, que nenhum dos autores estudaram turismo! Eu quando estava estudando turismo fiz um roteiro para Roma como trabalho mas agora comparando com este de vcs acho que nao foi um bom trabalho hhhhhh! Curtirei vcs no Facebook e espero poder segui-los!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Josie!
      Obrigada pelo elogio!
      Bom saber que se um dia eu mudar de profissão, levo jeito pro turismo! Hahahaha… 😀
      Ficamos todos contentes com seu comentário. A ideia aqui foi contar como foi nossa experiência de viagem, mostrando aos leitores que aquele roteiro é viável de ser feito. É uma forma de as pessoas saberem o que dá e o que não dá pra fazer num dia de passeio. Mas nem sempre bate com o que programamos. Por exemplo, eu tentei colocar o Trastevere no dia dos Museus do Vaticano e não imaginei que fosse ficar tanto tempo lá dentro. Acabei tendo que excluí-lo do roteiro original.
      Espero que a sua viagem seja tão especial quanto a minha (não será difícil, porque Roma é magnífica…).
      Grande abraço!

  73. Marco Antonio Doti

    Fernanda, bem legal suas dicas. Quais os cuidados que devemos tomar com questões de segurança, em especial porque adoro fotos e ando com equipamentos a mão?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Marco!
      Obrigada pelo elogio!
      Não tive problemas com equipamentos fotográficos e celular lá em Roma. Mas também ficava de olho, principalmente com o celular. Nunca se sabe…
      É muito raro ter assalto a mão armada na Europa em geral. O que mais se vê são os batedores de carteira. Vc está lá distraído fotografando o Coliseu, por exemplo, e uma pessoa vem por trás e abre a sua mochila sem vc perceber.
      Cuidado também com os vendedores ambulantes, pois há hordas deles nos pontos turísticos de Roma. Se algum deles se aproximar, seja firme no “não” e se afaste. Não dê papo.
      Mas não se preocupe, é mais tranquilo que muita capital brasileira, pode ter certeza!
      Falei brevemente sobre isso no meu post de dicas de sobrevivência para quem vai à Itália.
      Abs

  74. Camila

    estou adorando o Blog de vocês, é incrível, super detalhado! tudo que eu estou precisando para minha viagem!
    Gostaria de fazer um passeio pela região da Toscana, que inclui conhecer algumas vinícolas, e principalmente Fortaleza Monteriggioni e San Gimignano.
    Vocês teriam alguma sugestão de como ir nesses locais com guia ou pacote com alguma agencia?
    obrigada, e parabéns!!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Camila!
      Eu que agradeço o elogio!
      Infelizmente, não fiz esse passeio das vinícolas. Por isso, não teria alguma indicação expressa… Mas os hoteis costumam ter boas sugestões de passeio, com empresas conveniadas a eles. Eu entraria em contato com a gerência para saber se eles teriam alguma indicação.
      No post do roteiro de metade de 1 dia em San Gimignano expliquei como fazer pra chegar à cidade. É fácil e tranquilo ir até lá por conta própria. Aliás, indico fortemente conhecê-la. É lindamente medieval, a cara da Toscana!
      Abs

  75. neusa mari

    Parabéns .Este foi um dos poucos blogs que lembraram de Tívoli e Vila Adriana que são próximas de Roma e valem a visita .Concordo com você que Roma quanto mais dias temos disponíveis encontramos muitos recantos pitorescos para visitar ou revisitar.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Neusa!
      Roma é uma cidade incrível, não é? Aquele lugar tem uma magia que é inexplicável em palavras. É um destino de viagem imperdível.
      Infelizmente não visitei a Vila Adriana e Tivoli, mas estão nos planos para quando eu voltar à Roma.
      Abs

  76. Marcio

    Ola Fernanda.

    Primeiramente gostaria de parabenizar pelo blog. Estou programando uma viagem para Roma e as dicas foram extremamente úteis. Irei em Roma com minha esposa entre os dias 29/04 a 04/05 (04 dias inteiros).
    Montei um roteiro inicial, e gostaria muito de vosso auxilio para avaliar ao mesmo. Lembro que no dia 02 será feriado de 01 de maio e muitas atrações estarão fechadas. Estarei hospedado no Transtevere.

    -DIA 01 (30/04):
    Coliseu, Palatino e Forum
    Arco de Constantino
    Circo Massivo
    Piazza Venezia,
    Monumento a Vittorio Emanuelle II

    -DIA 02 (01/05)
    Basílica do Vaticano
    Museu do Vaticano, Capela Sistina
    Algo mais?

    -DIA 03 (02/05)
    Phanteon
    Basílica di Santa Maria Sopra Minerva.
    Piazza Navona
    Fontana Di Trevi
    Piazza del Popolo
    Piazza del Spagna

    -DIA 04 (03/05)
    Audiência com Papa (Vaticano)
    Castelo San Ângelo
    Basílica di San Giovanni
    Algo mais??

    Gostaria muito de receber sua opinião, e sugestões de acréscimos ou alterações.

    Antecipadamente agradeço pela atenção

    • Fernanda Rangel

      Olá, Marcio!
      Desculpe a demora pela resposta, pois estava viajando.
      Olha, eu faria o Vaticano em 2 manhãs. Não que seja impossível fazer tudo num dia só, mas é um local sempre muito lotado de turistas e a tendência é que piore ao longo do dia. Vc pretende chegar aos Museus à tarde e vai encontrar uma horda lá dentro – mesmo que vá com hora marcada.
      É uma questão de preferência, tem gente que não liga, mas eu acho meio chato vc querer ver alguma obra ou peça de arte e ter que ficar lá esperando um monte de gente sair da frente pra vc apreciar, entende? A Capela Sistina então… Sorte que as maravilhas estão no teto, pq senão seria impossível.
      Fica difícil eu mexer no seu roteiro, pois a tendência é eu transformá-lo no meu… 😀 Mas eu dividiria a visita do Vaticano em 2 manhãs. Uma opção: visitar a Basílica cedinho, antes da audiência papal.
      Abs

  77. Lucila

    Oi Fernanda, eu de novo….. minha viagem está chegando….friozinho na barriga, hehe…uma pergunta: vc não incluiu o museu da vila borghese no seu roteiro, por que? Dizem que é imperdível por dentro e por fora….foi uma opção sua por falta de tempo?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Lucila!
      Foi falta de tempo. Tentei de todas as formas colocar a Vila Borghese no roteiro, mas ia ficar contramão. Mas adoraria ter ido.
      Nosso editor Vinícius visitou a Galleria quando esteve em Roma e adorou. Ele relatou no post dele que vc pode ler aqui.
      Uma excelente viagem pra vc!

  78. Elisangela

    Adorei seu blog! ja ate imprimi o roteiro de 4 dias,,,vou tentar fazer tudo. Li que para entrar nas termas de Caracalla posso usar o Roma Pass para obter um desconto, mas que tenho que agendar, caso contrario tenho que aguardar o horário que estiver livre. Como vou agenda se nao comprarei o ingress no site e sim usarei o Roma Pass?
    Outra coisa, Galeria Borghesi,,voce nao foi, mas irei com certeza. Tambem li que tem que LIGAR pra agenda o horario ,,,,tipo em Italiano? rs

    • Fernanda Rangel

      Oi, Elisangela!
      Até onde eu sei, a visita às Termas de Caracalla não é agendada. Vc chega lá, compra o ingresso e pronto. Se comprar online é que tem uma taxa de 2 euros.
      No meu caso, usei o Roma Pass no Coliseu/Forum e depois nos Museus Capitolinos. Aí depois só o utilizei para obter desconto na entrada das Termas – ingresso que comprei lá na hora.
      Já com relação a Galeria Borghese, tem que agendar. O Vinícius Miranda (que escreve comigo o blog) a visitou e relatou no post dele (veja aqui). Ele deve ter dicas mais específicas para o seu caso.
      Abs

  79. Ana Maria C de Araujo

    Fernanda, parabéns pelo Blog. Sua dicas são otimas, Obrigada por compartilhar e ajudar tantos turistas curiosos!

  80. Valmir Calsavara

    Oi Fernanda. Ótimas dicas.
    O seu Roma Pass era de 72 horas? Daí você tem direito à duas primeiras visitas grátis.
    Qual foi sua segunda? O Palatino? Ou ele é considerado junto com o Coliseu?
    Obrigado

    • Fernanda Rangel

      Oi, Valmir!
      Obrigada pelo elogio!
      Sim. Na época que viajei (2013) só havia o passe de 72h, hoje existe a opção do de 48h.
      O ingresso do Coliseu é o mesmo do Forum + Palatino. Em outras palavras, com 1 ingresso você visita as 3 atrações.
      No meu caso, as 2 primeiras atrações que usei o meu Roma Pass foi o Coliseu/Forum/Palatino (que conta como 1) e os Museus Capitolinos. E ainda usei o desconto que ele me dava ao comprar o ingresso pras Termas de Caracalla.
      Para mais informações, sugiro uma lida no meu post Como Funciona o Roma Pass?
      Abs

  81. carlos henrique

    Boa Noite, Fernanda obrigado pelas dicas, como vou ficar 3 dias em Roma compro esses passeios eu aq no Brasil e o site.

    Carlos Henrique

    • Fernanda Rangel

      Oi, Carlos Henrique!
      Eu te indicaria comprar o ingresso dos Museus do Vaticano e do Coliseu/Forum/Palatino com antecedência, para não precisar encarar na fila e entrar imediatamente.
      No caso dos Museus, a entrada é com dia e hora marcados. Chegado o momento, vc pode ignorar a fila e entrar imediatamente.
      No caso do Coliseu/Forum/Palatino, a minha experiência foi com o Roma Pass, que pro meu caso foi vantajoso porque casei essa visita com os Museus Capitolinos e saiu tudo mais ou menos a mesma coisa do que seu eu tivesse comprado os ingressos avulsos. A vantagem ficou pelo fato de entrar de forma imediata por uma porta exclusiva para os portadores do passe.
      Tanto o ingresso dos Museus quanto o Roma Pass comprei pelos respectivos sites oficiais, ainda no Brasil.
      Abs

  82. Leonardo

    boa tarde
    Vou para italia dia 06/10 com retorno ao brasil 18/10. O que acha do seguinte roteiro:
    07/10 a 11/10 -Roma
    11/10- Roma (Bate volta para pompeia e napoles)
    12/10 e 13/10- Florença
    14/10 – Florença (bate volta para siena e san giminiano)
    15/10 e 16/10 – Veneza
    17-10 – Veneza (bate volta para verona)

    • Fernanda Rangel

      Oi, Leonardo!
      Vc sai dia 06 e chega dia 07/10 em Roma, certo? Então são 3 dias e meio por lá, mais ou menos…
      Até dá pra adpatar esse meu roteiro, sendo sucinto em algumas atrações como os Museus do Vaticano, por exemplo. Ou abortar as Termas de Caracalla.
      Do bate-volta pra Pompeia e Napoles, acho corrido. Eu que saí de Sorrento fiz os 2 no mesmo dia e achei que as 2 visitas foram incompletas. Mas vai do ritmo de cada um tb.
      O restante do roteiro achei tranquilo.
      Pra tentar te dar mais informações, sugiro uma lida no meu post: Roteiro de 18 dias pela Itália.
      Abs

      • leonardo

        Obrigado Fernanda! no lugar desse bate volta o que voce indicaria? mais um dia em roma ou florença? ou algum outro bate volta? Qual seria sua sugestao? obrigado

        • Fernanda Rangel

          Vc pode fazer essa visita a Nápoles, ou então a Pompeia. Tem gente que faz os 2 no mesmo dia e acha tranquilo, mas eu particularmente achei corrido.
          Outras opções de bate-volta mais perto de Roma: Tivoli, Ostia Antica, Villa Adriana…
          Itália tem tanta opção que fica difícil listar tudo. É um país que oferece uma infinidade de lugares interessantes pra visitar.
          Abs

  83. Rita

    Oi Fernanda,
    Obrigada pelas dicas a roteiros sensacionais! Viajarei para a Italia no inicio de junho e pretendo seguir seu roteiro de 4 dias em Roma. Como irei sozinha, gostaria de te perguntar se acha fácil usar o transporte publico e se è tranquio e seguro andar por lá sozinha para fazer esse roteiro Obrigada!

    • Fernanda Rangel

      Oi, Rita!
      Eu que agradeço o elogio! 😀
      Achei super tranquilo andar no transporte público de Roma, embora tenha achado o metrô meio sombrio. Mas apesar disso, não me senti insegura.
      Viajei com mais 2 mulheres e não passamos por nenhuma situação perigosa nessa viagem. Mas sempre indico ter aquelas medidas clássicas de precaução, como evitar perambular sozinha em horários tardios, procurar estar sempre em ruas movimentadas, procurar ajuda caso se sinta perseguida e etc.
      Relaxe! Roma é uma cidade super tranquila. Falei mais sobre segurança no meu post Dicas de Sobrevivência para quem vai à Itália.
      Abs

  84. sandrine

    Bom dia, Fernanda!

    Seu blog é excelente! Está nos ajudando muito a montar nosso roteiro na Itália!
    Tenho uma dúvida: eu e meu esposo iremos em julho e gostaríamos de saber se é necessário comprar com antecedência ou podemos comprar na hora o transporte leonardo express do aeroporto de Fulmicino para a Estação Termini.
    Muito obrigada!
    abs
    Sandrine

    • Fernanda Rangel

      Oi, Sandrine!
      Eu que agradeço o elogio! 😀
      Como não usei esse serviço, não saberia dizer se seria algo extremamente recomendável. Mas como vcs vão na alta temporada (julho), eu acho melhor garantir. É o que faria no seu lugar.
      Abs

  85. Bianca lima

    Oii Fernada!! Minha mãe e uma amiga vão para Itália em agosto agr e me pediram pra fazer o roteiro (super corrido né? hahah), mas estou achando seu relado de super ajuda!! Elas chegarão dia 18/08 por volta de meio dia e vão ficar até dia 24, sendo que 22 vão no vaticano e 23 em veneza. Você acha que seria melhor fazer seu roteiro do dia 1 no dia 24 (pois vão embora a noite) ou da pra fazê-lo em metade do dia 18 mesmo?

    • Fernanda Rangel

      Oi, Bianca!
      Fico contente pelo post estar sendo útil para o seu planejamento. 😉
      Pelo que entendi, elas vão ter 4 dias inteiros em Roma (dias 19, 20,21 e 22), certo? Ou elas pretendem visitar outras cidades italianas?
      Levando em conta que irão somente a Roma e Veneza, eu faria uma tarde livre de ambientação do dia 18 e os 4 dias seguintes em Roma conforme o roteiro que fiz (o dia 22 seria igual ao meu, que visitei a Basílica de São Pedro no meu último dia). Aí elas iriam para Veneza no dia 23 e sugeriria dormirem lá e voltarem no dia 24 pra Roma, para pegarem o vôo pra casa.
      Abs

  86. Ana marcia calazans

    Boa noite, Fernanda. Comecei lendo seu roteiro de 9 horas em Lisboa. E despois descobri todos esses roteiros também incríveis pra Itália, que é relamente meu destino. Chego em Milão dia 11/05 e visitarei várias cidades sentido sul até chegar a Nápoles. Vi que sua viagem também foi em maio. Quais dicas de roupa você poderia me dá? A previsão de tempo fala muito em chuva😕.

    • Fernanda Rangel

      Oi, Ana Marcia!
      Desculpe a demora pela resposta. E obrigada pelo elogio! Fiquei muito contente de saber que os posts estão te ajudando a planejar a viagem pelos 2 destinos.
      Maio é um m~es ótimo para visitar a Itália, pois não está nem frio demais, nem calor demais. E os dias são longos, o que é ótimo para aproveitar bastante a viagem.
      Quando fui, geralmente estava friozinho de manhã e à noite (usava um casaco comum, desses que usamos no Brasil e que suportam o nosso inverno). E durante o dia, ficava de camiseta.
      Qto às chuvas, felizmente peguei muito pouco quando fui. Atrapalhou apenas no dia que cheguei em Pádua e no dia que voltei de Siena. Mas consegui mexer no roteiro e deu tudo certo no final.
      Abs

Totos os direitos reservados