Roteiro de Visita ao Bairro Gótico em Barcelona

Faça uma viagem no tempo e conheça o interessante e pitoresco bairro medieval da capital catalã, seguindo a nossa sugestão de roteiro.

Bairro Gótico em Barcelona

Bairro Gótico em Barcelona

Quando pensamos numa visita à Barcelona, logo nos vem à cabeça uma imagem de uma cidade recheada de maravilhas modernistas como a Sagrada Família, o Park Güell, a La Pedrera... Ou então pensamos em praia e estádio famoso de futebol. Não é verdade?

Mas o que poucos se dão conta é que existe um pedacinho da capital catalã que é 100% medieval e cheio de histórias pra contar: o pitoresco e interessante Barri Gòtic, ou melhor dizendo, o Bairro Gótico.

Situado na parte sul da cidade, espremido entre La Ribera e as Ramblas, o Barri Gòtic consiste num labirinto de ruas estreitas e com muitos edifícios antigos, com séculos de existência.

Eu confesso que estava com um pouco de receio de aquelas vielas estreitas serem perigosas, mas encontrei outra coisa quando visitei o local. Há muitos turistas perambulando por lá e apreciando as belezas daquela ilha medieval em uma cidade famosa pela arquitetura modernista.

Neste post trago o roteiro que fiz por esse maravilhoso e diferente pedacinho de Barcelona.

Ele durou uma manhã inteira, que era o tempo que eu tinha disponível no roteiro para visitar o Bairro Gótico.

Mas se você tiver mais tempo disponível e quiser um passeio mais amplo por essa zona histórica da cidade, também traremos opções para estender um pouco mais esse passeio.

Passeando pelo Barri Gòtic de Barcelona: O que ver por lá?

O ponto de partida foi bem no centro das Ramblas, na altura do Mosaico de Mirò – mais especificamente na junção da Rambla St. Josep com a Rambla des Caputxins.

Ali tem uma saída de metrô pertencente à estação Liceu (Linha 3), que foi por onde cheguei.

O meu dia tinha começado cedo, porque acabei dando uma fugida rápida antes ao bairro do El Raval, que fica ali pertinho. Mas voltei às Ramblas depois, justamente nesse ponto de partida que assinalei acima. E aí sim comecei o passeio pelo Barri Gòtic – por volta de 10:00 da manhã.

Seguindo pela Carrer del Cardenal Casañas, logo cheguei à pequena Plaça del Pi.

Basílica Santa Maria del Pi

Basílica Santa Maria del Pi

Nela se destaca uma antiquíssima igreja gótica chamada Basílica Santa Maria del Pi.

Ela é diferente dos demais templos góticos que vemos na Europa, apresentando um formato quadrado e fachada simples, sem grandes ornamentos decorativos.

Mas em compensação, apresenta uma bela rosácea de 10 metros de diâmetro na face frontal, que é considerada uma das maiores do mundo.

A origem do nome da praça e da igreja é controversa, mas reza a lenda que tem relação com o fato de que ali havia uma antiga floresta de pinheiros.

A visita à Basílica é paga e acabei preferindo não entrar (acho um absurdo essa coisa de cobrar ingresso pra visitar igreja, que é um templo religioso e deveria ser aberta ao público geral).

Mas dei sorte de passar por ali no final do dia e encontra-la com acesso liberado, pois tinha acabado de acontecer uma missa. Confira as informações.

Segui caminhando pela Carrer de la Palla e já nela pude ter uma noção de quão pitoresco é o bairro gótico. As ruas são bem estreitas e ladeadas por edifícios altos e de fachada rústica. É assim por todo o bairro.

Resquícios da muralha de Barcino

Resquícios da muralha de Barcino

Ainda nessa rua, em um determinado momento me deparei com um trecho da antiga muralha da época da ocupação romana.

Barcelona começou como uma cidade fundada pelos romanos no século I a.C. e era rodeada por uma muralha que cercava basicamente o espaço do atual Barri Gòtic e um pouquinho do vizinho, o La Ribera.

E nessa época, a cidade era chamada de Barcino – nome que sofreu mudanças ao longo dos séculos até chegar ao que conhecemos atualmente.

Esse trecho que vemos na Carrer de la Palla pertencia a um 2º conjunto de muralhas datado do século 4. Ela foi sumindo durante a Idade Média, quando começaram a aproveitar suas instalações para construir edifícios – o que dá pra ver nitidamente nesse ponto (é só abrir a foto acima pra ver melhor).

Plaça Nova: Casa de l'Ardiaca e os resquícios da muralha e do aqueduto romano

Plaça Nova: Casa de l'Ardiaca e os resquícios da muralha e do aqueduto romano

A Carrer de la Palla desemboca numa das praças principais do bairro: a Plaça Nova, onde funcionava um antigo mercado do século 14.

Chegando a ela, logo nos deparamos com os fundos do edifício da Casa de L’Ardiaca, que também utilizou parte das torres da antiga muralha para compor a sua fachada. E dá pra ver, ainda, os restos da arcada do antigo aqueduto romano que existia ali.

Logo em frente, há um dos pontos mais fotografados do bairro: um conjunto de letras de metal decoradas, onde se vê escrito “Barcino”, o antigo nome da cidade.

Monumento em homenagem a Barcino na Plaça Nova

Monumento em homenagem a Barcino na Plaça Nova

Logo ao lado da Casa de L’Ardiaca, encontramos uma das principais atrações do bairro: a bela Catedral de Barcelona (também chamada de Catedral de Santa Cruz e Santa Eulália).

Reza a lenda que, naquele local, existe um templo religioso desde o século 4. Em cima dessa igreja antiga original, foram construídas mais 2 outras versões até que, no século 13, começaram a erguer a atual Catedral gótica – com as obras concluídas (parcialmente) no século 15.

Digo “parcialmente”, porque a magnífica fachada frontal que vemos hoje é mais recente, ou seja, foi construída no século 19, seguindo o projeto original.

Muita gente acha que a Catedral de Barcelona é a Sagrada Família. Mas não, a igreja criada por Gaudí é apenas a mais famosa e visitada da cidade. A catedral oficial da cidade é essa que está no Barri Gòtic.

Catedral de Barcelona

Catedral de Barcelona

O interior segue aquele padrão que vemos em tantas outras Catedrais de estilo gótico da Europa. Mas nem por isso deixa de ser bonita. Muito pelo contrário...

A entrada à Catedral é gratuita no período da manhã (até 12:45) e depois das 17:45. Nesse período intermediário, a visita é paga. Confira as informações atualizadas pra se programar.

Caixa de Correios da Casa de L'Ardiaca

Caixa de Correios da Casa de L'Ardiaca

Saindo da Catedral, segui pela Carrer de Santa Lucia, passando pela entrada da Casa de L’Ardiaca – que hoje é a sede do Arquivo Histórico de Barcelona. No interior, há um bonito claustro.

Não deixe de notar a bonita caixa de correios do edifício, criada pelo artista modernista Domènech i Montaner.

Segundo dizem, o artista fez referência à Justiça (o edifício já abrigou a sede da Ordem dos Advogados): as andorinhas simbolizam a liberdade de justiça e a tartaruga, a lentidão provocada pelos procedimentos burocráticos.

SUGESTÃO PARA QUEM TIVER MAIS TEMPO: É possível entrar para visitar a Casa de L'Ardiaca (entrada gratuita). E lá dentro também é possível ver os vestígios da antiga muralha de Barcino. Confira as informações para se programar.

Plaça Garriga i Bachs

Plaça Garriga i Bachs

Acabei não entrando nesse local e segui em frente, virando depois na Carrer del Bisbe.

Logo me deparei com a pequena e agradável Plaça Garriga i Bachs, que traz um conjunto de estátuas e de painéis que homenageiam os “Heróis de 1809” – um grupo de homens que enfrentou o exército de Napoleão, na tentativa de defender a cidade da invasão das tropas francesas.

Logo em frente, fica a entrada para o claustro da Catedral de Barcelona.

Lá dentro, encontramos um bonito e tranquilo ambiente cercado por galerias de estilo gótico, cercando um jardim central contendo 13 gansos (número que corresponderia a idade de Santa Eulália).

DICA: Não deixe de ver neste claustro a Capella de Santa Lucia, uma das poucas da cidade que ainda preserva a antiquíssima decoração em estilo românico.

Claustro da Catedral de Barcelona

Claustro da Catedral de Barcelona

Capella de Santa Llucia

Capella de Santa Llucia

Saindo do claustro, segui pela Carrer de Montjuȉc del Bisbe e, depois de passar por um arco, cheguei à Plaça Felip Neri.

A fachada esburacada da Ig. St. Felip Neri

A fachada esburacada da Ig. St. Felip Neri

Nela, o grande destaque é a fachada cheia de marcas da Igreja de Sant Felip Neri.

Elas ainda estão ali para não deixar ninguém esquecer a tragédia ocorrida em janeiro de 1938, durante a época do Ditador Franco e da Guerra Civil Espanhola.

Uma bombardeio aéreo matou 42 pessoas – dentre elas, várias crianças – que se escondiam no subsolo da igreja (o chão ruiu sobre suas cabeças). Só sobrou essa fachada com as marcas dos estilhaços que vemos atualmente.

CURIOSIDADE: Há vertentes que dizem que, na verdade, esse era um local de fuzilamento e que essas marcas na parede da igreja teriam sido provocadas por tiros. Isso nunca foi provado, mas reza a lenda que alguns desses buracos parecem ter sido mesmo feitos por balas.

Seguindo pela Carrer Felip Neri, fui dar uma volta pela região ali próxima conhecida como El Call – o antigo bairro judeu.

Ele compreende o conjunto de ruas que formam um espaço quadrangular, delimitado pelas seguintes ruas: Baixada de Santa Eulália, Carrer dels Banys Nous, Carrer del Call e Carrer de Sant Honorat.

Na verdade, esse espaço era chamado de "Call Major" e era o principal reduto dos judeus. Mas como a população deles cresceu ao longo do tempo, à partir do século 13 surgiu o "Call Menor" que ficava do lado de fora da antiga muralha e estava um pouco mais para sul (entre a Carrer de la Boqueria e a Carrer de la Lleona).

Uma das ruas do El Call do Bairro Gótico de Barcelona

Uma das ruas do El Call do Bairro Gótico de Barcelona

Olhando pra cima, vemos como as ruas são estreitas

Olhando pra cima, vemos como as ruas são estreitas

É uma delícia deixar-se perder pelas ruas do El Call / Bairro Gótico

É uma delícia deixar-se perder pelas ruas do El Call / Bairro Gótico

O comércio também é um atrativo no labirinto de ruas

O comércio também é um atrativo no labirinto de ruas

Eu acabei apenas percorrendo essas ruas do El Call principal, sentindo o clima medieval do bairro, sem entrar em nenhuma atração específica. Um passeio bastante agradável, por sinal.

Mas quando voltei de viagem, descobri que o órgão que administra os edifícios históricos de Barcelona (MUHBA – o Museu de História de Barcelona) disponibilizava um interessante folheto com o roteiro de visita ao El Call e que traz 8 pontos de destaque da região. E ele também conta um pouco sobre a história do bairro.

Achei uma ideia super legal! Uma pena que não soube disso antes da viagem...

DICA: Você pode consultar em casa esse folheto do roteiro (veja aqui) ou então pode pegá-lo lá mesmo, no "MUHBA El Call", que fica na Placeta de Manuel Ribé.

Já contratou o Seguro Viagem?

Você sabia que quando se viaja para a Europa a contratação de um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros é obrigatória? Então, faça agora mesmo uma cotação na Seguros Promo e escolha entre as melhores seguradoras sempre com o melhor custo benefício. Aproveite essa oportunidade e tenha 5% de desconto utilizando o nosso cupom: PARAVIAGEM05.

A minha curta caminhada pelo El Call me levou até outra praça conhecida do bairro: a bonita Plaça Sant Jaume.

Reza a lenda que ali ficava o antigo Fórum Romano de Barcino e hoje abriga um espaço público pra lá de agradável.

Nela se destacam o Ajuntament, a Prefeitura de Barcelona, e o Palau de La Generalitat, a sede do Governo da Catalunha.

Plaça Sant Jaume

Plaça Sant Jaume

Ajuntament de Barcelona (Prefeitura)

Ajuntament de Barcelona (Prefeitura)

Palau de La Generalitat

Palau de La Generalitat

Palau de La Generalitat

Palau de La Generalitat

SUGESTÃO PARA QUEM TIVER MAIS TEMPO: É possível visitar o interior do Palau de La Generalitat. A visita é gratuita e guiada, mas só pode ser feita mediante agendamento e acontece apenas em algumas datas pré-selecionadas por eles. Faça a sua reserva.

Seguindo pela Carrer de Paradis (que faz uma curva em 90 graus), fui dar uma olhada numa atração que tinha ali perto: o Templo de Augusto.

Templo de Augusto em Barcelona

Templo de Augusto em Barcelona

Na verdade, trata-se de um vão interno de um prédio histórico local, que abriga 4 colunas do frontão de um antigo templo romano de Barcino, construído no século I a.C.. Reza a lenda que ele ficava de frente para o antigo Forum Romano (onde hoje está a Plaça St. Jaume).

Mais uma vez, vemos um incrível exemplar de uma antiga construção romana servindo de instalação para fachadas e estruturas de um edifício erguido na Idade Média.

O Templo de Augusto também é administrado pelo MUHBA e possui entrada gratuita. Confira as informações.

Saindo de lá, segui pela Carrer de la Pietat (passando pelos fundos da Catedral) que após mudar de nome para Baixada de Santa Clara, chega à Plaça del Rei.

Essa praça possui como destaques o Palau Reial Major e o Palau Lloctinent, os antigos palácios dos Reis da Coroa de Aragão.

Nesse local, resolvi entrar pra visitar o Palau Reial, que hoje abriga outra filial do MUHBA.

O curioso é que, apesar de entrarmos nas dependências do antigo Palau Reial, a visita não consiste no passeio pelos seus aposentos (exceto no final, quando adentramos o enorme Saló del Tinell e a antiga Capella de Santa Ágata)...

Palau Reial Major (dir) e Palau Lloctinent (esq)

Palau Reial Major (dir) e Palau Lloctinent (esq)

Palau Lloctinent

Palau Lloctinent

Plaça del Rei: Palau Lloctinent

Plaça del Rei: Palau Lloctinent

Capella de Santa Ágata

Capella de Santa Ágata

O grande atrativo mesmo está no subsolo do palácio, onde encontramos um incrível sítio arqueológico, cheio de fundações das antigas casas de Barcino, de mais de 2.000 anos atrás.

Lá vemos também alguns fragmentos de mosaicos romanos, pinturas e até uma exposição que mostra como era uma antiga casa abastada da época. Muito legal!

Ruínas de Barcino embaixo da Plaça del Rei

Ruínas de Barcino embaixo da Plaça del Rei

Colocando a mão na história, literalmente!

Colocando a mão na história, literalmente!

Mosaico romano no MUHBA Pç. del Rei

Mosaico romano no MUHBA Pç. del Rei

Pintura romana original de Barcino

Pintura romana original de Barcino

A visita é paga e eles dão 50% de desconto para quem tiver o ingresso do Park Güell em mãos. E há opção de audioguia em português. Confira as informações sobre a visita ao MUHBA da Pç. del Rei.

Saindo de lá, segui pela Carrer del Veguer até chegar a Carrer del Jaume I. Ali, parei para comer alguma coisa no ótimo Lonja de Tapas.

Logo em seguida passei pelo último ponto do bairro: a Plaça Sant Just, que tem como destaques a antiga Fonte Fivaller e também a Basílica dels St. Màrtirs Just i Pastor – que, reza a lenda, é a igreja mais antiga de Barcelona.

Basílica dels St. Màrtirs Just i Pastor

Basílica dels St. Màrtirs Just i Pastor

O atual edifício gótico é do século 14, mas foi construído no local de uma antiga igreja românica – que, por sua vez, foi construída sobre alguma edificação romana do século 2.

Passei direto pela igreja, que estava fechada na hora. A visita a ela é guiada e acontece em alguns horários pré-determinados. Veja as informações.

Dali em diante a caminhada continuou pelo bairro vizinho La Ribera, que relatei como foi no meu post sobre o Roteiro de 4 Dias e Meio em Barcelona na Espanha.

Não perca essas 2 dicas extras sobre o Barri Gòtic

► Quanto for visitar as Ramblas, há um ponto interessante a ser visto nas imediações, relacionado a história do Barri Gòtic.

Via Sepulcral

Via Sepulcral

Quando fizeram algumas obras para restaurar a Plaça de la Villa de Madrid, encontraram a Via Sepulcral – um conjunto de túmulos romanos datados do século 1 ao 3.

Era costume dos romanos não enterrar seus mortos dentro do perímetro das cidades e os cemitérios ficavam do lado de fora das muralhas. E esse aqui ficava bem pertinho da que envolvia Barcino, porém fora da área delimitada por ele.

► Pertinho da Plaça del Pi, não deixe de dar uma passada na Granja Dulcinea que fica na Carrer de Petritxol.

Calma, não estou te indicando nenhum estabelecimento agrícola, mas sim uma das ótimas confeitarias da região, que costuma servir doces catalães típicos, dentre outras guloseimas.

Crema Catalana

Crema Catalana

Churros com chocolate

Churros com chocolate

Os carros chefes são o chocolate com churros e o famoso crema catalana. Se você quiser experimentar esta iguaria numa casa que os produza com exatidão e qualidade, a melhor oportunidade será nessas “granjas”. Confira o horário de funcionamento.

Dicas importantes para seu planejamento de viagem à Espanha

Para não entrar em nenhuma roubada em sua viagem pelo país, não deixe de conferir nossas DICAS DE SOBREVIVÊNCIA PARA QUEM VAI À ESPANHA.

• Quer um roteiro completo pelo país? Então, não perca nossa sugestão de ROTEIRO DE 15 DIAS PELA ESPANHA e veja o que visitar por lá em 2 semanas de viagem.

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço. O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura. Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Antes de alugar um carro, faça uma comparação entre as principais locadoras do Brasil e do mundo. A nossa parceira RentCars te ajuda nessa busca de preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura. A cobrança poderá ser feita em reais, sem IOF. Divida em até 12 parcelas no cartão de crédito ou aproveite um desconto de 5% no boleto bancário. Compare os valores e economize.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis. Pagamento no cartão de crédito em até 12 parcelas ou com desconto no boleto bancário. Ganhe 5% de desconto adicional comprando seu seguro com nosso cupom de desconto: PARAVIAGEM05.

 Compre um chip internacional e se mantenha conectado durante sua viagem. A Easysim4u oferece planos sob medida na Europa com conexão de internet 4G franquias proporcionais ao número de dias do pacote. Você recebe o chip em sua casa, de forma antecipada, e chega em seu destino com tudo funcionando. Compre com 10% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM10.

 Compre ingressos para atrações, shows, espetáculos, eventos, tours, passeios e muitas outras experiências com a GetYourGuide. A empresa, presente nos principais destinos, oferece vantagens como a garantia do menor preço e a possibilidade de reserva online antecipada, garantindo seus bilhetes antes da viagem.

 Encontre as melhores datas para a sua próxima viagem e economize na hora de comprar as passagens aéreas. Usando a plataforma do Passagens Promo você pode pagar com cartão de crédito em parcelas sem juros e sem cobrança de IOF. A empresa conta ainda com selo de qualidade no atendimento. Agora não tem mais desculpe, partiu Barcelona!

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Galeria de Fotos:

Totos os direitos reservados